Efeito Barnum: significado e exemplos em Psicologia

Posted on Posted in Uncategorized

Talvez você ou alguém conhecido já tenha feito testes do Buzzfeed e ficado surpreso com o resultado obtido. Bem, existe uma explicação para esse tipo de fenômeno onde acreditamos que respostas universais sejam especificamente feitas para nós. Entenda melhor o significado de efeito Barnum e alguns exemplos cotidianos.

O que é efeito Barnum?

O efeito Barnum é uma tendência mental em aceitar descrições generalizadas de personalidade como sendo específicas para nós. Em outras palavras, ele é percebido quando nós acreditamos que uma descrição universal diz respeito a nós mesmos. Por exemplo, pode-se notá-lo ao ir numa loja e sentir que o vendedor sabe exatamente do que você precisa.

Também conhecido como efeito Forer, esse fenômeno descreve um julgamento exageradamente correto que fazemos das observações alheias. Embora essas avaliações pareçam individuais, a verdade é que são genéricas e muito vagas para serem aplicadas a todo mundo. Tal efeito ajuda a explicar a aceitação das pessoas que acreditam em astrologia ou testes de personalidade.

A validação subjetiva é um dos fenômenos mais conhecidos do forer effect. Em suma, ela acontece quando dois eventos sem ligação parecem se conectar já que hipóteses ou crenças exigem essa ligação. Desse modo temos uma explicação sobre quem conecta signos com testes de personalidade.

Qual a diferença entre efeito Barnum e efeito Forer?

O efeito Barnum possui diversos nomes, incluindo validação subjetiva, efeito Forer, Forer effect, Barnum effect e subjective validation. Ainda que esses últimos sejam termos em inglês (originais), também são comuns em outros países. Ademais, esse fenômeno também é conhecido como falácia de validação pessoal por alguns estudiosos.

Como o efeito Barnum funciona?

Em linhas gerais, o efeito Barnum é parte do conjunto de erros cognitivos que o cérebro de uma pessoa acaba cometendo. Quando ela processa as informações do mundo à sua volta, pode tomar conclusões precipitadas como verdadeiras. Já que tais conclusões parecem certas inicialmente, é o suficiente para um indivíduo entender o contexto ao redor e sobreviver tendo elas em vista.

P. T. Barnum ajudou a conceber esse conceito, sendo ele um dos primeiros a enriquecer na indústria do entretenimento. Barnum fazia performances com charlatanismo, onde prometia até adivinhar a vida de pessoas desconhecidas. Para tanto, sempre dizia que o participante enfrentava problemas ou era infeliz em alguma área da vida.

Bem, qual pessoa não tem problemas ou deseja melhorar alguma área da sua vida para se sentir mais realizada? Enquanto os participantes se deixavam levar pelas adivinhações, Barnum lia a postura deles, vontade de sorrir e outros indícios físicos. Ou seja, ele entendia sinais que mostravam uma inclinação comportamental, mas que não definiam a personalidade de ninguém.

O experimento de Forer

Segundo registros, o psicólogo Bertram R. Forer distribuiu entre os seus alunos um teste de personalidade. Em seguida, o psicólogo afirmou que cada um deles seria analisado individualmente com base no resultado do teste. Depois, os alunos deveriam avaliar a precisão desse estudo, sem saberem que receberam o mesmo texto.

As avaliações dos estudantes ficaram na média de 4,26. Contudo, Forer somente revelou que se tratava do mesmo texto depois de recebê-las, sendo ele montado com frases de vários horóscopos. Como você pôde imaginar, muitas das frases podiam ser aplicadas para qualquer indivíduo influenciável.

Leia Também:  Pais e Filhos (Legião Urbana): letra e explicação

O que pode impactar sobre o efeito Barnum?

De acordo com estudiosos, muitas variáveis podem influenciar o efeito Barnum em um indivíduo. Pesquisas indicam que as pessoas costumam avaliar com maior credibilidade se uma das abordagens a seguir for verdadeira caso:

  • a pessoa acredite na autoridade/credibilidade do indivíduo que está avaliando ela;
  • o indivíduo acredite que a análise realizada é feita de modo personalizado e individual;
  • o avaliador busque focar principalmente nos traços positivos da personalidade humana.

Como o efeito Barnum afeta a vida financeira de alguém?

Quem trabalha com Marketing sabe muito bem utilizar as ferramentas que o efeito Barnum possui. Por isso que as empresas, mesmo que façam mensagens generalizadas na publicidade, sempre focam no “feito para você”. Ainda que a campanha seja feita para captar um imenso público, existe uma chance grande de cada pessoa se sentir íntima daquele chamado.

Por exemplo, academias tendem a sempre descrever uma insatisfação corporal e a indústria farmacêutica te lembra das suas dores após um dia de trabalho. Além delas, as empresas vendem alimentos, afirmando que você merece um doce após dias difíceis. Esses exemplos são muitos generalizados, porém dá para sentir como se o narrador falasse diretamente com o público.

Desse modo, você pode até comprar e consumir algo que nem precisava na verdade ou que não serviria no seu cotidiano. Isso porque, mesmo que a propaganda pareceu falar da sua vida durante a venda, ela não chegou a frisar as consequências dessas escolhas. Isto é, não falou sobre os seus gastos, nem dos açúcares e gorduras que você ingeriria se fizesse tomasse essas decisões.

Exemplos

Por fim, vamos falar dos exemplos do efeito Barnum, que são até comuns na rotina da maioria das pessoas. Nós sempre estamos em constante troca com os outros e consequentemente mais abertos as generalidades dessas interações. Uma pessoa pode não estar à nossa frente para descrever a nossa personalidade, mas ela pode realizar esse ato por meio de:

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Testes do Buzzfeed

    Sim, muitos testes da plataforma são feitos com o intuito de divertir o visitante daquele site. Porém, alguns são elaborados com a finalidade de definir a nossa personalidade com base em elementos genéricos. Quem nunca encontrou a sua “verdadeira” profissão, nome, origem ou personalidade por meio desses testes?

    Comércio

    Talvez você tenha a lembrança de algum vendedor que lhe mostrou um produto feito para você. Acontece que tal profissional conseguiu fazer uma rápida leitura sua, tanto física, quanto comportamental para vender. Assim, ele não só mostrou algo que você podia precisar, mas também te convenceu de que precisava de um produto, influenciando sua compra.

    Considerações finais sobre efeito Barnum

    O efeito Barnum impacta diretamente a maneira como nós percebemos a realidade ao redor, embora nem sempre seja algo positivo. Afinal, é comum para muitas pessoas se deixarem guiar por impressões antecipadas e tomadas como verdadeiras. Em outras palavras, podemos fazer escolhas que não necessariamente dizem respeito ao que somos de verdade.

    Para lidar melhor com essa questão, cada indivíduo precisa conhecer a sua própria essência a fim de sentir segurança em suas ações. Nunca deixe que outras pessoas influenciem as suas decisões para tirar qualquer proveito de você.

    Leia Também:  A posteriori: o que é, significado, sinônimos

    Você pode conseguir viver de maneira independente sem o efeito Barnum ao se inscrever em nosso curso online de Psicanálise. Isso porque você não só desenvolverá o seu autoconhecimento, mas também a consciência para explorar o seu potencial e fazer mudanças em sua vida. A Psicanálise pode conceder uma percepção maior sobre o mundo para você viver em plenitude.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *