curso de cuidador de idosos

Cuidador de idosos: o que faz, como se destacar?

Posted on Posted in Comportamento

Você já ouviu falar no emprego de cuidador de idosos? Essa profissão tem sido de extrema
relevância para a dinâmica familiar. Por isso, nesse artigo, nós vamos tratar desse assunto. Ainda,
vamos falar de aspectos relativos a essa função e indicar cursos disponíveis nessa área. Então, confira!

Os cuidados necessários na velhice

Todos nós passamos pelo ciclo inevitável da vida: nascemos, crescemos e morremos. Em cada
fase dependemos de cuidados. Entretanto, nos primeiros meses e na velhice os cuidados se
tornam mais necessários. Ainda mais com a população brasileira vivendo mais.

Assim, sem o auxílio de outra pessoa, dificilmente conseguimos sobreviver. Principalmente porque
quando nos tornamos idosos nosso corpo está mais fragilizado. Esse processo é natural, ainda
mais quando somos acometidos por alguma doença.

Por isso, se antes era comum idosos serem mantidos em asilos, hoje há muito mais uma procura
por cuidadores de idosos. Esses profissionais são de extrema importância para o bem-estar físico
e emocional dos indivíduos que estão na velhice.

Conheça a profissão de cuidador de idosos

Entenda que, na maioria das vezes, os cuidadores de idosos trabalham na casa de seus pacientes. O principal motivo é manter a rotina do lar. Isso porque os familiares não querem manter seus entes em casas de repouso, afastados da família e do lar.

Assim, a profissão do cuidador de idosos envolve responsabilidades voltadas aos cuidados em geral. Portanto, a alimentação, higiene e até mesmo a medicação fazem parte do trabalho do cuidador de idosos.

Muitas vezes os familiares não têm os conhecimentos necessários para os cuidados mais básicos.
Como mencionamos anteriormente, o corpo da velhice está mais fragilizado. Principalmente no
caso de enfermidades e doenças que tornam o idoso ainda mais dependente de auxílio.

O que faz um cuidador de idosos?

Veja quais são as principais tarefas atribuídas ao cuidador de idosos:

  • agendamento de consultas e exames;
  • acompanhamento em consultas médicas e/ou tratamentos;
  • controle e administração de medicações segundo orientação médica;
  • higiene pessoal envolvendo não só banhos como troca de fraldas e cuidados com a
    higiene bucal;
  • alimentação, sabendo-se cozinhar de forma adequada às dietas restritivas;
  • conhecimento para locomover o idoso que usa cadeira de rodas;
  • atividades relacionadas à coordenação motora;
  • estímulo de atividade cerebral por meio de leituras e atividades culturais;
  • e, por fim, ser uma companhia para o idoso.

Emprego de cuidadora de idosos particular: os cuidados emocionais

Entretanto, não é somente o cuidado físico que faz parte dessa profissão. Ser cuidador de idosos
envolve também o lado emocional e psicológico do paciente. Isso porque na velhice as pessoas
se sentem mais sozinhas e deprimidas.

É até natural, uma vez que não conseguem mais exercer a rotina que tinham antes. A ausência de
um trabalho e o convívio com outras pessoas tornam os idosos carentes. Ainda mais quando a
família não pode estar presente o tempo todo.

Assim, é preciso que o cuidador dê atenção, converse e faça atividades com seus pacientes. Desse modo, percebe que as funções envolvem o relacionamento com outro ser humano. Esse, também precisa de carinho e se sentir amado. Já que muitas vezes eles se sentem um incômodo para a família.

Leia Também:  Não trate com prioridade quem te trata como opção

Algumas dicas para se destacar como cuidadora de idosos

Como você pode ter percebido, ser cuidadora de idosos envolve em primeiro lugar amor e
dedicação. Isso porque esse é um trabalho de servir aos outros. Cuidar de outras pessoas que
não são da sua família e que dependem de ajuda para sobreviver.

Por isso, além disso, é preciso trabalhar outras características como a paciência. Sim, saiba que
não é fácil cuidar de uma pessoa na velhice. É preciso lidar com o mau humor do idoso e os lapsos
de memória. Além disso, lidar com as teimosias em relação às restrições físicas e alimentares, por exemplo.

Mais dicas…

Lembre-se que na maioria dos casos os pacientes estão deprimidos e até com alguns casos de
depressão profunda. Por isso, a pessoa que está disposta a atuar nessa área também precisa ser
resiliente para enfrentar as mudanças de temperamento do idoso.

Por fim, também é preciso lidar com os familiares. Um cuidador precisa compreender que a família
do idoso também passa a ser cliente. Isso porque vai lidar com diferentes possibilidades de
pessoas: das mais exigentes, às mais omissas.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Veja onde fazer curso de cuidador de idosos

    Saiba que outra maneira de se destacar como cuidador de idosos é fazendo cursos na área. Entenda que com os cursos é possível manter os conhecimentos e o currículo atualizados. Ainda, com especialização você pode se destacar no mercado.

    Por isso, vamos indicar as melhores instituições que oferecem cursos para que você possa se
    especializar ou conhecer mais sobre a profissão. As opções a seguir são de cursos online e gratuitos, e as instituições ainda emitem certificado.

    • Prime Cursos;
    • Cursos Escola Educação;
    • Faculdade Unimed;
    • A Nossa Escola.com.

    Saiba que a maioria dos cursos indicados vão além dos cuidados básicos. As instituições também
    se preocupam em orientar os profissionais em outros assuntos. É possível conhecer os direitos
    humanos na terceira idade e direitos trabalhistas.

    Quanto ganha um cuidador de idoso?

    Se você ficou interessado na profissão, saiba como funciona a remuneração. Entenda que tudo
    depende da quantidade de horas trabalhadas. É comum que o cuidador trabalhe em dias ou
    períodos específicos.

    Assim, dependendo da necessidade da família, o paciente pode ter até mais de um cuidador e
    outros profissionais só para cuidar da limpeza da casa, por exemplo. Dessa forma, os valores que
    vamos trazer são uma média do mercado atual, levando em conta o número de registros em
    Carteira de Trabalho.

    Segundo dados a partir de pesquisas no CAGED, a média do salário bruto mensal dos cuidadores
    de idosos é de R$ 1334,34. Saiba que essa atualização é a mais recente, realizada em janeiro de
    2021. Além disso, a média do mercado considera uma carga horária de 41 horas semanais.

    Por fim…

    Nesse artigo nós buscamos responder às questões relacionadas à profissão de cuidador de idosos. Nosso objetivo foi o de trazer as principais atribuições e a necessidade de um profissional
    especializado para cuidar das pessoas na velhice.

    Ainda, trouxemos dicas de como se destacar no mercado. Por isso, é essencial buscar cursos que
    venham aprofundar os conhecimentos! Como a população tem vivido mais, a busca por cuidadores deve aumentar ainda mais.

    Leia Também:  Culpa inconsciente: o que é, como atua?

    Além dos cuidados físicos, é essencial também cuidar da mente e emocional dos idosos. Isso
    porque muitos sofrem de depressão e outros problemas emocionais. Corpo e mente atuam juntos
    e os dois precisam de atenção.

    Considerações finais sobre cuidador de idosos

    Então, para saber lidar com essas questões, nós recomendamos nosso curso online de Psicanálise. Além de trabalhar o seu autoconhecimento e te ajudar a ter um potencial completo, você se tornará um ótimo cuidador de idosos. Sendo mais capacitado e preparado para lidar com esses problemas no dia a dia. Então, aproveite para se inscrever agora mesmo e ganhe destaque no mercado!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *