tensão muscular

Tensão muscular: 5 causas psicológicas

Posted on Posted in Comportamento, Transtornos e Doenças

Ao longo do dia o nosso corpo entra em um processo de desgaste natural graças aos esforços realizados. O problema acontece quando há um sobrecarregamento, fazendo com que diversos estímulos o levem ao limite. Isso é o que você entenderá ao saber mais sobre tensão muscular e as suas causas psicológicas.

O que é tensão muscular?

Tensão muscular se trata de uma reação fisiológica ocasionada por estímulos externos que causam desconforto. Fica mais evidente quando fatores emocionais estão envolvidos, fazendo com que sintamos dores e outros males. Por exemplo, estresse, ansiedade ou outros problemas ligados com a postura.

Ademais, a tensão criada pode ir além, variando em intensidade e comprometer a nossa postura. Quem nunca sentiu dores nos ombros, costas e pescoço em algum momento da vida? Porém, essa tensão pode acontecer em qualquer parte do corpo levado ao limite.

Com isso, essa tensão nos músculos pode acontecer tanto por conta dos hábitos inadequados quanto da rotina estressante que leva. Unificando, a sobrecarga física, mental e emocional originadas daqui cobram o seu preço a qualquer momento.

O que causa tensão muscular?

Não se tem apenas um indicador do que pode estar causando a tensão muscular em alguém. Como dito linhas acima, isso pode acontecer graças a estímulos físicos ou emocionais, especialmente o segundo. Nisso, podemos citar cinco deles e outros fatores, como:

Estresse

Graças a determinados estímulos o corpo acredita que está sendo atacado, liberando substâncias nocivas quando combinadas. Embora o estresse seja necessário como uma reação natural de sobrevivência, ativado gratuitamente é mais nocivo do que imagina. Toda a canalização se concentrará em algumas artes do corpo, ocasionando lesões e dores como resposta.

Ansiedade

Antecipar eventos que você idealiza, princialmente os ruins, ajuda a comprometer o seu estado natural de saúde. Já que a mente não pode descansar, o corpo não consegue fazer a mesma coisa. Assim, você desconta em si mesmo essa tensão acumulada na mente como forma de descarrego.

Insegurança

Mesmo que seja ligada com a ansiedade, a insegurança pode se manifestar a respeito de qualquer área da vida. O problema é o desgaste que isso provoca tanto na mente quanto no corpo do indivíduo. Existe um gasto de energia contínuo aqui que cada vez mais enfraquece a pessoa.

Preocupações

Algumas vezes, criamos tensões a respeito de situações cotidianas, sejam elas de menor ou maior gravidade. Dentre as mais variadas razões está o nosso descontrole sobre a situação e incapacidade de moldá-la como queremos. Bem, o problema surge que enquanto isso acontecer, o nosso corpo sentirá uma tensão crescente e bastante incômoda.

Cansaço mental

Sendo o nosso entro de comando, refletimos fisicamente o que a mente experimenta do cotidiano. Porém, quanto mais desgastada e cansada ela está, mais comprometidos ficamos fisicamente. Note que enquanto você não consegue relaxar o seu corpo continua a sofrer com as tensões.

Postura incorreta

Não pense que os momentos em que fica com a postura inadequada passam despercebidos. Muitas vezes as tensões musculares surgem exatamente desse ponto e até que a corrija sentirá os incômodos e sequelas.

Excesso de treinos

Mesmo quando cuida da sua saúde pode se prejudicar mais do que ajudar. Isso porque os exercícios feitos de maneira inadequada podem ferir o seu corpo e levá-lo ao limite. Algumas das tensões que pode sentir provavelmente surgiram dessas atividades em excesso e sem descanso.

Consequências

A convivência contínua com a tensão muscular cobra um preço alto e que todos nós não conseguimos lidar. Imagine ter todo o seu dia convivendo com dores musculares tão sensíveis a ponto de surgirem por qualquer movimento. Muitas das atividades que fazemos demandam concentração e carregados por uma dor contínua fica difícil executá-las.

Leia Também:  Sexualidade na Adolescência: reflexões de uma professora em sala de aula

Ademais, a tensão nos enfraquece e nos força a ter indisposições físicas e mentais. Sem contar os espasmos musculares e câimbras, retirando a nossa concentração e desviando a atenção de ações necessárias.

Em casos mais graves, muitas pessoas acabam com os seus movimentos limitados e perdendo o refinamento da coordenação motora. Usando outras palavras, o membro pode ficar seriamente afetado e ser menos funcional.

NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

A tensão muscular no pescoço

O pescoço é uma das áreas mais afetas quando falamos em tensão muscular por ser um dos centros do corpo. A sensação de desconforto ocorre aqui por conta da quantidade de músculos que se contraem em excesso durante o dia. Isso é bastante comum em quem mantém a mesma posição por muito tempo ou repete os mesmos gestos.

À medida em que mergulhamos em estresse o cérebro manda sinais para os nossos músculos. Os mesmos acabam em uma posição estática graças à pressão feita pelo comando do cérebro. Isso acontece em situações de perigo e estresse de forma semelhante, já que a mente não sabe distinguir as diferenças.

Com a musculatura pressionada, tanto o pescoço quanto os ombros paralisam e geram lesões internas. Porém, manter uma postura incorreta por muito tempo faz com que situações semelhantes aconteçam e provoquem dores.

Como lidar com a dor no pescoço e ombros?

Tratando-se de tensão muscular damos atenção especial ao pescoço e ombro por serem partes muito sensíveis. Note que são alguns dos primeiros locais a reclamarem de tensão ou, por vezes, os únicos. A fim de aliviar e lidar adequadamente com esse problema, comece por:

Dividir o peso

Um dos maiores problemas com as tensões é a nossa disposição para carregar sacolas muito pesadas. Se possível, evite carregar muito peso de uma só vez e sempre divida o peso das sacolas igualmente. Dessa forma vai evitar que os ombros se desnivelem e não tenham fadiga muscular.

Hidrate-se

Beber água com frequência ajuda a prevenir que os músculos se desgastem. Por meio de uma hidratação adequada a espinha e a vértebra podem trabalhar adequadamente sem se forçarem.

Durma de lado

Ao dormir de lado está contribuindo ao alinhamento da coluna, bem como à hidratação dos seus discos. Porém, isso deve ser feito com o apoio de travesseiros que preencham a distância entre o pescoço e o ombro. Ademais, coloque um travesseiro entre as pernas para que o corpo se alinhe por completo e não crie tensões.

Reconhecendo a tensão

É bastante fácil reconhecer uma tensão muscular, independente de sua gravidade. Ainda assim, é preciso saber as diferenças entre ela, quando estresse ou postura intervém, de uma dor muscular por lesão. Quanto a essa última, os traumas causam dor aguda que posteriormente pode inflamar.

Já a tensão pode limitar os movimentos, causar fraqueza nos músculos e enrijecer o local. Sem contar o inchaço e a vermelhidão, sinais muito aparentes do problema.

Como aliviar tensão muscular

Acima mencionamos os cuidados com a tensão muscular no pescoço e ombros, mas agora falamos sobre trabalhar o problema sistematicamente. O ideal é buscar a ajuda de um profissional para guiar você em um tratamento adequado. Até que isso aconteça, pode iniciar alguns cuidados consigo e trabalhar esse bloqueio, como:

  • Tente limpar a sua mente de pensamentos e idealizações nocivas;
  • Alongue o seu corpo com exercícios para acalmar e reduzir a ansiedade;
  • Muitos chás ajudam a acalmar e aliviar o estresse, então passe a incluí-los moderadamente;
  • Faça massagens com óleo ou hidratante na região afetada;
  • Além da água morna diretamente na região, alterne compressas de gelo e água quente;
  • Se possível, mantenha distância de tudo aquilo que lhe causa estresse ou mal-estar.
Leia Também:  Sonhar com Sorvete: 11 significados possíveis

Considerações finais sobre tensão muscular

A tensão muscular se mostra como uma resposta imediata as oscilações ruins em nossa parte emocional. Quanto mais irritados, estressados e tristes estivermos, mais alta e frequente ela se mostra.

O que precisa fazer é remodelar a sua rotina para que essas impressões negativas fluam em vez de acumularem. Em vez de focar no cotidiano estressante, passe a incluir atividades que te tragam prazer e descanso. Precisa criar condições para não se ver refém dessas armadilhas cotidianas e se desgastar sempre que surgirem.

Um meio eficaz de conseguir isso é através do nosso curso 100% online de Psicanálise. Além de trabalhar o seu autoconhecimento, contribui diretamente à sua resiliência e descoberta do potencial interno. Com a Psicanálise ao seu lado, qualquer tensão muscular ou desconforto será reduzido a pequenos incômodos fáceis de lidar rapidamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 1 =