o que é design thinking

Design Thinking: o que é, como fazer na prática?

Posted on Posted in Conceitos e Significados, Psicanálise

Você já ouviu falar em design thinking? Essa expressão vem ganhando destaque nos últimos anos. Por isso, nesse artigo, nós vamos falar sobre o assunto e nos aprofundar nos principais aspectos. Aproveite para ficar por dentro dessa novidade!

O que é design thinking?

O mundo corporativo está sempre em busca de conquistar clientes. Para isso, são criadas ferramentas e processos para entender o perfil dos consumidores. Assim, quanto mais se conhece, mais assertivo será fazer um produto ou serviço que faça sucesso.

Dessa maneira, o design thinking surgiu como uma abordagem que auxilia tanto a identificar as necessidades, quanto na solução de problemas. Entenda que o diferencial dessa abordagem se faz com uma ênfase à criatividade nas tomadas de decisões.

Assim sendo, o design thinking é utilizado principalmente na área de inovação de produtos e negócios. Entretanto, sua utilização vem ganhando espaço em ambientes mais tradicionais como a sala de aula. Por isso, conhecendo bem essa abordagem, é possível aplicar o conceito na sua profissão ou  negócio.

Tradução de design thinking

Com o mundo cada vez mais globalizado em que vivemos, a cada dia mais palavras estrangeiras são inseridas no nosso vocabulário. Porém, muitos termos acabam não sendo traduzidos para o português, como é o caso do design thinking.

Assim, como thinking significa pensamento, e design tem diversos significados, não é possível considerar a expressão no sentido literal. Por isso,  não é possível compreender o conceito ao “pé da letra”. Então, design thinking o que é?

Pensando de forma mais ampliada, a ideia central do design thinking é “pensamento criativo”. E, como mencionamos anteriormente, essa ferramenta tem sido de extrema importância na área de inovação. Afinal, todo mundo quer se destacar no mercado, não é mesmo?

Inovação com design thinking

Falar em inovação é pensar em estratégias que tornem seu negócio diferenciado dos demais. Nossa sociedade está cada vez mais evoluída, e com isso, se torna mais difícil se tornar único. Por isso, pensar em inovação envolve uma mente voltada à criatividade.

É preciso levar em conta as informações disponíveis. Assim, use e abuse da internet para se inspirar. Por exemplo, busque os principais aspectos sobre a sua área de atuação, veja quais são as ferramentas disponíveis para executar o seu trabalho e escute pessoas especialistas no assunto.

Reforçamos que a ideia não é “criar a roda” e nem sair copiando o trabalho dos outros na íntegra. Assim, já parou para refletir nos métodos que você tem aplicado em seu trabalho? O que você pode fazer para se destacar no mercado?

Conheça as etapas do design thinking

Para entender melhor o que é design thinking e para que serve, vamos abordar as etapas que fazem parte dessa abordagem voltada ao mundo dos negócios. Assim, você poderá compreender também como fazer na prática.

Tenha em mente que essa abordagem envolve um processo. Por isso, todas as etapas são fundamentais para que se obtenha sucesso na sua aplicação. Confira:

Imersão

Nessa primeira etapa, é necessário se voltar a uma análise sobre o seu negócio. Aqui, é preciso considerar os pontos fortes e fracos. É preciso ser sincero para reconhecer os problemas do seu produto ou serviço. Para isso, escute seu cliente e obtenha informações sinceras.

Leia Também:  O que é metrossexual? Significado e características

Após a avaliação interna, se volte para o ambiente externo. Aqui nos referimos às questões que podem influenciar de forma positiva ou negativa. Por exemplo, o aumento no preço de matéria-prima, crises econômicas, saturação do mercado etc.

Ideação

A segunda etapa, visa pensar em soluções para os problemas identificados. A ideia é que você use a sua criatividade para resolver os problemas. Entretanto, tenha calma e utilize esse tempo para anotar todas as suas ideias.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Porém, é preciso usar de critério para produzir propostas. Ou seja, o design thinking não depende somente de criatividade, mas de um senso crítico. Lembre-se: não adianta ficar “viajando na maionese” se a ideia não for produtiva. Trabalhe com as equipes para aumentar o número de propostas.

    Prototipação

    Como o nome indica, chegou a hora das regras. Ou seja, levando em consideração as ideias obtidas na etapa anterior, é hora de escolher a que mais tem a ver. Perceba que mais uma vez é preciso pensar de forma crítica.

    No caso de produtos, é muito comum fazer uma pequena amostra para obter feedbacks. Para serviços, o trabalho tenta identificar, a partir de gráficos, todos os cenários possíveis. Em ambos os casos, é possível investir em pesquisas de público.

    Desenvolvimento

    Somente nessa fase é que as ideias são colocadas em prática. Assim, o design thinking já lidou com vários problemas nas etapas anteriores. Assim, os riscos acerca do negócio são menores.

    3 livros sobre design thinking

    Para que você se aprofunde mais nesse assunto, vamos indicar os melhores livros que falam sobre design thinking.  Confira a seguir:

    • Design Thinking: uma metodologia poderosa para decretar o fim das velhas ideias (Autor: Tim Brown, Tradução: Cristina Yamagami, Editora: Alta Books).
    • Isto é Design Thinking de Serviços: Fundamentos, Ferramentas, Casos (Orgs. Marc Stickdorn & Jakob Schneider, Tradução:  Clarissa Biolchini Mariana Bandarra, Editora: Bookman).
    • Design Thinking Brasil (Autores Luis Alt & Tennyson Pinheiro, Editora: Alta Books)

    Profissão designer thinking?

    Antes de pensar no design thinking como profissão, é necessário entendê-lo primeiramente como uma habilidade. Isso porque estamos acompanhando uma mudança cultural nos últimos anos. As profissões ditas do futuro exigem profissionais com conhecimentos amplos.

    Assim, os profissionais que desejam trabalhar na área, não são necessariamente das áreas de marketing ou design. Ainda, mesmo profissionais de diferentes áreas podem buscar conhecimento no assunto para aprimorar suas competências.

    Compreenda que a palavra-chave que norteia a abordagem do design thinking é o funcionamento da mente. Num primeiro momento para desenvolver aspectos relacionados à criatividade. Num segundo momento, entender a mente e comportamento humano são habilidades essenciais para atender às necessidades do cliente, e assim, resolver os problemas.

    Considerações finais

    Nesse artigo nós apresentamos as principais ideias sobre o design thinking. Essa abordagem é super relevante por não pensar nos consumidores como simples números. Ao priorizar o comportamento humano, a empresa ganha vantagem e passa a ouvir o cliente.

    Assim, num mercado cada vez mais concorrido, o saber ouvir e compreender o cliente é fundamental. Para ganhar clientes e fidelizá-los, a personalização tem feito a diferença. Seja  numa plataforma de streaming para a recomendação de filmes e séries, seja numa de produtos cosméticos.

    Por fim, nós temos uma ferramenta para te auxiliar no funcionamento da mente. Faça nosso curso online de Psicanálise Clínica para aprimorar ainda mais suas habilidades com o design thinking. Assim sendo, você vai obter vantagem na sua carreira e nos seus negócios. Aproveite e comece agora mesmo.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    11 − quatro =