sertralina dosagem

Sertralina 50 mg: para que serve, dosagem e efeitos

Posted on Posted in Transtornos e Doenças, tratamento

A sertralina 50 mg é um medicamento amplamente utilizado para tratar sintomas de depressão e ansiedade.

Além disso, é eficaz no tratamento de transtorno do pânico e estresse pós-traumático.

Este remédio também é prescrito para pacientes que sofrem de mania ou compulsão obsessiva.

Portanto, continue lendo para tirar todas suas dúvidas sobre o assunto!

Para que serve

A sertralina é um medicamento utilizado para tratar diversos transtornos mentais e emocionais, incluindo:

  • Depressão: alivia sintomas como tristeza persistente, perda de interesse em atividades e alterações no apetite e sono.
  • Ansiedade: reduz sentimentos de medo e preocupação excessiva.
  • Transtorno do pânico: ajuda a controlar ataques de pânico recorrentes.
  • Estresse pós-traumático: trata sintomas de ansiedade e flashbacks associados a eventos traumáticos.
  • Transtorno obsessivo-compulsivo (TOC): diminui a intensidade e frequência de pensamentos obsessivos e comportamentos compulsivos.
  • Transtorno disfórico pré-menstrual (TDPM): alivia sintomas severos de síndrome pré-menstrual, como irritabilidade e depressão.

Além disso, a sertralina 50 mg melhora o humor e a qualidade de vida dos pacientes, ajudando-os a gerenciar melhor suas emoções e comportamentos.

Composição

Este medicamento está disponível em cápsulas de até 100mg.

Cada comprimido revestido de 50mg contém:

  • 56,0mg de cloridrato de sertralina, que é equivalente a 50mg da substância ativa sertralina.
  • Também contém alguns ingredientes inativos chamados excipientes.

Cada comprimido revestido de 100mg contém:

  • 112,0mg de cloridrato de sertralina, que é equivalente a 100mg da substância ativa sertralina.
  • Também contém alguns excipientes.

Os excipientes usados são: talco, amidoglicolato de sódio, celulose microcristalina, fosfato de cálcio di-hidratado, estearato de magnésio, dióxido de silício, uma mistura de talco, macrogol, dióxido de titânio e álcool polivinílico, além de água purificada.

Esses são ingredientes inativos que auxiliam na formulação do medicamento.

Dosagem

A sertralina pode ser prescrita para crianças a partir de 6 anos de idade que tenham transtorno obsessivo-compulsivo (TOC).

Portanto, antes de começar o tratamento, é importante informar ao seu médico se você:

  • Já teve alguma reação alérgica aos componentes desse remédio;
  • Tem problemas no coração;
  • Já fez tratamento com outros antidepressivos;
  • Está tentando engravidar, está grávida ou amamentando;
  • Tem glaucoma (a sertralina pode aumentar a pressão nos olhos);
  • Tem epilepsia;
  • É diabético.

Além disso, se você tem glaucoma, diabetes ou outro problema de saúde, avise seu médico.

A sertralina deve ser tomada uma vez por dia, podendo ser com ou sem alimento. Então, escolha um horário que seja melhor para você, mas procure tomar nos mesmos horários todos os dias.

Para adultos, a dose usual é de 50mg por dia, mas pode ser aumentada gradualmente. A dose máxima é 200mg.

QUERO INFORMAÇÕES PARA ME INSCREVER NA FORMAÇÃO EM PSICANÁLISE

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Para crianças de 6 a 12 anos, a dose inicial é 25mg por dia, podendo aumentar para 50mg após uma semana.

    Para adolescentes de 13 a 17 anos, a dose usual é 50mg por dia.

    Portanto, se necessário, a dose pode ser aumentada em crianças de 6 a 12 anos até a dose máxima recomendada.

    Como a sertralina funciona?

    sertralina 50 mg

    A sertralina age no cérebro, aumentando a disponibilidade da serotonina, uma substância química que influencia o humor.

    Então, ao fazer isso, o medicamento ajuda a aliviar os sintomas da depressão e de outras condições tratadas por ele.

    Os efeitos da sertralina não são imediatos; geralmente, começam a aparecer em cerca de sete dias.

    Esse período permite que o paciente comece a notar uma melhora no quadro clínico, variando conforme as características e tipos de sintomas sendo tratados.

    Quando não devo usar este remédio?

    Existem algumas situações em que você não deve tomar o remédio sertralina.

    É importante não usar este medicamento se:

    • Você é alérgico à sertralina ou a qualquer outro componente presente na fórmula;
    • Você está tomando medicamentos chamados de inibidores da monoaminoxidase (IMAOs);
    • Você está usando pimozida (outro tipo de medicamento);
    • Você é uma criança com menos de 6 anos de idade;
    • Você está grávida ou amamentando.

    Além disso, se você é diabético, precisa manter seus níveis de açúcar no sangue controlados durante o tratamento com sertralina.

    Se você tem glaucoma de ângulo fechado (um problema de pressão nos olhos), é necessário que seu médico acompanhe de perto o seu caso durante o uso deste remédio.

    Em resumo, informe ao seu médico se você tem alguma dessas condições antes de começar a tomar a sertralina, pois pode não ser recomendado o uso nessas situações.

    Como tomar sertralina?

    A sertralina é administrada em cápsulas e deve ser tomada por via oral, uma vez ao dia, de preferência no mesmo horário, seja pela manhã ou à noite.

    A dose máxima recomendada é de 200 mg por dia.

    As cápsulas não devem ser mastigadas; devem ser ingeridas com água, podendo ser tomadas com ou sem alimentos.

    É crucial seguir todas as orientações médicas e não interromper o tratamento sem consultar o médico. Não exceda a dose recomendada para garantir a segurança e a eficácia do tratamento.

    Efeitos colaterais da sertralina

    sertralina 50 mg efeitos

    Assim como acontece com outros medicamentos, algumas pessoas podem apresentar certos efeitos colaterais durante o uso da sertralina.

    No entanto, nem todos os pacientes vão necessariamente sentir esses efeitos, pois isso vai depender de cada caso e de como seu corpo reage ao remédio.

    Alguns dos possíveis efeitos colaterais incluem:

    • Boca seca e excesso de suor
    • Tontura, tremores e diarreia
    • Azia/indigestão e falta de apetite
    • Insônia, sonolência e problemas na função sexual
    • Manchas roxas pequenas na pele ou mucosas (púrpura)
    • Coceira (prurido)
    • Queda de cabelo (alopecia)
    • Cãibras musculares
    • Dificuldade para urinar
    • Sangue na urina (hematúria)
    • Urinar com frequência
    • Dificuldade para caminhar
    • Inchaço nas extremidades do corpo (pés, mãos, etc.)
    • Perda de peso

    Lembre-se de que nem todos os pacientes vão sentir esses efeitos.

    Se você tiver algum desses sintomas, converse com seu médico para avaliar se é necessário ajustar a dose ou interromper o tratamento.

    O que saber antes de usar este remédio?

    A sertralina pode causar diversas reações devido ao tratamento de sintomas como depressão, ansiedade e compulsão.

    Por isso, é importante tomar precauções antes de iniciar o uso. Saiba que o medicamento pode levar a:

    • Síndrome serotoninérgica: caracterizada por alterações no estado mental e nos movimentos.
    • Síndrome neuroléptica maligna: identificada por contração muscular grave, febre, aceleração dos batimentos cardíacos, alterações no eletrocardiograma e tremores.
    • Variações nos níveis de glicose no sangue.
    • Midríase: dilatação da pupila.

    Consulte seu médico para discutir esses possíveis efeitos e como gerenciá-los.

    Considerações finais

    Enfim, a sertralina é uma ferramenta poderosa no tratamento de diversos transtornos mentais, oferecendo alívio para sintomas de depressão, ansiedade, pânico e outros distúrbios.

    No entanto, é essencial que o uso deste medicamento seja acompanhado por um profissional de saúde para garantir sua eficácia e segurança. Pois, com o tratamento adequado, muitos pacientes conseguem melhorar significativamente sua qualidade de vida.

    Por fim, para aprofundar seu conhecimento sobre transtornos mentais e emocionais, considere nosso Curso de Psicanálise 100% EAD.

    Com ele, você vai poder entender as complexidades da mente humana e aprenda a ajudar aqueles que mais precisam!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *