Bulimia: sintomas e tratamentos em Psicanálise

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise

A bulimia é um transtorno psiquiátrico alimentar, que é caracterizado pela ingestão compulsiva de alimentos(em sua maioria calóricos). Assim, leva o paciente a um estado de culpa.

Nesse contexto, ele irá tentar compensar esta ingestão. Fará isso forçando o vômito, tomando laxantes e/ou medicamentos para controle do apetite. Em alguns casos, o transtorno leva também à prática exagerada de exercícios físicos.

Este transtorno atinge principalmente mulheres, que de forma geral, se sentem pressionadas a terem uma boa forma física. No entanto, pode acometer homens também.

O importante é que você nunca negligencie estes sintomas. Se o simples ato de comer gera alguma angústia, seguida de ações atípicas como as que citamos acima, fique alerta. Pode ser que você precise de ajuda.

Se o diagnóstico acusar bulimia, o transtorno deve ser tratado junto a um especialista. Ele orientará e conversará com o paciente, de maneira a evitar estes episódios.

De que forma a psicanálise atua no tratamento da bulimia?

A psicanálise é o estudo comportamental, que visa compreender o ser humano em todos os seus aspectos.

Foi criada por Sigmund Freud, e é independente da psicologia, porque visa compreender outras facetas da personalidade humana. Não somente o que já foi mapeado por psicólogos ou terapeutas.

Tendo os aspectos deste estudo em vista, a psicanálise irá ajudar a compreender os aspectos inconscientes que levam o paciente a se alimentar de forma compulsiva. Além disso, investigará quais fatores causam o sentimento de culpa em seguida.

Pessoas com bulimia, geralmente tem dificuldades em se relacionar com os outros, e baixo autoconhecimento. O trabalho do psicoterapeuta será identificar todas esses pontos. Dessa forma, ficará mais claro como definir a melhor forma de tratar o paciente.

Técnica da Psicoterapia aplicada ao paciente

O psicanalista irá realizar alguns levantamentos. Em primeiro lugar, verificará em quais contextos o transtorno se  manifesta e qual o significado disso para o paciente. Isso ao ponto de levá-lo a comer demasiadamente, e se sentir no dever de compensar esta ação.

Mesmo que pareça uma tarefa simples, o profissional pode concluir que um único sintoma pode estar vinculado a muitas situações. Estas, que estão trabalhando no subconsciente do indivíduo, geram muito sofrimento psíquico.

Este ponto é muito importante para tratar cada situação de forma separada, e permitir que o paciente retome um comportamento natural em sua rotina diária.

Além de identificar o impacto que estas situações geram no paciente, o profissional precisa entender de que forma isso trabalha no inconsciente da pessoa. Assim,  será possível inciar uma terapia, entendendo cada vez mais como os sintomas da bulimia camuflam possíveis inseguranças no paciente.

A partir disso, as consultas serão baseadas em tudo o que o paciente informa sobre seu dia-a-dia, e o psicoterapeuta vai identificar os gatilhos que desencadeiam os episódios sintomáticos da bulimia.

Diferencial da psicanálise comparado com outras terapias

Por observar todas as características da personalidade do paciente, os sintomas são tratados de forma pontual, o que vem se mostrando eficiente em controlar os episódios de manifestação da bulimia.

Por tratar das razões que levam aos sintomas apresentados na bulimia, a psicoterapia tem se mostrado efetiva por haver uma melhora significativa para o paciente com relação seu comportamento alimentar.

Outras terapias podem não ser tão bem sucedidas, porque geralmente focam somente nos sintomas da doença, e embora isso seja tratado(os sintomas), identificar as raízes do problema abre caminho para o autoconhecimento e autocontrole, bem como, diminui a reincidência do problema.

Preconceitos contra transtornos psiquiátricos

Infelizmente, ainda nos dias atuais, as pessoas assistem ao sofrimento uns dos outros de forma indiferente. Comumente as pessoas minimizam a dor do outro, e também não estão dispostas a procurar informações que as levem a conhecer o universo do outro.

Doenças que envolvem comportamentos são alvos de muito preconceito, mas se você se identifica com esses sintomas, não se negligencie, procure ajuda de um profissional para sair deste quadro sintomático da bulimia.

Entenda que o nosso cérebro, assim como qualquer outra parte do nosso corpo, requer cuidados, e às vezes pode apresentar algum problema.

Nem todos vão compreender seu problema, por uma série de razões(falta de conhecimento, preconceito, falta de empatia, baixa escolaridade, etc), mas não pense excessivamente em como alguém poderia te ajudar, procure um profissional da área.


NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ


Desconfio que alguém próximo de mim tenha este problema

Se você percebe que alguém próximo, como amigo, ou familiar tem se comportado de forma diferente do habitual, investigue se essa pessoa apresenta os seguintes sintomas:

Leia Também:  A Síndrome do Filho do Meio: o que é, quais os impactos?

1) está afastado do convívio social,
2) não parece satisfeito,
3)come mais que o normal,
4) vai ao banheiro sempre após comer excessivamente.

Caso você observe, seja sutil, inicie uma conversa, diga que se você tivesse algum problema que estivesse afetando sua vida, você procuraria ajuda. Seja amigo, e ajude esta pessoa sair deste sofrimento.

Conteúdos criminosos na internet

Embora a bulimia seja algo extremamente sério, muitas pessoas, mesmo as que sofrem deste problema, compartilham suas experiências na internet. No entanto, muitas vezes, esses depoimentos vão na contra-mão da solução para a bulimia.

Em vez de informar opções de tratamentos, as pessoas ensinam como esconder este problema. Mostram como parecer normal para que ninguém tente parar seu “objetivo”.

Nesse contexto, nunca pense que isso é normal. Não é saudável comer mais do que o suficiente. Além disso, se sentir culpado de forma excessiva é ruim também. Não é bom tomar decisões nocivas para seu corpo, ou achar que a melhor forma é esconder o problema.

Apresentamos neste texto, a psicanálise como forma de tratamento. A partir dela será possível enxergar este problema não como um fardo para carregar toda a vida. Portanto, trata-se de algo que você deve tratar.

Isso porque estes sintomas de bulimia podem ser somente o reflexo de uma trauma que você está mantendo só com você. É uma cobrança excessiva para se encaixar nos padrões de beleza apresentados na TV, mídias sociais e revistas.

Procure ajuda profissional

Enfim, somente um profissional vai te orientar de forma segura, vai te ajudar a ter autoconhecimento, identificar sua personalidade, indicar o que desencadeia os sintomas da bulimia e como ter autocontrole.

Sempre tenha em mente que um profissional é o mais indicado para ajudar, e que não há nenhum problema em pedir esta ajuda.

Este texto foi útil para você? Você já havia pensado que a psicanálise é essencial no tratamento da bulimia? Você conhece alguém que tem esse problema? Você se identifica com esses sintomas?

Deixe seu comentário para nos contar o que você achou, e se este sentir confortável, compartilhe um pouco da sua história com a gente.

Compartilhe este artigo no seu Facebook, envie para seus contatos no WhatsApp. Dessa forma, a ajuda pode vir através de um post seu.

Acompanhe sempre nosso Blog, pois sempre temos artigos que te ajudarão a ter autoconhecimento. Você pode procurar ajuda, mas também ajudar alguém que você conhece!

Foi útil para você? Curta, Comente e Compartilhe!
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez + 6 =