Física Quântica: mitos e verdades em terapias

Posted on Posted in Psicanálise e Cultura, Teoria Psicanalítica

A física quântica tem sido comumente usada para designar técnicas terapêuticas. Sendo que essas técnicas têm como objetivo a mudança de uma situação ou realidade. Porém, será essa a melhor utilização para o termo?

Neste artigo tentaremos entender o que é a física quântica enquanto terapia. Além disso, iremos falar um pouco dos métodos aplicados na teoria quântica e seus possíveis benefícios. Por fim, traremos um questionamento contrário a esse termo em relação a Terapia Holística.

O que é a Física Quântica enquanto terapia

Como dissemos, a física quântica é geralmente relacionada a técnicas terapêuticas. Uma das principais referências dessa terapia hoje é o Deepak Chopra.

Deepak Chopra

Ele é um médico indiano que estuda tratamentos que relacionam o corpo e a mente. É dele a autoria do livro “A Cura Quântica”, uma das referências sobre o assunto.

Nesta obra, Chopra apresenta resultados da Ayurveda. Essa é uma terapia medicinal oriental tradicional da Índia. Essa terapia é baseada em informações a respeito da alteração de células corporais através do pensamento. Com isso, Chopra, no livro, fala do poder da mente na busca de uma saúde integral.

Essa saúde integral corresponde a tudo que nos forma e afeta. Ou seja, os campos energéticos, físicos e emocionais. Segundo a física quântica nossas ideias interfeririam e transformariam todas as informações de nosso corpo. Consequentemente, através delas, nosso psicoemocional e nosso posicionamento de mundo seria determinado. Dessa forma, quanto mais conscientes delas, mais possibilidades teríamos a nossa disposição.

Um ponto importante nessa terapia é que ela é um método de terapia natural. Sendo que os princípios que a baseiam se assemelham a de outras práticas de cura alternativas.

Cura alternativa

Exemplos dessas terapias são o Reiki e a Cura Reconectiva. E a principal ideia desses tratamentos é de que o corpo humano tem a capacidade natural de se curar. Além disso, todas elas levam em conta que cada pessoa é única. Como resultado, todos têm uma experiência diferente em relação ao seu próprio corpo, à dor e a cura.

Em especial, para a física quântica, o indivíduo deve encontrar o equilíbrio para que a cura se torne possível. E essa forma de pensar o indivíduo como um todo corresponde à uma visão holística.

Por isso, para essa técnica, a alimentação saudável, a meditação e exercícios são fundamentais. Afinal, elas desempenham um papel tão importante quanto os tratamentos terapêuticos. Na verdade, eles são parte do tratamento, pois influenciam em tudo que somos.

Por isso, quando se pensa em física quântica, se pensa em mais do que cura física porque, com ela, as pessoas passariam a lidar de forma mais positiva com as circunstâncias que enfrentamos na vida. Ademais, graças ao tratamento ser “individualizado”, os benefícios alcançados são abrangentes. O resultado final esperado é a conquista da felicidade, satisfação e plenitude.

Outro ponto importante é que a física quântica nos coloca em sintonia com nossa essência energética. Ou seja, a nossa frequência. Sendo que essa sintonia gera padrões de ondas mais claras e nítidas em nossas vidas. Dessa forma, alcançaremos o equilíbrio pleno, isto é, a saúde integral.

Principais métodos abordados na Terapia Quântica

Agora que já conhecemos um pouco do que é a física quântica, vamos falar de alguns métodos dessa terapia. No entanto, lembre-se que há muitos métodos que são abordados em terapias energéticas. Cada uma dessas técnicas se adapta melhor a um objetivo terapêutico. Abaixo listaremos algumas dessas técnicas:

  • Acupressão: Essa é uma técnica em que se cria determinados pontos de pressão no corpo para aliviar vários tipos de dores.
  • Aromaterapia: Nesse método se usa óleos essenciais para melhorar a saúde, o humor e a mente do paciente.
  • Biofeedback: Essa é procedimento busca levar o indivíduo a tornar-se consciente em relação às suas funções fisiológicas. Consequentemente, passa a regulá-las.
  • Cromoterapia: Nessa terapia a luz em diversas cores é utilizada para equilibrar a própria energia.
  • Qigong: Esse é um método de origem chinesa. Para esse há a utilização de técnicas de respiração, meditação e exercícios físicos para promover o equilíbrio.
  • Reflexologia: Para a execução dessa técnica há a aplicação de pressão em certos pontos específicos das mãos e dos pés. Essas pressões aliviariam a dor e promoveriam a cicatrização de machucados.
  • Theta Healing: Essa é uma técnica terapeuta holística que usa a física quântica para acessar as vibrações de energia de cura.

Esses são apenas alguns dos métodos usados dentro da física quântica. Como dissemos, há muitos outros.


Leia Também:  12 filmes sobre Amor Próprio: assista e inspire-se

Curso de Formação em Psicanálise Clínica EAD


Posicionamento contrário a física quântica como terapia

É importante ter em mente que o uso do termo da física quântica não é totalmente aceito dentro da terapia holística.

Os críticos lembram que a física quântica como ciência descreve o comportamento da matéria na escala do “muito pequeno”. Ou seja, ela é a física dos componentes da matéria: átomos, moléculas e núcleos. Esses componentes, por sua vez, são compostos pelas partículas elementares. Já os elementos atribuiriam propriedades ondulatórias para partículas individuais.

Consequentemente, é algo fora da terapia holística em si. É uma ciência voltada para outra área de estudos.

Para os críticos o uso do termo é uma tentativa de equivaler teorias terapêuticas milenares a descobertas da Física. Inclusive, para eles, esse paralelo seria usado como um marketing. Afinal, elas são áreas distintas e a Física nunca estudou fenômenos ocorridos na área terapêutica.

Afinal, a proposta de melhora através de “saltos” de uma partícula para outra é impossível. Ademais, a física quântica enquanto ciência é um tópico muito falado ultimamente.



Ponto de vista científico

Para quem é físico, os equipamentos terapêuticos “quânticos” não existem. Ademais, esses críticos apontam para outro problema que esse uso errôneo do termo traz para a terapia holística em geral: Esse uso só proporcionaria antipatia por quem realmente entende do tema. Afinal, esse uso afasta eventuais pacientes mais bem informados sobre terapia e Física.

Eles ainda advogam que a Terapia Holística existe há milhares de anos e sua eficácia é mundialmente reconhecida. Sendo assim, a melhor divulgação são seus próprios resultados. Afinal, esses resultados realmente comprovam qual é o valor de suas técnicas.

Portanto, mesmo que com outros nomes, a terapia holística não precisa de marketing do tipo da física quântica. Afinal, a satisfação dos pacientes é o que realmente interessa e a promove.

Dessa forma, vemos que a contraposição à física quântica como terapia é porque essa não existiria. Sendo que o uso seria só uma tentativa de popularizar e conseguir mais clientes ao relacionar duas áreas.

Isso considerando que uma dessas áreas está sendo largamente aprofundada e é ligada a ciência. Consequentemente, a técnica terapêutica seria içada ao patamar de ciência oficial também além de popularizá-la. Contudo, como dissemos acima, para os terapeutas contrários a esse uso, essa propaganda é um problema.

Conclusão

A física quântica é realmente um assunto muito comentado, seja quanto ciência Física quando terapia. E é importante que as pessoas que se interessam pelo tema entendam essas as visões. Mas tenha em mente que a terapia holística em si ajuda muito para alcançarmos a cura e equilíbrio.Se você deseja se aprofundar mais nesse assunto e na psicanálise, nosso curso online de Psicanálise Clínica pode te ajudar. Assim sendo, confira!

Foi útil para você? Curta, Comente e Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − seis =