Como salvar meu casamento: 15 atitudes

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise

Lembre do momento em que vocês estavam olhando um para o outro naquele altar, se sentindo lindos e elegantes e fazendo juras de amor e fidelidade? Provavelmente vocês não imaginaram naquela hora o quão difícil um casamento pode ser. Certamente há momentos de muita alegria no dia a dia a dois, mas e quando os momentos difíceis parecem não passar? Você pode se perguntar: “Como salvar meu casamento?

Quando vivemos na prática o que significa “na alegria, na tristeza, na saúde e na doença, até que a morte nos separe”, podemos perceber que não é nada fácil enfrentar os momentos difíceis com o nosso cônjuge. Talvez não por muito tempo. Mas, apesar de muitas pessoas escolherem o caminho da separação, ainda há aqueles que decidem permanecer e lutar pelo seu matrimônio.

Se você se identifica com esse segundo grupo de pessoas, este artigo é para você. É importante deixar claro que as crises sempre aparecem uma hora ou outra na nossa vida. Elas surgem não só no casamento, mas em qualquer outra área da nossa existência. Isso porque o mundo não é estático. As pessoas mudam (inclusive, nós mudamos!) e as circunstâncias ao nosso redor também estão sempre em transformação.

Assim sendo, é necessário que nós exercitemos a nossa capacidade de adaptação. Não adianta esperar que tudo continue do jeito que sempre foi. No entanto, isso não significa que a nossa realidade terá que mudar para pior sempre. Você pode decidir aprender com essas mudanças e evoluir. É possível tomar atitudes que tornem essa nova realidade também agradável.

15 atitudes para salvar o seu casamento

Conversem

Não estamos falando de conversa sobre contas ou sobre quem vai dessa vez na reunião de pais da escola do seu filho. Estamos falando de uma real conversa em que vocês falam sobre os seus sonhos, os seus planos, aquilo que vocês gostam de fazer e aquilo que te entediam. Vocês faziam isso no namoro e talvez essa seja a razão para essa fase ter sido tão agradável.

Você pode sentir que não conhece mais o seu esposo ou esposa e pode ser que não conheça mais mesmo. Lembra que as pessoas mudam? Assim, invista tempo em boas conversas. Claro que também é necessário discutir sobre os comportamentos que incomodam um ao outro. Mas veja bem: é uma conversa e não um ringue de luta. Deixe as acusações de lado e tente chegar em consensos se quer a resposta para “Como salvar meu casamento“.

Passem tempo juntos

Parece que estamos falando coisas óbvias (e são mesmo), mas infelizmente nem todos os casais fazem isso. Pense no seu namoro: naquela época, vocês conversavam muito sobre o que gostavam de fazer. Depois disso, vocês faziam essas coisas com muita frequência. Será que ainda é assim hoje em dia?

Pode ser que vocês não gostem mais de fazer as mesmas coisas. E está tudo bem! Descubram hobbies novos! Existem tantas coisas que podem ser experimentadas… pode ser muito divertido para os dois saírem da rotina e fazerem coisas inesperadas. Você perceberá que a cumplicidade entre vocês dois irá aumentar (o que será maravilhoso!).

Passem tempo juntos SOZINHOS

Essa dica pode parecer muito com a anterior, mas não é. Casais que já têm filhos podem ter problemas de encontrarem tempo para estarem a sós. No entanto, esses momentos são essenciais para avivar a relação. É muito importante estar com as crianças, mas existe tempo para todas as coisas. Têm horas que é necessário chamar a babá ou levar as crianças para a casa dos avós e reservar um momento para investir na relação do casal.

Aproveitem cada fase

Como já dissemos, a vida não é estática. Vocês já passaram pela fase do namoro e já tiveram a sua lua de mel. Agora é possível que vocês já tenham filhos. Pode ser que seus filhos já estejam inclusive casando ou saindo de casa. Todas essas mudanças impactam muito o relacionamento de um casal. É necessário que vocês descubram juntos o que fazer para viverem o melhor de cada fase!

Cuidem da autoestima

Sim! Essa dica é muito importante. Muitas pessoas entendem que o seu cônjuge deve ser responsável pela sua felicidade. No entanto, ele nunca vai conseguir atender totalmente essa expectativa (mesmo que ele queira). É necessário que você tenha consciência de que você também é responsável pela seu bem-estar. Ame-se primeiro, antes de amar a sua esposa ou o seu marido.

Leia Também:  Origem dos sonhos: de onde o sonho vem?

Isso fará com que vocês se sintam mais seguros na relação e não precisem sofrer com ciúmes excessivos, por exemplo. Também irá ajudar o casal a perceber que existem indivíduos dentro do casamento, ou seja, vocês verão que existem sonhos que ainda não foram realizados. Se você der relevância às coisas que importam para você, o seu cônjuge tenderá a também interessar por elas.

Tenham empatia

Se você tem sonhos, é bem possível que o seu marido ou esposa também os tenham. Assim sendo, dê atenção a eles e façam o possível para apoiar o seu cônjuge a conquistá-los. Certamente, é importante que ele sinta que você se importa e que você realmente está do seu lado. Já pensou que a resposta para a pergunta “Como salvar meu casamento?” possa estar no modo como você mostra se importar? 

Saibam colocar limites para quem está de fora

Pais, avós e amigos são muito importantes! Às vezes, até parece que você se casou com uma família e não com uma pessoa só. No entanto, no final das contas, quem deve cuidar das questões do casamento é você e o seu cônjuge. Se você deixar que muitas pessoas interfiram na sua relação, pode ser que isso crie uma situação de conflito entre vocês dois.

Controlem os gastos

Sabemos que muitos casais entram em crise porque uma das pessoas envolvidas não consegue controlar os seus gastos e acaba endividando a família. Que tal lerem este livro para ficarem na mesma sintonia? É importante que os dois saibam exatamente o que cada um pode gastar e respeitem a decisão que foi tomada por eles. É importante que haja confiança entre os cônjuges.

Economizem

Vocês tem algum plano, mas não tem dinheiro? É hora de economizar para isso. Vocês podem comprar um cofre e assumirem o compromisso de sempre colocarem algo lá dentro e de nunca tirarem nada de lá. A alegria de conseguirem alcançar os seus sonhos juntos será enorme.

Parem de mentir

Falando sobre confiança, se esse é um hábito entre vocês, é necessário que vocês parem com isso. Não importa se é necessário contar sobre uma conta que não foi paga ou sobre uma traição. Pode ser um processo doloroso, mas, se você quer salvar o seu casamento, é importante que vocês coloquem tudo na mesa e busquem descobrir a forma como podem superar esses problemas.

Surpreendam um ao outro

Isso é importante também. Dar um presente, levar o cônjuge para um lugar diferente, fazer um jantar à luz de velas…. tudo conta. Às vezes a rotina pode se tornar cansativa e, nesse momento, é importante inovar. Não deixe que a vergonha te impeça de tentar coisas novas. Mãos à obra!

Elogiem-se!

Nós somos tão rápidos para criticar não é mesmo? Que tal dedicarmos mais tempo para elogiar o nosso cônjuge? Estamos falando de elogiar sem ironias ou segundas intenções. Exalte o desempenho dele no trabalho, a sua aparência e os seus talentos. Você verá que você acabará recebendo elogios também.

Ajudem-se…

Se você sabe que pode ajudar o seu marido ou a sua esposa em alguma coisa, não deixe de fazer isso. Talvez ela precise que você cuide das crianças para que ela possa trabalhar por alguns minutos. Ele, por sua vez, pode necessitar que você pague algumas contas no banco nos dias mais corridos.

…mas também peçam ajuda

Pedir ajuda não é demonstrar fraqueza. Vocês são uma equipe então devem trabalhar em conjunto. Às vezes o fardo da rotina pode ser aliviado pela ajuda do seu cônjuge. Assim sendo, deixe o orgulho de lado e passe a delegar algumas tarefas. No entanto, saiba fazer isso com carinho. Não adianta querer a participação do outro quando você começa a conversa com milhares de acusações.

Renovem os votos

Se puderem fazer isso, não deixem de fazê-lo. A sensação de começar uma nova fase no casamento é muito boa. Principalmente quando as duas partes estão engajadas em melhorar. Assim, se já entendeu o que fazer para responder a “Como salvar meu casamento?”, chame uma boa galera ou os amigos mais chegados e façam novos votos. Vocês verão como isso será positivo!

Considerações finais: Como salvar meu casamento?

Não estamos dizendo que as mudanças serão fáceis e que elas são infalíveis. No entanto, elas têm um grande poder de melhorar as coisas no seu casamento. Quando nós renovamos a confiança e a alegria de estarmos juntos, a cumplicidade e amor aumentam! Esperamos que você coloque essas dicas em prática!

Leia Também:  Conceito de Reciprocidade e 7 formas de desenvolver

Ainda temos mais uma sugestão para você: se você quer ajudar casais a se relacionarem melhor, faça o nosso curso de Psicanálise Clínica. Ele é totalmente online e irá te ajudar a conhecer todo o conteúdo da área necessário para você atender às demandas do mercado. Não perca tempo e se matricule conosco!

Se esse artigo te ajudou a responder a sua pergunta “como salvar meu casamento?” compartilhe esse artigo com outras pessoas! Também fique atento aos outros artigos deste blog!

Foi útil para você? Curta, Comente e Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *