Doenças: benefícios da Psicanálise nos tratamentos

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise

A psicanálise, também conhecida como “terapia da fala”, é um tipo de tratamento baseado nas teorias de Sigmund Freud. Este, por sua vez, que é conhecido como o “pai da psicanálise”. Nesse contexto, Freud desenvolveu essa modalidade de tratamento para pacientes que não responderam bem a tratamentos psicológicos ou médicos para suas doenças.

Ele acreditava que certos tipos de doenças vêm de pensamentos, sentimentos e comportamentos profundamente enterrados na mente inconsciente. Portanto, o presente é moldado pelo passado, de modo que as ações atuais de um indivíduo estão enraizadas em experiências da primeira infância.

Objetivos da terapia

Os psicanalistas ajudam os clientes a penetrar em sua mente inconsciente. Isso com o objetivo de recuperar emoções reprimidas e experiências profundamente arraigadas, muitas vezes esquecidas. Assim, ao obter uma melhor compreensão de sua mente subconsciente, os pacientes adquirem insights sobre os motivadores internos que impulsionam seus pensamentos e comportamentos.

Dessa forma, isso permite que os pacientes trabalhem para mudar comportamentos negativos e destrutivos. Auxiliam assim, no tratamento de doenças da “alma”.

O que um psicanalista faz?

Usando os princípios da teoria psicanalítica, um analista fornece terapia para seus pacientes. Assim, durante as sessões de terapia, ouve como o paciente discute fantasias e sonhos ou narra experiências. Nesse contexto, o terapeuta procura padrões recorrentes ou eventos do passado que possam desempenhar um papel nos problemas atuais do paciente.

Ademais, um psicanalista também:

  • Atende pacientes individualmente;

  • Realiza sessões aproximadamente quatro vezes por semana durante 50 minutos ou mais por sessão;

  • Incentiva os pacientes a se identificarem seus estados emocionais;

  • Ajuda os pacientes a entender os fatores subconscientes que impulsionam seu comportamento;

  • Mantém a confidencialidade do paciente;

  • Mantém notas detalhadas de cada sessão.

Quais doenças a psicanálise pode tratar?

A Psicanálise é usada também para tratar uma variedade de condições e problemas emocionais. Dessa forma, não importa se é aplicada com adultos ou crianças. Ademais, uma variedade de doenças geralmente respondem bem a esse tipo de tratamento, incluindo:

  • Ansiedade;

  • Depressão;

  • Ataques de pânico;

  • Fobias;

  • Comportamentos obsessivos;

  • Traumas;

  • Distúrbios alimentares;

  • Problemas de auto-estima;

  • Dificuldades sexuais;

  • Problemas de relacionamento;

  • Comportamentos autodestrutivos.

Como funciona o tratamento psicanalítico?

Numerosas hipóteses fundamentam as teorias por trás da psicanálise. Isso no que diz respeito ao tratamento de doenças também. Assim, em primeiro lugar, existem três funções dentro da personalidade de todos – o id, o ego e o superego.

O id, compreendendo tanto impulsos fundamentais instintivos quanto básicos, é energia inconsciente. Inclui também tendências agressivas e sexuais.

Nesse contexto, a mente consciente, ou o ego, serve para manter o id sob controle. Assim, exerce sobre ele uma influência moderadora.

Finalmente, o superego representa a realidade externa. Dessa forma, inclui pensamentos, sentimentos e comportamentos conscientes, que refletem os costumes e valores dos pais ou da sociedade.

Esses três componentes formam o modelo estrutural do que conhecemos como personalidade. A interação entre os três apresenta uma luta pelo domínio, e ocorre dentro de cada pessoa.

O tratamento psicanalítico ajuda a aliviar as tensões subjacentes que ocorrem entre o id, o ego e o superego. Assim, em uma tentativa de equilibrar essas três funções mentais, os pacientes devem desvendar seus pensamentos e sentimentos inconscientes.

Terapia Tradicional

Na maioria das terapias tradicionais de psicanálise, o paciente se deita em um sofá enquanto o terapeuta se senta atrás do paciente para evitar o contato visual. Essa posição ajuda o paciente a se sentir confortável, de modo que ele ou ela possa alcançar um nível mais íntimo de discussão com o psicoterapeuta.

Tempo de tratamento

A terapia psicanalítica tipicamente compreende um curso de tratamento de longo prazo. Assim, os clientes geralmente se reúnem com o terapeuta pelo menos uma vez por semana. Ademais, podem permanecer em terapia por vários anos.

Técnicas Psicanalíticas

Uma variedade de técnicas terapêuticas é usada durante a psicanálise. Nesse contexto, todas são empregadas na tentativa de maximizar a percepção e obter consciência do comportamento do paciente. Alguns dos métodos mais populares incluem:

Análise dos sonhos

Na psicanálise, a interpretação dos sonhos é usada para revelar pensamentos inconscientes. Freud pensava que as idéias e sentimentos reprimidos subiam à superfície da mente através dos sonhos. No entanto, o conteúdo dos sonhos é frequentemente alterado. Portanto, o psicanalista deve ajudar o paciente a interpretar e compreender a substância do sonho para descobrir seus significados ocultos.

Associação livre

Durante a associação livre, o paciente é encorajado a falar sobre qualquer coisa que venha à mente livremente. O psicanalista pode ler uma lista de palavras aleatórias, e o paciente simplesmente responde com as primeiras associações que ocorrem. Assim, as memórias reprimidas surgem frequentemente durante o processo de associação livre.

Leia Também:  Psicopatologias na abordagem da Psicanálise

Interpretação

O psicanalista ajuda o paciente a explorar as memórias e narrativas pessoais em detalhes. Dessa forma, ao fazê-lo, pode analisá-las. Ademais,  terapeuta procura alguns temas comuns nas histórias do paciente.

Um deles, o chamado “escorregão freudiano“, ocorre quando os pacientes revelam acidentalmente algo importante ao fazer conversas aleatórias. Nesse contexto, o terapeuta psicanalítico fornece uma interpretação da escolha inadvertida de palavras ou frases do paciente.

Transferência

Os pacientes se envolvem em transferência quando transferem sentimentos que tinham por alguém em seu passado para o presente. Às vezes, a transferência ocorre entre o paciente e o terapeuta. Assim, os pacientes podem aplicar certos sentimentos em relação ao terapeuta que realmente se relacionam com alguém de seu passado.

Tratamento psicanalítico: metas e objetivos

Um dos principais objetivos da psicanálise é ajudar os pacientes a identificar os pensamentos, comportamentos e desejos ocultos que estão criando. Nesse contexto, isso envolve até mesmo quadros de doenças psíquicas.

Dessa forma, o objetivo é ajudar os pacientes a entender questões que causaram problemas profundamente enraizados e uma perspectiva mal adaptativa da vida. Assim, a Psicanálise ajuda o paciente a adotar um novo ponto de vista. Essa nova atitude pode gerar mudanças significativas e crescimento na vida do paciente, ajudando-o assim a combater as “doenças da alma”.

Psicanálise: mitos e falsos estereótipos

Por fim, é interessante desmentir os numerosos estereótipos e mitos falsos que estão associados à Psicanálise. O público em geral geralmente mantém uma visão antiquada da prática, talvez obtida a partir de retratos de psicanalistas na televisão ou em filmes. No entanto, o retrato cinematográfico está longe de ser preciso. Alguns dos estereótipos mais comuns da psicanálise incluem:

A psicanálise dura para sempre

Embora seja verdade que o tratamento psicanalítico leva mais tempo do que outros tipos de terapias, o paciente não passa por tratamento para sempre.

O objetivo do tratamento é ajudar os pacientes a desenvolver uma compreensão mais profunda de seus pensamentos, sentimentos e memórias inconscientes. Obviamente, o profundo nível de compreensão requerido na psicanálise não se desenvolve da noite para o dia. Assim sendo, é por isso que um paciente pode estar em terapia por vários anos.

A psicanálise não é uma ciência real

É um mito que a psicanálise é uma ciência falsa. A teoria e a prática psicanalítica têm sido objeto de inúmeras pesquisas ao longo dos anos. Nelas está comprovada a sua precisão e eficácia no tratamento de diversas doenças psíquicas.

De fato, a terapia psicanalítica frequentemente é bem sucedida quando outros tipos de tratamento falharam. Assim,  é um tratamento reconhecido nacionalmente até pelas principais seguradoras, que reembolsam os pacientes para que façam o tratamento.

A psicanálise é apenas sobre sexo

Embora Freud tenha popularizado o termo “libido”, ele não pretendia que o termo se aplicasse apenas ao desejo sexual.

Na psicanálise, a libido refere-se à energia ou força vital que impulsiona todo o comportamento humano, não apenas as paixões sexuais. Embora a luxúria muitas vezes impulsione o comportamento, não é o motivador de toda ação. Assim sendo, a Psicanálise se concentra em muitos outros aspectos da experiência que impulsionam o comportamento.

Caso tenha interesse…

Gostaríamos de convidar você a entender melhor sobre a Psicanálise ao fazer nosso curso EAD. Nele, apresentamos um currículo apropriado para que você não só aplique os conceitos em sua vida. Visto que ao final do curso você recebe um certificado, pode trabalhar como um psicanalista profissional.

]Assim sendo, investir nessa especialização pode ser útil não só para lidar com os próprios sentimentos. Trata-se de um investimento com retorno financeiro também. Saiba mais sobre o Curso de Formação em Psicanálise, 100% EAD. Dessa forma, terá a oportunidade de se ajudar e trabalhar pela melhora de vida de muitas pessoas.

Foi útil para você? Curta, Comente e Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *