Tratar a ansiedade com a Psicanálise funciona?

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise

A ansiedade é um sentimento normal que pode ocorrer a qualquer pessoa. Sendo assim, saber como tratar a ansiedade é indispensável.

Se você se preocupa excessivamente com situações novas, ou tem fica perturbado com a ideia de fazer uma apresentação no trabalho ou faculdade, continue lendo esse artigo. A leitura pode ainda te ajudar a saber porque iniciar uma conversa com um estranho, se preparar para um prova de direção, programar uma viagem, são atividades muito mais complicadas para você do que para os demais.

Quando a ansiedade deixa de ser normal?

Você pode perceber isso, quando você está se preocupando demais, com aquele sentimento de apreensão. Essas sensações aparecem mesmo quando sabe que nada está para acontecer. Ou seja, nem mesmo você é capaz de explicar porque está ansioso.

Além disso, a ansiedade costuma ser caracterizada por alguns sintomas psicológicos e físicos:

  • ânsia de vômito;
  • Vômito;
  • Diarreia;
  • Falta de ar;
  • Dor no peito;
  • Palpitações no coração;
  • Tremores;
  • Fadiga ao acordar;
  • Dores musculares(causadas por tensão);
  • Dificuldade para pegar no sono;
  • Pernas inquietas;
  • Nervosismo;
  • Dificuldade em manter concentração;
  • Preocupação;
  • Medo constante;
  • Sensação de desmaio;
  • Pensamentos negativos de algo ruim vai acontecer;
  • Não organização dos pensamentos;
  • Dificuldade em conviver com pessoas lentas;
  • Preocupação exagerada, mesmo com coisas simples;
  • Aumento ou perda do apetite.

Estes sintomas sinalizam que você precisa procurar ajuda profissional para tratar a ansiedade.

Por quê tratar a ansiedade a partir da Psicanálise?

Ao procurar ajuda psiquiátrica, por exemplo, é provável que o médico vai te receitar algum tipo de ansiolítico, que geralmente tem alguns efeitos colaterais.

Caso você não trate e siga os conselhos populares, acabará pensando que é uma pessoa desequilibrada.

Nesse contexto, não estamos dizendo que o uso destes medicamentos é errado, nem ouvir conselhos.  Mesmo que você tome os remédios ou escute os conselhos, vale à pena tentar um tratamento mais efetivo:  o tratamento através da psicanálise. Desse modo, você poderá tratar o mal pela raiz ao descobrir as origens deste transtorno.

Vale dizer que a medicação inclusive, pode auxiliar no tratamento, mesmo através da psicanálise.

Existem diversos estudos que atestam a psicanálise como forma mais eficaz para tratar a ansiedade. No entanto, fica a seu critério a escolha do tratamento.

Ajuda na retomada da consciência

Se você está sofrendo deste distúrbio, então você precisa ter em mente que somente através de um acompanhamento com um profissional, será possível mensurar o grau deste problema. Através de diálogos com um profissional, poderá descobrir as origens do que te impede de viver normalmente.

Compartilhar os problemas que você está enfrentando é muito positivo, pois isso te levará a um maior autoconhecimento. Além disso, é sem dúvidas o primeiro passo em busca de uma vida mais saudável e uma mente mais tranquila.

Fatores que te levam à ansiedade

A ansiedade antecipa em sua normalidade, um perigo, ou uma situação que iminentemente vai acontecer.

No entanto, dentro de um quadro clínico de ansiedade, a pessoa que sofre com isso não vê com clareza quais fatores que desencadeiam as crises.

Portanto, a terapia é imprescindível para identificar através desses diálogos, o que desencadeia esse medo excessivo. A raiz disso pode ser encontrada em diversos pontos, como uma frustração, conflitos pessoais internos, alguma crença, entre muitos outros fatores.

Dessa forma, identificar o que causa a ansiedade vai permitir que você lance um olhar diferente para o problema. Será possível conhecer as razões de a sua vida ser algo apavorante, e que você teme ainda que de forma inconsciente.

Técnicas para controle da ansiedade

Existem algumas técnicas que podem ser aplicadas para controle da ansiedade. Uma delas é a metacognição, que vai te levar, a partir desta inundação de pensamentos, analisar o que é de fato um risco iminente.

A ideia é basicamente racionalizar cada pensamento para evitar que sejam vistos como ameaças.

Técnicas para relaxamento como a respiração diafragmática, por exemplo, podem levar o paciente se acalmar em uma situação de crise. Assim, exercitará o autocontrole e plena consciência.

Encoraja um novo comportamento diante dos problemas

O paciente passa a ter uma postura mais confiante, por dominar a raiz de suas inseguranças, e portanto, através das técnicas e do autoconhecimento, cria caminhos para reorganizar seus pensamentos e manter a calma.

Ajuda na retomada de atividade que o paciente evitava

Esse autoconhecimento adquirido, e também o autocontrole irão ajudar o paciente pensar fora da caixa, querer explorar, se expor, mesmo às situações que lhe causam desconforto, como por exemplo, sair com os amigos e conhecer lugares novos.


NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ


Enfim, tudo o que ele via com a possibilidade de serem arruinados de alguma forma, ele vai superar através de técnicas e terá a chance de retomar sua vida e aproveitar momentos especiais, e até mesmo do dia-a-dia.

Leia Também:  Egoísmo e individualismo: diferenças para a psicanálise

Compreender melhor os sintomas

A ansiedade, assim como diz o psiquiatra, psicoterapeuta e escritor, Augusto Cury, faz com que a pessoa sabote a sua própria capacidade.

Portanto, através da psicanálise procuramos promover uma melhora na qualidade de vida do paciente, deixando seus medos para trás e se tornando protagonista de sua própria história, e isso só é possível identificando os sintomas, e de que forma eles estão impactando na vida do paciente.

Existem casos em que a pessoa não se desenvolve profissionalmente por não se disponibilizar para oportunidades de viajar ou dedicar mais tempo ao trabalho. Assim, perde grandes oportunidades.

Essas consequências são muito frustrantes para o paciente e a vida se torna difícil de ser vivida, uma vez que os sintomas incapacitam a pessoa na tomada de decisões.

Por quê tratar?

Após a leitura de boa parte deste texto, você já deve imaginar que a principal razão para tratar a ansiedade é o autoconhecimento. Portanto, ao procurar ajuda, se compreender, e mapear suas inseguranças, você vai abrir janelas em sua mente.

Elas possibilitarão com que você vença deste conflito diário, te dando qualidade de vida, e qualidade em seus relacionamentos. Você verá a sua realidade com mais clareza, saberá ter autocontrole sobre suas emoções, e aproveitará melhor as oportunidades que a vida te oferece.

Problemas emocionais na sociedade

Com o uso frequente de tecnologias, através de smartphones, tablets, computadores, vídeo games, se torna mais comum o surgimento de disfunções psicológicas.

Embora exista um grande estigma acerca de problemas de ordem psiquiátrica, estima-se que uma em cada duas pessoas sofra de algum mal clássico. São eles: ansiedade, síndrome do pensamento acelerado, depressão, síndrome do pânico, anorexia e bulimia.

O mais assustador, é que esse levantamento foi feito em uma escala global.

A maioria das pessoas, como você pode observar, não procuram nenhum tipo de tratamento.  Por essa razão, não vivem uma vida plena, explorando suas habilidades. Assim, elas se tornam reféns de seus próprios medos.

Nesse contexto, tratar a ansiedade é algo indispensável.

Conclusão

Diante de todos os fatores apresentados acima, não permita que a ansiedade te aflija a ponto de causar perdas consideráveis em sua vida.

Procure por ajuda e aproveite os benefícios de uma mente saudável e autora da própria história.

Você gostou do nosso artigo? Ele foi útil para você? Então deixe seu comentário abaixo!

Acha que este conteúdo pode ser útil para alguém que está enfrentando dificuldades? Então compartilhe no Facebook, curta também a nossa página, e acompanhe nossos artigos diariamente.

Mais importante que isso, caso você queira saber mais sobre como tratar a ansiedade a partir da Psicanálise, confira nosso curso EAD! Com os conhecimentos adquiridos, você poderá ajudar outras pessoas e entender melhor a si próprio.

Foi útil para você? Curta, Comente e Compartilhe!
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + um =