habilidades interpessoais as mais importantes

10 Habilidades Interpessoais para a Psicologia

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise

O ser humano, ainda que carregue suas divergências, também é uma comunidade. Como tal, há a necessidade de interagir e se comunicar com nossos pares, utilizando de recursos pessoais que viabilizam a interação. Entenda como essas habilidades funcionam segundo o olhar clínico da psicologia.

O que são habilidades interpessoais?

Direto ao ponto, habilidades interpessoais são recursos comportamentais que visam a facilitação das interações humanas. Com o objetivo de construir boas relações, as habilidades interpessoais procuram gerar ótimas conexões para alcançar bons resultados no ambiente onde está inserido.

Um ambiente onde essas interações são aplicadas com frequência é marcado por uma união mais sólida entre os membros. Além disso, existe uma linguagem mais clara, que facilita o progresso das atividades onde estão imergidos.

Por que aplicá-las?

Para realizarmos nossas atividades, quase sempre precisamos lidar com alguém que carrega um comportamento e visões diferentes das nossas. Dependendo do grau de incompatibilidade, isso pode ser uma tarefa árdua e desgastante. Para isso, é importante saber aplicar e cultivar as habilidades interpessoais onde quer que a gente esteja.

São elas que possibilitam uma comunicação mais clara, permitindo que você possa se expressar de maneira certeira, a fim de gerar resultados mais eficientes. Isso pode ser vital à sua carreira. Por trabalhar de maneira eficaz o uso dessas habilidades, você tem maiores chances de construir relações sólidas. Isso abre portas às oportunidades mais atrativas ao seu plano de carreira e pode te destacar como exemplo na área.

O que impede de nos relacionar?

Manter relações sociais é fundamental para que a gente aprimore o senso cognitivo, visto que tais interações são benéficas à nossa saúde e ao nosso comportamento. Entretanto, alguns hábitos fazem com quem abdiquemos da necessidade de se incluir em determinado meio. Isso prejudica nosso desempenho ao interagir com alguém e põe em risco qualquer chance que podemos ter de progredir na vida.

Não saber ouvir, por exemplo. Desse modo, você toma uma atitude irresponsável, pois essa é uma das principais vias à comunicação. Ou então ver críticas construtivas como uma ofensa a seu modo de trabalho.

Habilidades

Uma pessoa preparada e que sabe lidar com o público cultiva o costume de se melhorar. Através do uso de habilidades interpessoais, ela consegue chegar onde quer mais facilmente e causar uma ótima impressão antes, durante e depois de uma conversa. Confira abaixo uma lista com 10 habilidades interpessoais que farão a diferença no seu desempenho daqui em diante:

Comunicação

Saber se expressar de forma adequada transmite segurança a alguém que esteja te ouvindo. Ser objetivo, ainda respeitando a opinião do outro, te ajuda a passar uma boa impressão. Isso se aplica à comunicação não-verbal, através da sua postura e gestos. O nosso corpo transmite sinais que podem favorecer ou contradizer o que falamos, como uma má postura ou o tom de voz.

Saber ouvir

Uma conversa é conduzida por um locutor e um receptor e assim se alternará até que termine. Saber transmitir nossas ideias é fundamental, mas tão importante quanto isso é saber ouvir. Temos uma necessidade natural em contar histórias e respeitar esse costume é benéfico, visto que aprendemos muito com experiências partilhadas. Saber ouvir é uma arte.

Trabalho em equipe

Entender a importância de trabalhar em equipe faz a diferença no nosso desempenho dentro de uma empresa. Trabalhar harmoniosamente em equipe diz muito sobre nossa capacidade de conviver com diferentes perspectivas e isso não passa despercebido.

Aceitar críticas

Deve-se ter em mente o valor em receber críticas. Quando estamos muito envolvidos em um projeto, acabamos por nos acostumar com tal atividade e deixamos passar certos aspectos que poderiam ajudar na construção do mesmo. Uma crítica construtiva serve para que nos afastemos dele e possamos enxergar o que pode ser melhorado. Portanto, ela tem papel evolutivo e não o contrário.

Educação

Uma pessoa que sabe se portar tende a ser mais bem recebida em determinado grupo. Isso demonstra inteligência e confiança, visto que a articulação e projeção de ideias demanda boas maneiras.

Resiliência

Não existe o funcionário perfeito, então todos nós estamos sujeitos às falhas. Uma pessoa resiliente sabe disso e está pronta para receber um feedback, ainda que negativo. Em vez de levar ao lado pessoal, ela tomará como uma oportunidade ao aprendizado.

Proatividade

Pessoas que buscam aprender são mais facilmente reconhecidas pelo seu trabalho. O desejo natural em procurar é associado com a ânsia de conhecimento, o que causa ótima impressão e motiva quem está próximo de você. Apesar de algumas pessoas confundirem com o famoso “puxar saco”, ser proativo ajuda a manter as portas de oportunidades abertas.

Leia Também:  Desenvolvimento Humano: Conceito na Psicanálise

Sensibilidade

Ser capaz de avaliar a sintonia da equipe à sua volta é algo fundamental. Identificar padrões de comportamento que podem atrapalhar o andamento de um trabalho é decisivo no resultado do mesmo. Você, além de si mesmo, também é responsável pelo fluxo de energia do ambiente de trabalho.

Trabalhe a solução

É extremamente fácil apontar apenas o problema, mas resolvê-lo é outra história. Portanto, seja alguém que se dispõe a trabalhar um empecilho e procurar solução para ele. Desse modo, você se torna um membro de valor dentro do trabalho.

Disciplina

Não seja aquele tipo de profissional que trabalha de acordo com circunstâncias. Monte um planejamento de trabalho, onde você cria metas e trabalha para alcançá-las. Desse modo, você saberá o que tem de ser feito e encontrará meios para consegui-lo.

Habilidades intrapessoais

Em um caminho paralelo às habilidades interpessoais, existem as intrapessoais. Elas priorizam o autoconhecimento no indivíduo e faz com que ele possa utilizar essas ferramentas de forma plena no exterior. Quando nos conhecemos por inteiro, podemos alcançar e entender as motivações dos outro. Veja abaixo algumas das características mais marcantes:

Introspecção

O indivíduo que consegue se recolher pode avaliar as próprias emoções, a fim de se adequar favoravelmente a situações adversas.

Aceitação

Assim como conhece suas emoções, um indivíduo consegue apreciar os seus pontos fortes e reconhecer o que ainda precisa ser melhorado.

Autoestima

O indivíduo consegue perceber os próprios atributos. Isso facilmente resulta numa autoestima elevada, mas sem parecer uma pessoa arrogante.

Manutenção de pensamentos

Como gerencia os pensamentos constantemente, é capaz de focar apenas em ideias construtivas, eliminando aquelas que podem trazer negatividade e desânimo. Isso também o ajuda a se manter no agora, evitando preocupações com o futuro.

Um ambiente carregado com emoções mais fortes gera interações mais fortes, então é preciso aprender a trabalhar bem nossas habilidades interpessoais. São elas que vão definir o nosso desempenho diante dos grupos e nos ajudar a ser resilientes com as divergências. Isso é peça fundamental para entendermos quem somos e onde podemos chegar.

Quando temos esta noção podemos trabalhar as nossas qualidades, a fim de propagá-las, e os nossos defeitos, a fim de melhorá-los. Isso servirá de panorama para que mantenhamos uma evolução constante, oferecendo bons atributos aos nossos pares e, consequentemente, à sociedade.

Agora que já descobriu caminhos para se conhecer, que tal partilhar de suas descobertas pessoais conosco? Conta para gente o que você pôde melhorar e se você já percebeu alguma característica proeminente enquanto lia o artigo. Seu relato pode ajudar outras pessoas que também buscam se aprimorar e motivá-las a cultivar o melhor em si.

Além disso, confira o programa de nosso curso de Psicanálise EAD! Nele, você o poderá aprender mais sobre como aprimorar suas habilidades e também como ajudar outras pessoas e equipes a fazer o mesmo.

Foi útil para você? Curta, Comente e Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *