Processo criativo segundo a Psicologia: 12 dicas

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise

Criar algo original depende de vários fatores, incluindo o próprio objetivo por trás dele. Em dado momento, podemos enfrentar alguns bloqueios sensíveis e que podem impedir o desenvolvimento disso. A fim de romper com essas dificuldades, confira 12 dicas de como melhorar o seu processo criativo.

Evite se apegar à primeira ideia

Uma das maiores dificuldades do processo criativo é o apego que temos à nossa ideia inicial. Quando fazemos isso acabamos limitando possibilidades grandiosas de fazer o projeto acontecer e se prender a um único modelo de trabalho. Para evitar esse tipo de impulso:

Busque por mais de uma solução

Às vezes é necessário expandir os horizontes e também abrir mão do próprio orgulho em prol de algo maior. Note que, por mais boas que sejam, nem todas as nossas ideias são tão úteis em determinados momentos. Com isso, não deve ter limitações e se mostrar disponível a ir por mais de um caminho.

Estude o desenvolvimento do projeto

Já que nada é absoluto, ter em mente a mudança de alguns elementos no seu trabalho é importante. A rigidez por não querer sair de determinada ideia poderá implicar no fracasso daquilo que está montando. Entenda o tamanho do que faz e como isso tem crescido com base nas necessidades apresentadas.

Quadro de ideias

Um quadro de ideias, mesmo que simples, é bastante interessante ao estímulo do processo criativo em qualquer situação. O mesmo serve para registrar suas ideias por imagens, palavras, fotos ou colagens que podem ser úteis posteriormente. Sem contar que a sua própria construção é divertida, o que te ajudará a relaxar.

Abrace ideias alheias

O propósito aqui é a abordagem de ideias que permitam a visão de novas possibilidades de desenvolvimento do trabalho. Com isso, busque aceitar pensamentos novos e que antes não eram tão utilizados por você. Ainda que precisem de modificações, podem ser muito bem direcionados ao que busca e garantir resultados valiosos.

Lide com as distrações

Uma das maiores barreiras ao processo criativo é ter de lidar com as distrações presentes no ambiente. Seja o telefone que chama, barulho ou som ambiente, é preciso gerir bem essas interferências comprometedoras. A fim de evitar o bloqueio de suas ideias, sempre tenha um ambiente e horários saudáveis para utilizar o seu poder mental.

Tome um tempo e se afaste

Por vezes empacamos em atividades que parecem tão simples, mas que por nada no mundo conseguimos dar uma continuação. Com isso, sempre se afaste do seu projeto quando necessário para renovar as suas ideias. Mesmo um banho, uma pausa ao café ou um cochilo podem colaborar com isso para que tenhamos espaço de avaliação.

Atividades físicas

Essa é uma dica que funciona a longo prazo, de modo que seja aos poucos sua eficácia, embora garantida. Os exercícios acabam colaborando com as estruturas cerebrais e os processos psíquicos envolvidos em suas ideias. Desse modo, a sua criatividade e produção aumentarão bastante em qualidade sem que isso te esgote.

Abrace as ideias absurdas ou bobas

Não, não fugimos do foco ou mesmo estamos brincando com o seu tempo. É preciso evitar a censura de ideias pouco convencionais como forma de explorar outras chances de fazer acontecer. Após selecionar as ideias que seriam descartadas, as ordene e alinhe com os seus propósitos atuais.

Leia Também:  O que significa um indivíduo egocêntrico?

Varie o seu foco

Quando estamos imersos muito tempo em apenas uma coisa, além do cansaço, podemos perder alguns detalhes. Por conta disso que você precisa mudar o foco por um tempo para reciclar as suas ideias e permitir atualizações. Feito isso, retorne as suas atividades e recomece com a cabeça mais arejada e confortável.

Divirta-se

Por mais bobo que pareça, fazer atividades que te deixem feliz colabora diretamente com o fluxo do processo criativo. A título de exemplo, invista nas comédias que gosta, relaxando e deixando a tensão ir embora gradualmente enquanto aproveita o show. No momento em que o seu dia se mostra mais positivo, certamente poderá ser produtivo também.

Intuição

Nossa mente consegue captar inconscientemente os movimentos ao redor, bem como o caminho que temos trilhado até aqui. É isso o que chamamos de “intuição”, quando sentimos que algo se move a determinado ponto. Os criativos costumam valorizar esse tipo de mecanismo e exercitá-lo sempre que necessário para avaliar suas escolhas.

Assim, abraçado com a razão também, dê valor ao que está sentindo em relação ao momento e atividade que faz. Embora não pareça às vezes, você mesmo tem a resposta que está buscando.

Saia de ambientes ruins

Não é preciso pensar muito para entender que locais de trabalho ruins comprometem totalmente o processo criativo. Em vez de focar na atividade que realiza, gasta mais tempo tentando não ligar ao estresse local. Se possível, vá a um café, biblioteca ou qualquer ambiente mais reservado as suas ideias e tente descansar enquanto trabalha.

NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

O mundo te incentiva

Para encerrar as dicas ao processo criativo, procure prestar mais atenção ao que te acontece no cotidiano. Mesmo que não seja diretamente a você, deve saber ou ver algo acontecendo com outras pessoas. Isso pode ser bastante útil graças as:

Referências

Presenciar a vida ao redor pode te ajudar no ancoramento de ideias e, assim, criar referências. Não é ilegal ou errado usar de peças reais da vida para que possa refletir sobre as ações que tem de executar. Por exemplo, é o caso de um músico que presencia uma briga de casal e término de relação para compor uma música.

Estudos de caso

Presenciar situações que remontem diretamente ao que está fazendo pode ajudar na construção de exemplos. Com isso, pode entender melhor o que pode funcionar em determinado ambiente e não. Atente-se ao ambiente ao redor e tente captar as riquezas que ele tem e pode ajudar em sua criatividade.

Considerações finais sobre processo criativo

O processo criativo se trata de reformular uma realidade estabelecida para que possa encontrar algo novo e maior. Contudo, esse caminho é sensível e qualquer ventania na direção contrária pode incomodar a sua visão sobre ele. A fim de evitar isso, procure respeitar a si e ao trabalho que teme executado até o momento.

A criatividade também pode vir quando a nossa criatividade está acordada para quando lidamos com qualquer questão. Por meio dessa vontade teremos o primeiro pilar para solucionar qualquer demanda em nossa frente. Criar hábitos construtivos e que alavanquem suas chances de sucesso ajudará na reformulação de qualquer ideia ao sucesso.

Para tocar com mais facilidade o seu processo criativo, se inscreva em nosso curso online de Psicanálise Clínica. As aulas focarão no seu autoconhecimento, fazendo com que você lide as questões que considera como barreiras e compreenda melhor as suas necessidades. Não apenas o seu potencial ficará destravado, como também as chances que, até então, não puderam chegar até você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × cinco =