conceito de cultura

Conceito de Cultura: antropologia, sociologia e psicanálise

Posted on Posted in Uncategorized

O registro de uma civilização só não é tão duradouro quanto o tempo, já que muitas podem se perder pela história. Mesmo assim nós temos acesso a documentos e monumentos que ajudam a responder com clareza o significado de cultura. Hoje nós te explicaremos o conceito de cultura dentro da Antropologia, Sociologia e Psicanálise.

O que é cultura?

O conceito de cultura diz respeito ao conjunto de crenças, tradições e costumes de um grupo social específico. Através da comunicação ou espelhamento, imitação das próximas gerações, ela pode ser repassada.

Desse modo, a cultura de um povo é um patrimônio social, já que soma os padrões comportamentais do ser humano. Além do conhecimento e experiências, mantém valores, crenças, atitudes, linguagem, hierarquia, noção de tempo, relacionamentos, etc. Nós temos aqui uma valiosa ferramenta para ajudar na sobrevivência da humanidade.

Conceito de cultura na Sociologia

Por sua vez, a Sociologia indica que o conceito de cultura é a reunião de tradições e saberes de um povo. Esses pilares são construídos através de uma interação social contínua dentro da comunidade. Os padrões e comportamentos que originam à estrutura e organização social vão sendo modelados de acordo com as necessidades humanas.

Embora hajam diferenças entre as culturas, a individualidade de cada uma delas não as torna melhor ou pior do que outras. Caso nós ignoremos esse fato julgando qualquer aspecto de outra cultura como inferior, estamos sendo etnocêntricos. Por meio do etnocentrismo, nós expressamos preconceitos sem fundamentos por nos acharmos melhor do que os outros culturalmente.

Conceito antropológico de cultura

De acordo com a antropologia, o conceito de cultura diz respeito a um conjunto de significados que dão sentido a uma sociedade. A partir daí, temos valores, crenças, costumes e outros aspectos que contribuem para a construção da identidade cultural de um grupo.

Contudo, A.L. Kroeber e Clyde Kluckhohn afirmaram que uma definição unânime de cultura não seria tão concreta. Todo o significado dela seria mais expansivo, englobando aspectos materiais, imateriais, comportamentais e a própria noção do espaço e tempo.

Conceito de cultura na Psicanálise

Segundo Freud, cultura é sinônimo de civilização, ou seja, um tratado para a convivência social, como visto em Mal-estar da civilização. Além desse livro, Totem e Tabu também ajuda o psicanalista na busca do entendimento da raízes do sofrer humano.

Através de Totem e Tabu, o psicanalista tenta entender a constituição cultural usando o mito de origem. Nesse mito, um pai violento controla os filhos e as mulheres à sua vontade, sendo morto por eles para terminar sua tirania. Embora tivessem uma comunidade igualitária, a culpa os forçou a criar um totem para referenciar o pai morto e Freud afirmava que cada criança revive esse ato fundador ao entrar no Complexo de Édipo.

Por sua vez, em O mal-estar da civilização, temos Freud indicando que a neurose é consequência de entrarmos na cultura. Tudo acontece porque a cultura seria a responsável por restringir os caminhos pelos quais as pulsões escoam. Assim, se abandonássemos a cultura, retornando ao estado primitivo de nossa espécie, seríamos bem mais felizes.

Tipos de cultura

O conceito de cultura pode ser dividido quando nós direcionamos os seus limites à parte estética e artística. Assim, se originam tipos de cultura com identidade própria, sendo elas:

Cultura erudita

Criada pela elite, possui valor econômico, intelectual, social e estético, podendo ser até etnocêntrica. Com grande desenvolvimento técnico, a cultura erudita eterniza produtos de gramde estima e valor, indo desde produções literárias a peças teatrais e artes plásticas.

Leia Também:  25 melhores frases de Lacan

Cultura popular

Como o próprio nome sugere, é a cultura criada pelo povo e de fácil acesso para ele, ao contrário da erudita. O Brasil, por exemplo, é um grande exemplo de cultura popular com o samba, funk, forró, cordel, música sertaneja, etc.

Cultura de massa

Ainda que seja diferente das culturas popular e erudita, a cultura de massa possui elementos de ambas. Não se trata de uma ação autêntica feita pelo povo ou elite, mas, sim, produto da indústria cultural para atender demandas de mercado.

Dessa forma, com base em uma demanda, a indústria cultural se torna um produto lucrativo, pois há muitos compradores. Por exemplo, os EUA importam diversos tipos de produtos para o mundo todo.

NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

Cultura material

A cultura material trata-se do patrimônio histórico e cultural criado por elementos concretos moldados pela humanidade ao longo do tempo. Por exemplo, numa cidade nós temos museus, bibliotecas, arte, vestimenta, igrejas, etc.

Cultura imaterial

Ao contrário da cultura material, a cultura imaterial se cria por tudo aquilo que não se toca fisicamente. Tanto tradições, como saberes, comportamentos, costumes, lendas e tudo aquilo que é transmitido pelas gerações se encaixa aqui.

Cultura organizacional

Em suma, são os elementos ligados à missão e aos valores e comportamentos de uma organização. A cultura organizacional cria padrões operativos e de funcionamento dentro de uma empresa, de acordo com o contexto da globalização e mercado.

Cultura corporal

Esse tipo de cultura estuda o comportamento humano com base nas ações ligadas ao movimento, como dança, sexo, esportes, jogos, etc.

Características da cultura

Ainda que cada grupo social tenha o seu próprio conceito de cultura, eles levam em consideração as mesmas características, no sentido de que ela:

  • possui um conjunto de comportamentos e saberes;
  • é transmitida através das gerações;
  • é aprendida através dos relacionamentos sociais em um grupo;
  • não é estática, podendo ser influenciada por hábitos novos.

Cultura brasileira

O conceito de cultura no Brasil acaba esbarrando na mistura de etnias desde a época do descobrimento. Por meio da miscigenação da cultura indígena, portuguesa, africana e europeia, o Brasil ganhou um caráter cultural único. Por isso que muitos dos nossos comportamentos resultam em uma pluralidade estética que influencia tudo aquilo que fazemos.

A própria língua portuguesa é resultado disso, influenciada pela própria dimensão geográfica dos diferentes grupos que habitam o Brasil. Por causa disso que temos diversos sotaques, expressões e entonações em várias regiões do país para a mesma língua. E mesmo assim, todas elas diferem da matriz linguística em Portugal.

Considerações finais sobre o conceito de cultura

Ao entender melhor o conceito de cultura você consegue um meio de preservar a própria identidade. Tudo aquilo que somos na existência se concentra no nosso modo de vida e compreensão da diversidade do mundo. A cultura é algo além de nós porque se transmite para a própria geração no momento em que ela passa a respirar.

Mesmo que haja diferenças notáveis entre uma cultura e outra, devemos ser respeitosos e não julgá-las colocando nós mesmos como parâmetro. Assim como a cultura de um lugar pode nos parecer estranha, quem está em outra região pode pensar o mesmo da nossa. Como disse o filósofo Confúcio, “A natureza dos homens é parecida; são os seus hábitos que os afastam uns dos outros”.

Leia Também:  Ansiedade nos dias atuais: o que fazer?

Para que amplie a sua percepção sobre o conceito de cultura e se aprimore internamente, se inscreva em nosso curso de Psicanálise. Não apenas desenvolve o seu autoconhecimento, como também cria poderosas ferramentas para lidar com suas demandas pessoais e do coletivo. Através da Psicanálise, você vai modificar a sua visão de mundo e do seu real papel nele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − sete =