caminhos para tomar quando o amor acaba

Quando o amor acaba: 6 caminhos a tomar

Posted on Posted in Comportamento

Sim, é difícil se acostumar com a ideia de quando o amor acaba, mas às vezes é assim. Hoje parece que cada vez mais relacionamentos se rompem, famílias se separam ou aparecem terceiros. O amor chega ao fim e dúvidas começam a surgir sobre o que podemos fazer neste momento em que começamos a acreditar que acabou o amor

É melhor que eles te deixem ou você tem que tomar a decisão de terminar o relacionamento? Não pode haver parte fácil em nenhuma das posições. É sempre difícil sair ou ter que deixar algo que te fez feliz, ver como está se esgotando o tempo para manter unidas duas pessoas que acreditavam que eram fortes para ficarem juntas. Mas manter algo como era antes, não é uma boa opção.

Qual decisão tomar quando o amor acaba

Tomar a decisão de terminar um relacionamento sempre será difícil, então você tem que avaliar os prós e os contras antes de fazer isso.  Alguma coisa mudou? Isso pode ter uma solução? Eu quero consertar isso ou não quero mais brigar pelo meu relacionamento? É exaustão ou falta de desejo? Eu acho que mereço melhor?

Avaliar todas essas questões permite que você reserve um tempo para refletir e se certificar talvez um pouco mais antes de tomar uma decisão. Embora possa não parece ser correta, pelo menos será adequada no momento em que você for.

A impulsividade, a raiva ou a tristeza não levam a uma boa decisão, por isso é preciso esperar para refletir, ter tempo e permitir-se sentir para poder escolher.

6 caminhos a tomar quando o amor acaba

Aceite

A aceitação é o ponto de partida quando enxergamos que o amor acabou, caso contrário, se não aceitarmos podemos nos deixar levar por emoções negativas como raiva ou culpa.

Compreender a dor emocional que sentimos neste momento, reconhecer que faz parte da vida. E, se a administrarmos bem, pode até nos permitir crescer, é a forma certa de ultrapassar este momento delicado.

Compreenda a situação e não tenha pressa

Dizer adeus para uma pessoa que já amamos não deve ser o resultado de um ato impulsivo, mas deve ser meditado e refletido. Isso significa que a situação deve ser entendida e vista objetivamente.

E quando fica claro que ficar nessa situação só vai causar dor, é melhor deixar pra lá. Agora, sempre há outras opções antes disso. Por exemplo, opte pelo diálogo ou vá à terapia de casal se quiser salvar o relacionamento. No entanto, há momentos em que o adeus é inevitável, e então resta apenas dizer adeus.

Faça coisas que o preencham

A felicidade tem muito a ver com os momentos em que passamos realizando atividades prazerosas, que nos fazem sentir bem. Nossos hábitos e nossa mentalidade positiva podem nos fazer viver momentos enriquecedores e podem nos permitir aproveitar as oportunidades que se apresentam.

Praticar esportes, por exemplo, é fundamental para reduzir o estresse ou a ansiedade da separação e ajuda a melhorar o humor e a autoestima prejudicados após o divórcio.

Além disso, é imprescindível a realização de atividades ao ar livre. Pois, conforme indicam estudos científicos, o sol (desde que a exposição seja saudável) provoca um aumento da vitamina D em nosso organismo.

Leia Também:  Características da mente sadia

Essa vitamina influencia positivamente o bom funcionamento do sistema imunológico e aumenta a produção de endorfinas, substâncias endógenas relacionadas ao prazer.

Vá ao psicólogo

Às vezes é aconselhável ir ao psicólogo. Pois, principalmente naquelas situações em que existem certos conflitos (por exemplo, batalhas judiciais), superar o divórcio não é fácil.

Psicólogos especializados em terapia de divórcio fornecem ferramentas que permitirão que você enfrente esta situação de uma forma saudável. E, assim, recupere o equilíbrio emocional, a autoestima e controle a culpa, o ressentimento e outras emoções negativas que não permitem que você supere o divórcio.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Aprenda com o divórcio

    Experiências desagradáveis nos ajudam a crescer, então, em vez de se recriar no negativo, use a separação para aprender e, portanto, crescer como pessoa.

    Você pode não perceber nos momentos iniciais, mas pode sair dessa situação mais forte se administrar bem o processo de luto. Agora que você está separado, aproveite esta oportunidade para fazer o que sempre quis. Lute pelo seu desenvolvimento pessoal.

    Faça um curso de inteligência emocional

    A inteligência emocional é um dos paradigmas mais importantes da psicologia nos últimos tempos. Pois, estudos científicos mostram que ela traz muitos benefícios, entre eles, melhora o bem-estar das pessoas.

    A inteligência emocional é composta de cinco elementos: autoconsciência, regulação emocional, automotivação, empatia e habilidade social . Algumas instituições oferecem cursos ou workshops para que as pessoas possam desenvolver as habilidades emocionais para serem felizes.

    Estágios diferentes não significam que o amor acabou

    O amor passa por estágios. Acreditar que acabou ficando em um estágio diferente do que estava no início é um erro mais comum do que pensamos. Passar pelo estágio de paixão é ótimo, mas não é totalmente real. Precisamos conhecer nosso parceiro como ele é e é isso que nos dará a oportunidade de amar de verdade, sem curativos.

    O amor é um caminho longo e, de vez em quando, complicado. Por isso, às vezes terminar significa manter uma pitada de amor entre os dois de forma diferente e, outras vezes, puxar muito de algo já acabado pode acabar quebrando as pontas de quem joga. Dê a si mesmo algum tempo para refletir e se perguntar: com quem você está hoje, é com quem você quer desenhar o seu futuro?

    Considerações finais sobre quando o amor acaba

    O amor às vezes tem um começo e um fim. O início de uma história é marcado pela esperança e emoção do encontro e pensamos que o amor nunca acaba. Porém, desgosto é um desentendimento que atinge os protagonistas de forma negativa.

    O que fazer quando o amor acabar? Neste momento em que os pensamentos e as emoções podem ser tão intensos, é muito importante saber o que fazer quando o amor acabar. A vida continua e esta é a melhor filosofia que você pode colocar em prática para conter o drama.

    Gostou do artigo sobre alguns caminhos a tomar quando o amor acaba? Então, se inscreva em nosso curso online de psicanálise clinica.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *