Como perder o medo de errar e aprender com fracasso

Posted on Posted in Comportamento

O sucesso é uma grande preocupação do ser humano. Não poderia ser diferente. Somos estimulados todos os dias a termos uma carreira bem-sucedida, uma família estruturada, uma aparência harmoniosa e a tríade corpo-alma-espírito equilibrada. Por sabermos que temos uma enorme responsabilidade para que isso aconteça, é normal que tenhamos medo do fracasso. Em vista disso, é necessário falarmos sobre como perder o medo de errar.

O fracasso é uma ilusão!

Se você é uma pessoa que tem esse medo, coloque na sua mente que você está vendo a vida de uma forma muito cruel. Afinal das contas, nenhum ser humano nasceu com a fórmula do sucesso embutida dentro de si. Por essa razão, todas as pessoas estão destinadas a viverem errando e acertando sempre. Assim sendo, se todo mundo passa por esse processo, porque não ver os seus erros de uma forma menos inflexível?

O que você precisa perceber é que o erro às vezes ensina mais do que os acertos. Pense numa escola: quando que um professor consegue notar de forma mais clara a evolução de um aluno? Quando ele sempre acerta ou quando ele erra, entende o seu erro, refaz a lição e acerta? Temos que concordar que é no segundo caso. Isso porque ele conseguiu assimilar o que ele não estava entendendo e pôde ajustar seu raciocínio.

Veja bem, não estamos dizendo que é melhor errar do que acertar. Não é isso! Os erros não deixam de ter resultados indesejáveis e consequências que podem ser desastrosas. Ainda assim, não podemos negar que você sempre pode sair com o ganho do aprendizado, o que te ajuda a fazer diferente no futuro. O ponto que queremos chegar é que o erro nunca precisa ser o ponto final da sua trajetória. Você sempre tem a opção de seguir em frente!

 As 3 razões que podem estar te impedindo de perder o medo de errar

Pensando nessas questões, é importante que você não deixe de seguir em frente na sua vida por medo de fracassar. Afinal de contas, você terá a chance de recalcular a rota se for necessário. Sabemos, porém, que não é fácil aderir a essa forma de pensar. Afinal, muitas pessoas temem arriscar alguns planos por algumas razões que acabam tendo um grande peso para elas. Vamos mostrar três delas a seguir. Veja se é o seu caso.

Medo do julgamento alheio

Quem nunca pensou duas vezes antes de tomar uma decisão por causa do que outra pessoa poderia pensar? Nós sabemos que isso acontece com muita gente. No entanto, se deixar paralisar por isso não é bom! Afinal, a vida é feita de escolhas e você precisa fazer as suas. Ou você nunca notou que, quando as outras pessoas erram, elas continuam vivendo e as outras pessoas também? Por que que com você seria diferente?

Assim sendo, se livre do medo do julgamento de outras pessoas. Querendo ou não, sempre vai ter alguém que vai te julgar sempre. É melhor que você tome as rédeas da sua vida e assuma as consequências das suas escolhas (sejam elas boas ou ruins) do que viver tentando adivinhar o que as outras pessoas esperam de você e ter que lidar com as consequências dessa confusão.

Leia Também:  Psicologia das cores: 7 cores e seus significados

Perfeccionismo

Outro grande empecilho dessa lista é o perfeccionismo. Isso porque muitas pessoas acabam deixando de dar passos importantes na sua vida porque sempre ficam esperando as melhores condições para seu sonho acontecer. Bom, o melhor momento para se começar um projeto é hoje! Sabe por quê? Por que você vai ter que errar mesmo.

Ponha isso na cabeça: nenhum projeto começa perfeito. Nem na natureza isso acontece. Por exemplo, nenhum ser humano nasce andando. Ele primeiro aprende a se arrastar, depois já consegue engatinhar. Só depois de um tempo ele se arrisca a dar os primeiros passos. Mas mesmo quando isso acontece, acaba caindo várias vezes até conseguir ter total firmeza (e até quando adulto, acaba caindo vez ou outra).

Seria ridículo falar para a criança parar de andar na primeira vez que ela caísse. Afinal, isso já faz parte do processo. Ela vai levantar e tentar de novo até conseguir. Da mesma forma, um perfeccionista precisa entender que o erro faz parte do projeto. Assim, o que vai determinar o seu sucesso será a forma que ele lidará com isso. Ele vai desistir ou vai entender o que deu errado e tentar de novo até dar certo. Melhor que seja a segunda opção, não é mesmo?

Comparação

Ah, quantas pessoas ficaram com medo de começar um projeto porque olharam pro lado e se acharam piores que outras pessoas! É aquilo: “Se eu tivesse aquela família/aquele corpo/aquele trabalho, eu conseguiria, mas não tenho”. O que essas pessoas esquecem é que elas não deveriam comparar trajetórias de vida tão diferentes. Afinal, os resultados nunca serão os mesmos (nem deveriam ser).

A beleza da vida está em encontrar soluções para os problemas sendo você! Você pode se surpreender com a forma como sua realidade pode mudar se você confiar um pouco mais na sua intuição. Sim, você pode errar! Mas esse não é o fim do mundo. O importante será ter saído do lugar e se arriscado. As coisas só acontecem quando você está em movimento.

Método revelado: os 5 passos para você perder o medo de errar

Agora que você já sabe o que pode estar te impedindo de superar seu medo, vamos começar a falar sobre como é possível vencê-lo! Já vamos começar dizendo que não será fácil. Por isso, se você já está com medo de errar, abaixe suas expectativas.

Pode ser que você leve um tempo para fazer grandes evoluções e está tudo bem. Sempre busque sair do lugar, não importa quão longe isso seja! Você pode se surpreender com a quantidade de coisas boas que podem acontecer nesse meio tempo. O que importa é se movimentar!

1. Se exponha para perder o medo de errar

Está com um projeto em vista? Quer fazer uma coisa nova? Deseja mudar um hábito? Ficou com vontade de testar um novo hobby? Então comece! Pare de calcular exaustivamente as margens de erro! Você precisa dar o primeiro passo!

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Porém, não coloque sobre você o peso de ter que manter essa ideia até o fim. Simplesmente se dê a oportunidade de experimentar uma coisa nova. Se você não gostar dela ou se ela der errado, está tudo bem! Esse será um aprendizado. No mínimo, você sairá dessa experiência sabendo pelo menos uma coisa nova sobre você e sobre esse projeto que você tinha em mente. Você terá saído da estaca 0.

    2. Caminhe com pessoas que te incentivem a perder o medo de errar

    Claro que será muito mais difícil perder o medo de errar se você tem ao seu lado alguém sugerindo obstáculos no meio do caminho o tempo todo. Veja: há diferenças entre esse tipo de pessoa e os verdadeiros mentores. Os mentores identificam seu desejo e te ajudam a escolher o melhor caminho para chegar até ele. Pessoas que te desmotivam simplesmente apontam os obstáculos e não te ajudam a chegar a lugar nenhum.

    Leia Também:  O que são sonhos? Um resumo da Psicologia

    Você precisa identificar se convive com alguém dessa forma e, se for o caso, parar de se deixar levar por ela. Comece a reunir do seu lado pessoas que te incentivem a levar o seu sonho adiante. Mesmo que você se depare com obstáculos e perceba que errou, elas não darão tanta importância a isso. Isso porque estarão mais interessadas em te ajudar a recalcular a rota e verem você chegar aonde tanto deseja.

    3. Procure ajuda profissional

    Como ficou claro na dica anterior, a superação do seu medo de errar se torna mais fácil quando você está acompanhado das pessoas certas. No entanto, não é só com amigos e familiares que você pode contar. Isso porque os psicólogos estão aptos a te ajudarem a encontrar a raiz do seu medo. Mais do que te ajudarem a lidar com o que está superficial, eles te instigarão a investigar o problema mais a fundo.

    Em vista disso, nós te incentivamos a dar esse passo. Já está mais do que em tempo de perceber que os psicólogos não tratam apenas loucura. Na verdade, eles estão disponíveis para ajudar qualquer pessoa que precise entender a si mesma e lidar melhor com os desafios da vida. Certamente, fazendo essa análise sobre si mesmo, você conseguirá ter avanços muito mais rápidos do que teria se estivesse caminhando sozinho.

    4. Se acostume com a ideia de errar

    E se você já começar o projeto sabendo que ele vai dar errado em algum momento? Será que você já não começaria o processo com os pés no chão? Não estamos falando que você já deveria esperar o fracasso. Não é isso. Estamos falando que você já poderia esperar o erro, isto é, aquele ponto de inflexão que te obrigará a mudar de rota. É importante ter essa mentalidade porque isso irá acontecer na grande maioria das vezes.

    Ter a ilusão de você vai acertar de primeira em tudo o que fizer é uma ilusão. Um atleta precisa treinar muito para ser bom, uma mãe não nasce pronta no parto (ela vai errar muito no processo), um artista não vai ganhar um prêmio na sua primeira obra de arte. A vida é assim: feita de processos que são feitos de erros e acertos. Se você já ter isso em mente, você não sofrerá tanto. Ponha suas expectativas no lugar certo.

    5. Se informe sobre histórias inspiradoras

    Às vezes, você deve ter a ilusão de que só você está sujeito a erros. Se esse é o caso, está na hora de parar de achar que você é a única bolacha do pacote. Não é bem por aí! Alguns grandes empreendedores já faliram alguma vez, os grandes nomes do cristianismo já pecaram, excelentes pais já falharam com seus filhos e por aí vai. Como já mencionamos neste texto, faz parte da experiência humana errar.

    Por essa razão, nós te recomendamos começar a ir atrás das histórias das pessoas que você admira a fim de investigar como que foi a trajetória delas. Certamente você irá ver que ela não começou no lugar que está hoje e já deve ter dado com a cara na parede várias vezes. Ainda assim, essas experiências negativas não foram suficientes para fazê-la desistir. É isso que você precisa fazer: aprender com os erros e seguir em frente!

    As 5 perguntas para se fazer para perder o medo de errar

    Agora que já dissemos todas essas coisas, queremos finalizar esse texto com algumas perguntas para você fazer a si mesmo quando estiver sendo paralisado pelo medo. São perguntas muito simples, as quais você já deve ter ouvido em algum momento da vida, mas que são muito importantes. Afinal, elas podem ser decisivas para você abandonar a vontade de desistir e seguir em frente sem medo de errar.

    1. Quem irá perder mais se você desistir desse projeto?

    Muitas pessoas podem ter várias opiniões sobre aquilo que você deseja fazer. Mas no final das contas, você precisa ter em mente quem é que vai ser mais afetado pela sua desistência: será você ou elas? Quando você ter noção disso, você perceberá que, na maioria das vezes, será você.

    Leia Também:  Vicio em Internet: definição e 3 dicas para superar

    Por essa razão, não é muito bom que você supervalorize a opinião das outras pessoas em detrimento das suas. Lembre-se que, se algo der errado, isso não será o fim do mundo. Todo mundo já passou por essa frustração em algum momento da vida. Então você não será o primeiro!

    2. Se você errar, o que de pior pode acontecer?

    Digamos que tudo dê errado… o que de pior irá acontecer? Se o que você pensar for muito grave, pode ser que seja bom pensar mais sobre o assunto. Mas se envolver uma perda significativa de dinheiro ou a perda de voz em uma apresentação importante, saiba que é possível dar a volta por cima dessa situação. Inclusive, muitas pessoas já superaram esses problemas.

    Tenha em mente que às vezes você terá que assumir alguns riscos para viver aquilo que você deseja. Como disse Santa Tereza D’Avila, é justo que muito custe o que muito vale. Por isso, não se prive de experiências como essa. Você irá perceber que, mesmo tendo que lidar com algumas mudanças de percurso, você terá mais ganhos do que teria permanecendo no mesmo lugar.

    3. Você não está com as expectativas altas demais?

    Pode ser que você esteja com medo de errar porque você está querendo dar saltos grandes demais. Você não precisa tornar o seu primeiro livro num best seller nem ganhar um Grammy pela sua primeira música. Ponha os pés no chão.

    Talvez seu primeiro livro ficará salvo numa pasta do Drive e só será lido por você mesmo por muito tempo. Mas ele será o degrau para você escrever o segundo e quem sabe o seu décimo livro será notado por uma editora. Está entendendo como funciona o processo?

    Infelizmente, muitas pessoas acabam jogando fora os seus sonhos por quererem que eles aconteçam de forma imediata, sendo que isso não ocorre normalmente. Portanto, abaixe suas expectativas e simplesmente comece! Vai levar um tempo, mas você vai chegar lá. Se submeta ao processo e veja as coisas acontecerem!

    4. Não está na hora de você se perdoar não?

    Você pode ter errado no passado, mas você agora está aqui. Vai demorar mais quanto tempo para você buscar aprender com fracasso do passado e seguir em frente? Só você será capaz de causar essa revolução na sua vida.

    Como já dissemos, o erro não precisa ser o fim da linha para você. É possível sim recalcular a rota e seguir em frente. Mas para isso você precisa mudar a sua cabeça e perceber que é normal errar. Agora você já está mais experiente e pode lidar com o futuro de uma maneira mais cautelosa. Mas se mova! Você não vai conseguir chegar aonde deseja se ficar empacado onde está.

    5. Quem mais já passou por isso?

    É muito importante ter em mente que você não é a única bolacha do pacote. Então quando você estiver com medo de alguma situação, se pergunte quem mais já passou por isso. Você verá que encontrará muitos exemplos de pessoas que se superaram e deram a volta por cima. Use esses exemplos como inspiração e se jogue nessa experiência!

    Considerações finais sobre perder o medo de errar

    Esperamos ter te mostrado que é possível sim perder o medo de errar! Já te demos várias razões para você se arriscar a fazer aquilo de que tem vontade! Então se dê a oportunidade porque só temos essa vida para viver e não vale a pena ser paralisado pelo medo do fracasso. Se quiser saber mais assuntos como esse, continue acompanhando nosso site!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *