amaxofobia

Amaxofobia: significado, causas, tratamentos

Posted on Posted in Transtornos e Doenças

É comum a todos nós termos medo ao pensar ansiosamente no que pode acontecer de ruim caso façamos algo errado. Aqui entramos na amaxofobia, sensação ruim comum a uma parcela considerável da população em relação aos veículos. Vamos entender melhor o que significa e como pode ser tratada.

O que é amaxofobia?

Amaxofobia se trata do medo mórbido em dirigir um veículo ou, em alguns casos, ficar dentro dele. Embora pareça bobagem, esse tipo de reação costuma dificultar bastante o cotidiano de alguém em relação às suas atividades. Afinal, como se locomover em grandes distâncias sem entrar em um veículo, mesmo que não o dirija?

Decorrente de um trauma em variadas formas, esse medo acaba inibindo o desenvolvimento social pleno do indivíduo. Seu deslocamento se mostra algo trabalhoso, visto que quase não há opções para seu distanciamento. Em alguns casos as pessoas ainda conseguem usar transporte público ou pegar uma carona com alguém próximo.

Ainda que trabalharemos a questão da ansiedade nos sintomas, ela é o principal elemento dentro da manifestação do problema. Indo além do campo físico, é comum que o indivíduo pense negativamente sobre esse tipo de contato. Nisso acabará desejando que a viagem se encurte tanto quanto possível para que saia imediatamente do veículo.

Sintomas

A amaxofobia carrega alguns sinais bem claros, sendo vistos em maior ou menor magnitude, dependendo da pessoa. Os próprios portadores podem denunciar sua existência, de maneira que outros possam perceber o seu medo. Os sintomas mais comuns são:

Agitação

A viagem no veículo se mostrará incômoda do começo ao fim, causando agitação no indivíduo com a fobia. Isso pode vir por meio de tiques, irritabilidade e até tremores. Infelizmente, a incompreensão de alguns pode inibir uma rápida assistência para que ele possa se acalmar.

Ansiedade

Já com a ansiedade, o mesmo pode mostrar mãos suadas, alteração cardíaca, náuseas e até a sensação de sufocamento. Em casos mais graves pode desenvolver um ataque de pânico, principalmente se for obrigado a dirigir.

Recusa pertinente em dirigir

Ainda que precise, o “amaxofóbico” vai se recusar a todo custo pegar na direção de qualquer veículo. Caso isso aconteça, um pavor extremo vai tomar conta dele mesmo apenas na certeza de precisar dirigir.

Sensação de isolamento

Mesmo compreendendo em parte seu sofrimento, a pessoa se sentirá mais isolada dos demais por não andar em veículos. Não o bastante, se sentirá distante da realidade, dada à forma como o seu medo se manifesta.

Amaxofobia: causas

As causas da amaxofobia são variadas e atingem os indivíduos em variados níveis, explicando os graus de diferença. Mesmo assim, a raiz do problema precisa ser compreendida para que se estabeleça medidas de tratamento adequadas. As causas do problema mais comuns são:

Traumas

Situações traumáticas e desgastantes, em geral, são o que motivam o surgimento da fobia nas pessoas. A título de exemplo, imagine-se como quem presencia um acidente de carro pessoalmente e de forma bem desagradável ou brigas de trânsito. Mesmo ambientes poucos favoráveis a quem dirige, como chuva forte ou neblina ou mesmo animais soltos, são fatores que podem desencadear a fobia.

Exemplos ruins

A infância e o futuro na direção podem se ligar de forma negativa caso os pais se mostrem ansiosos e desconfortáveis na direção. Nesse ponto entramos nos exemplos que tornaram o ato de dirigir ou entrar em veículos desagradável. O próprio instrutor de direção que ensinou de modo rígido o aluno pode prejudicar seu desempenho na rua.

Leia Também:  Síndrome de Capgras: 3 principais causas e tratamentos

Estresse

Estresse causado por implicações no trânsito, como congestionamento, pode influenciar na aparição da fobia. Seu cérebro pode absorver isso como um estímulo gratuito e constante para desenvolver o pânico. Desse modo, sempre que ficar atrás do volante uma ansiedade crescente se alimentará de seu comportamento.

Desculpas para desviar do problema

Em momento algum queremos julgar quem desenvolveu amaxofobia por qualquer motivo que seja. A proposta do artigo é esclarecer as bases do problema para conscientizar a população sobre isso. Embora muitos não percebam, acabam construindo desculpas para se desviarem do problema sem tratá-lo.

A estratégia mais comum é evitar rodovias para não prolongar a sensação de perigo, bem como a ansiedade. Por isso que muitos, embora dirijam mais, dão a volta por rotas mais longas, mas seguras em suas mentes. Mesmo que sintam o desconforto, a sensação de algo alarmante e perigoso vai ser menor que o esperado.


NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.


Fora isso, podem iniciar brigas com parentes e pessoas próximas quando o assunto é direção. Caso sintam que são obrigados a dirigirem, se exaltarão com a família e usarão das mais variadas desculpas para não entrarem em um veículo. O medo maior é da direção, mas isso não impede o desconforto como passageiros.

A influência negativa da mídia

Certamente você deve saber do teor sensacionalista da mídia brasileira em relação ao sofrimento humano. Ainda que se peça imparcialidade, muitos canais acabam por explorar a tragédia das pessoas, principalmente no trânsito do Brasil. Infelizmente, a exposição contínua a esses elementos pode comprometer a disposição de alguém em dirigir.

Ver noticiários ou ler as reportagens com acidentes graves no trânsito pode desestimular alguém na direção do veículo. O medo de que algo possa lhe acontecer acaba por tomar conta da sua postura quando o assunto for dirigir. Por causa dos pensamentos negativos envolvendo a realidade, acaba projetando sua vida nesses momentos ruins.

Não o bastante, o próprio meio cinematográfico pode deixar marcas com sua coreografia exageradamente ensaiada. Um dos exemplos mais populares é com o filme de terror Premonição 2, lançado no início dos anos 2000. Nele, um acidente gravíssimo na estrada, bem como as mortes terríveis ensaiadas, deixaram receio em muitas pessoas.

Trágica ironia

Muitas pessoas acabam verbalizando o seu medo de dirigir e sinais claros da amaxofobia. Se a incompreensão não acaba influenciando outras pessoas, pode render histórias curiosas sobre.

Por exemplo, no interior de Pernambuco há um relato vago sobre um indivíduo com sinais claros dessa fobia. Ele não entrava em veículos de forma alguma, demonstrando um grande receio quanto à direção ou mesmo como carona. Segundo dizem, ele ia a pé para qualquer lugar que precisasse, independente do tempo necessário a isso.

Entretanto, e ironicamente, morreu atropelado por um veículo em uma das estradas que caminhava. Seu desfecho acabou por fixar seu histórico nos demais, trazendo à tona o medo sobre algo tão simples.

Amaxofobia: como tratar?

É possível para qualquer um conter as reações da amaxofobia por meio de um tratamento adequado. A hipnoterapia, por exemplo, pode ajudar a chegar no centro do problema e determinar como ele começou. Com isso, vai direcionar as soluções adequadas para que se lide adequadamente com ele.

Além dela, a terapia cognitivo-comportamental ajuda a fazer a dessensibilização gradativa dos sintomas envolvendo o problema. Enquanto diminui suas reações negativas, o indivíduo aprende a lidar melhor com a questão de sua fobia. Além de retomar o controle, ele compreende a origem e cria uma resiliência a esse obstáculo.

Leia Também:  Anorexia: sintomas e tratamentos em Psicanálise

Independente do método utilizado, o paciente em questão deverá ficar frente a frente com o seu medo. É dessa forma que poderá diminuir a tensão, diminuir ideias negativas e aliviar o seu estresse. Com a ajuda do terapeuta, reaprenderá a enxergar os aspectos positivos e dar valor a eles em vez de focar as coisas ruins.

Considerações finais sobre amaxofobia

A amaxofobia acaba por retirar a sensação de liberdade que alguém pode ter ao volante. Com medo que o pior aconteça, um indivíduo se limitará a todo custo dirigir e até mesmo entrar em um veículo.

A fim de evitar complicações e sua vida social, é preciso buscar a ajuda adequada para que se livre do problema. Gradualmente, pode recuperar o controle sobre si e entender que a ânsia destrutiva de sua percepção equivocada lhe rouba o livre-arbítrio. Caso tenha se encontrado aqui, procure o quanto antes apoio externo ao problema.

Para ajudar na sua reconstrução, se inscreva em nosso curso online de Psicanálise. Com o que aprenderá nele, poderá entender o que te impede de viver bem e pleno, alcançando um autoconhecimento iluminador a uma jornada sadia. A amaxofobia pode encontrar o seu fim ais rapidamente caso se apoie no trabalho de formação da Psicanálise.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × dois =