o que é empreender dicas psicologia

Empreender: o que é? 10 dicas da Psicologia

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise

Parece sempre muito difícil tomar a decisão de iniciar o próprio negócio, mas não é impossível. Empreender é um ato arriscado, porém necessário para quem quer dar um up na vida profissional.Muitas pessoas trabalham com atividades que não gostam e sonham em ir longe. No entanto, permanecem sem coragem de dar o primeiro passo.

É importante não ter medo e se jogar nessa nova aventura pessoal. Com toda a certeza, será uma decisão grandiosa que poderá mudar todo o rumo de sua vida. Assim sendo, planeje tudo o que você quer no seu negócio. Para começar, esboce num papel: espaço de trabalho, quantidade de funcionários, metas, etc. Ademais, lembre-se de que planejar é o ideal para iniciar essa guinada de sucesso.

Nesse contexto, acredite na sua ideia. Assim, não coloque obstáculos para ela, e tenha em mente que o que você quer passar para os outros tem valor. Portanto, pode dar certo. Dessa forma, não tenha medo de ter sonhos grandiosos, pois são eles que irão te guiar durante essa sua caminhada.

Como é o perfil do empreendedor do ponto de vista da psicologia?

Todo mundo que almeja abrir o próprio negócio se questiona: “Será que eu tenho o perfil ideal para alavancar um projeto e ter retorno financeiro?”. Nesse contexto, existem algumas características comuns de quem empreende. Portanto, vamos apresentá-las utilizando como base estudos da área da psicologia.

Motivações pessoais: normalmente, há a influência do contexto familiar ou do contexto social em que vive. Assim, pessoa é movida pelo desejo de mudança;

Disposições de vida: o empreendedor costuma ter muitas iniciativas. Assim sendo, não tem problemas para interagir com as pessoas. Gosta de planejar. Ademais, é perseverante e otimista;

Foco local: move-se pelo desejo de melhorar primeiro o micro para crescer para o macro.

A construção social costuma ser o ponto de partida de muitos empreendedores. Nesse contexto, boas ideias sempre saem de fatos corriqueiros do cotidiano. Quando o empreendedor parte do seu âmbito social, demonstra ter muito mais comprometimento com o seu trabalho. Ademais, tenta sempre buscar inovações para melhorar ainda mais o seu projeto.

Dicas de como organizar as suas ideias e ter um negócio de sucesso

Anote tudo que vier a sua mente: você com certeza já teve aquela ideia no momento mais incerto. Assim, não deixe a ideia escapar. Nesse contexto, é muito importante que você anote na hora que você teve o clique. Agarre seus pensamentos criativos, e nunca os deixe desaparecer pelo ar;

Peça opinião sobre suas ideias: discuta com pessoas de sua confiança a ideia que você teve. É sempre bom escutar como aquela ideia pode ser lida socialmente, se é relevante e útil, antes de vendê-la como produto;

Ideias absurdas são bem vindas: não as julgue. Nesse contexto, sua ideia mais louca pode ser a que mais lhe trará sucesso financeiro;

Comece dos problemas: quando se quer ter uma ideia boa para um negócio, muitas pessoas acabam querendo apresentar soluções sem antes analisar os problemas. No entanto, isso pode não ser muito inteligente. Assim, faça uma lista dos problemas que pode solucionar, antes de ir direto para a criação de soluções.

Gerindo as suas ideias para empreender

A parte mais difícil é organizar as ideias antes de colocá-las em prática. Assim sendo, vamos aqui apresentar uma lista com 10 dicas para que você consiga encontrar uma maneira de se organizar. Dessa forma, antes de começar o seu negócio pense nas seguintes questões:

Leia Também:  A Vida é Bela: uma leitura psicanalítica do filme

Ideias ocorrem de forma natural:

Não fique tentando sempre ter uma ideia que pode ser um sucesso. A sua ideia crescerá naturalmente. Portanto, não force ideias ruins a aparecerem. Invista tempo refletindo a respeito de ideias boas;

Inove a forma de solucionar problemas:

É isso que todo mundo precisa. Assim sendo, pense em questões que te incomodam, como, por exemplo, em algum produto. O que pode ser melhorado a respeito? Nesse contexto, abuse da sua criatividade;


NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.


Pense no futuro:

Pense em tendências que podem melhorar o futuro. Dessa forma, questione-se a respeito dos problemas que podem aparecer daqui 2 ou 3 anos, pensando em formas de solucioná-los. Por exemplo, como a tecnologia pode melhorar problemas ambientais? Nesse contexto, é sempre bom pensar no coletivo. Trazer à tona soluções para problemas que atingem toda a sociedade;

Encontre alguém para tirar suas dúvidas:

Se conhece alguém que já empreende há um tempo, pergunte – “Como é empreender para você?”, “Quais são seus desafios”, “De que forma o negócio é organizado?”. É interessante escutar alguém que já tenha experiência na área;

Se inspire:

Existe sempre alguém que nós consideramos como uma pessoa inspiradora. Assim sendo, aproveite essa inspiração porque ao empreender você vai precisar de toda a inspiração possível. No entanto, não copie ideias. Apenas veja como a pessoa que te inspira pode impulsionar a criação do seu negócio;

Busque áreas que estão carentes de inovação:

Faça uma pesquisa para entender que áreas estão com poucos projetos. Nesse contexto, você pode usar o Google Trends para descobrir os principais mercados que precisam de novos projetos para continuarem crescendo. Assim, a internet é a sua grande aliada. Portanto, você pode ter acesso ao ranqueamento das melhores áreas para investir;

Não existem limites:

Pegue exemplos de empresas de sucesso. Assim, pense: “Será que posso usar a forma de trabalho daquela empresa para aplicar na minha?”. Em seguida, vá sempre além. Quem está iniciando precisa investigar as ideias que dão certo dentro da sua área;

Questione-se:

Empreender não é um mar de rosas. Por essa razão, é necessário dar sentido ao que você faz. Precisa ser algo que ame fazer. Pergunte-se: “O que eu faria hoje e não gostaria que houvesse a possibilidade de dar errado?”. Nesse contexto, você é o precursor inicial. Só você saberá o melhor caminho a ser seguido;

Atualize-se sempre:

O ramo dos negócios sempre muda com o passar do tempo. Assim sendo, é necessário ficar ligado nas inovações que vão surgindo no mercado. Portanto, sempre participe de eventos sobre empreendedorismo dentro da sua área, faça cursos, e estude sempre. Leia tudo que for possível. Além disso, fique de olho no que ocorre em outros países. Conhecimento nunca é demais;

Controle as finanças:

Você precisa analisar todo o dinheiro investido em seu empreendimento e o retorno dele. Tenha em mente que não adianta começar um negócio sem a perspectiva do retorno financeiro. Assim, tome muito cuidado para não gastar tudo.

Essa lista deixa tudo mais fácil, não é mesmo? Agora não existem mais desculpas para começar a empreender. Assim sendo, analise as suas ideias e siga em frente. Não há ninguém melhor do que você para impulsionar seus projetos pessoais. Dessa forma, busque ajuda e estude bastante. Assim, tudo acontecerá da melhor forma possível.

Leia Também:  A Metamorfose de Kafka: interpretação psicanalítica

Você já teve o desejo de empreender? Sente-se mais encorajado(a) após a leitura desse artigo? Conte para gente nos comentários. Não adianta deixar sempre para depois ou para um momento que terá mais dinheiro. Comece agora, pois boas ideias não devem ser engavetadas e sim colocadas para o mundo. Talvez a sua ideia seja a possibilidade de muitas pessoas melhorarem de vida.

Caso queira entender como empregar conceitos da psicanálise no mundo corporativo, faça o nosso curso completamente EAD! Nele, você aprenderá como aplicar conceitos em sua vida pessoal e também  poderá ajudar outras pessoas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove − quatro =