mitologia da tábua de esmeralda

A Tábua de Esmeralda: a mitologia e o disco

Posted on Posted in Conceitos e Significados

A Tábua de Esmeralda ou tábua de esmeraldina como também é conhecida, é um texto curto e enigmático atribuído ao mítico Hermes Trismegistus, cujo propósito é revelar o segredo da importância primordial e suas transmutações.

Hermes Trismegisto é o nome grego de um personagem mítico associado a um sincretismo do deus egípcio. Hermes Trismegistus foi um profeta pagão que anunciou o advento do Cristianismo. Estudos de alquimia foram atribuídos a ele como a Talba de Esmeralda, que foi traduzida do latim para o inglês por Isaac Newton.

Na Mesa Esmeralda, condensamos ou resumimos toda a arte da Grande Obra, que tem como objetivo principal a perfeição na alquimia. A alquimia é a arte da perfeição, e a Grande Obra implica seu cumprimento.

Lendas do Tablet Esmeralda

Contam que encontraram a tábua por volta dos anos 1350 em uma câmara funerária secreta sob a pirâmide de Quéops. Sua origem se mostrou tão misteriosa quanto sua interpretação e os estudiosos a consideram a ‘pedra angular do pensamento alquímico ocidental’.

O criador da Tábua de Esmeralda, conforme o mito, é o deus egípcio Thoth, que, segundo Armando Mei, dividiu seu conhecimento em 42 placas de esmeralda, codificando os grandes princípios científicos que governam o Universo.

A lenda conta que, após a queda dos deuses, as tábuas herméticas foram habilmente escondidas para que nenhum ser humano pudesse encontrá-las. Somente Thoth, em seu retorno a essa dimensão, foi capaz de recuperar o livro misterioso. Outra lenda sugere que foi o terceiro filho de Adão e Eva, Seth, quem o escreveu originalmente.

O disco de Jorge Bem

Jorge Ben lançou seu décimo primeiro disco, conhecido também como “Tábua de Esmeralda”, em 1974, durante o auge da ditadura militar sob a liderança de Médici. Naquela época, a censura vigente proibia músicas e poemas que abordassem temas políticos.

No período da idade média, havia muita procura sobre assuntos místicos como astrológicas. Desse modo o álbum de Jorge Bem em si retratava a história da ditadura e autoajuda. Seu disco foi de sucesso naquele tempo e o próprio se destacou pelo seu trabalho e foi marcando em sua carreira artística.

Espalhando histórias do Tablet Esmeralda

Embora várias alegações tenham sido feitas sobre as origens da Tábua de Esmeralda, até agora nenhuma evidência verificável foi encontrada para apoiá-las. A fonte documentável mais antiga do texto da tábua é o Kitab sirr al-haliqi (Livro do Segredo da Criação e da Arte da Natureza), que foi uma composição de obras anteriores.

Esta foi uma obra árabe escrita no século 8 e atribuída a ‘Balinas’ ou Pseudo-Apolônio de Tiana. É Balinas quem nos conta a história de como ele descobriu a Placa de Esmeralda na tumba cavada.

Com base neste trabalho árabe, alguns acreditam que a Tábua de Esmeralda também foi um texto árabe e escrito entre os séculos 6 e 8, ao invés de uma obra da Antiguidade, como muitos alegaram.

Saiba mais…

Balinas afirmava que alguém escreveu a Tábua de Esmeralda originalmente em grego, mas o documento original que ele alegava possuir não sobreviveu, se realmente existiu. Enquanto alguns sugerem que o texto original se perdeu no incêndio da Biblioteca de Alexandria, a versão de Balinas se espalhou e ganhou traduções por várias pessoas ao longo dos séculos.

Na obra intitulada “Kitab Ustuqus al-Uss al-Thani” (Segundo Livro dos Elementos da Fundação), atribuída a Jabir ibn Hayyan, uma versão anterior da Tablete de Esmeralda também faz sua aparição. No entanto, seriam necessários vários séculos para que o texto fosse acessível aos europeus. No século 12 a.c, ela foi traduzida para o latim por Hugo von Santalla.

O que está escrito na Tábua de Esmeralda

A Tábua de Esmeralda se tornaria um dos pilares da alquimia ocidental. Foi um texto altamente influente na alquimia medieval e renascentista e provavelmente ainda é hoje. Além das traduções, muitas pessoas também escreveram vários comentários sobre seu conteúdo.

A interpretação do Texto Esmeralda não é uma questão direta, pois, afinal, é um texto esotérico. Uma interpretação, por exemplo, sugere que o texto descreve sete estágios de transformação alquímica, calcinação, dissolução, separação, conjunção, fermentação, destilação e coagulação.

No entanto, apesar das várias interpretações disponíveis, parece que nenhum de seus autores afirma possuir conhecimento de toda a verdade. Além disso, incentivamos os leitores a ler o texto e a tentar interpretar e encontrar as verdades ocultas por si mesmos.

QUERO INFORMAÇÕES PARA ME INSCREVER NA FORMAÇÃO EM PSICANÁLISE

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    A tábua Esmeralda traduzida para o português

    É verdade, certo é muito verdadeiro
    E assim como todas as coisas vieram do Um, assim todas as coisas são únicas, por adaptação
    O Sol é o pai, a Lua é a mãe […]
    Assim o mundo foi criado
    Por esta razão fui chamado de Hermes Trismegisto, pois possuo as três partes da filosofia universal […]

    Outra versão em árabe (do alemão de Ruska, traduzido por ‘Anônimo’).

    Aqui (está) uma explicação verdadeira, a respeito da qual não pode haver dúvida.
    Ela atesta: o acima de baixo, e o abaixo de cima – a obra do milagre do Um.

    E as coisas surgiram dessa substância primordial por meio de um único ato. Como é maravilhoso este trabalho! É o principal (princípio) do mundo e é seu mantenedor.

    Seu pai é o sol e sua mãe a lua; o vento o carregou em seu corpo e a terra o nutriu.
    o pai do talismen e o protetor dos milagres cujos poderes são perfeitos, e cujas luzes são confirmadas (?), um fogo que se torna terra.
    Separe a terra do fogo, para que você alcance o sutil como mais inerente do que o denso, com cuidado e sagacidade.

    Ele sobe da terra ao céu, para atrair para si as luzes das alturas, e desce à terra; assim, dentro dele estão as forças de cima e de baixo;
    porque a luz das luzes dentro dele, as trevas fogem diante dele.

    A força das forças, que supera todas as coisas sutis e penetra em tudo o que é grosseiro.
    A estrutura do microcosmo está de acordo com a estrutura do macrocosmo.
    E proceda de acordo com o conhecedor.

    Considerações finais

    A Tábua de Esmeralda, que se baseia no Hermetismo, destaca-se pela sua adoção de princípios fundamentais da tradição religiosa e filosófica. Esses princípios enfatizam a correspondência entre os vários níveis de existência, sugerindo que eventos da realidade encontram ecos nos planos mental e emocional. Além disso, realçam a complementaridade dos opostos dentro dessa estrutura filosófica.


    Leia Também:  Salomé sob a luz da Psicanálise: testemunha do trauma do parto de Maria

    Curso de Formação em Psicanálise Clínica EAD


    Mergulhe em outras histórias que são importantes para a nossa sociedade como A Tábua de Esmeralda se inscrevendo em nossocurso online de psicanálise clínica. É uma ótima oportunidade para você expandir seus conhecimentos ou promover sua profissão.

    2 thoughts on “A Tábua de Esmeralda: a mitologia e o disco

    1. Quem são as figuras representadas na capa do álbum do Jorge Ben?

    2. Marcelo Lima disse:

      A história de Hermes trimegisto na história grego e incrível e muito realista com a reencarnação do Deus Toth. “O que é imortal, não morre no final”.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *