como alfabetizar em casa

Alfabetização em casa: 10 dicas de psicólogos

Posted on Posted in Comportamento

Mães e pais buscam diferentes modos de ajudar os filhos na alfabetização. E, muitas vezes, têm dúvidas ou dificuldades a respeito de como podem fazê-lo. Há alguns aspectos que devem ser levados em conta antes de tomar a decisão, abaixo veremos alguns deles. Então, confira o nosso post sobre alfabetização em casa.

Papel dos profissionais e dos pais

Os pedagogos e os professores são os profissionais responsáveis pela alfabetização das crianças. Por isso, eles possuem a formação e o preparo adequados para ensinar e guiar as crianças durante esse processo.

Os pais, por sua vez, têm um papel importante para ajudar e estimular o desenvolvimento das habilidades de escrita e leitura. Eles podem fazer atividades que promovam a interação e a aprendizagem e que sejam divertidas e interessantes à criança. Nesse momento, professores e pais são essenciais para que os pequenos sejam alfabetizados de maneira adequada e no tempo certo.

Tem bastante informação no nosso post! Então, vamos saber melhor como funciona a alfabetização?

O processo

A alfabetização tem um processo essencial na formação de toda criança. Ele ajuda na aquisição da escrita e da leitura, permitindo que os pequenos entrem em contato com as letras e os números. Além disso, que eles possam aprender a identificá-los, diferenciá-los, escrevê-los e ainda regras para formar palavras.

A alfabetização e o letramento, embora sejam parecidos, são diferentes entre si. O primeiro consiste em ter capacidades de escrever e de ler, saber as letras e os números. O segundo se relaciona ao uso social da língua falada e escrita, em especial em textos. Além disso, aplicando e melhorando as habilidades aprendidas e tendo novas.

E, por fim, você já pensou como pode ser feito a alfabetização em casa? Então, continue lendo para saber disso!

Alfabetização em casa: como fazer?

Adianto, que não é uma tarefa simples! Mas pode se tornar mais tranquila e estimulante se for feita da forma adequada. É importante que os pais fazem diversas atividades, instigantes e criativas junto dos filhos. Para fortalecer e promover as habilidades de escrita e leitura.

É importante que, durante o processo, os pais acompanhem as tarefas, observem as dificuldades, dialoguem com os professores e estimulem os filhos com os exercícios. Por isso, para ajudar os pais nessa tarefa, separamos dez dicas para te ajudar na alfabetização em casa. Confira!

Acompanhamento escolar

É importante que os pais acompanhem as atividades e tarefas dos filhos desde o início da escolarização. Quando há atenção e apoio dos pais, as crianças sentem maior segurança e se sentem estimuladas.

Tendo em conta que os pequenos têm suas responsabilidades e devem cumpri-las, eles saberão que os pais estão atentos e podem lhes ajudar. Nesse sentido, é preciso haver um equilíbrio entre o apoio e a autonomia. Pois, assim terá efeitos positivos.

A importância do exemplo dos pais

As crianças, durante o período inicial de vida, convivem e têm por espelho os hábitos, valores e as relações dos pais. Portanto, as formas de pensar e de se comportar dos genitores influenciará na formação das crianças.

Pensando-se no processo de alfabetização, hábitos como a leitura, o acompanhamento da aprendizagem e o estímulo à escrita trazem muitos benefícios importantes na formação da criança.

Leia Também:  Alfabetizar seu filho em casa: 10 estratégias

Está gostando do nosso post? Então, comente abaixo o que você está achando!

Estímulo à curiosidade e à pesquisa

As crianças são curiosas e têm interesse por diferentes coisas que estão ao seu redor. Os pais podem aproveitar essa curiosidade natural para dar atividades lúdicas e estimular a observação. Além disso, propor pesquisas sobre algum tema que a criança goste.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Os pais podem trocar experiências e compartilhar conhecimentos com os filhos. E, também, podem perguntar a eles sobre um evento importante que esteja ocorrendo. Isso ajuda a despertar a curiosidade do pequeno.

    As atividades estimulam a criança a adquirir novos conhecimentos, aumentar o vocabulário e a saber melhor sobre o mundo.

    O hábito de ler e contar histórias

    “Filho de peixe, peixinho é”, diz o ditado. Assim também ocorre com a formação de leitores. Quando crianças encontram o ambiente e têm o exemplo e o estímulo dos pais, tendem a tornar a leitura um hábito agradável.

    Além disso, fazer uma leitura para o seu filho é um estímulo à imaginação. Além disso, tem contato com os sons da língua e com novas palavras. Você poderá estimulá-lo a escrever essas palavras e a relacioná-los às imagens do livro. E, não só isso, mas também saber como é formada e como é pronunciada a palavra.

    Cantando músicas e cantigas

    O ato de cantar uma música ou uma cantiga, além de lúdico, colabora com a assimilação de sons e a aprendizagem de palavras. Prestando atenção na letra, a criança pode aprendê-la e reproduzi-la, desenvolvendo e aprimorando a sua dicção e a sua pronúncia.

    Exercícios de escrita

    Os exercícios relativos ao processo de escrita, à associação entre letra e som e à formação de palavras precisam de muito cuidado. Além do diálogo com professores e pedagogos, é necessária atenção a ajudar os pequenos.

    Essa parte do processo de alfabetização se efetuará ao longo dos anos de escola. As atividades devem se adequar ao conteúdo aprendido pelos pequenos naquela etapa. Além disso, estimular o aprendizado reflexivo.

    Livros para a prática da escrita

    Os pais podem comprar livros que os auxiliem na preparação de atividades e exercícios voltados à alfabetização. É importante que esses livros estejam atualizados e sejam adequados à faixa etária da criança.

    O contato visual com figuras, letras e palavras acompanhado da leitura feita pelos pais torna o aprendizado prazeroso e interessante. É possível seguir, adaptar ou criar atividades diferentes a partir das obras consultadas.

    Jogos lúdicos

    Os jogos são valiosos aliados na aprendizagem das crianças em fase de alfabetização. Através deles, há o uso e o estímulo de diferentes habilidades corporais, psicológicas e emocionais, e as crianças aprendem se divertindo.

    Os jogos devem se adequar em dificuldade, em conteúdo e às necessidades do pequeno, para que sejam efetivos em seu objetivo.

    Tarefas cotidianas

    Pode-se relacionar tarefas diárias com o ensino de seu filho. Através de objetos, movimentos corporais e da própria atividade, é possível pensar em temas e palavras para aprender na rotina.
    Essa atividade dá mais contato entre o dia a dia da criança e a palavra escrita, ajuda a estreitar relações e amplia os saberes.

    Imagens e palavras

    Exercícios que envolvam contato físico e visual com as letras, palavras e imagens são bem-vindos. O material pode ser extraído de embalagens, jornais, revistas, folhetos etc. Além disso, a organização do exercício deve se adequar à realidade do seu filho.

    Por fim…

    Como vimos no texto, a importância disso na formação de uma criança, para saber qual é o papel de pais e profissionais. E vimos também como os pais podem atuar de forma positiva durante esse processo.

    Leia Também:  Eu não gosto de você: entenda a expressão

    As atividades formais ou que usam a imaginação precisam ser variadas, estimulantes e auxiliar no ensino dos pequenos. Além disso, elas devem se adequar às necessidades de cada criança e com o dia a dia da escola e da casa.

    Considerações finais

    Por fim, esperamos que as nossas dicas tenham sido úteis a vocês! E que elas ajudam o seu filho durante a fase de alfabetização.

    Afinal, você gostou do nosso post sobre alfabetização em casa? E tem interesse em saber mais sobre a área da Psicanálise ou aprofundar seus conhecimentos nela? Então, não deixe de conferir o Curso de Psicanálise Clínica. Ele é 100% online (EAD), tem material principal e extra incluso e possui um preço excelente. Então, não perca essa chance!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *