Edital para Publicação de Livro “Introdução à Psicanálise”

livro introdução à psicanálise editora ibpc

 

Datas:

  • Edital Aberto para recebimentos de artigos: até 15/09/2021 (encerrado).
  • Lista dos Artigos/Autores selecionados para o livro: 15/10/2021 (a ser publicado nesta página).
  • Previsão de publicação do livro: 15/11/2021.

EDITAL – CHAMADA PARA PUBLICAÇÃO DE LIVRO

  1. O Instituto Brasileiro de Psicanálise Clínica – IBPC torna público o Edital de chamada para publicação de livro.

 

Sobre a publicação

 

  1. O livro chamado neste edital terá uma linha temática específica e terá vinte artigos. Será livro lançado em formato digital (não impresso) no modelo “coletânea de artigos acadêmicos“, sob o título Introdução à Psicanálise: método, conceitos e atualidade.

 

  1. Não haverá custo para os autores, nem remuneração aos autores. O IBPC poderá comercializar esta coletânea para o público em geral e/ou oferecer gratuitamente ou a preço reduzido aos alunos do Curso. No caso de comercialização, o viés principal será repor os custos de divulgação dos livros digitais para venda (o viés não será meramente lucrativo, mas especialmente a difusão do saber psicanalítico).

 

  1. O autor cujo texto for selecionado para a publicação receberá gratuitamente o livro digital da mesma publicação, ou seja, receberá sem custos uma cópia digital do livro.

 

Sobre os Benefícios ao autor

 

  1. São estes os principais benefícios ao autor cujo texto seja selecionado para publicação:
  • a publicação terá código ISBN (isto é, registro como publicação oficial, válido como um livro publicado);
  • a publicação terá índice catalográfico (sendo válida como verdadeiro livro, mesmo que não impresso);
  • a publicação poderá ser mencionada pelo autor para citação em currículo Lattes e afins;
  • o autor que tiver seu artigo selecionado receberá gratuitamente o livro digital.

 

Sobre o ineditismo do conteúdo

 

  1. O texto deverá ser inédito, não podendo ter sido publicado ou submetido a publicação em outro livro, site ou qualquer outro meio impresso ou digital, nem submetido a outro concurso ou edital, ainda que não publicado. Se o artigo acadêmico no todo ou em partes já tiver sido publicado em outro livro impresso ou digital, ou em site de internet, ou tiver sido submetido a outra avaliação ou certame, ou tiver sido entregue como redação / monografia sem ter sido adaptado às necessidades deste edital, o artigo será sumariamente desclassificado.

 

  1. Monografia utilizada no Curso de Formação ou outro texto do autor poderá ser utilizado(a), desde que o texto seja reescrito para dar-lhe caráter de originalidade e ineditismo, e desde que seja adaptado às especificidades do tema e da formatação.

 

  1. É admitido o uso de citação, utilizando-se aspas e mencionando (após a citação) o autor, o livro e a página (ou endereço digital) de onde a citação foi extraída, devendo a citação estar contida também nas referências bibliográficas, ao final do artigo acadêmico.

 

Sobre os participantes

 

  1. Poderão submeter seus artigos acadêmicos para avaliação todos os alunos e ex-alunos do IBPC, bem como qualquer outra pessoa que seja convidada por aluno ou ex-aluno do IBPC ou que tome conhecimento deste edital.

 

  1. O participante poderá, também, submeter e ver aprovado para publicação mais de um artigo seu. Ou seja, cada autor poderá submeter quantos artigos acadêmicos desejar, preenchendo um novo formulário de inscrição a cada artigo submetido. 

 

  1. A autoria de cada artigo poderá ser individual (um único autor) ou em co-autoria (com mais outro autor). Não serão admitidas autorias coletivas com três ou mais autores para um mesmo artigo submetido.

 

Sobre a obrigatoriedade e custo de participação

 

  1. A participação é opcional (não obrigatória para a conclusão do Curso de Formação) e gratuita, em todos os casos (alunos, ex-alunos e não alunos não pagam). Não há custo para submeter seus artigos para avaliação, tampouco haverá custos para publicação (no caso dos artigos selecionados para fazer parte da publicação).

 

Sobre o tipo de texto e extensão do texto

 

  1. O interessado deverá submeter texto autoral, do gênero “artigo acadêmico”, na forma solo ou no máximo com um co-autor, até o prazo máximo indicado neste edital.

 

  1. O artigo será no formato acadêmico, isto é, dentro dos padrões de artigos normalmente publicados em revistas especializadas e universitárias. A título de exemplo de estrutura e linguagem do gênero “artigo acadêmico”, veja este artigo https://drive.google.com/file/d/1V5lhiM1epCjKN5eFqw1ydTNBdHIeB8YK/view (obs.: este link é de um artigo mais extenso e com temática diferente da temática deste edital; está sendo apresentado aqui apenas como ideia de estruturação e linguagem de referência a um bom artigo acadêmico, que é uma linguagem um pouco mais técnica do que a usada nos artigos mais curtos de internet). 

 

  1. O artigo deverá ter entre 3.200 e 4.500 palavras em língua portuguesa (admitindo-se o uso eventual de palavras de língua estrangeira), sendo que o somatório de palavras deverá considerar todas as partes do conteúdo do artigo: título, nome do(s) autor(es), introdução, desenvolvimento, conclusão, referências bibliográficas e minibiografia do(s) autor(es).

 

Sobre as partes do artigo

 

  1. O artigo deverá ser composto das seguintes partes, sendo que todas integrarão a versão final do artigo acadêmico eventualmente publicado:

 

  • (a) Título: contendo de 5 a 20 palavras. Se houver subtítulo do artigo, o total de 20 palavras se aplica à soma de título mais subtítulo. O título é escolha do(s) autor(es) e não precisa (não deve) repetir exatamente o título da coletânea como um todo (“Introdução à Psicanálise”), nem repetir exatamente grupo temático listado nos itens a seguir. 
  • (b) Introdução: de 2 a 4 parágrafos, resumindo uma ideia inicial sobre o assunto, sobre a relevância acerca do assunto (para a psicanálise, para o mundo acadêmico e/ou para a coletividade) e os objetivos pretendidos a serem aprofundados no decorrer do artigo. Basta a introdução: não requer Abstract nem Resumo em português nem em inglês.
  • (c) Desenvolvimento: trata-se do “corpo” ou da maior parte do artigo. Não há limite máximo ou mínimo da quantidade de parágrafo. Recomenda-se que pelo menos a cada cinco parágrafos seja introduzido um subtítulo, para melhor organização do texto. Este subtítulo divide o desenvolvimento do texto e não é contado dentro do limite de 20 palavras mencionados no item “a”, acima.
  • (d) Conclusão: de 2 a 6 parágrafos: recomenda-se retomar as ideias lançadas na Introdução e complementar com as sínteses e principais aprendizados trazidos no decorrer do artigo.
  • (e) Referências bibliográficas: de duas a cinco citações de livros, artigos acadêmicos e artigos de internet. Podem ser artigos publicados em meio impresso ou digital. Use apenas o que realmente inspirou você no seu texto, seja para discordar ou concordar. Recomendamos o uso de 2 a 5 referências bibliográficas.
  • (f) Nome(s) do(s) autor(es) e minibiografia: informar nome completo do autor (como ele/a deseja ser chamado/a) e uma miniobiografia a ser divulgada junto ao artigo, se selecionado. Havendo dois autores, informar nome e miniografia de cada um.

 

Sobre a temática do livro e dos artigos

 

  1. O livro deste edital terá por título “Introdução à Psicanálise: método, conceitos e atualidade”.

 

  1. O autor não deverá enviar um artigo com o mesmo título do livro, ou seja, o artigo não deverá falar no sentido geral sobre a Introdução à Psicanálise: método, conceitos e atualidade. Deverá, sim, escolher um subtema (ou tema específico), dentro das possibilidades de linhas temáticas abaixo:

 

  • Linha Temática I: Abordar algum(ns) aspecto(s) sobre a terapia e/ou a clínica psicanalítica contemporâneas, bem como reflexões sobre “para onde vai a psicanálise?” ou sobre a atualidade do método.
  • Linha Temática II: Abordar algum(ns) aspecto(s) sobre o setting psicanalítico numa abordagem atual e/ou sobre a relação analista / analisando, ou alguma temática relacionada às atuações (actings), a comunicação verbal e não-verbal entre analista e analisando, o silêncio durante a terapia, a possibilidade (ou não) da psicanálise breve etc.
  • Linha Temática III: Abordar algum(ns) aspecto(s) sobre a captação de novos analisandos (isto é, como o analista pode ser encontrado por novos analisandos, especialmente dentro de práticas/ideias éticas e atuais de marketing, formas de divulgação de seus trabalhos e/ou indicação por outros analisandos, entre outras ideias).
  • Linha Temática IV: Abordar algum(ns) aspecto(s) sobre benefícios e/ou dilemas do atendimento psicanalítico online (a distância ou virtual).
  • Linha Temática V: Abordar algum(ns) aspecto(s) sobre montagem do consultório: fatores físicos (mobília, aproveitamento do espaço, acústica etc.) e burocráticos (abertura de empresa etc.).
  • Linha Temática VI: Abordar algum(ns) aspecto(s) sobre o primeiro contato com o analisando e/ou o início do tratamento e/ou as entrevistas preliminares vistas pela psicanálise atual.
  • Linha Temática VII: Abordar o desenvolvimento do tratamento (isto é, as dinâmicas mais recorrentes que costumam aparecer durante ou no “meio” de uma sequência de sessões) visto pela psicanálise atual.
  • Linha Temática VIII: Abordar algum(ns) aspecto(s) sobre o fim do tratamento (isto é, o término de um tratamento analítico ou, como chamam alguns psicanalistas, o encerramento ou “alta”).
  • Linha Temática IX: Abordar algum(ns) aspecto(s) a serem observados por um analista iniciante, isto é, nos primeiros meses ou primeiros anos de sua prática de atendimento.
  • Linha Temática X: Abordar algum conceito freudiano que seja fundamental à prática clínica contemporânea.
  • Linha Temática XI: Abordar algum transtorno ou mal-estar que represente uma grande busca por terapia psicanalítica, e refletir sobre a forma mais adequada de ver e tratar o problema, de acordo com a psicanálise contemporânea (escolher apenas UM transtorno, como: depressão, tristeza, pânico, burnout, estresse, ansiedade/TAG, obsessão/TOC, luto, transtorno de humor, fobia, mania etc.).
  • Linha Temática XII: Abordar algum transtorno de personalidade ou de convívio que represente uma grande busca por terapia psicanalítica, e refletir sobre a forma mais adequada de ver e tratar o problema, de acordo com a psicanálise contemporânea (escolher apenas UM transtorno, como: algum dilema de relacionamento familiar, término de relacionamento, dilemas profissionais, dilemas afetivos/conjugais, ressentimento/mágoa, personalidade anti-social, personalidade instável, personalidade histriônica, personalidade anancástica, personalidade evitativa, dependência emocional, assédio moral ou sexual etc.).
  • Linha Temática XIII: Abordar algum(ns) aspecto(s) relativo(s) às condições necessárias para se formar e se qualificar no médio/longo prazo como psicanalista.
  • Linha Temática XIV: Abordar algum(ns) aspecto(s) a ser(em) observado(s) pelo analista no atendimento psicanalítico contemporâneo a crianças (até 11 anos).
  • Linha Temática XV: Abordar algum(ns) aspecto(s) a ser(em) observado(s) pelo analista no atendimento psicanalítico contemporâneo a adolescentes e jovens (de 12 a 19 anos). 
  • Linha Temática XVI: Abordar algum(ns) aspecto(s) a ser(em) observado(s) pelo analista no atendimento psicanalítico contemporâneo a adultos.
  • Linha Temática XVII: Abordar algum(ns) aspecto(s) a ser(em) observado(s) pelo analista no atendimento psicanalítico contemporâneo a idosos.
  • Linha Temática XVIII: Abordar algum(ns) aspecto(s) a ser(em) observado(s) pelo analista no atendimento psicanalítico com casais.
  • Linha Temática XVII: Abordar algum(ns) aspecto(s) a ser(em) observado(s) pelo analista no atendimento psicanalítico da terapia de grupo e/ou com equipes de trabalho e/ou com famílias etc.
  • Linha Temática XVIII: Abordar a atualidade de algum(a) autor(a) da psicanálise, escolhendo um ou mais conceito(s) deste autor e refletindo sobre a forma com que a psicanálise atual concebe o tema. Ex. de autores: Freud, Jung, Lacan, Anna Freud, Klein, Winnicott, Bion, Reich, ou outro(a) autor(a), inclusive ainda vivo(a). Não focar na biografia do autor (embora uma breve contextualização biográfica seja desejável), mas sim em um mais de seus conceitos, refletindo sobre sua aplicabilidade à prática clínica psicanalítica atual.
  • Linha Temática XIX: Abordar algum(ns) aspecto(s) sobre regras técnicas ou procedimentos clássicos da psicanálise, aplicáveis à prática clínica atual.
  • Linha Temática XX: Abordar algum(ns) aspecto(s) sobre o lugar do psicanalista, o sujeito psicanalista e/ou o psicanalista como pessoa “real”, no viés da psicanálise contemporânea.
  • Linha Temática XXI: Abordar algum(ns) aspecto(s) sobre a relação entre normalidade e patogenia e/ou relacionar esta oposição pelo viés da psicanálise e/ou psicologia, podendo (ou não) ser correlacionado com outra área do saber, como sociologia e/ou filosofia e/ou qualquer outra área do saber.
  • Linha Temática XXII: Abordar algum(ns) aspecto(s) sobre o trabalho interpretativo do analista na terapia psicanalítica, como a atividade interpretativa, as metáforas, o grau de intervenção adequado ao analista na relação com o analisando, os riscos do exagero interpretativo na análise e/ou sonhos e/ou chistes e/ou atos falhos etc.
  • Linha Temática XXIII: Leitura comparada, propondo a relação de quaisquer dois (ou mais) autores, conceitos ou temáticas relacionadas nos temas anteriores.
  1. O autor do artigo acadêmico deverá escolher UMA das linhas temáticas listadas no item anterior. Entretanto, o tema ou a linha temática não será seu título. O título fica a critério do autor do artigo, sendo recomendado escolher um título que dê uma clara ideia sobre o tema, sua relevância e/ou o recorte que será dado pelo artigo. Por exemplo, o autor pode escolher a linha temática XI e pode tratar apenas sobre Ansiedade (na maior parte das linhas temáticas, não é preciso nem recomendável querer tratar de todos os temas sugeridos dentro da linha temática, basta escolher um tópico dentro dela). Assim, seu título deverá refletir que o foco temático do artigo será sobre Ansiedade, neste exemplo.

 

Sobre o critério de Atualidade ou Contemporaneidade

 

  1. Para relacionar o tema com “Hoje” ou “Atualidade” ou “Contemporaneidade”, recomenda-se buscar referências bibliográficas atuais e de autores/comentadores que buscam atualizar a temática para as causas, sintomas e dinâmicas sociais/clínicas relacionadas à atualidade.

 

  1. Não será critério sobre “atualidade” ou “hoje” a necessidade de obrigatoriamente se contrapor a algum conceito ou lição de Freud e outros psicanalistas. Isso poderá ser feito, mas não será requisito obrigatório. Ficará a critério do autor do artigo acadêmico questionar (leitura crítica) sobre a relevância ou aplicabilidade de algum conceito, ou atualizar este conceito (aos olhos de algum comentador atual, por exemplo), mas o autor poderá também retomar os conceitos clássicos e demonstrar como, ainda hoje, seriam aplicáveis (ou adaptáveis).

 

Sobre a adequação ao público-alvo

 

  1. O público-alvo visualizado como potencial leitor do livro são: 
  • (a) pessoas recém-formadas ou estudantes de psicanálise ou psicologia; 
  • (b) público leigo que não atua na área, mas se interessa por assuntos relacionados a psicanálise, psicologia, comportamento, relacionamento e assuntos correlatos. 

 

  1. Em um caso ou em outro do público mencionado no item anterior, é preciso que os conceitos sejam contextualizados, isto é, o artigo acadêmico deverá ser claro, numa linguagem acessível e supondo que os conceitos e autores sejam minimamente introduzidos/explicados, antes de o texto aprofundar suas reflexões.

 

Sobre a linguagem utilizada

 

  1. Serão considerados os aspectos de clareza, organização textual e gramática, bem como o caráter científico, a qualidade das reflexões e o questionamento ao senso-comum. Antes de enviar seu artigo faça uma revisão textual, conceitual e gramatical. Os artigos selecionados passarão por nova revisão, mas a qualidade prévia dos textos será critério de classificação.

 

Sobre a formatação necessária e modo de envio

 

  1. Os artigos deverão ser entregues em formato Microsoft Word (DOC ou DOCX) ou RTF,  exclusivamente por meio do formulário existente em https://forms.gle/WeJCiTXGQt5kmU8A9. Não serão recebidos nem avaliados textos por meio impresso, por email e outras formas.

 

  1. A fonte recomendável é Arial tamanho 12, espaçamento 1,5, alinhamento justificado, com as margens no padrão típico do editor de texto. Poderá incluir imagens, gráficos, desenhos ou esquemas visuais (opcional), desde que criados pelo próprio autor (não usar fotos, esquemas, desenhos, gráficos, resumos etc. de imagens criadas na internet ou fotografadas de livros). Você poderá se inspirar em imagens existentes ou previamente criadas por outras pessoas, mas deverá (re)criá-las você mesmo. Se for usar imagens, inseri-las no corpo do arquivo DOC, DOCX ou RTF, no local que a imagem deverá ser publicada. É opcional ao autor utilizar nosso modelo já pré-formatado e editável no Microsoft Word e editores equivalente, cujo download pode ser feito aqui: https://psicanaliseclinica.com/modelo-livro (clique em Arquivo e, depois, em Fazer Download, usando um computador ou notebook com Microsoft Word ou outro editor de texto instalado, pois com celular poderá não funcionar).

 

  1. Uma vez enviado o artigo acadêmico, não será possível enviá-lo novamente, nem requerer alteração de texto por e-mail ou qualquer outra forma. Os autores de artigos selecionados serão avisados e lhes será dada a oportunidade de fazer alterações no texto, antes da publicação final.

 

  1. Ao enviar seu texto pelo formulário, automaticamente o autor receberá uma cópia no seu próprio email do material enviado. Não responderemos contato por e-mail ou Whatsapp solicitando confirmação de recebimento ou outras informações sobre o edital, o certame e os resultados, uma vez que todas as informações disponíveis já estão contidas neste Edital.

 

Sobre a comissão de avaliação

 

  1. A seleção dos vinte artigos deste livro será feita por uma comissão criada pelo IBPC, seus professores e avaliadores externos convidados. Ou seja, haverá uma seleção prévia dos artigos a serem publicados. Todos os participantes de cada edição serão informados da lista dos 20 artigos selecionados a cada edição, não havendo “correção” do texto, nota nem justificativa sobre os textos que ficarem de fora.

 

  1. Os artigos não selecionados não serão devolvidos aos autores (pois o envio será somente digital, não físico/impresso), tampouco serão informados os motivos da não seleção.

 

  1. Não sendo o texto selecionado, pedimos que o autor não leve para o lado pessoal, nem se irrite com o IBPC. A seleção será feita por banca composta, também, por membros externos ao IBPC. Você poderá adaptar seu texto não selecionado para uma publicação futura do IBPC, ou submeter seu texto para qualquer outra publicação acadêmica da área, em outros certames ou meios de publicação.

 

Sobre os critérios de seleção

 

  1. A comissão avaliadora selecionará os vinte artigos acadêmicos, com base em dez critérios de seleção:
  • (i) adequação ao gênero “artigo acadêmico”;
  • (ii) adequação do conteúdo ao público-alvo;
  • (iii) adequação a uma das linhas temáticas propostas neste Edital (veja o item 18 deste Edital);
  • (iv) correção gramatical, clareza e organização textual;
  • (v) relevância, qualidade, inovação e profundidade da abordagem;
  • (vi) ineditismo da publicação (texto autoral e não publicado em outro lugar);
  • (vii) capacidade de inter-relacionar conteúdos, conceitos e autores, sem reproduzir sensos-comuns não científicos;
  • (viii) capacidade de sintetizar e contextualizar ideias as mais completas possíveis para estudantes e público-leigo;
  • (ix) demonstração da atualidade do tema à prática clínica psicanalítica e/ou à psicanálise contemporânea;
  • (x) uso efetivo de pelo menos duas referências bibliográficas, no corpo do texto e também contidos nas referências bibliográficas finais.

 

Sobre os prazos e links para participação

 

  1. A publicação deste livro seguirá o seguinte cronograma:
  • De 08/08 até 15/09/2021: os autores deverão enviar os artigos acadêmicos em formato DOC, DOCX ou RTF, exclusivamente por meio do formulário de submissão em https://forms.gle/WeJCiTXGQt5kmU8A9 
  • Até 15/10/2021: serão divulgados pelo IBPC os vinte artigos selecionados (títulos e nome dos autores), exclusivamente por meio desta página https://psicanaliseclinica.com/livro-um
  • Até 15/11/2021: previsão para lançamento do livro digital pelo IBPC, com envio gratuito da versão ebook para os autores que tiverem os artigos selecionados.

 

Termos finais

Na ocorrência de imprevistos, poderão ser adiados os prazos contidos no item anterior.

Este edital pode ser livremente divulgado e compartilhado a todos e por todos: alunos, ex-alunos e público externo ao IBPC. Não há impedimento ao compartilhamento, nem impeditivo de participação de qualquer pessoa.

Não serão respondidas por e-mail, fale conosco ou Whatsapp dúvidas relativas a este edital, por considerarmos que os elementos principais foram dispostos neste edital.

Campinas (SP), 06 de agosto de 2021.

Comissão Organizadora

 

FORMULÁRIO DE SUBMISSÃO DE ARTIGO

Após ter lido com atenção todo o Edital acima, clique aqui para submeter seu artigo (até 15/09/2021).