Introvertido e extrovertido: conceito

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise

Você é do tipo que participa ativamente de interações ou costuma se afastar delas o quanto pode? A diferença entre introvertido e extrovertido passa um pouco longe do que as pessoas enxergam a cada um. Sendo assim, continue a leitura e descubra sobre o mundo retraído e expansivo de cada lado.

O que são pessoas introvertidas e extrovertidas?

Pessoas introvertidas são aquelas que demonstram um comportamento mais isolado em relação ao grupo. Isso significa que a solidão ou pouca sociabilidade a deixam mais confortável em relação a uma grande multidão. São pessoas “abaixo do radar”, marcadas por uma serenidade comportamental. Contudo, ainda que não queiram, seu comportamento também chama a atenção.

Pessoas extrovertidas são aquelas energizadas quando estão com outras pessoas. Em momento algum aglomerações ou grandes grupos são barreiras para a sua comunicação. Assim, gostam de companhia, e alguns até se sentem mais confortáveis ao ser o centro da conversa. Em suma, são aqueles que movimentam a energia e a comunicação do grupo.

Quando algumas pessoas pensam em introvertido e extrovertido, interpretam mal esse comportamento. Isso porque reduzem a ação a um comportamento exibicionista ou até apático. Essa rudeza e até preguiça de entender a natureza do outro é a fonte de bastante mal-estar. Cada um tem o direito de ser como lhe agrada.

Características

É bastante simples de identificar um indivíduo introvertido e extrovertido. Quanto ao primeiro, a solidão se faz presente. Este focaliza sua energia ao interior, de forma a se tornar mais pensativo e passivo. Graças a isso, procura manter a realidade em que vive da mesma forma, já que é resistente a mudanças.

Por sua vez, o extrovertido mira sua força interna ao ambiente ao seu redor. É bastante influenciado pelo ambiente de fora. Não o bastante, se mostra muito mais sociável, conduzindo com maestria uma roda ou grupo maior. Quando está só, sem companhia, tende a se sentir mal, já que sua natureza é contrária a isso.

Como isso afeta sua participação no mundo?

O modo como você interage na realidade pode decidir o rumo dos seus projetos. Em suma, a postura que assume diante dos outros pode indicar até onde pode ir. Canalizar corretamente a energia que possui, como as ações e palavras, pode aumentar ou reduzir a força da mensagem que quer passar.

Por exemplo, você ficaria numa palestra onde o vendedor fala muito pouco e não se envolve com a plateia? Certamente, esse comportamento põe dúvidas quanto ao produto que ele está vendendo. Um vendedor deve se mostrar confiante, expansivo e comunicativo quanto ao que está vendendo. Este é o trabalho perfeito a um extrovertido.

Na mesma linha, o que dizer de um pesquisador quando este observa animais selvagens? Caso este se mantenha falando e interagindo como de costume, atrapalhará seu trabalho. A introspecção aqui é fundamental, visto que não derruba a barreira natural entre homem e animal. Seu comportamento passivo é fundamental nessas.

Dicas para introvertido e extrovertido

Cada indivíduo introvertido e extrovertido possui ritmo próprio e deve ser respeitado. É graças a isso que conseguem exercer plenamente as funções que ocupam, entregando os resultados que se esperam. Sendo assim, vamos conferir algumas dicas que podem ajudar cada lado dessa moeda comportamental:

Open space

Aos introvertidos, o ambiente de trabalho pode ser bastante incômodo às vezes. Sendo assim, procure abstrair sua presença desse ambiente por um instante. Isso recarregará sua força e dará tempo para que limpe as sensações que carrega do ambiente movimentado. Mesmo distante de casa, você também merece um tempo para si.

Procure atividades

Aos extrovertidos, tentem se manter ativos produzindo algo que vocês ou os outros precisam. O silêncio pode ser veneno natural para a sua produção. Quando estiver sem inspiração, saia de casa um pouco e busque uma motivação a um novo projeto. A ida a uma cafeteria ou a um parque pode ser um excelente começo.

Se antecipe

Aos introvertidos, a hora de um encontro pode ser bastante tensa. Dessa forma, tente analisar o que será dito antecipadamente. Em uma reunião, por exemplo, leia a pauta com antecedência e escreva algumas observações. Tente falar o mais cedo possível para que a pauta não mude e você não consiga se comunicar.

Conecte-se

Aos extrovertidos, tente intencionalmente encontrar outras pessoas. Seja um almoço, lanche ou passeio, mobilize uma ação ao encontro. Em boa parte do seu tempo, não há como se ligar de forma agradável e natural com outras pessoas. Dessa forma, ao tirar um tempo para você e elas, pode se recarregar e ter o que precisa.

Tipos de introversão e extroversão

Por incrível que pareça, há diferentes nichos de introvertido e extrovertido. Eles amplificam a percepção básica que temos de ambos os grupos, apagando a existência do apenas “interior” e “exterior”. A pesquisa do especialista Jonathan Cheek e da revista Cognitive Affective Behavioral Neuroscience classificaram seis padrões diferentes. São eles:

Extrovertidos afiliados

São os que possuem vários amigos, mas ainda assim mantém uma relação próxima com cada um. São bastante afetuosos e tem a capacidade natural de romper barreiras.

Extrovertidos agentes

Falando de forma vulgar, tem um comportamento quase que robótico quanto aos objetivos. Eles são muito certeiros quanto a resultados, não desistem e gostam de sucesso. Assim sendo, assumir cargo de liderança se mostra uma possibilidade bastante agradável.

Introvertido contido

Pensam bastante antes de poderem agir. Costumam se mostrar mais lentos, imaginando o que podem e farão em seguida.

Introvertidos pensativos

Mesmo quando em um círculo social, costumam ficar presos em suas mentes, navegando nos próprios pensamentos.


NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ


Introvertidos ansiosos

Erroneamente, possuem uma imagem equivocada sobre si mesmos. Sempre acham que estão inadequados em um ambiente. Sendo assim, procuram pela solidão sempre que podem, ainda que não se livrem da ansiedade quando sós.

Introvertido social

Embora não se mostrem tão tímidos ou ansiosos, preferem focar sua presença em grupos menores.

Basicamente, um indivíduo não escolhe ser introvertido e extrovertido. Ainda em sua formação, há um movimento que define como será sua participação no mundo externo. Não se trata de uma opção, mas, sim, uma percepção. A forma como este enxerga o mundo será o filtro de suas ações diante do mesmo.

Ainda assim, sem exageros, ser um ou outro não é prejudicial. Há o momento certo em se retirar e participar, visto que cada interação é crucial no seu momento. Ao lado oposto, cabe a compreensão e a inibição da vontade em tentar mudar o outro. Cada um nasceu de determinado jeito e se está bem desta forma, deixe livre.

Entre introvertido e extrovertido, qual é você? Prefere participar ativamente do momento ou ser um espectador? Conte para gente em qual dos dois se encaixa e como enxerga o lado oposto. Ah, além disso, caso queira estudar mais sobre os diferentes tipos de temperamento e personalidade, você pode cursar Psicanálise Clínica 100% online conosco. Dessa forma, se capacita para lidar com problemas e pessoas a nível pessoal ou profissional!

Foi útil para você? Curta, Comente e Compartilhe!
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − 13 =