Formação Teórica e Prática do Psicanalista: Como Funciona?

Posted on Posted in Formação em Psicanálise

0A terapia da psicanálise é muito utilizada no mundo todo. Mas você sabe como é feita a formação teórica e prática do profissional da psicanálise? Não? Então descubra agora como funciona a formação teórica e prática de um psicanalista!

A história da formação teórica e prática da Psicanálise

A formação do psicanalista no Brasil e no mundo não é acadêmica, ou seja, não é dada nas universidades. Historicamente, os psicanalistas sempre viram as instituições como um meio e, por isso, preferiram não se vincular a ideologias de Estado ou a grupos políticos para obter maior autonomia em sua profissão e pensamento. Portanto, como um processo subjetivo, a psicanálise é exercida livremente.

As instituições psicanalíticas que existem, hoje, fazem avançar a psicanálise e fomentam a sua transmissão. Assim, o psicanalista é aquele profissional que estuda muito além da sua própria teoria. O próprio Freud queria que a Psicanálise fosse uma ciência autônoma com suas teorias e técnicas, e não uma disciplina de determinado campo. 

Qual o tripé da formação teórica e prática da Psicanálise? 

Portanto, o psicanalista é um profissional que se forma na análise individual (didática, não há como se tornar psicanalista sem passar pela própria experiência de análise), no estudo da teoria ( conhecer teoria da Psicanálise, prática clínica e psicopatologias)  e na supervisão clínica ( etapa prática que é o início dos seus atendimentos supervisionados para iniciar a própria clínica, análise de controle).

As razões para a Psicanálise se afirmar neste tripé são duas. Primeiro, pois o inconsciente é independente e a segunda razão é que ela se justifica por si só. Ou seja, é na prática e na análise que se faz a psicanálise.

O analista deve se abster totalmente do processo para que o analisado possa se encontrar, para trazer o conteúdo inconsciente ao consciente, como que numa ascese, assim se refere uma corrente psicanalítica. Ademais, a razão de alguns psicanalistas, como Lacan, apreciarem místicos, como S. João da Cruz, Sta. Teresa D’Avila, Sta. Faustina Kowalska, e outros, é talvez porque eles puderam experimentar através da ascese os conteúdos do inconsciente.

Como a psicanálise se pauta no mundo?

O específico da clínica psicanalítica é o reconhecimento das transferências inconscientes e  das resistências . Saber fazer Psicanálise é uma arte que se confunde muitas vezes com arte de resolver neuroses de transferências. Ao conhecimento teórico do analista necessariamente precisa de uma autoanálise. 

Historicamente, a Psicanálise tem experimentado a indiferença e a desconsideração com relação ao campo social e político. Quanto à Arte, a Literatura e a Filosofia que são antecedentes à Psicanálise, esta a reconhece. Assim, Freud e outros psicanalistas se serviram dos conceitos da Filosofia, especificamente da história da metafísica.

Os psicanalistas não conseguem viver sozinhos nas clínicas, longe das instituições por muito tempo. Ademais, a exigência de checar a autenticidade da prática clínica obriga a uma interlocução. A formação do psicanalista é algo bem mais  complexo do que um curso numa estrutura universitária.

Hoje, com a entrada do ensino de Lacan no panorama psicanalítico, há um retorno às teorias originais de Freud. E a pesquisa se faz na situação analítica, isso desvincula a formação de qualquer controle ou normatização institucional. Assim, fazer psicanálise reside na capacidade do sujeito de usar seu próprio inconsciente como instrumento.

Como a psicanálise se pauta na ética? Como um psicanalista é formado?

A ética da psicanálise é a ética do desejo do analista, pois é dele que depende a direção do tratamento. Diante disso, se afirma que a formação do psicanalista não depende de currículo fixado por uma instituição, o tempo de formação não é definido “a priori”, sem análise não há psicanálise, e no ensino da psicanálise deve incluir a transferência.

Desde o início, a formação do psicanalista sempre foi uma preocupação, mas apenas depois da Segunda Guerra Mundial que a discussão se acirrou num campo grande de debates com a Filosofia, a Antropologia, a Teologia, a Linguística.

A psicanálise se tornou popular de tal forma que suas ideias foram veiculadas de modo errado. O conhecimento da Psicanálise não basta para alguém se tornar analista, pois a teoria não produz soluções. Ela não elucida o objeto e o paciente é irredutível.

Fazer psicanálise é desalienar o discurso que se tem sobre o saber psicanalítico. Se formar psicanalista é muito mais que transmitir normas e saberes. 

Como se formar em psicanálise?

Para formar um psicanalista há divergências entres as diversas correntes. Porém, é comum em todas elas que a formação é uma análise pessoal, na qual se experimenta transferência e resistência.  O estudo de Freud, autores pós-freudianos e as ciências humanas são importantes e a prática de curas ditas supervisionadas devem ser conduzidas a um outro analista de suposto saber. 


NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.


O saber do analista tem como objeto de estudo o funcionamento psíquico. E os textos de Freud não bastam como única fonte de saber, é preciso também fazer análise. O saber pode ser adquirido em livros ou em uma universidade, mas é imprescindível um trabalho dinâmico e permanente de crítica, caso contrário levaria a dogmatização do conhecimento psicanalítico. 

Os psicanalistas do Brasil tem o código de ética profissional elaborado pela Sociedade Psicanalítica Ortodoxa do Brasil. Dentre os direitos assegurados ao analista, está o de guardar sigilo profissional ( art. 6º) e recusar pacientes com patologia estrutural ( art. 8º). 

Quanto aos direitos do paciente, está o de desconfiar do psicanalista e exigir cumprimento do contrato analítico ( art. 9º). Portanto, a psicanálise não é uma proposta ética, mas a legitima e também colabora com ela dando significados.

As terapias na psicanálise continuam a se revelar eficaz e a ajudar as pessoas a resolverem seus problemas internos escondidos no inconsciente.

Gostou do artigo? Continue acompanhando nosso blog e se mantenha atualizado sobre os estudos acerca da psicanálise! Quer ser um psicanalista de sucesso? Então se inscreva no nosso curso, 100% online, de Psicanálise Clínica. Ele é formado pelo tripé da psicanálise e irá alavancar a sua carreira!

Leia Também:  Adquirindo Diploma de Psicanálise: Tudo que Você Deve Saber

O artigo presente foi escrito por Ronaldo Joaquim de Brito, aluno do nosso curso de Psicanálise Clinica.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 2 =