irritabilidade

Irritabilidade: sintomas e tratamentos para irritados

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise

Há situações na vida que podem testar a nossa paciência e acabam nos levando ao limite mesmo sem querer. Embora isso possa ser uma reação comum, não deixa de ser prejudicial ao nosso cotidiano. Entenda o que é irritabilidade, alguns sintomas e os tratamentos cabíveis.

O que é irritabilidade?

A irritabilidade é uma resposta emocional de um ser vivo a um estímulo que causa frustração ou raiva. Em geral, isso acontece por motivos simples e triviais, mas não deixa escapar assuntos mais sérios. A postura e o comportamento do indivíduo oscilam rapidamente e logo surgem os sintomas.

Irritar-se é algo até subjetivo, pois não existem causas limitadas que causem desconforto em uma pessoa. Ou seja, o que pode irritar uma pessoa pode nem afetar a outra ou mesmo ser algo mínimo. A forma como alguém recebe esse estímulo incômodo nunca é igual aos outros e depende, em parte, da construção psíquica.

É muito comum que as pessoas se confundam a pessoa irritada com alguém muito sensível, mas não é o caso. Isso porque a sensibilidade é descrita como a forma de reação multilateral a um mesmo estímulo. Desse modo, a sensibilidade só se faz presente em animais que possuem sistema nervoso enquanto a irritação acoberta todos os seres vivos.

O que causa irritabilidade?

Como dito linhas acima, são muitos os fatores que ajudam a desencadear a irritabilidade em uma pessoa. Isso pode vir desde ações simples no cotidiano até eventos mais graves que abalam seu trabalho ou saúde. Por exemplo:

  • Prisão de ventre;
  • Problemas com o sono;
  • Abstinência química;
  • Reação a medicamentos;
  • Síndrome de burnout;
  • Dor de cabeça;
  • Transtorno de ansiedade, depressivo ou déficit de atenção com hiperatividade;
  • Distimia ou transtorno do humor;
  • Fadiga;
  • Problemas na tireoide;
  • Infecções;
  • TPM;
  • Anemia ocasionada por ausência de ferro;
  • Hipoglicemia.

Sintomas

Os sintomas da irritabilidade constante variam em intensidade e duração conforme a carga de estímulo recebida. Isso também depende do próprio indivíduo e cada um pode vivenciar o problema à sua própria maneira. Entretanto, é comum que cada irritado demonstre:

Pouca ou nenhuma tolerância

É difícil lidar com alguém nesse estado porque a menor das razões pode trazer à tona o seu pior. Ainda que seja algo pequeno, será o suficiente para tirá-lo do sério. Pode parecer exagero, mas até um “bom dia” entra nesse meio.

Agressividade

Relembrando a fala popular, “é como pisar em ovos”, pois a sua agressividade estará ainda mais evidente. É comum haver rompantes em que a grosseria, palavras e ações rudes ganhem força.

Descontrole emocional e físico

Além de fazer tempestade em copo d’água consegue fazer o mar vir abaixo na vida de todo mundo. Por conta do seu estado, o descontrole emocional e até físico podem fazer com que passe dos limites.

Alterações corporais

Sendo mais simplista, ficar irritado com frequência muda a sintonia natural do seu corpo. Nisso, seus batimentos mudam, pode ter tontura e até dor de cabeça.

Impaciência

Um momento de calmaria ou lentidão não é tão bem-vindo. Isso graças à impaciência que o cuidado com as suas atividades cotidianas fica negligenciado.

Comparando, até um limão é mais doce

Gradualmente, a irritabilidade acaba comprometendo a postura e o modo de se colocar diante do mundo. Pense conosco: o exagero que possui aos estímulos que recebe interfere na sua capacidade de relacionamento. Cada vez mais você não conseguirá tolerar as adversidades e lutará ativamente contra elas.

Leia Também:  Narcóticos Anônimos: história, princípios e endereços

Consequentemente, haverá desgaste emocional e físico grande que podem levar você ao limite de explodir. Nisso, seus relacionamentos, afazeres, metas e projetos pessoais podem ficar muito comprometidos. Sem contar que você se mostra cada vez mais ranzinza e se isola do meio externo.

Barreiras

Como aberto linhas acima, ceder à irritabilidade contribui diretamente a um declínio em sua rotina comum. Iniciando por seus relacionamentos, será mais difícil para os outros terem de lidar com uma pessoa armada emocionalmente. Nem todo mundo saberá lidar com essa irritabilidade em excesso e terão de se afastar dessa toxicidade.

Indo além, esse tipo de postura atrapalha diretamente a realização do seu trabalho, estudo ou estilo de vida. Se as suas obrigações não ficam comprometidas, o seu corpo passa a experimentar isso, algo que falaremos a seguir.

NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

A saúde

Se pensa que o seu corpo não sente a irritabilidade constante que vivencia você está bastante enganado. Acontece que viver irritado compromete bastante o status de sua saúde e pode até diminuir a sua imunidade. Tanto o corpo quanto a mente passam a declinar e expor você a um mal-estar contínuo e constante.

Por exemplo, dores de cabeça ou no corpo, tensão acumulada, má condução das funções vitais… Sendo mais específico, ficará doente, cansado ou incapacitado de viver adequadamente. Com o passar do tempo, essa carga acumulada pode trazer experiências graves e limitações muito incômodas.

A fim de evitar isso é preciso buscar ajuda médica para receber o devido acompanhamento e recondução á vida.

Tratamento

A irritabilidade recebe um diagnóstico de base clínica, já que não há exame específico para tal. Isso acontece por meio de uma conversa entre paciente e terapeuta para buscar a causa do problema. Por exemplo: quando o profissional descobre que a irritação surge dias antes da menstruação, pode ligar o problema à TPM.

Com base na causa de cada paciente o tratamento vai se modelado para que possa corresponder a isso. Se for necessário, a aplicação de medicamentos vai ser requerida e deve ser seguida à risca sem interrupções. Deve-se obedecer as recomendações do médico, respeitando dosagens e os caminhos para melhorar a sua reação ao mundo.

Considerações finais sobre irritabilidade

A irritabilidade é um caminho fácil para que consigamos externar o nosso incômodo com o mundo. O problema é que isso não vem gratuitamente e cobra juros altos a respeito da sua vida. À medida em que se entrega a isso compromete por completo a qualidade do seu viver e até do seu futuro.

Embora tenha os seus motivos, entenda que precisa deixar fluir essa reação para que não comprometa sua rotina. Busque se empenhar na criação de meios para esvaziar tensão e focalizar sua força em autocuidado. Mesmo que seja difícil, nada nesse mundo vale a pena o seu sossego e deve se proteger contra isso.

Para te ajudar convidamos você a se inscrever em nosso curso 100% online de Psicanálise Clínica. Através dele, consegue as ferramentas que precisa para alimentar seu autoconhecimento, reformar seu comportamento e renovar o seu potencial. É a combinação que precisa para lidar com a irritabilidade e qualquer outro desafio em seu caminho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + 9 =