deusa da sabedoria

Atena: resumo da deusa grega da sabedoria

Posted on Posted in Comportamento

Desde os seus primórdios a humanidade é cercada por mitos e lendas que duram até hoje. Certamente um dos mais conhecidos é o da deusa Atena, o símbolo divino do conhecimento. Hoje nós vamos conhecer um pouco da história dela e o seu significado na cultura da humanidade.

Representação

A deusa Atena é a divindade grega que representa a sabedoria, senso de justiça e inteligência. Conhecida como Minerva pelos romanos, a deusa grega Atena até hoje é lembrada como a divindade da civilização, matemática e artes. Na mitologia grega ela é filha de Zeus, sendo protetora dos heróis, tecelões, arquitetos, filósofos e poetas.

Sua fama é tamanha que a deusa foi cultuada em templos da Grécia antiga, Índia, África e até colônias asiáticas. De acordo com os mitos, o animal favorito de Atena é a coruja, sendo essa mais um símbolo da sabedoria. Até hoje a divindade serve como inspiração para pintores e escultores ao redor do mundo.

Origens

Métis, deusa da prudência, podia se transformar em qualquer animal e numa armação do marido, Zeus, ela se transformou em mosca. Contudo, Zeus engoliu a sua esposa na forma do inseto porque a princesa estava grávida de Athena. Acontece que, segundo uma profecia, o trono de Zeus seria roubado por um filho mais forte do que ele.

Após ser engolida, Métis foi parar na cabeça de Zeus e ao passo que o tempo avança ele reclama de fortes dores ali. Assim que Hefesto deu um golpe em sua cabeça a deusa Athena, já adulta, saiu armada do seu crânio. Ela não era só muito inteligente, mas era imbatível com estratégias militares infalíveis.

Mesmo que seja lembrada por sua pureza, Atena “engravidou” de Hefesto após o ferreiro tentar abusá-la. De acordo com a lenda, Hefesto ejaculou em suas pernas e Atena usou um pedaço de lã para se limpar. Na terra onde ela jogou a lã nasceu o semideus Erictônio que ela criou como seu filho.

Características

A deusa Atena ainda causa uma enorme influência dentro da corrente de pensamento da Grécia. O respeito se deve ao modo como ela era descrita intelectualmente, no comportamento e nas próprias feições. Assim, as principais características da deusa Atenas mais conhecidas são:

  • uma mulher imponente, forte e com olhar corajoso;
  • habilidade estratégica, algo representado pela lança na sua mão com a cabeça cravada da Medusa;
  • seriedade para lidar com momentos de crise;
  • responsabilidade, já que ela não era tentada por paixões com medo de prejudicar os seus deveres;
  • pureza, algo representado em suas estátuas que estão sempre cobertas;
  • disposição para vencer barreiras, uma representação do seu escudo, lança e capacete sempre prontos para guerrear.

Athena: deusa de deveres e conquistas

Ao longo de sua trajetória, a deusa Atena participou de diversas batalhas. Tanto contra criaturas mitológicas quanto em favor dos mortais que a adoravam. Segundo os historiadores, foi descrita a sua participação em:

Ao lado do seu pai, Zeus, a deusa derrotou e matou os gigantes Tifão e Encéfalo.
Como protetora dos heróis, ela ajudou Héracles a chegar até Zeus, capturar o Cérbero e matar a hidra
Deu ao semideus Balerofonte a rédea de ouro para que ele capturasse o Pégaso e encontrasse a Quimera
Ajudou Perseu a derrotar a Medusa dando para ele um escudo
Inicialmente ela ajudou os gregos na Guerra de Troia. Entretanto, o castigo da deusa Atena recaiu sobre eles por causa do comportamento do guerreiro Ájax. Ele violentou a princesa de Troia Cassandra que estava sob a proteção da deusa. Assim que descobriu o fato, Athena procurou Poseidon para exigir vingança. O deus dos mares jogou o barco de Ájax contra as pedras, matando os tripulantes.

Criações

Sem dúvida a deusa Atena chamava bastante atenção por suas grandiosas capacidades mentais e físicas. Além de ser considerada como inventora dos instrumentos agrícolas gregos, Atena deusa consolidou instituições sociais, inclusive o Estado.

Leia Também:  Menopausa: 3 aspectos psicológicos nessa fase

Logo, o brilhantismo da divindade melhorou o arado, plantio de oliveiras, domesticação de animais e condução do gado. Além disso, a deusa ajudou na descoberta dos números, navegação e inventou charretes e carros de guerra.

Poseidon X Athena deusa

A deusa Atena disputou com o seu tio Poseidon o controle de uma cidade-estado em um concurso de titãs. Com o intuito de dar o melhor presente para aquele local, quem fizesse uma maravilha que beneficiasse os habitantes venceria. Bastante astuta, Atena provou a sua sabedoria por mais uma vez sair vitoriosa, nesse caso, contra o poderoso deus do mar.

Poseidon usou o seu tridente para atingir uma pedra, criando uma fonte de água salgada e um cavalo. Ainda que a maravilha fosse notável, o benefício era mínimo, algo bem diferente da deusa Athena. Além de domar o cavalo, ela criou uma oliveira que produzia alimento, madeira e óleo.

Sendo a ganhadora da disputa, a cidade agora se chamava de Atenas.

A casa imortal

É bastante comum nós vermos as estátuas de Atena segurando uma lança em uma das mãos. Contudo, o objeto não significa guerra, mas, sim, as habilidades da divindade em vencer conflitos e problemas em sua vida. Por isso que muitas pessoas recorrem a ela em momentos de grande necessidade ou dúvidas que precisam de soluções.

Ela era considerada a inventora do freio e domadora inata de cavalos. A cidade de Atenas era a sua preferida, pois além de levar seu nome, a deusa recebia muitos adoradores. Mesmo que tenha sofrido certo desgaste temporal, o lugar ainda mantém a aura de história e sabedoria ao qual foi construído.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Por fim, ela foi uma protetora de Ática e das proximidades, embora fosse em Atenas o lugar da sua casa. O local foi onde os arquitetos Calícrates e Ictinos construíram o Parthenon no século V a.C em sua homenagem. Durante muito tempo as pessoas realizaram festivais ali, chamados de panatenéias, em adoração à deusa.

    Considerações finais sobre deusa Atena

    É fascinante conhecer a história da deusa Atena e entender melhor as razões dela ainda ser tão adorada. A sua sabedoria é um símbolo de inspiração para que a humanidade vença os seus desafios e atinja o seu potencial.

    Caso você não saiba, a expressão “voto de Minerva” surgiu quando Atena votou no julgamento de Orestes, encerrando um desempate que salvou a vida dele.

    Além do que nós contamos, Atena deveria ser a nova rainha do Olimpo, mas a misoginia do seu pai impediu sua ascensão. Contudo, ele não conseguiu apagar o simbolismo de sabedoria e brilhantismo que apenas a sua filha possuía.

    E se você quer encontrar o seu potencial assim como a deusa Atena venha conhecer o nosso curso de Psicanálise. Sendo 100% online, as aulas te ajudarão a desenvolver autoconhecimento e garantir uma transformação em sua vida. Entre em contato com a nossa equipe e descubra como encontrar a melhor versão de si para mudar o seu futuro.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    10 − 7 =