entendendo psicanálise

Entendendo Psicanálise de 5 grandes autores

Posted on Posted in Formação em Psicanálise, Psicanálise

Embora Freud tenha consolidado o que conhecemos hoje por Psicanálise, não foi o único a implementar conceitos importantes para que pudéssemos entendê-la. Diversos outros psicanalistas foram importantes à consolidação do movimento com o passar dos anos, bem como sua pluralidade. Hoje vamos começar entendendo Psicanálise com cinco autores famosos da área.

André Green

André Green era conhecido por tomar grande influência dos demais psicanalistas entendendo Psicanálise de forma diversificada. Em seu trabalho se portava como um grande espelho de Freud, tendo uma fidelidade grandiosa aos caminhos dele. Com isso, era permissivo, com trabalho variado e muito pouco transigente.

Green era notavelmente reconhecido por sua audácia no abraço à renovação constante em seu trabalho na Psicanálise. Ainda que resgatasse ideias antigas, carregava uma surpreendente capacidade de renová-las ao contexto atual, dando simbolismo e flexibilidade. Nesse caminho, conduziu à luz elementos de sucesso e fracasso na terapia.

Sem contar que até o fim de sua vida sempre defendeu o trabalho iniciado por Freud desde o início. Isso vinha de maneira ativa, já que costumava levantar argumentos que impedissem a integridade desse trabalho. Ademais, também apontava para os indivíduos que se desviavam dos princípios do trabalho freudiano.

Donald Woods Winnicott

Donald Woods Winnicott é um importante nome para entender Psicanálise em suas experiências pessoais no trabalho. Graças a Winnicott que se criou a teoria de que deveríamos dar prioridade em relação aos cuidados maternos. Com isso, as mães seriam o principal caminho para alcançar o potencial pleno ainda em nossa infância.

Donald indicava que o tamanho de nossas capacidades se liga diretamente à integração social e ao amadurecimento. Todavia, enquanto sozinhos, não poderíamos fazer isso sem a intervenção de nossas mães nessa mudança. Através delas que nossas necessidades seriam supridas e as capacidades mais direcionadas a alavancar nosso desenvolvimento.

Wilfred Bion

Entendendo Psicanálise por meio de Wilfred Bion nos deparamos com a sua infância sensível e complicada. Tudo se deve ao fato de que ele recebeu uma educação extremamente rígida que afetou o seu desenvolvimento. Consultando-se com Melanie Klein, renomada autora na dinâmica entre mãe e filho, acabou desenvolvendo a ideia de sessão grupal.

Inicialmente, a sua própria instrutora, Klein, repudiu a ideia, embora concordasse e aceitasse ela posteriormente. O trabalho da dinâmica em grupo acabou ajudando o combatentes da guerra, usando do tratamento coletivo para cuidar deles. Bion conseguiu burlar as críticas direcionadas e ligar isso diretamente ao trabalho psicanalítico.

Melanie Klein

A austríaca Melanie Klein se torna uma das melhores referências quando se está entendendo Psicanálise. Dedicada à área infantil, o contato com as crianças acabou consolidando o sobrenome de Klein na história. Dentre os seus principais conceitos, os mais populares foram:

Projeção, introjeção e identificação

À medida em que a criança vai crescendo, o seu ego a acompanha em tamanho e velocidade. Nisso, ela se blindará da ansiedade por meio de mecanismos de defesa, inclusive através introjeção e projeção. Graças à identificação projetiva que seria possível fazer a libertação de angústias ainda no desenvolvimento.

Fantasias

O conhecimento da criança a respeito da realidade vai se formando enquanto ele vai amadurecendo. As sensações de prazer e dor que uma pessoa sente influencia diretamente sobre isso. Nisso, a sua percepção se transformaria para se desenvolver na interpretação de coisas como boas ou ruins.

Mundo interno

Por fim, Melanie não apontava relevâncias diferentes entre o mundo interno e externo das crianças, de modo que ambos estavam em pé de igualdade. Era desde a amamentação que tais lugares se formariam, isto é, a partir das suas primeiras manifestações sociais. Dessa forma, cada ansiedade, defesa e fantasia inconsciente acabam por estruturar a sua objetividade.

Leia Também:  7 dicas de como conquistar um homem

Jacques Lacan

Começar entendendo Psicanálise de Jacques Lacan é um exercício complexo e até demorado, dada a sua natureza. Embora tenha sido próximo a Freud, sua postura era insegura e ondulava. Ainda assim, formulou teorias consistentes e revolucionárias dentro da Psicanálise, como:

Inconsciente

Assim como Freud, Lacan também validava a existência a existente de nossa parte inconsciente. Ele indicava que o ser humano repelia os desejos e vontades a um lugar sem acesso consciente e julgamentos. Quanto mais somos reprimidos, mais fácil fica alimentar problemas comportamentais e distúrbios.

Linguagem

Para se obter as respostas desejadas, Lacan indicou que a linguagem seria o melhor portal para isso. Esse tipo de ancoragem fica possível se atentando as impressões específicas na fala dos indivíduos. Nisso, fica bem mais fácil identificar o mal-estar que estamos sentindo por hora.

NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

Imaginário

De acordo com Lacan, se tratando dos relacionamentos, procuramos uma pessoa que possa nos completar. Todavia, nenhum indivíduo tem a obrigação de cumprir qualquer expectativa criada por nós.

Os herdeiros da Psicanálise

Entendendo Psicanálise através desses nomes é compreender a Psicanálise do próprio Freud. O mesmo obteve um papel vital na formação desses autores da Psicanálise como um instrutor ou referência. Direta e indiretamente, Freud deu a esses cinco o maior legado de suas vidas.

Com isso, cada um se tornou um herdeiro da Psicanálise, de modo a carregar o papel de seguir adiante nela. Isso é uma responsabilidade grandiosa, já que construíram os próprios nomes na psicoterapia. Levou um tempo considerável para que pudessem se firmar e serem reconhecidos.

Nota-se que isso se tornou uma constante, de modo que eles próprios iniciaram o repasse do saber. Mais e mais pessoas acabavam tomando eles como referências e amadurecendo o próprio trabalho. É um repasse de legado que acontece até os dias atuais.

Tesouro do conhecimento

Aprender Psicanálise é como tomar nas mãos um tesouro imaterial do conhecimento da vida. Como dito linhas acima, entendendo Psicanálise através dos cinco é aprender a Psicanálise do criador. Todavia, os nomes citados também tiveram muito a contribuir com esse trabalho e tiveram reconhecimento por mérito próprio.

É graças a isso que podemos utilizar de nosso tempo para mergulhar na proposta de Klein, Lacan ou Winnicott com folga. São nomes substanciais, de modo que seja necessário mais de uma lida em seus trabalhos reconhecidos. Por conta deles que muitos aspectos importantes da Psicanálise não podem ser deixados de lado. Está aí a beleza da ciência colaborativa.

Considerações finais sobre entendendo Psicanálise

Entender Psicanálise por meio dos nomes acima é compreender a própria história de formação dessa terapia. Como bem sabe, a psicoterapia acabou por se desenvolver também ao redor dessas figuras que hoje nos causa admiração. Assim como o criador, percorreram caminhos de erros e acertos para que consolidassem o seu trabalho.

Por causa disso que indicamos a leitura de trabalhos substanciais que foram montados ao longo do tempo. É uma forma de entender a abordagem de cada um enquanto conhece mais da sua própria identidade. Temos alguns artigos bem condensados que te ajudarão nessa busca por entender Psicanálise com mais clareza.

Além de ler os artigos, se inscreva em nosso curso online e completo de Psicanálise. O curso serve como uma forma de mergulho para reestruturar a sua vida em contato com autoconhecimento e segurança para agir. Entendendo Psicanálise com as nossas aulas vai compreender o alcance do seu potencial e a força interna para despertar realizações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − seis =