Pessoas com mentes abertas dominam a criatividade. Então, entenda sobre esse conceito e cinco técnicas para desenvolver um perfil criativo.

Criatividade: significado e principais técnicas

Posted on Posted in Conceitos e Significados

A princípio, pessoas com mentes abertas compreendem melhor o conceito de criatividade. Logo, elas são capazes de encontrar soluções eficazes para os problemas que enfrentam. Assim como elas, hoje nós entenderemos melhor o significado dessa palavra. Além de cinco técnicas para desenvolver um perfil criativo. Confira!

O que é criatividade?

Segundo linguistas, criatividade é a habilidade de criar e inventar. Além disso, as pessoas criativas conseguem criar algo a partir de ideias originais. Contudo, ao contrário do que muitas pessoas pensam, este não é um talento nato. Ou seja, é preciso desenvolver e aperfeiçoar essa habilidade com a prática.

Dessa forma, o significado de criatividade diz respeito também à capacidade de reinvenção. Isto é, quando você transforma uma ideia simples em algo inovador.

Evite forçar a sua criatividade

Talvez você fique com raiva porque não conseguiu desenvolver ideias brilhantes em momentos importantes. Desse modo, muitas pessoas costumam forçar a mente para criar algo inovador. Entretanto, você jamais deve forçar ideias para que a criatividade apareça.

Isso porque precisamos de tempo e espaço para criar. Ou seja, precisamos relaxar para que o nosso cérebro descanse e trabalhe melhor. Dessa forma, teremos ideias mais funcionais que podem trazer o resultado que procuramos.

Logo, se você costuma força a sua mente, sofrerá com desgaste físico e emocional. Todavia, você pode desenvolver o seu poder criativo com o tempo. Por isso, nós te explicaremos como ser mais criativo neste artigo.

Criatividade versus inovação

Muitas pessoas confundem criatividade com inovação. Ainda que as pessoas usem tais palavras como sinônimos, elas são diferentes em essência. Nesse sentido, enquanto a criatividade envolve a criação de algo, inovar é melhorar o que já existe.

Por exemplo, empresas como o Uber. Ainda que não tenha criado o transporte, os donos deste aplicativo reinventaram o modo de se transportar. Sendo assim, não só tornaram o serviço acessível, como também melhoraram o custo-benefício dos passageiros.

Tipos de criatividade

Assim como outras ideias, a criatividade tem diferentes tipos. Porém, um tipo não exclui o outro, pois podemos desenvolver mais de um poder criativo. Contudo, muitas pessoas demonstram talento para desenvolver um tipo de criatividade específico. Confira a seguir:

1. Criatividade individual

Como o nome sugere, é quando uma pessoa expressa uma criatividade própria. Desse modo, ela sempre tem meios para criar planos e ideias úteis no seu cotidiano. Como resultado, essas pessoas se destacam porque visualizam soluções eficazes.

2. Criatividade coletiva

É quando um grupo expressa a sua criatividade enquanto trabalha junto. Dessa forma, as pessoas conseguem criar e otimizar serviços e processos com agilidade. Assim, elas modernizam a produção e a gestão de um projeto ou negócio compartilhado. Ou seja, a união faz diferença aqui.

Busque inspiração em pessoas criativas

Assim, você pode desenvolver a sua criatividade ao se inspirar em pessoas criativas. Sendo assim, que tal você procurar pessoas que admira na sua área de interesse? Por isso, use as redes sociais para encontrar profissionais criativos e transformadores.

Em seguida, você pode acompanhá-los através de sites ou canais de vídeo. Dessa forma, você terá o objetivo de compreender a maneira como elas trabalham. Logo, você comprenderá como eles lidam com desafios. E ainda, o que fazem para superá-los.

Leia Também:  Significado de Gratidão no dicionário e na psicologia

Além disso, você pode buscar referências, próximas ou não, para ganhar inspiração. Assim, o importante é que você consiga sair dos limites da sua mente. Então, se possível, procure conviver com pessoas criativas. Ademais, faça networking com elas.

Saiba o momento de fazer pausa

Os funcionários do Google usam 20% do tempo do trabalho para atividades pessoais. Ou seja, eles têm um tempo para relaxar e descansar a mente. Logo, os funcionários demonstram maior produtividade, pois estão com a mente mais equilibrada.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Assim como eles, você precisa criar pausas para desenvolver a sua criatividade. Conforme dissemos antes, de nada adianta forçar uma ideia que não vem. Caso você force a sua mente, atrasará ainda mais a sua produtividade.
    Portanto, tire mais intervalos e sempre descanse!

    Se possível, que tal você investir em atividades relaxantes por alguns minutos? Por exemplo, deite um pouco, leia um livro ou ouça uma música que gosta. Assim, você, com certeza, voltará renovado e mais criativo para o trabalho.

    Como desenvolver a sua criatividade em cinco passos

    Desenvolver criatividade leva algum tempo, mas você é capaz de conseguir. Assim, o que te impede de ser mais criativo é saber técnicas adequadas. Nesse sentido, no livro “DNA do inovador: dominando as cinco habilidades dos inovadores de ruptura”, os autores Jeff Dyer, Hal Gregersen e Clayton Christensen, apontam cinco elementos essenciais para desenvolver a criatividade.

    Por isso, veja quais são eles a seguir.

    1. Associação

    Diz respeito a conectar duas ideias que são opostas. Logo, o trabalho consiste em criar conexões para justificar a associação entre elas. Dessa forma, exercitamos a nossa mente para conectar pensamentos que parecem ser opostos.

    2. Experimentação

    A fim de conseguir novas ideias, devemos experimentar mais. Ou seja, precisamos sair da zona de conforto para conhecer novas formas de trabalho. Assim, à medida que experimentamos, adquirimos novas formas de pensar. Além de ações diferentes no cotidiano.

    3. Networking

    Como sugerimos antes, experimente trazer pessoas criativas para a sua vida. Ao passo que você se relaciona com gente nova, aprende a explorar novas ideias. Dessa forma, você deve conhecer contatos que estimulem você a sair do óbvio.

    4. Observação

    Pessoas observadoras são capazes de compreender os pequenos detalhes. Ou seja, essas pessoas conseguem perceber o que funciona ou não na realização de um projeto. Logo, elas são capazes de encontrar oportunidades de crescimento pessoal.

    Por isso, primeiro você deve ser capaz de observar a si próprio. Em seguida, você será capaz de observar o ambiente ao seu redor. Assim, você precisa desenvolver seu autoconhecimento para entender como usar melhor as suas habilidades.

    5. Questionamento

    Pessoas criativas sempre questionam o ambiente, as pessoas e o padrão ao seu redor. Dessa forma, elas compreendem como causar impactos e mudanças reais na sociedade. Além disso, os questionadores não ficam limitados por convenções ou opiniões alheias.

    Desse modo, você deve questionar mais as suas ações. Em seguida, se pergunte quais impactos quer causar no mundo. Com a sua mente aberta e disposição, você encontrará possibilidades infinitivas.

    Considerações finais sobre criatividade

    Você, com certeza, tem o necessário para desenvolver a sua criatividade agora. Por isso, após entender este conceito, você precisa praticar o que aprendeu aqui. Logo, é importante que você aja a fim de praticar o seu aprendizado recente.

    Leia Também:  Conduzir: conceito, significados, sinônimos

    Além disso, é importante que você conviva com pessoas capazes de criar. Ademais, se arrisque, do modo que você experimente novas vivências. Desse modo, demonstrará um grande poder criativo mais cedo do que imagina!

    Nesse sentido, saiba que você pode liberar a sua criatividade com o nosso curso online de Psicanálise. Isso porque com as nossas aulas, você aprenderá a desenvolver seu autoconhecimento. Ainda, aprenderá a liberar o seu potencial. Então, garanta a sua vaga e transforme o mundo ao seu redor.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *