gaslighting para a psicologia

Gaslighting: o que é, tradução e uso em Psicologia

Posted on Posted in Comportamento, Conceitos e Significados

Muitas pessoas que estão em um relacionamento tóxico podem ser vítimas das armações dos seus parceiros sem perceber. Acontece que muitos indivíduos demonstram uma habilidade de manipulação com os seus companheiros. Para explicar melhor essa situação, entenda o significado de gaslighting e como identificá-lo.

O que é gaslighting?

O gaslighting se trata de uma manipulação feita por uma pessoa com o intuito de manipular o parceiro. Muitas informações são distorcidas, omitidas e inventadas para que o a pessoa continue o abuso psicológico na vítima. Por sua vez, a vítima convive com uma sensação de medo e insegurança em relação ao agressor.

Além de duvidar de si, o alvo desse abuso assume por completo a responsabilidade dos problemas no relacionamento. Por isso, em casos mais graves o indivíduo começa a duvidar da sua própria sanidade.

Por exemplo, uma situação comum é quando uma pessoa suspeita de infidelidade, mas o outro defende que é exagero e afirma que nada daquilo é real.

Logo, fica claro como o abusador desmerece as suspeitas e acusa o parceiro de criar conflitos e desta forma a vítima acaba esquecendo por um momento essa desconfiança e se sente mal por ter causado esse confronto.

O machismo de cada dia

O fenômeno gaslighting pode ser praticado tanto por mulheres quanto por homens em seus relacionamentos. Contudo, esse comportamento abusivo é frequente entre o público masculino. Algo que contribui bastante para essa realidade é o machismo presente em nossa sociedade.

A palavra gaslighting originou-se do filme Gas light, em português À meia luz lançado em 1944. O filme mostra um marido abusivo tentando convencer a esposa e os amigos de que ela é louca. Para tanto, ele manipula o ambiente ao redor, negando os comentários de que a casa está mudando.

Quando o sofrimento alheio é lucrativo

Nos estudos a respeito do gaslighting, a psicologia esclarece que os maus tratos à vítima é uma forma de se beneficiar da situação. Ainda que o agressor seja confrontado por esse comportamento, ele vai negar ter más intenções.

Todavia, a vítima se desestabiliza mentalmente por causa das manipulações e deseja saber o que o parceiro pensa sempre. Mesmo que a família e os amigos notem o problema e tentem alertar, o alvo das armações não identifica o parceiro como problema. Esse tipo de relacionamento é um problema para a saúde mental e amor-próprio da vítima.

O perigo do gaslighting

Sendo uma forma de violência psicológica, o gaslighting afeta a psique da vítima por causa das constantes manipulações psicoemocionais. Tanto que indivíduos que não conseguem romper relações abusivas possuem a autoestima frágil em razão do abuso que sofreram.

Em geral, o agressor inicia acusações sutis para que o companheiro tenha a autoconfiança abalada. Desse modo a vítima deixa de acreditar nela mesma, se questiona a todo o momento e acredita mais no outro. Pensamentos como “eu estou exagerando?” ou “estou agindo como louco?” se tornam cada vez mais comuns.

Em seguida, se sentindo mais confiante, o parceiro abusivo faz ataques mais diretos. Por exemplo, o agressor pode afirmar que as acusações da vítima são por causa da falta de autoestima, insatisfação pessoal ou intelecto baixo.

Leia Também:  Sonhar com computador: 10 interpretações

Frases de gaslighting

Indivíduos que praticam o gaslighting costumam ter um repertório parecido, repetindo frases como:

“Você enlouqueceu?”

“A culpa é sua”

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    “Isso é coisa da sua cabeça”

    “Você é muito inseguro”

    “Pare com esse drama”

    ”É você que entende tudo errado”

    “Você é muito sensível”

    “Não sei do que você está falando”

    “Sabe que é brincadeira, não?”

    “Para de implicar com tudo”

    “Não foi assim que aconteceu”

    Critica a personalidade da vítima ao começar uma crítica com “O seu problema é que…”

    É possível identificar o gaslighting?

    Já que sofre manipulações discretas, a vítima do gaslighting tem dificuldades de reconhecer o abuso. Tudo porque está esgotada mentalmente e pode desenvolver sinais de uma depressão.

    Para identificar esse fenômeno na relação, a vítima precisa:

    • Refletir

    É importante analisar o comportamento do parceiro de forma mais racional e questionar quais emoções ele gera em você. Ficar com esse parceiro gera bem-estar, estresse, emoções boas ou ansiedade? Por isso é importante refletir.

    • Enumerar a quantidade de conflitos que ele causou

    A vítima precisa pensar a respeito das ocasiões em que o seu parceiro mentiu ou fez acusações falsas sobre ela. Caso o número de situações de conflito seja grande, certamente a vítima está sendo agredida sem saber.

    • Esclarecimentos duvidosos

    O abusador tentará mostrar como a vítima age de forma errada, confusa e transfere para ela a responsabilidade das suas ações. Ele talvez até diga como a sua vítima deve se sentir em relação aos eventos ditos na conversa e por isso essa atitude também se torna duvidosa.

    Recebendo ajuda

    Quem sofre com o gaslighting deve buscar o apoio de pessoas queridas e de psicólogos para se recuperar. Além de recuperar a autoestima, essa rede de apoio ajudará na recuperação do seu amor-próprio e confrontar o parceiro abusivo. Receber ajuda é importante para que você não ceda as armadilhas dele e entenda o quanto ele está errado.

    Se o seu parceiro tenta distorcer as situações para que você se sinta culpado, seja firme e pontue as omissões e mentiras ditas por ele. Certamente haverá uma recusa da parte dele em admitir ou reconhecer as suas atitudes destrutivas. Em seguida, você deve entender os sentimentos que essa relação causa e quais as suas metas para o futuro.

    Sempre acredite no quanto você merece um parceiro que te faça bem e compartilhe uma vida saudável com você. Sempre questione relacionamentos tóxicos e evite ficar preso ao transe que a violência psicológica provoca. A terapia é o ambiente ideal para se afastar do agressor, cuidar das suas próprias emoções e recomeçar gradualmente a sua vida.

    Considerações finais sobre gaslighting

    Perceber como o gaslighting afeta a sua saúde pode te livrar de relacionamentos ruins. O uso na Psicologia, bem como a tradução e gaslighting descrevem um parceiro manipulador e perigoso. Sem dúvidas, tudo o que a vítima disser será usado contra ela.

    Uma relação saudável é marcada por uma troca dos dois lados, apoio, encorajamento e capacidade de conversar abertamente entre o casal. Além de te fazer bem, esse tipo de relacionamento trará o melhor dos seus sentimentos, bem como vai mostrar a verdade no seu parceiro. O amor de verdade não manipula, mas, sim acolhe para que o casal se desenvolva para demonstrar o seu melhor.

    Como você chegou até aqui venha conhecer o nosso curso de Psicanálise online. As aulas te ajudam a melhorar as suas interações e lidar apropriadamente com os conflitos que possam surgir naturalmente nos relacionamentos. Por isso, melhore as suas habilidades de autoconhecimento e desperte o seu potencial como ser humano por completo.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *