psicologia e processos mentais

Psicologia do consumidor: 6 processos mentais

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise e Cultura

Entender a mente do consumidor é uma etapa fundamental na criação dos caminhos que levam a uma venda conclusiva. As empresas que se reformulam para chegar nos pontos adequados se mostram as mais bem sucedidas do mercado. Além de entender o que é a psicologia do consumidor confira alguns dos processos mentais mais utilizados.

 

O que é a psicologia do consumidor?

Psicologia do consumidor se trata da reflexão sobre o comportamento dos clientes a fim de entender como decidem suas escolhas. Basicamente, é um mapeamento dos fatores relevantes a esse grupo sobre como agem diante das ofertas de mercado. Com isso, conseguimos guiá-lo para que opte por determinado produto e outro não.

As informações obtidas conseguem criar um padrão que ajuda na criação de produtos específicos para tal. Por meio dessa abordagem o consumidor se torna um livro aberto, mas com desejos honestos. Em vez de se aproveitar dele, é preciso utilizar dessa ligação para o desenvolvimento de uma parceria frutífera.

Os clientes são peças fundamentais para projetar o sucesso de qualquer negócio, por isso não se deve abandoná-los. Com isso, qualquer expansão necessitará do público-alvo que será fidelizado como forma de apoio e prestação de serviços. Dessa forma, uma promoção empresarial com eficácia precisa refletir sobre os hábitos de consumo de quem compra.

 

Pontos de influência nas compras

A psicologia do consumidor pontua com uma assertividade quase exata sobre os processos envolvidos na compra. É preciso ter em mente que o ato da compra pode se caminhar para longe de qualquer aspecto racional. Por exemplo, com certeza você conhece alguém que compra algo sem ter necessidade sobre isso.

Além da razão, diversos outros pontos acabam influenciando o ato da compra do consumidor. O próprio status de determinada marca pode ser suficiente para que alguém se incentive a comprá-la. Sem contar que os valores culturais do próprio ambiente que acaba influenciando.

Ou seja, você pode acabar comprando algo porque alguém influente comprou o mesmo produto.

 

Por que considerar a Psicologia do Consumidor?

O principal valor em relação à psicologia do consumidor é o sucesso que uma organização pode ter com o uso dela. É através disso que se torna possível conquistar os compradores e fidelizá-los ao propósito do negócio. Isso, claro, alinhado com as necessidades que precisam ser atendidas no mercado.

É por causa disso que é gasto anualmente uma fortuna em investimento para alavancar a propaganda e Marketing. O propósito, como deve imaginar, é alcançar esse objetivo de forma mais direcionada e eficaz.

Assim, é preciso conhecer muito bem a mente do consumidor para que esse investimento seja muito bem direcionado. Isso trará o retorno esperado e aplicado ao crescimento do negócio com sucesso.

 

Identificação com o consumidor

A psicologia do consumidor se mostra como uma ponte sustentável de crescimento da empresa com o comprador. Isso acontece quando a empresa consegue se conectar de verdade com o cliente por meio de suas necessidades. Esse tipo de postura injeta automaticamente um selo de importância sobre ele e o incentiva a apostar nele.


NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.


Em outras palavras, não se trata de um gasto sobre algum objeto, mas, sim, um investimento. A sua felicidade floresce da necessidade em satisfazer uma vontade com quem busca entendê-lo. Independente de quais sejam, é possível satisfazê-las e criar o impulso de retorna à compra.

Leia Também:  Ou você muda ou tudo se repete

Vale lembrar que as necessidades não seguem um único padrão e podem ser fundamentais ou não. Nesse caso, as compras que precisam ser feitas de modo cotidiano porque satisfazem as necessidades de existência. Por outro lado, outras não tão urgentes e ligadas diretamente com o seu bem-estar.

 

Benefícios de entender a Psicologia do Consumidor

O ótimo uso da psicologia do consumidor proporciona ganhos gigantescos as empresas e muito além do âmbito material. Embora seja complicado às vezes, o esforço realizado projeta diretamente a empresa em direção ao sucesso universal que deseja. Isso fica evidente quando olhamos para:

 

Aumento das vendas

Os serviços e bens comprados visam satisfazer as necessidades contínuas e específicas que o público tem. Quando conhecemos o nosso público-alvo, acabamos por aumentar nossas chances de retorno por oferecer algo que eles esperavam. Consequentemente, as vendas podem aumentar, garantindo o sucesso da empresa.

 

Defensores de marca

Não basta ter apenas clientes que gostam da marca, mas que também podem fazer a propaganda voluntária sobre ela. O boca a boca, principalmente pela internet, contribui para a melhora de sua imagem e respeito no mercado. Além do investimento feito inicialmente, os próprios compradores projetam positivamente a sua marca.

 

Satisfação do cliente

Já que ninguém quer perder clientes, o propósito aqui é garantir a sua satisfação e confiança de investimento. A fidelização ocorre quando entendemos as suas expectativas em relação a atendimento e serviço. Gradativamente, o processo é aperfeiçoado, a relação comercial cresce e a sua satisfação fica garantida.

 

Indicadores de performance

Os empreendedores sabem que a percepção subjetiva do sucesso a empresa não deve ser suficiente. Esse tipo de resposta precisa ser alcançada através de indicadores e sendo melhorada de maneira contínua em prol dos envolvidos. Com isso, a aplicação da psicologia do consumidor acaba por refinar essa vista e direcionar melhor cada ação.

Por exemplo, o uso do CAC, Custo de Aquisição do cliente, serve muito bem a esse propósito. Quando uma organização cresce a sua base com indicações, gastará cada vez menos com estratégias e ferramentas de captação. Com isso, seu ROI, retorno sobre investimentos, acaba por encontrar o seu aumento.

Além disso, o LTV, Lifetime Value, anota o aumento de valor a cada fidelização e retorno do consumidor. Fora o Net Promotion Score, ou NPS, responsável sobre determinar a inclinação de recomendação dos clientes a outros negócios parceiros. Todos acabam por ganhar, tanto quem compra, quanto quem vende.

 

Exemplos de processos mentais da Psicologia do Cliente

Por fim, os processos mentais utilizados pela psicologia do consumidor ajudam a definir o alcance de suas vendas. É aqui que construímos de verdade um estudo sobre o perfil do consumidor e o que ele deseja. A exemplo, citamos:

 

1 – Reciprocidade

Quando queremos receber do público, é preciso entendê-lo e dar tudo aquilo que precisam. Essa troca contínua se mostra bastante atrativa para ambos os lados de maneira crescente e bastante satisfatória.

 

2 – Escassez

“Eu tenho, você não tem”, apesar de ser um pouco irritante, mostra um apelo à exclusividade em um produto. Sem desrespeitar o cliente é possível apressar o seu “sim” na compra de modo mais urgente. Terá a sensação de que quanto antes comprar determinada proposta, melhor a ele.

 

3 – Aprovação social

Quando adquirimos determinados produtos acabamos por sermos aceitos em qualquer grupo semelhante. Inconscientemente, o consumidor se move a determinada direção para que seja aprovado pelos demais. Esse é um dos maiores gatilhos as compras.

Leia Também:  7 frases de psicanálise para você refletir

 

4 – Compromisso e coerência

Em hipótese alguma a essência da marca deve ser deixada de lado quando qualquer oportunidade absurda surja no caminho. Tenha em mente que alguém compra o que você vende porque você o representa, de certo modo. Quando isso acaba se desfazendo e perde a coerência, se vai também o desejo de comprar das suas mãos.

 

5 – Afeição

Como dito linhas acima, o cliente compra de você porque acaba representando os ideais dele. Existe uma afeição, de modo que nutra até certo carinho pela marca.

 

6 – Autoridade

Quando foca exclusivamente em determinado público, as chances de se tornar autoridade na área são muito maiores. Você se torna referência de tudo aquilo que estão querendo, sem contar o respeito.

 

Considerações finais sobre a psicologia do consumidor

A psicologia do consumidor é o caminho mais adequado para que possamos nos conectar de verdade com ele. Não apenas faz com que a marca se identifique, mas cria um laço em que tudo o que desejam pode ser atendido. Dessa forma, se apoiarão incondicionalmente e crescerão um com o outro.

Com isso, é preciso se esforçar para que consigamos antecipar as tendências existentes e oferecer o que precisam. No momento em que nos alinhamos com suas necessidades, acredite, podemos nos tornar seus melhores amigos.

A fim de garantir aos seus canais estratégias de vendas efetivas, se inscreva em nosso curso 100% EAD de Psicanálise Clínica. Com a ajuda dele, poderá se tornar mais sensível às próprias necessidades e às necessidades dos demais, lidando adequadamente com cada demanda. A Psicanálise acaba lapidando o seu autoconhecimento e te preparando ao uso da psicologia do consumidor de maneira efetiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 − quatro =