Você sabe o que é chantagem emocional? Essa é uma pressão psicológica para se obter vantagem sobre o outro. Entenda melhor nesse post!

Chantagem Emocional: o que é, como identificar e agir?

Posted on Posted in Comportamento, Transtornos e Doenças

Você sabe o que é chantagem emocional? É uma pressão psicológica que se faz sobre uma pessoa para obter dela o que se quer. Então, para entender mais sobre o assunto, leia o nosso post!

O que é chantagem emocional?

Antes de mais nada, vamos te explicar o que é chantagem. Segundo o dicionário online Dicio, a palavra é um substantivo que significa uma pressão que se faz sobre uma pessoa. A intenção é obter dela algo, como dinheiro, e isso tudo é feito com ameaças de revelações de alguns fatos ou alguma ação punitiva sobre a pessoa.

Então, a chantagem emotiva segue esse mesmo preceito. Contudo, utiliza como “arma” contra a vítima a manipulação de suas emoções. Além disso, cria uma insegurança emocional ou exploram sentimento de culpa. Outro termo para classificar esse tipo de ação é chantagem psicológica.

As características da chantagem emocional

Agora que entendemos mais sobre a chantagem emocional, vamos entender quais são as características dessa manipulação. Como já foi dito, ela é marcada por uma série de sentimentos vivenciados pela vítima. Por exemplo:

  • culpa;
  • medo;
  • remorso;
  • pena;
  • obrigação.

Além disso, a vítima também sente ansiedade e insegurança. Por isso, a pessoa chantageada começa a ter dúvida sobre o que é certo e o que é errado nesse relacionamento. Ainda, ela também questiona a sua forma de agir e pensar.  Por isso, julga-se incapaz de resolver tal situação, então deve se adaptar a essa realidade.

Saiba mais…

Por isso, é importante tomarmos cuidado para não ter uma confusão sobre o que é uma chantagem afetiva com pedidos normais. A principal indicação de que você está sendo chantageado está presente na resposta do agressor às suas negativas.

Em outras palavras, se a suas opiniões e vontades não estão sendo respeitadas, é um sinal de alerta. Aliás, outro indicativo é quando o chantagista reage com ameaças de rejeição ou distanciamento com o seu “não”!

Os estágios da chantagem emocional

Para a Dra. Susan Forward, a chantagem psicológica apresenta 6 estágios:

Primeiro estágio: o manipulador expressa sua demanda

Na primeira etapa, o chantagista tende a ser direto, comunicando exatamente o que ele deseja. Aliás, a pessoa pode insinuar seus objetivos e brincar com as emoções e sentimentos da vítima.

Segundo estágio: a pessoa chantageada apresenta resistência

Após o manipulador apresentar o que deseja, em geral algo desagradável ou prejudicial, é muito normal que a vítima recuse a proposta. Afinal, ela começa a sentir que tem algo errado.

Terceiro estágio: o chantagista impõe pressão psicológica

As pessoas que são controladoras têm o hábito de não desistir do que querem com muita facilidade. Por isso, para dissuadir a vítima a mudar de postura, o chantagista apresenta algumas posturas. Como argumentar que está pensando no melhor para ambos ou aparentar que é uma pessoa preocupada e motivada pelo amor.

Leia Também:  Peso na Consciência: o que é na Psicanálise?

Além disso, algumas pessoas podem se comportar de forma dramática. Nesse sentido, fazem críticas agressivas ou até convencem a vítima de que ela está sendo egoísta.

Quarto estágio: uma ameaça é feita

Nesta etapa, o chantagista faz com que a pessoa seja responsável pelas consequências negativas que sua recusa irá causar. Ou seja, a intenção dele é fazer com que a vítima mude de ideia, para não ter aborrecimentos futuros.

Além disso, o agressor informa que o resultado positivo irá depender se a pessoa chantageada for submissa às suas ordens.

Quinto estágio: a vítima se conforma e cede à intimidação

Após a vítima cair na armadilha do chantagista, a chantagem emocional se concretiza! Afinal, a pessoa manipulada começa a desistir de seus interesses e abre mão do que acredita ser o certo, para atender às solicitações do outro.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Sexto estágio: um novo ciclo se inicia

    Na última etapa, o chantagista conquista sucesso em sua estratégia. Por isso ele irá repeti-la em um momento oportuno. Aliás, ele não tem nenhum tipo de preocupação do dano causado pela violência psicológica à outra pessoa.

    Como identificar um chantagista emocional?

    Por mais que não haja um “padrão” de como um chantagista se comporta, ele costuma ter tais características:

    • demonstram pouca empatia;
    • são egocêntricos;
    • oferecem ajuda e fazem coisas por você, mas cobram isso mais tarde;
    • têm dificuldade de assumir responsabilidades;
    • apresentam comportamento passivo-agressivo;
    • odeiam perder;
    • são emocionalmente imaturos;
    • não assumem quando estão errado;
    • fazem muitas promessas, mas não as cumprem;
    • se fazem de vítimas.

    As características de possíveis vítimas de chantagem

    Já as pessoas que têm mais tendências de serem alvos de chantagem emocional podem apresentar algumas dessas inclinações:

    • buscam aprovação de todos;
    • colocam suas necessidades em segundo plano;
    • têm grande empatia e senso de compaixão;
    • podem ser inseguras e ter baixa autoestima;
    • preferem evitar conflitos;
    • são bastante responsáveis;
    • demonstram sensibilidade a críticas;
    • se sentem culpadas, com certa facilidade.

    De modo geral, esses comportamentos citados são desejáveis para garantir boas convivências de uma sociedade. Portanto, uma pessoa que tem essas características não deve se preocupar. Contudo, o grande problema é quando um sujeito percebe nessas particularidades um caminho para obter vantagens.

    Como lidar com uma chantagem emocional

    1. Reflita sobre si mesmo e a situação

    Você se desculpa por uma atitude sua, mesmo que não tenha feito nada de errado? Esse é um dos vários sinais que você está sendo chantageado. Afinal, o manipulador nem sempre utiliza a força física e violência para terem controle.

    Em muitos casos, eles usam as emoções, como culpa e medo, para conseguirem o que querem. Então, analise essa relação e questione-se se você cede aos desejos dessa pessoa por dever ou culpa. Aliás, faça um registro mental de quantas vezes você tem que fazer sacrifícios por ela. Ainda, quantas vezes ela atende às suas demandas.

    2. Entenda as táticas do agressor

    Mantenha os seus inimigos mais perto! Essa frase condiz muito com essa dica. Afinal, conhecer como o chantagista manipula as suas emoções é importante para recuperar o controle.

    Então, procure reconhecer quais as táticas que ele utiliza para te coagir. Se for muito difícil, tente observar essa situação como se fosse uma pessoa de fora. Essa atitude ajuda a ver qual é o padrão comportamental do chantagista.

    Leia Também:  Psiconeuroses e Neuroses atuais: conceitos de Freud

    3. Aprenda a falar “não”!

    As pessoas que têm mais dificuldade para falar para falar “não” são aquelas que se encontram presas em situações de chantagem. Por isso, para colocar um fim nessa manipulação, a pessoa tem que aprender a falar “não”.

    Uma dica para se sentir confortável com a palavra “não” é ensaiar sozinho. Fale apenas “não” ao invés de “eu não posso”, pois é mais eficaz e auxilia resistir à chantagem emocional.

    4. Estabeleça limites

    Por último, mas não menos importante: estabeleça limites! Isso porque quando os seus desejos pessoais se tornam mais importantes do que agradar os demais, a chantagem emocional não tem vez.

    Afinal, quando a pessoa estabelece os seus limites, ela cria o seu espaço e impede que outras pessoas o invadam. E quando uma pessoa fizer uma solicitação que traga desconforto, a vítima deve perguntar se acatar essa demanda compromete suas prioridades pessoais.

    Chantagem emocional é crime?

    Sim! A chantagem emocional está presente na Lei Maria da Penha. Desse modo, a manipulação emocional é caracterizada como violência psicológica. Então, o chantagista pode ser denunciado.

    Considerações finais sobre chantagem emocional

    Por fim, se você gostou do nosso post sobre chantagem emocional, temos um convite especial para você. Conheça o nosso curso de Psicanálise Clínica. Assim, com as nossas aulas você poderá desenvolver o seu autoconhecimento. Por isso, não perca essa chance!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *