a vida é muito curta para ser pequena

A vida é muito curta para ser pequena

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise

O que você está fazendo com essa coisa louca que é a sua vida? No texto de hoje, falaremos sobre como a vida é muito curta para ser pequena. No entanto, há pessoas que parecem se esforçar para ter uma vida apequenada. Nesse contexto, gostaríamos de comentar um pouco as diferentes possibilidades de vidas incríveis que você pode ter. O conceito de grandeza é muito distinto, de modo que vidas incríveis podem ter contornos bastante diferentes.

A vida é muito curta para ser pequena, mas o que seria uma vida grande?

Já sabemos que a vida não deve ser pequena, mas sabemos também que uma vida grande não significa a mesma coisa para todo mundo. Se assim fosse, não teríamos tantas discussões com os nossos pais sobre o que uma boa vida deveria ser. Atualmente, ter uma casa própria não é tão importante quanto o acúmulo de experiências.

Além disso, o conceito do que é trabalhar tem mudado bastante. Por esse motivo, não há tantas pessoas preocupadas com a construção de uma carreira sólida. Isso porque pessoas assim apenas trabalham para viver. Elas não vivem para trabalhar. 

Diante disso, alguns modelos de vida muito diferentes podem nos atrair ou nos assustar. No entanto, tenha em mente que os modelos de vida mais tradicionais podem ser igualmente atraentes ou perturbadores. É a nossa personalidade, somada à nossas experiências de vida, que vão construindo dentro de nós um ideal do que é viver. Assim sendo, quando falamos que viver é rápido, isso tem muitos contornos diferentes.

Modelos interessantes para quem acha que a vida é muito curta para ser pequena

Nomadismo

Há pessoas que se dedicam a viver pulando de uma cidade para a outra o tempo todo. Não é todo trabalho que dá essa abertura para os funcionários, o que pode ser um problema para as almas aventureiras. Contudo, há quem se planeje para trabalhar por alguns anos só para economizar dinheiro por alguns anos. Uma vez que a meta financeira é conquistada, a pessoa pede demissão e se lança no mundo para viver sua aventura.

O nomadismo, apesar de todos os atrativos, não é fácil. Embora seja maravilhoso conhecer países e lugares novos o tempo todo, há várias barreiras para superar. O dinheiro que você ganha no Brasil pode não valer muito na Europa. Além disso, há que se considerar a saudade, o emprego de renda variável, a falta de estabilidade e a saudade. Contudo, se você acha que pode lidar com tudo isso, pode ser que esse estilo funcione para você.

Casas pequenas

Por outro lado, há pessoas que nem gostam de pular de cidade para cidade usando os meios de transporte convencionais. Há nômades que preferem o conforto, enquanto outro preferem que sua casa seja a sua estrada. Atualmente, é muito fácil encontrar casais e família que vivem em trailers, motorhome ou até no próprio carro. O importante é estar sempre pronto para sair de um lugar assim que a saudade bater.

Para essas pessoas, a vida é curta para ficar parado e, por isso, a casa deve ser como o corpo. Fácil de deslocar por aí.

Estabilidade

Na outra ponta da escala de estilos de vida estão as pessoas que realmente apreciam a estabilidade. Afinal de contas, não é nenhum pecado não gostar de aventura. Essas pessoas não trocariam jamais o cheiro de amaciante dos lençóis por uma vida cheia de viagens de ônibus e hostels baratos. Há um valor muito grande em cuidar e decorar sua casa, além de ter um lugar para chamar de seu.

Leia Também:  Neuropsicopedagogia: significado, estudos e atuação

Tendo isso tudo em vista, saiba que se esse for o seu estilo de vida, está tudo bem. Você não está se conformando ao jeito de viver que seus pais ensinaram. Ademais, mesmo que esse seja o caso, não há problema algum nisso. O importante é conhecer a si mesmo para que a sua vida ganhe os contornos que te satisfazem.

Liberdade

Falando em estabilidade, é muito possível ter uma vida confortável, mas sem liberdade. Uma coisa é você ter a sua própria casa e viver cercado por parentes pedindo ajuda. Para quem gosta de liberdade, é importante ter independência e versatilidade na rotina.

Veganismo

Indo agora para outro tipo de discussão sobre estilo de vida, é necessário considerar as escolhas alimentares que nós fazemos. Para quem é adepto do veganismo, a vida é muito curta para continuar apoiando a crueldade animal. Assim, pessoas ao redor do mundo todo se unem por meio de um estilo de vida que não compreende apenas a alimentação, mas o ativismo político também.

Minimalismo

Falamos ainda nos “ismos”, não podemos deixar de comentar sobre o minimalismo. Trata-se de um estilo de vida em que você opta por reduzir excessos a fim de investir no que realmente tem valor para você. Aqui não estamos falando das roupas e da decoração, mas da maneira de encarar a vida.

Até para os minimalistas a vida pode ser relativamente pequena. No entanto, para eles, é importante se preocupar com o que realmente faz sentido e não com grandezas em excesso.

Sustentabilidade

No que tange à sustentabilidade, as pessoas vivem das mais diferentes maneiras. Há quem busque lutar pelo meio-ambiente por meio do ativismo, como Greta Thunberg. Por outro lado, há pessoas que investem em ações tão simples quanto reciclar o lixo. Nesse contexto, os níveis diferentes de preocupação com a sustentabilidade é que dão o tom para como as pessoas vão conduzir suas vidas.

NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

Família grande

Falando agora sobre relacionamentos, há pessoas que se preocupam bastante com nosso lema de hoje. Para eles, a vida é muito curta para ficar longe da família. Nesse contexto, faz todo o sentido manter o máximo de pessoas da família por perto. O nomadismo seria uma tortura para indivíduos que são muito família, pois a solidão pode ser esmagadora. Em vez de fazer viagens solo, é melhor estar sempre acompanhado!

Vida fitness

Por fim, voltando para o tema da alimentação, para muita gente faz sentido viver com o foco nos nutrientes e calorias. Não necessariamente essa é uma vida superficial, mas o potencial para um estilo de vida que escraviza é grande. Nesse contexto, se para você o corpo tem muita importância, é importante se conhecer bem para notar se essa não é uma maneira de ser prepotente no que tange aos outros e você mesmo.

Comentários finais

No texto de hoje, você conheceu vários estilos de vida diferentes. Fizemos questão de apresentar modelos distintos para que você veja que a vida é muito curta para ser pequena mesmo. Contudo, a vida grande é bem diferente a depender das suas experiências e projeto de vida. Para adquirir mais autoconhecimento no que tange o seu futuro, matricule-se em nosso curso de Psicanálise Clínica online. Nós podemos ajudar você com isso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × cinco =