O que é Teste MBTI? As 16 personalidades

Posted on Posted in Psicanálise, Psicanálise e Cultura

Você já ouviu falar sobre o teste MBTI? Ele é um teste que vem recebendo destaque ultimamente. Caso já tenha ouvido falar a respeito, sabe o que ele é, o que mede, ou pra que serve? Este artigo espera responder algumas dessas perguntas!

O que é o teste MBTI

O teste mbti é a tipologia de Myers-Briggs, ou indicador tipológico, ou ainda classificação tipológica de Myers-Briggs. Ele é um instrumento utilizado para identificar características e preferências pessoais.

Ele foi desenvolvido por Katharine Cook Briggs e sua filha Isabel Briggs Myers durante a Segunda Guerra Mundial. Elas se basearam nas teorias de Carl Gustav Jung sobre os Tipos Psicológicos.

Ademais, o CPP Inc., que é o editor do instrumento MBTI, o chama de “a avaliação de personalidade mais amplamente utilizada no mundo”. A título de curiosidade, saiba que há até dois milhões de avaliações administradas anualmente através desse teste.

Além disso, todos os defensores dessa técnica afirmam que o indicador atende ou ultrapassa a confiabilidade de outros instrumentos psicológicos. Assim, conclui-se que ele inclui relatos do comportamento individual dos que são analisados.

No entanto, alguns psicólogos criticaram o indicador e afirmam que ele “carece de dados válidos convincentes”.

Como funciona o MBTI

É preciso que entendemos como o teste MBTI funciona. Para começo de conversa, de acordo com ele, há dois pares de funções cognitivas opostas. Essas funções foram tratadas inicialmente nas teorias dos tipos psicológicos de Jung. Elas são:

  • As funções racionais, ou juízo: pensar e sentir;
  • As funções irracionais, ou percepção: sensação e intuição.

Para Jung, cada uma dessas funções se expressa primeiramente na forma introvertida ou extrovertida. Assim, para ele, nós nascemos com formas específicas de ver o mundo e tomas decisões. Por sua vez,  isso se assemelharia a nascermos destros ou canhotos.

Especificidades do teste MBTI

Com base nesse conceito. a Myers e Briggs criam sua própria teoria dos tipos psicológicos. E essa é a teoria que embasa o MBTI. Nele, classificam-se algumas das nossas diferenças psicológicas ou dicotomias. A partir dessa classificação, são estabelecidos 16 tipos psicológicos possíveis.

Dado que existem tantos tipos de personalidade diferentes, saiba que não há um que seja melhor do que o outro. Porém, nosso instinto nos leva a querer globalizar todos eles. Contudo, há preferências psicológicas que se opõem e acessa-las é mais difícil. Apesar disso, se recebermos ajuda, poderemos adquirir competências novas através de práticas e do desenvolvimento pessoal.

O teste MBTI permite determinar a função dominante a função auxiliar de cada um. Ele destaca as preferências de acordo com quatro eixos.

Eixos do teste

  1. Introversão (I) e Extroversão (E): Eles são orientações da energia, a função auxiliar do sujeito. Não é determinada por ser aberto ou tímido, mas de ter como fonte de energia o mundo exterior ou o mundo interior.
  2. Sensação (S) e Intuição (N): É uma recopilação de informação, sendo o modo pelo qual a pessoa prioriza a recopilação da informação. Lembrando que sempre haverá uma função dominante e outra auxiliar.
  3. Racionalidade (T) e Emoção (F): Ela diz respeito a nossa tomada de decisões. Ou seja, o modo como tratamos as informações a que temos acesso.
  4. Juízo (J) e Percepção (P): Tem a ver com nosso modo de ação. Essa é a nossa função principal.

A dicotomia Juízo-Percepção foi adicionada por Myres e Briggs para refinar as personalidades. Além disso, ela serve para entender melhor as funções mais potentes que temos, que são a percepção ou juízo.

A respeito das funções, Jung afirma que a percepção (Sensação ou Intuição) é extrovertida nos tipos irracionais. Já o juízo (Racionalidade ou Emoção) é extrovertido nos tipos racionais.

Através dessas definições, o MBTI permite identificar 16 grandes tipos de personalidade. Eles se dão a partir de polos opostos sobre quatro eixos precedentes. E é o teste MBTI que determina qual é nosso tipo. O resultado dele apresenta quatro letras, as iniciais (em inglês) que refletem cada um dos quatro tipos de preferência.

Vamos falar desses tipos mais abaixo.

Importância do teste MBTI

O MBTI nos permite compreender melhor a diversidade do comportamento humano. Em especial o nosso. E ele costuma ser utilizado durante sessões de acompanhamento psicológico. Principalmente para o desenvolvimento pessoal e coaching. Através dos resultados do teste MBTI, aprendemos a valorizar o outro por sua personalidade, não apesar dela.

Quando conhecemos nosso tipo, conseguimos dar nome as às coisas que sentimos. Temos a oportunidade de aprender a administrar melhor as relações interpessoais. Afinal, conheceremos melhor os tipos de personalidades que encontraremos pela vida.

Leia Também:  Estabilidade emocional: 6 dicas para alcançar

Já no campo profissional, o teste MBTI ajuda a coordenar equipes. Além disso, ajuda a saber como atuar de acordo com as características de cada um, seja subordinado ou superior.

As 16 personalidades segundo o teste MBTI

Neste tópico nós iremos falar de cada um dos tipos de personalidades encontrados no teste MBTI. Lembre-se que a inicial de cada uma das funções juntas é o que determina os tipos.

Arquiteto (INTJ)

Esse tipo engloba pensadores criativos e estratégicos que têm um plano para tudo. Eles são solitários, além de fazerem parte de um dos tipos de personalidades mais raros e com grande capacidade estratégica. Além disso, eles possuem conhecimento de suas próprias qualidades.

Apenas 2% da população pode ser classificada a partir deste tipo, sendo que e as mulheres dele são ainda mais raras: apenas 0.8%.

Essas pessoas possuem um intelectualismo incansável e estratégias aguçadas. Elas são também decididas, ambiciosas, imaginativas, muito curiosas e não desperdiçam suas energias.

Lógico (INTP)

Esse também é um tipo de personalidade raro. É formado por apenas 3% da população! Essa raridade é boa para esse tipo, já que eles consideram que ser comum é horrível. Eles são orgulhos de suas criatividades e engenhos, além de possuírem uma perspectiva do mundo que é única. Eles possuem um vigoroso intelecto. Dentre os filósofos e arquitetos, vemos muitas pessoas com essa personalidade.

Além deles, o professor sonhador é um exemplo dessa personalidade. Os INTPs têm sido responsáveis por muitas descobertas científicas das quais usufruímos e nos debruçamos até hoje.

Comandante ( ENTJ)

Esse são líderes naturais. Eles possuem qualidades como carisma e da confiança. Isso os permite projetar a autoridade de um jeito que atraí multidões que buscam um objetivo em comum. Eles são caracterizados por um nível cruel de racionalidade. Ademais, eles sempre estão usando sua motivação, determinação e mente astuta para atingir o que eles desejarem. Esse tipo corresponde a 3% da população.

Inovador (ENTP)

Esse tipo vibra com o processo de retaliação de argumentos e crenças e deixam o estragos no ar. Isso para eles é diversão, pois não há um outro tipo que ame mais o debate mental do que eles. Eles possuem uma inteligência rápida e muito conhecimento acumulado. Isso além de uma capacidade de conexão de ideias diversas invejável. Ademais, há que se considerar que eles são craques em mobilizar tudo isso para comprovar suas ideias.

Advogado (INFJ)

Eles são o tipo de personalidade realmente mais rara, sendo apenas 1% da população. No entanto, a marca que eles deixam no mundo é profunda. Eles são diplomatas e nascem com im senso de idealismo e moralismo grande.

Contudo, o traço que os diferencia dos outros é o traço julgador (J). Eles não são sonhadores do tipo ocioso, ao contrário, eles são os que estabelecem metas reais para o que querem. E por onde eles passam, eles deixam um impacto positivo.

Mediador (INFP)

Eles são verdadeiros idealistas. Estão sempre procurando o bem, mesmo nas piores pessoas e circunstâncias. Assim sendo, nessas buscas eles encontram caminhos para tornar tudo melhor. Apesar de transmitirem calmaria e parecerem reservados, eles têm paixão e desejo de brilhar. E são 4% da população.

Protagonista (ENFJ)

Pessoas classificadas como protagonistas também são líderes naturais. São cheios de paixão e carisma, e correspondem à 2% da população. Muitas vezes, eles são os políticos, treinadores e professores que encontramos.

São pessoas que buscam estender a mão e inspirar os outros a fazerem o bem para o mundo. Possuem uma confiança natural e geram influência nos que o rodeiam. Eles se orgulham e se divertem enquanto guiam os outros para melhorarem a si e a comunidade.

Ativista (ENFP)

São verdadeiros espíritos livres. Eles são a animação das festas e desejam aproveitar as conexões sociais e emocionais da melhor forma. Representam aproximadamente 7% da população. Extremamente charmosos, são também independentes, compassivos e podemos encontrá-los em qualquer multidão.

Logístico (ISTJ)

É o tipo que mais encontramos na multidão. Correspondem a 13% da população. Eles são íntegros, práticos e dedicados ao trabalho. Eles são essenciais para as famílias, empresas. Ademais, gostam de assumir responsabilidades por suas ações e se orgulham do trabalho que fazem.

Defensor (ISFJ)

As características desse tipo desafiam seus traços individuais. Possuem habilidades analíticas excelentes e são capazes de desenvolver um ótimo relacionamento com as pessoas. São muito julgadores, mas são também receptivos as mudanças e novas ideias.

Executivo (ESTJ)

Pessoas executivas são representantes da tradição e da ordem. Eles utilizam seus entendimentos do que é certo, errado e socialmente aceitável para unir famílias e comunidades. Eles são valorizados pelas sua honestidade, dedicação e dignidade. Além disso, são ótimos conselheiros e orientadores e ficam felizes por liderarem.

Leia Também:  Complexo de inferioridade: teste online

Cônsul (ESFJ)

Essas pessoas são muito populares. E compreendem 12% da população. Eles são os líderes de torcida nas escolas, são os que ditam a moda e são o centro das atenções. Depois da escola, eles continuam apoiando os amigos e organizam as reuniões sociais e se esforçam para a felicidade de todos.

Virtuoso (ISTP)

Eles amam explorar o mundo com suas mãos e olhos. Assim, tocam e examinam o mundo a sua volta com um racionalismo tranquilo e uma curiosidade espirituosa. Eles são os fazedores naturais e de projeto em projeto constroem o que é útil e o superficial por diversão. Geralmente são os engenheiros e mecânicos.

Aventureiro (ISFP)

Esses são os artistas. Não só os artistas que pintam, mas são os que amam a estética, o design. Amam alterar as expectativas tradicionais estabelecidas com experimentos na beleza e no comportamento.

Empreendedor (ESTP)

Eles são o tipo que impacta quem os rodeia. Estão sempre nas festas e nos grandes grupos. Estão sempre rindo e tem um humor brusco e rústico e amam ser o centro da atenção. Eles são os que se voluntariam para subir ao palco, sabe? Inclusive, eles não gostam de nenhum assunto arrastado e muito global. Eles gostam mesmo de conversas energéticas e inteligentes.

Animador (ESFP)

Sabe aquela pessoa que está sempre cantando e dançando do nada? Então, provavelmente, essas esse tipo de pessoa tem essa personalidade. Elas são super animadas e querem que todo mundo esteja tão animado quanto elas. Assim sendo, são extremamente generosos e buscam incentivar a todos.

Além disso, são muito observadores e sensíveis as emoções dos outros. No entanto, quando estão envoltos a problemas, eles preferem os ignorar e evitar conflitos. Geralmente são dramáticos e apaixonados.

Conclusão

O autoconhecimento é uma jornada que precisamos tralhar para conseguirmos ser pessoas melhores. Assim, vimos que teste MBTI é uma ótima ferramenta para nos ajudar nesse caminho.

Ademais, se você tem interesse sobre autoconhecimento, personalidade, conheça nosso curso de Psicanálise online. Além de ferramentas como o teste MBTI, você encontrará materiais que ensinam a abordar conteúdos como o eneagrama e outras classificações de personalidades humanas.

Foi útil para você? Curta, Comente e Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *