Você sabe o que é controle aversivo? Pois, nosso subconsciente trabalha de maneiras misteriosas. Então, confira esse artigo para saber mais!

Controle Aversivo: significado em Psicologia

Posted on Posted in Conceitos e Significados

Você sabe o que é controle aversivo? Pois, nosso subconsciente trabalha de maneiras misteriosas. E, ao mesmo tempo nos prega muitas peças. Às vezes, nós mesmos nos condicionamos a determinados comportamentos sem perceber. Por isso, existe esse tipo de controle.

Nesse sentido, influenciamos lugares, pessoas e acontecimentos. Isso de maneira a ter o resultado que esperamos. E até algo que nem aconteça. Contudo, é diferente de evitar problemas ou pessoas. Pois, esse é um condicionamento real para algo não exista.

Assim, é possível controlar o comportamento de acordo com reforços e punições. Então, somos capazes de, maneira inconsciente, condicionar nosso comportamento. E isso, de acordo com as experiências o que aprendemos de determinado acontecimento ou relacionamento.

O que é controle aversivo?

O controle aversivo refere-se à mudança de comportamento que costuma se dar por um reforço negativo. Isso porque, há uma punição a partir da frequência de determinado comportamento.

Ou seja, se após repetir um comportamento, há algum tipo de reforço, a atitude permanece. Logo, se há uma punição, o comportamento cessa. Dessa forma, há um controle do comportamento.

Portanto, todos nós estamos sujeitos a esse tipo de comportamento. Pois, ele é essencial para o instinto de preservação. Por isso, de acordo com as situações ou pessoas, somos condicionados a induzir o comportamento.

Conheça alguns exemplos de controle aversivo

Dessa forma, nós separamos alguns exemplos para melhor exemplificar o que caracteriza o comportamento aversivo. Então, confira a seguir!

  • Se somos mordidos por um cachorro, conduziremos nosso comportamento. Então, a partir disso, a fim de evitar contato com esse tipo de animal.
  • Ao sair do metrô com o celular na mão e ele é furtado. Então, nos dias seguintes, evitamo usar o aparelho em locais públicos para que não aconteça o mesmo crime.
  • Se chegamos muito atrasados no trabalho sem uma justificativa plausível. Assim, podemos receber uma advertência. Então, nos outros dias tendemos a nos policiar para não atrasar de novo. Logo, evitamos punições ainda mais severas. E até mesmo uma demissão por justa causa.

Outras situações

  • Quando chove muito e uma rua que usamos em nosso caminho usual alaga. Assim, tendemos a evitar essa rua quando fecha o tempo. Isto é, para não ficarmos presos nela, seja de carro ou a pé.
  • Caso tenhamos em nosso círculo de relacionamentos uma pessoa que gostamos. Isso porque ela não nos trata bem. Ou ainda que é má influência pelo seu comportamento. Assim, a evitamos para não ter o desconforto de ter que lidar com ela.
  • Quando um aluno mente ao professor que não fez o dever de casa por problemas familiares. Mas na verdade estava em uma festa. Então, ele faz isso para evitar uma punição de não ter de receber nota.

Atitudes comuns

Como podemos notar, a esquiva pode estar relacionada a um sentimento de fuga ou medo. Afinal, o comportamento aversivo caracteriza o controle de uma situação para que ela não ocorra.

Além disso, é possível identificar um padrão em quem tem esse comportamento em excesso. Sendo assim, o padrão pode se configurar pelos seguintes hábitos:

  • adiamento;
  • agressividade;
  • ilusão;
  • mentira.
Leia Também:  Interpretação psicanalítica: significado e exemplos

Controle aversivo de Skinner

O psicólogo B. F. Skinner é um dos maiores críticos e opositores desse tipo de controle. Porém, ele mesmo admite que esse comportamento pode ser justificado e aplicado. Isso porque, ele acontece em momentos específicos.

Sendo assim, para Skinner esse tipo de comportamento pode ser aplicado como uma manutenção. Ou ainda para o desenvolvimento do autocontrole. Logo, aprendendo com os erros, somos capazes de nos controlar melhor, de acordo com a situação em que estamos.

Consequências do controle aversivo

Nesse sentido, há consequências para esse tipo de controle. Em especial, no estado emocional de uma pessoa. Dessa forma, essas consequências podem se caracterizar em:

  • Culpa;
  • vergonha;
  • agressão;
  • medo;
  • ansiedade;
  • insegurança;
  • estresse;
  • alterações de humor.

Isso acontece quando há um forte condicionamento do comportamento. Assim, o controle aversivo deixa de ser um aprendizado instintivo. Pois, ele acaba controlando as ações e pensamentos de uma pessoa. Por isso, é preciso fazer um alerta se esse comportamento ser extremo ou fora do comum.

Sendo assim, é preciso buscar ajuda especializada. Ou seja, consultar um psicólogo ou psiquiatra. Desse modo, você garante uma melhor qualidade de vida.

Controle aversivo e controle apetitivo

Ambos os controles estão relacionados ao nosso comportamento e motivação, mas significam coisas diferentes. Isso porque o controle apetitivo é motivado pelo desejo de se obter algo positivo. Ou seja, é um comportamento intencional. Enquanto o aversivo é condicionado por fatores externos.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Pelo controle apetitivo fazemos escolhas intencionais. Ou seja, a partir do que aprendemos com as experiências. Assim, essas escolhas acarretam resultados negativos em nossa vida. Portanto, somos motivados por nós mesmos a fazer escolhas melhores.

    Dessa maneira, o comportamento apetitivo representa a ideia de que somos as escolhas que fazemos. Por isso, não tem problema você ser uma pessoa seletiva. Pois, isso faz parte do nosso instinto de sobrevivência. Logo, escolhemos o que nos recompensará da melhor forma.

    Exemplos de controle apetitivo

    Temos, também, alguns exemplos de controle apetitivo. Assim, podemos transformar as mesmas situações aversivas em situações apetitivas. Então, veja como isso acontece.

    • Quando um gato vem nos oferecer carinho e ronrona porque brincamos com ele. Então, buscaremos planejar melhor nosso tempo para brincar mais com o felino. Pois, essa relação diminui o estresse e nos acalma. Ou seja, é positivo para a nossa qualidade de vida.
    • Descobrir uma nova rota de transporte público que nos fez chegar mais cedo no trabalho. Então, a partir da descoberta, nosso dia pode ser replanejado. Assim, haverá mais tempo para descansar ou fazer o que gostamos. Portanto, é positivo para a gestão de tempo.
    • Estar presos no trânsito por motivo de chuva forte. Então, como o tráfego não avança, podemos aproveitar essa oportunidade de maneira positiva. Assim, pelo celular conseguimos fazer cursos online e melhorar o currículo.

    Outras situações

    • Se em nosso círculo de relacionamentos temos aquela pessoa que sempre nos incentiva e nos apoia, escolhemos mantê-la sempre por perto. Pois, essa pessoa é uma influência positiva em nossa vida. E como consequência, em nossas escolhas.
    • Quando um aluno opta por entregar as tarefas em dia. Ou ainda incrementa os estudos com cursos extras. Desse modo, ele desenvolve um impacto positivo em seu aprendizado. Pois, se capacita para o mercado de trabalho. Além das notas extras que os professores podem oferecer.
    Leia Também:  O que é Filicídio? Significado na psicologia

    Conclusão

    Cada vez menos prestamos atenção ao nosso comportamento. Logo, também deixamos de priorizar as nossas escolhas. Contudo, essas observações são importantes para garantir o nosso bem-estar. Pois, quando não nos atentamos a nós mesmos, deixamos muitos aspectos negativos tomarem conta da nossa vida.

    Por isso, analisar as nossas escolhas, sejam elas intencionais ou não, faz parte do processo evolutivo da pessoa. Ademais, está tudo bem em contar com a ajuda quando você não estiver dando conta! Então, reforçamos a busca por um profissional.

    Saiba mais!

    Se você quer saber mais sobre o controle aversivo, faça nosso curso online de Psicanálise! Assim, você aprenderá ferramentas para lidar em diversas questões que te aflingem. Desse modo, você melhora não apenas a sua qualidade de vida. Pois, assim também estará apto a ajudar outras pessoas ao seu redor!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *