Equilíbrio emocional: 5 etapas para alcançar

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise

O equilíbrio emocional é algo que interfere em nossas vidas se tivermos ou não. Você, inclusive já deve ter lidou ou ouvido falar sobre isso. Contudo, você sabe o que é equilíbrio emocional e como aprimorar o seu? Neste artigo, vamos trazer o conceito bem explicado, além de mostrar como ele interfere nas nossas vidas. Ademais, vamos indicar 5 maneiras de consegui-lo.

O que é equilíbrio

Para começar a discussão que faremos neste artigo, achamos interessante apresentar o conceito de equilíbrio a título de explicação.

A palavra equilíbrio é um substantivo masculino. Dentre seus significados estão harmonia, estabilidade e solidez. Trata-se daquilo que está distribuído de maneira proporcional, equilibrada, contrabalanceada.

Assim sendo, quando pensamos que algo está equilibrado, imaginamos algo que está igualado.

no sentido figurado, equilíbrio é prudência, moderação, domínio de si mesmo. Estar equilibrado, nesse sentido, é estar em harmonia nas áreas de sua vida.

O que é equilíbrio emocional

Equilíbrio emocional, por sua vez, é o controle sobre os nossos pensamentos e emoções. É não deixar que eles dominem nossos comportamentos, mas controlar tudo. É nos vermos em situações de dificuldade e problemas e mantermos o controle absoluto de nós mesmos.

É conseguir, diante de um problema, ter clareza e racionalidade para resolvê-lo. Essa resolução deve ser feita da melhor maneira, e de forma pacífica.

Diante de tomadas de decisões, conflitos familiares ou profissionais, o equilíbrio emocional é fundamental. No entanto, além das situações de tensão existem outras ocasiões em que precisamos apresentar esse tipo de equilíbrio. Afinal, no dia a dia, enfrentamos várias situações e não podemos deixar nosso emocional nos comandar.

Como o equilíbrio emocional interfere na vida pessoal

Viver é enfrentar dificuldades. Todos os dias nós precisamos tomar decisões, enfrentar monstros e seguir em frente.

Não é fácil, mas se deixarmos que as emoções nos comandem, será impossível viver.

Precisamos considerar sim nossos sentimentos. Porém, é preciso ter clareza das situações, das decisões e consequências de nossos atos. Acontece que as emoções muitas vezes nos cegam sobre o futuro, de modo que vemos a situações de acordo com a cara que assumem em um dado momento. Isso afeta nossas relações, nossos trabalhos, e até o percurso de nossa educação.

O equilíbrio emocional nos ajuda a distanciar um pouco do momento. Ele permite que venhamos a olhar a situação de fora e com certa frieza. Dessa forma, nós conseguiremos considerar não só nossos sentimentos, mas o dos outros. Afinal, nem sempre as situações são sobre nós. É preciso ter empatia pelo outro também, e considerar como nossos comportamentos os impactam.

Olhar de fora, com clareza e racionalidade, é essencial para enfrentar a vida e evoluir. E é o equilíbrio emocional que nos ajuda nisso. Só assim poderemos ter relacionamentos mais sadios e duradouros, além de um projeção mais realista do futuro.

Como alcançar o equilíbrio emocional

Como vimos, o equilíbrio emocional é essencial em nossas vidas. Vamos listar aqui 5 passos para te ajudar a alcançá-lo:

Conheça e compreenda seus sentimentos

Para atingir o equilíbrio emocional você precisa se autoconhecer. É uma trajetória longa e difícil, mas só quando fazemos esse caminho é que conheceremos a nós mesmos. Dessa forma, poderemos entender porque nos comportamos de determinada maneira.

Conheceremos o que nos fere, como nos fere e que reações isso desperta em nós. Quando vivemos conforme a vida acontece, nos tornamos reativos. Isso quer dizer que não temos controle de nada, as coisas acontecem e a gente age sem pensar. É como se fôssemos controlados por uma força da natureza.

No entanto, nós somos mais que isso. Somos equipados com o pensamento crítico e a racionalidade. E é quando nós conhecemos a nós mesmos, quando compreendemos e analisamos nossos comportamentos, que se torna possível equilibrá-los.

Faça essa jornada. Faça perguntas a você mesmo, se analise, se entenda. Só dessa forma você conseguirá ter equilíbrio.

Aprenda a lidar com frustrações

O mundo não funciona de acordo com o que esperamos dele. Todos os dias nos deparamos com situações fora das nossas expectativas, e por isso nos frustramos.

Porém, o modo como reagimos a isso é um ótimo termômetro de como está nosso equilíbrio emocional. É quando entendemos que o mundo não é como esperamos e que ele não está a nosso serviço é que a chave vira.



Por sua vez, essa chave tem a ver como nossa capacidade de superar os obstáculos. Nem sempre esses obstáculos são grandiosos, mas até nos menores, nosso equilíbrio emocional é posto a prova.

Leia Também:  O que é constelação familiar?

Assim, saber lidar com o desconforto e com a frustração é essencial para continuarmos e chegarmos aonde almejamos.

Não se apoie em expectativas

Como dissemos ali em cima, o mundo não acontece de acordo com a nossa vontade. Precisamos sim criar metas, estabelecer objetivos, mas nem sempre eles se concretizarão. Às vezes, eles até acontecem, mas não da maneira que queremos.

Saber lidar com isso é fundamental. Além disso, não é só uma questão de aceitar, mas de saber trabalhar a partir de objetivos novos quando as frustrações acontecem.

A frustração deve ser um impulso para a mudança de caminho ou, até mesmo,para insistir. Pensamentos negativos não nos impulsionaram. Por isso, ter um equilíbrio emocional é importante. Nós nos colocamos em uma posição de distância diante aquela decepção e analisamos toda a situação. Aprendemos com isso e pensamos no que pode ser melhorado.

Dessa forma, não se trata de não ter expectativas, mas de saber que não satisfazê-las não é o fim do mundo. Talvez represente um colapso para nossos planos atuais, mas não é o fim.

Faça os ajustes necessários

Essa dica se relaciona com todas as anteriores. Como dissemos ali em cima, é preciso se ajustar as situações que enfrentamos.

Porém, como dissemos, não é ter uma reação reativa a situação, mas compreender, analisar e agir. Quando nos conhecemos, quando conhecemos o que nos afeta e nossos sentimentos, podemos mudar.

Nós devemos mudar o que enxergamos que não é tão legal em nós. Mudar o caminho, os objetivos. Mudar até nossas relações. Afinal, muitas vezes nos sujeitamos a situações sem raciocinar sobre elas. Sair do furacão emocional nos faz ver tudo de forma mais clara. Só a partir disso tomaremos decisões mais assertivas.

Pedir ajuda quando precisa

Algumas vezes nós acreditamos ser superpoderosos. Achamos que damos conta de tudo e nesse caso é muito difícil reconhecer que precisamos de ajuda. Porém, é preciso deixar o orgulho de lado e pedir ajuda. Seja essa ajuda para um trabalho que não conseguimos fazer sozinhos, seja para lidar com questões mentais e emocionais.

Toda a jornada para alcançar o equilíbrio emocional é complexa e, muitas vezes, dolorosa. Não precisamos passar isso sem companhia. É duro demais.

Quando você sentir que não consegue, fale com um amigo, busque ajuda profissional. Não somos super-heróis, mas somos fortes e podemos chegar aonde sonhamos em conjunto.

Conclusão

Neste artigo, vimos como equilíbrio emocional é essencial em nossas vidas. Assim, trata-se de algo que devemos perseguir com afinco. Esperamos que nossa reflexão tenha te ajudado, e que nossas dicas sejam eficazes na sua trajetória. Se você tem interesse de saber mais sobre o tema, o nosso curso de Psicanálise Clínica 100% EAD pode te ajudar. Confira!

Foi útil para você? Curta, Comente e Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − 6 =