catsaridafobia

Medo de barata ou catsaridafobia: causas e terapias

Posted on Posted in Comportamento

Se você não tem medo de barata, provavelmente conhece uma pessoa que morra de medo do inseto. Existe até um nome para a fobia de barata, catsaridafobia, que faz o indivíduo ter problemas para enfrentar seu medo. Vamos entender melhor o porquê de algumas pessoas verem a barata como algo tão ameaçador para elas.

Por que sentimos medo de barata?

Uma pessoa com medo de barata teme, em grande parte, a ideia de sujeira e doença que o inseto transmite. O sistema de autopreservação do indivíduo enxerga o animal como um perigo muito maior do que realmente pode ser. Claro, a barata traz problemas, mas a nossa mente enxerga esse ser sendo muito mais assustador.

Como está ligada à sujeira, a barata causa nojo e repulsa instantâneos, fazendo a pessoa se afastar rapidamente dela. Assim, a repulsa por baratas serve como uma proteção que nos afasta de possíveis contaminações que ela pode trazer. Porém, o medo do inseto age de modo traiçoeiro, causando pânico sempre que um fóbico fica perto do inseto.

Quem poderia imaginar que um pequeno animal é responsável por causar tanto pânico, ansiedade e mal-estar generalizado. Assim que encontra o motivo da sua fobia o indivíduo ativa inconscientemente reações abruptas para se defender.

Causas

É normal para a maioria das pessoas sentir desconforto ou ficarem com medo diante de insetos. No que diz respeito as baratas, elas gostam de lugares quentes, escuros e com alimento disponível. Indivíduos com medo crônico de barata e especialistas afirmam como possíveis causas:

Contato direto com o animal durante a noite

Ao dormir, uma pessoa apaga as luzes e não anda pela casa, deixando o ambiente livre para bichos invasores. Muitos fóbicos revelam o medo de que os insetos caminhem sobre a pele deles, inclusive pela boca.

Mecanismo de defesa

Por meio de um mecanismo evolutivo que a humanidade adquiriu o medo de baratas e de outros insetos. De acordo com historiadores, nossos ancestrais se acostumaram a ficar alertas quando dormiam em campos abertos ou cavernas. A barata representa uma ameaça noturna que ativa as nossas defesas.

Traumas

Na internet nós sempre encontramos a frase “ninguém tem medo de barata até que ela comece a voar”. Dito de outra forma, um trauma forte pode ter desencadeado a fobia desses insetos. Por exemplo, uma barata voar para cima de alguém ou ter caminhado sobre a pele do indivíduo.

Projeção dos pais para os filhos

Uma criança pode desenvolver pavor por baratas por causa dos comentários negativos constantes que seus pais fazem. Desse modo, o jovem entende que o inseto é um sinal de ameaça e passa a tratá-lo assim logo cedo.

Castigos

Algumas pessoas que sofreram castigos, como ser trancadas em lugares escuros, podem desenvolver medo de barata. Ou que precisaram passar por lugares úmidos e pouco iluminados em algum momento da vida. Como você pode notar, esses são ambientes ideais para baratas viverem.

Sintomas

Pessoas com fobia de barata têm mais propensão a desenvolver TOC com limpeza. Já que a barata é um animal sujo, limpar a casa constantemente vai dar mais proteção contra elas. Além desse TOC, que também envolve uso contínuo de inseticidas e limpeza em excesso, quem tem medo de barata demonstra:

  • ansiedade;
  • ataque de pânico se ficar descontrolado;
  • taquicardia;
  • respiração ofegante diante do inseto;
  • crises de choro.
Leia Também:  Amor Inventado e Amor Romântico em Psicanálise

O mau exemplo

Como dito anteriormente, o medo de barata pode surgir graças ao espelhamento que fazemos dos nossos pais. A criança costuma imitar comportamentos, inclusive os receios e medos de um grupo. O cérebro dela acaba entendendo que deve agir de acordo com os demais, reproduzindo o medo deles.

Ainda que não seja proposital, a transmissão desse medo por parte dos pais gera instinto de defesa na criança. Por meio do exemplo, a criança copia atitudes de desconforto em relação ao inseto, sendo condicionada a repetir esse comportamento dos pais.

Mesmo que essa convivência influencie em nossas escolhas, jamais poderá determiná-las. Da mesma forma que aprendemos a temer algo, nós também podemos aprender a não sentir mais medo. É um processo longo, mas é possível uma pessoa superar os seus traumas.

A sensação de descontrole

Baratas se movimentam rapidamente, inclusive enquanto estão voando. Por isso que quem possui medo de barata sente uma profunda dificuldade de interagir com o animal. Apesar de pequena, não há como comparar a nossa velocidade com a dela para eliminarmos o inseto.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Por falar em tamanho, por chegar a ser pequeno, o inseto tem uma facilidade grande para se esconder. As pessoas com fobia reclamam, também, do medo de encontrar o animal em objetos e móveis. Existe, então, o fator surpresa, já que a barata pode transitar por qualquer lugar e surpreender o indivíduo com fobia.

    Higiene da casa e da mente

    Além de limpar a nossa casa como de costume, nós devemos fazer o mesmo com as nossas mentes. Ter medo de barata é algo compreensível e não queremos que qualquer pessoa pense o contrário. Contudo, os cuidados com a mente permitem um controle maior das reações quando um surto acontece.

    Os comportamentos e reações que a fobia de barata causam podem ser melhorados ao passo que uma abordagem terapêutica avança. Sentir medo ainda é algo possível, mas mudar determinados comportamentos vai evitar um desgaste emocional maior. No tópico seguinte, você entenderá mais como esse processo acontece.

    Terapias

    Felizmente, quem sofre com o medo de barata pode superar a sua fobia do inseto. Mesmo que seja difícil inicialmente, a terapia de exposição vai ajudar o paciente a tolerar a presença de barata. O terapeuta mostrará fotos do animal ou aproximá-lo do paciente para ele tocá-lo e diminuir as reações de pânico.

    Além da terapia de exposição, a hipnoterapia revelará a origem desse medo para então mudar os pensamentos do paciente. De modo semelhante, a terapia cognitivo-comportamental ajudará a pessoa no tratamento a racionalizar o seu medo e mudar seus comportamentos. Assim, o paciente vai perdendo o medo do inseto, controlar os seus impulsos e manter a calma diante da barata.

    Considerações finais sobre o medo de barata

    Quem não sofre com o medo de barata, agora entende a razão das crises que uma pessoa com catsaridafobia enfrenta. Ainda que seja pequeno, o inseto é capaz de desencadear uma série de reações negativas em quem o teme. Por isso que o medo de alguém não deve  ser subestimado ou tratado como motivo de piada.

    Quanto ao tratamento, nós deixamos claro que cada pessoa reage de modo específico à terapia. Por isso que o paciente deve falar abertamente com o terapeuta a respeito do seu medo sem sentir vergonha. Assim, o profissional pode escolher quais métodos trarão mais resultados e permitir que o paciente supere seu medo.

    Leia Também:  O que é Vida Sexual Ativa?

    E você, já conhece o nosso curso online de Psicanálise? Sendo o mais completo do mercado, os alunos têm as ferramentas necessárias para trabalhar o potencial interno e desenvolver autoconhecimento deles. Para quem possui medo de barata ou outro bloqueio comportamental, a Psicanálise é uma aliada formidável na busca por transformação pessoal.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *