medo de morrer e psicologia

Medo de Morrer: 6 dicas da Psicologia

Posted on Posted in Uncategorized

Por ser o ápice absoluto do desconhecido, a morte é, com certeza, a razão para o temor de algumas pessoas. Ainda que seja um processo natural da vida, muitos indivíduos se tornam reféns dela, tendo medo de tudo relacionado a morte. Com o intuito de trazer alívio e mais informações sobre o tema, nossa equipe reuniu 6 dicas da Psicologia para você lidar com o medo de morrer.

Tanatofobia

Segundo os dicionários, tanatofobia é o medo excessivo que uma pessoa tem da morte, seja dela mesma ou de conhecidos. Por causa desse medo a mente do indivíduo constantemente foca em pensamentos mórbidos, o que afeta o seu cotidiano e gera bastante ansiedade. Além de evitar funerais, a pessoa evita também ouvir histórias sobre os que já morreram.

Até certo ponto, é saudável que você tema a morte, pois assim você evitará colocar a si e aos demais em perigo. É normal para qualquer pessoa ter medo da morte, já que se trata de algo que é o mais absoluto desconhecido.

O problema começa quando o medo de uma pessoa em deixar de existir toma conta da sua vida. Além disso, a ideia de se decompor parece incrivelmente horrível para quem convive com esse temor. Se você é daqueles que sempre pensa “tenho medo de morrer” daremos algumas dicas de como lidar com esse problema mais adiante.

Causas do medo de morrer

Assim como acontece em outras fobias, ainda não foi determinada uma única causa para uma pessoa dizer “estou com medo de morrer”. De acordo com especialistas no assunto, são diversos eventos traumáticos, além das crenças, que impulsionam o medo mórbido. Esse medo pode ser desenvolvido graças a:

  • uma experiência muito traumática, como acidentes fatais, doenças graves, abusos ou vivências emocionais muito negativas;
  • morte de um ente querido em bastante sofrimento;
  • crenças religiosas, onde um indivíduo idealiza a morte como uma punição por pecados cometidos em vida.

Ansiedade e medo de morrer: sintomas

Da mesma forma que outros medos, a fobia de morrer tem sinais característicos que impactam o cotidiano do indivíduo. Em suma, os sintomas e sinais mais perceptíveis desse problema quando a ansiedade ataca são:

  • palpitação decorrente da ansiedade;
  • tontura;
  • confusão mental, fazendo com que a pessoa não tenha noção do que acontece ao seu redor, mas acreditando em futuros eventos ruins;
  • modo de fuga em momentos que a ansiedade atinge picos elevados por causa dos níveis de adrenalina.

Medo da morte causado por outros tipos de ansiedade

Ainda que seja pouco comum, outros tipos de ansiedade são capazes de desencadear o medo de morrer em uma pessoa. Os tipos mais recorrentes são:

TAG: Transtorno de Ansiedade generalizada

Em suma, a mente do indivíduo pensa com bastante frequência em coisas negativas ou que causam estresse, como a morte.

TOC: Transtorno Obsessivo Compulsivo

Embora não afete todas as pessoas com TOC, muitos pacientes com o transtorno podem desenvolver um medo agressivo da morte.

TEPO: Transtorno de Estresse Pós-Traumático

Sobreviventes de situações envolvendo a morte podem desenvolver um medo posterior à ideia de morrer.

A certeza da morte

Ainda que possamos parecer duros ao dizer isso, nós queremos dizer que a morte é uma certeza e, portanto, devemos aceitá-la. Não estamos pedindo que você engula a sua dor, porém que você entenda que todos nós morreremos algum dia. É o ciclo da vida, afinal nós nascemos, crescemos e morreremos quando for a nossa hora.

Leia Também:  Associação Livre para Freud e a Psicanálise

O que torna a nossa existência tão valiosa é o quanto aproveitamos da oportunidade em estarmos vivos. Logo, não devemos temer algo que sabemos que é certo, mas, sim, evitarmos oportunidades de vivermos infelizes. Sim, nós sabemos que o medo é um sentimento terrível. Contudo, você não deve se deixar dominar e perder toda a sua vida por causa dele.

Dicas

Finalmente, nós mostraremos a você seis dicas que podem te auxiliar a diminuir o medo de morrer. Sendo a primeira delas:

Entenda seu medo

Entender por que temos medo de morrer é uma das peças fundamentais para vencer esse desafio em nossas vidas. Por causa disso, se você tem o medo da morte, você precisa determinar a causa dessa fobia para entendê-la. Por meio do autoconhecimento você pode encontrar as respostas que precisa para ter uma clareza melhor a respeito de suas projeções pessoais.

Entenda o processo da morte

Ao contrário do que muitos pensam, o cérebro libera substâncias químicas para avisar ao organismo que está tudo bem na hora da morte. Dito de outra forma, a consciência protege a si mesma de sofrer danos nesse processo de transição. Em grande parte, o fato da morte ser algo repentino e imprevisível é o que incomoda algumas pessoas.

NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

Viva seus dias de cada vez

Aprecie como a sua vida se desenrola e como você aproveita de suas experiências, por mínimas que elas possam ser. Desse modo, busque aproveitar os momentos cotidianos sem se preocupar com o seu último dia na terra.

Aceite o seu medo

Está tudo bem ter medo da morte, contanto que esse medo não passe a dificultar a sua vida normal. Por mais que nos cause a revolta a partida de alguém querido, em algum momento essa passagem acontecerá com todos nós.

Aproveite as suas companhias

Desfrutar da companhia de bons amigos é um ótimo jeito de enriquecer a sua vida. Permita-se viver momentos significativos ao lado das pessoas que você ama. Você verá que o amor pela vida é bem maior do que o temor da morte.

Tenha bons hábitos de saúde

Por fim, cuidar do corpo e da mente pode preparar uma pessoa para ela existir de modo pleno. Desse modo, é bastante saudável meditar, se alimentar corretamente, fazer algum exercício, ter projetos pessoais, etc. Além de viver melhor, dê um sentido à sua vida!

Tratamento para medo da morte

Um psicólogo pode ensinar ao paciente como perder o medo de morrer ao mostrá-lo maneiras de diminuir esse temor. Ainda que seja difícil entender como se livrar do medo de morrer, não é uma meta impossível de ser alcançada. Com bastante paciência e dedicação, o paciente pode vencer os bloqueios que lhe impedem de ter uma vida plenamente feliz.

A forma de aprender a lidar com o medo de morrer varia de caso para caso, porém as sessões costumam ser bem eficazes. De acordo com alguns profissionais, muitos pacientes melhoram consideravelmente em somente 10 sessões. O tratamento pode se valer da terapia cognitivo-comportamental ou da terapia de exposição para melhorar o seu comportamento e te ajudar a superar o medo.

Considerações finais sobre o medo de morrer

Muitas pessoas consideram o medo de morrer como irracional. Mesmo assim, o temor ainda é incapacitante. A morte é algo natural para todos os seres vivos, de modo que ela acontecerá a todos em algum momento. Em vista disso, nós não devemos viver em função do medo, mas, sim, abraçar a vida e as oportunidades únicas que ela nos dá.

Leia Também:  Especial dia do Livro: 5 Livros que falam sobre Psicanálise

Uma pessoa com medo da morte não consegue ter uma vida plenamente feliz e realizada como merece. Estar vivo é a oportunidade perfeita para nós criarmos a nossa história sem medo do que ela pode proporcionar.

Sabia que se inscrever em nosso curso online de Psicanálise pode ajudar você a lidar melhor com o medo de morrer e outras fobias? As aulas são focadas em desenvolver o seu autoconhecimento, de modo que possa compreender os seus temores e dúvidas pessoas. Não somente aprenderá a lidar com seus obstáculos internos, mas também a desbloquear o seu potencial para uma mudança significativa de vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 5 =