Mutismo Seletivo: o que é, o que significa, quais impactos?

Posted on Posted in Psicanálise, Transtornos e Doenças

Eventualmente, podemos nos retrair diante de determinadas situações levam a uma exposição maior do que a que estamos acostumados em nossa vida cotidiana. Nesse contexto, há pessoas que não conseguem se conectar verbal e socialmente com outras, a depender da situação. Vamos entender melhor o que é mutismo seletivo e como isso impacta a vida de um indivíduo.

O que é mutismo seletivo?

Mutismo seletivo é uma desfuncionalidade que afeta diretamente a comunicação de uma pessoa. Basicamente, um indivíduo, especialmente crianças, tem um contato mais restrito e seletivo com um grupo social. Enquanto ele pode falar abertamente com um, pode se retrair notavelmente diante de outro.

Cabe ressaltar que isso não acontece por conta de má educação ou mesmo intencionalidade de alguém. É um comportamento involuntário que leva uma pessoa a se retrair socialmente, a depender do contexto. Por isso que algumas pessoas ficam mais à vontade em determinados lugares do que outros, como a casa e a escola.

Tudo isso acaba sendo fomentado pela ansiedade ou quadro de fobia social. Vale deixar claro que isso não pode ser confundido simplesmente com timidez. Contudo, quando se trata de timidez, as pessoas moderam a sua frequência de interação, mas jamais deixam de se comunicar. Quanto aos “mutistas”, se alguém está fora de sua rotina, não vai haver comunicação com essa pessoa.

Causas

O mutismo seletivo é ligado diretamente ao fator de ansiedade em um indivíduo. Muitos não se sentem confortáveis e preparados para interagir socialmente e de forma dinâmica. Com isso, entendem inconscientemente que a restrição social impede que situações difíceis surjam por conta das interações externas.

Além disso, transtornos de comunicação incidem diretamente no desempenho social de um indivíduo. Entre eles, podemos citar transtorno de aprendizagem, separação, adaptação, autismo, Asperger, tartamudez, depressão nervosa e dificuldades auditivas. Assim, são diversos fatores que inviabilizam a comunicação adequada de uma pessoa no que tange o seu desenvolvimento.

Por fim, os traumas têm participação no diagnóstico desse mal-estar no indivíduo. A ruptura psíquica pode fazer com que tal pessoa se feche para que não sinta tal experiência novamente. Isso inclui traumas físicos também, nele mesmo ou em alguém próximo. Os especialistas avaliam se dão certeza sobre o trauma como uma causa verdadeira.

Características

Sem um conhecimento adequado, fica bastante complicado identificar o mutismo seletivo em uma pessoa. Isso porque o quadro pode ser facilmente confundido com uma timidez bastante chamativa. Por causa disso, tardiamente os pais resolvem tomar alguma atitude e intervir, o que dificulta a reabilitação do indivíduo.

Em geral, são sinais muitos comuns aos mutistas:

A comunicação seletiva

A própria nomenclatura implica em situações onde o indivíduo com o problema deixará de falar, embora se espere o contrário disso. Ainda que funcionem bem nas demais áreas comportamentais, vão interagir com o mínimo de pessoas possíveis. Em geral, esse contato se resume diretamente em quem convive próximo deles, como pais e irmãos.

A não-participação em grupos

Fazer atividades em grupos significa falar e ouvir o desejo de cada um, sendo conhecido ou não. Para que desconfortos não aconteçam, o mutista evita a todo custo se reunir com uma equipe. Assim, não enfrenta condições em que sabe que não poderá controlar sua comunicação. Isso vale para escola, faculdade, trabalho e até para a família. Ficar recluso sempre será a melhor opção.

A interferência no desempenho laboral

Seja na escola ou no trabalho, um mutista pode apresentar um desempenho abaixo do esperado. Tudo acontece por causa da sua falta de interação com os demais, independentemente de a comunicação ocorrer com pessoas cruciais para um bom desemprenho, como o chefe ou professor.

Ademais, tal pessoa pode passar a ser recriminada no ambiente e ser vista como alguém inapto. Tais circunstâncias diminuem ainda mais sua participação.

Tratamento

A terapia cognitivo-comportamental é uma das melhores ferramentas para desenvolver a comunicação. Gradativamente, é possível integrar o indivíduo a um círculo social seguramente. Um dos melhores exemplos se dá por meio da musicoterapia, onde canções são excelentes ferramentas de expressão. Assim, ele se desenvolve sem mesmo notar.

Além disso, a ludoterapia ajuda reforçando a ludicidade da criança. Trata-se de uma terapia trabalhada em cima do brincar na criança. Dessa forma, o indivíduo consegue se expressar de forma mais espontânea e feliz. Dada à maneira como funciona, integra facilmente este jovem com as outras crianças.

Ademais, a terapia envolvendo os pais e a escola ajuda bastante a fazer a união do jovem com os ambientes. Aos poucos, ele se sentirá mais seguro a se movimentar e interagir em determinado local, grupo e hora. Por fim, somente se necessário, será indicado o uso de remédios para minimizar sinais de ansiedade e de depressão.

Exemplos

Ainda que não seja bem trabalhado na literatura brasileira, o mutismo seletivo pode ser encontrado em diversos locais e épocas. Casos famosos, reais e fictícios, exemplificam bem a dinâmica dessa disfunção no indivíduo. Sob determinadas circunstâncias e situações, algumas dessas pessoas dão sinais claros de sua condição, como:

Raj, do seriado The Big Bang theory

O seriado de comédia The Big Bang Theory foi um dos maiores fenômenos da televisão mundial. Entre os personagens se destaca Raj, um gênio indiano com mutismo seletivo. No caso dele, havia a dificuldade em falar com as mulheres, de forma que ele sussurrava suas palavras aos amigos. Isso acabava por hora quando ele se embriagava.

Atentado nos EUA

Em um famoso caso de massacre estudantil, o sul-coreano Cho Seung Hui assassionou 32 pessoas em uma universidade americana em 2007. Segundo relatórios, o mesmo apresentava a disfunção cerebral. Para justificarem o ataque, indicaram o isolamento social e a ausência de diálogo dele durante anos na sua vida.


NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ


Peter, personagem do filme Jumanji

Após a morte dos pais, o jovem Peter e sua irmã se mudam para uma antiga mansão com a tia. Contudo, por conta desse e de outros eventos, Peter fala apenas com sua irmã quando estão a sós. Isso se repete em público, de modo que ele abstraia a comunicação e interação com terceiros.

Comentários finais sobre mutismo seletivo

Muitas vezes nos deparamos com aqueles indivíduos cujo o incômodo no âmbito social é bastante evidente. Inicialmente confundimos com timidez e até antipatia, mas um olhar mais atento revela a profundidade da situação. O mutismo seletivo impede que determinados indivíduos tenham liberdade e comodidade comunicativa.

Com isso, prestar o máximo de assistência faz toda a diferença na integração desse sujeito em comunidade. Por meio da psicoterapia, ele se sentirá mais à vontade para se expressar e receber os outros adequadamente. Todos nós temos algo a dizer e encontrar o caminho a isso deve ser um trabalho conjunto.

Nesse caminho, se inscreva em nosso curso 100% online de psicanálise. A psicoterapia, como dito linhas acima, é um excelente reforço para entender o comportamento humano. Por meio dela, é possível ajudar aos outros e a nós mesmos a desenvolver um autoconhecimento sadio e eficaz.

Como nossas aulas são online, você pode estudar quando e onde achar melhor. Isso porque pode montar seu próprio horário de estudo, de forma a aprender em seu ritmo pessoal. Tudo fica fluido com a flexibilidade dos professores, já que suas aulas se ajustam à sua rotina. Por meio deles e das ricas apostilas, você alcançará seu potencial pleno.

Assim que concluir suas aulas, receberá em casa um certificado impresso, registrando sua excelente formação. Entre em contato conosco e descubra uma ferramenta para conquistar mais clareza em sua vida. Inscreva-se em nosso curso de Psicanálise! Por fim, não esqueça de compartilhar este post sobre mutismo seletivo com outras pessoas.

Foi útil para você? Curta, Comente e Compartilhe!
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + 19 =