psicologia de Lev Vygotsky

Lev Vygotsky: resumo de psicologia e pedagogia

Posted on Posted in Psicanálise e Cultura

Lev Vygotsky (1896-1934) foi um psicólogo bielo-russo que, embora tenha falecido jovem, com 38 anos, deixou um grande legado sobre psicologia e pedagogia. Seus ensinamentos e descobertas, principalmente sobre o desenvolvimento mental das crianças, é até hoje utilizado nos estudos pedagógicos.

Além disso, os estudos de Lev Vygotsky sobre a mediação, linguagem e aprendizagem trouxe uma imensa contribuição para a psicologia. Além disso, atribui um papel significativo às relações sociais da época, sendo, inclusive, de onde se originou a corrente de pensamento pedagógico chamada de socioconstrutivismo. Vygotsky também trouxe estudos sobre a explicação das funções psicológicas, como pensamento, lembrança e planejamento.

A ideias do psicólogo foram impactantes à medida que foi de encontro com os pensamentos instituídos por pensadores da época, como teorias inatistas e behavioristas. Sobremaneira acerca da capacidade cognitiva infantil. Assim, foi o pioneiro em defender que, dentre outros fatores, o aprendizado se dá com a exploração do ambiente, onde a criança adquire seus próprios métodos.

Quem foi Vygotsky?

Lev Semionovitch Vigotski, foi um importante pensador, pioneiro nos estudos sobre o desenvolvimento intelectual de crianças, mostrando como a função cognitiva se dá em meio as interações e condições sociais.

Como morreu jovem, seus estudos foram somente conhecidos no meio acadêmico após a sua morte. Porém, se tornou influência para diversos outros estudiosos que advieram, como, por exemplo, Evald Iliengov e Urie Bronfenbrenner.

Biografia de Lev Semionovich Vygotsky

Lev Vygotsky nasceu em 1896 na cidade de Orsha, na Bielo-Rússia, região que, na época, era dominada pela Rússia. Com pais judeus com boas condições econômicas, teve a oportunidade de ter uma boa formação, com a ajuda de tutores particulares.

Desde criança se interessava por variados campos do conhecimento, formando grupos de estudos sobre idiomas, literatura, teatro e poesia. Em 1918 formou-se em Direito pela Universidade de Mascou, onde, em simultâneo, estudou Literatura e História, na Universidade Popular de Shanyavskii. Inclusive, neste mesmo período, fundou uma editora e, ainda, publicou uma revista literária.

Ao se formar em Direito, voltou para cidade onde ministrava aulas, Gomel. Quando, em 1924 ele se casou com Roza Smekhova e teve dois filhos. Ainda nesta cidade, ele deu aulas no curso de Psicologia do Instituto de Treinamento de Professores, onde, então, fundou um laboratório de Psicologia.

Além disso, estudou Medicina, objetivando entender sobre distúrbios de aprendizagem e linguagem. Nesse sentido, os problemas sobre a gênese dos processos psicológicos humanos é o estudo demonstrado em sua obra “A Formação Social da Mente”.

Sua formação em psicanálise não foi divulgada, em razão das perseguições de Josef Stalin, tendo em vista que este considerava as teorias de Sigmund Freud como uma ideologia burguesa.

Com seu imenso conhecimento, o pensador deixou uma intensa bagagem para os estudiosos, principalmente da psicologia, com mais de 200 artigos científicos. Ainda que em meio à sua frágil condição de saúde, causada pela tuberculose, que o levou a morte aos 38 anos, em 1934. Ainda que jovem, Lev Vygotsky teve um vasto conhecimento sobre diferentes movimentos políticos, que influenciaram significativamente em seus trabalhos.

Desenvolvimento infantil para Vygotsky

Em suma, para Lev Vygotsky, o desenvolvimento mental infantil é um processo cognitivo onde a criança possui uma poderosa capacidade de reestruturar conceitos que já lhes estavam incorporados.

Lev Vygotsky criou o método genético-experimental, cujo experimento visa oferecer ao experimentador condições para entender qual o curso real do desenvolvimento de determinada função. Nesta técnica, ele introduzia obstáculos nas tarefas infantis, a fim de quebrar conceitos rotineiros de solução de problemas. Assim, no estudo não se importava qual era o resultado da criança, mas sim quais foram os métodos que ela utilizou.

Para Lev Vygotsky ao nascer o ser humano já está rodeado por seus pares, em um ambiente cultural, nesse sentido, o desenvolvimento da inteligência também é fruto dessa convivência. Dessa forma, criou uma teoria sobre desenvolvimento infantil a partir da percepção de ser humano e realidade.

Psicologia de Lev Vygotsky | Mediação, Linguagem e Aprendizagem como instrumentos psicológicos

Mediação

Para Lev Vygotsky a mediação é a capacidade de inserir um intermediário entre o sujeito e o objeto. Uma relação é dita como direta quando existe somente o estímulo e a resposta. Já, se a relação é mediada, existe o estímulo, o mediador e a resposta. E para o pensador, no decorrer do desenvolvimento humano, a relação direta é cada vez menor, tornando a relação do homem e o mundo predominantemente mediada.

Leia Também:  Um brinde ao que é vivido e não publicado

Para visualizarmos mais facilmente, seguem dois exemplos:

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    • Relação Direta (estímulo-resposta): ao colocarmos a mão no fogo, retiramos imediatamente, devido à dor causada;
    • Relação Mediada (estímulo-mediador-resposta): quando colocamos a mão no fogo e retiramos devido a uma lembrança sobre o sofrimento causado, estamos diante de uma relação mediada, pois há um intermediário entre o estímulo e a resposta.

    lev vygotsky esquema

    Linguagem

    Para Lev Vygotsky a linguagem é um dos pontos centrais da teoria de desenvolvimento humano, sem a qual ele não aconteceria. Assim, a linguagem é uma como uma ferramenta, que é capaz de transformar os rumos de uma atividade e, também, capaz de organizar as nossas funções psicológicas, como:

    • atenção;
    • memória;
    • pensamento.

    Aprendizagem

    Em sua teoria histórico-cultural, Lev Vygotsky propôs, primeiramente, que a aprendizagem e o desenvolvimento são vistos como fenômenos humanos que são mediados, sobremaneira, pela linguagem.

    Esta é uma importante teoria para se compreender como se desenvolve a aprendizagem em uma sala de aula, tendo em vista o entendimento de que os sujeitos modificam as forças ativas que os transformam. Ou seja, no desenvolvimento humano pela relação com o sujeito e o mundo, o sujeito é age sobre ele, o transformando em objeto da sua ação.

    Teoria da zona de desenvolvimento proximal para Vygotsky

    Em suma, os estudos de Lev Vygotsky acerca da aprendizagem se voltam para compreensão de que o ser humano se desenvolve conforme o seu contato com a sociedade. Assim, rejeitava as teorias inatistas da época, que indicavam que o ser humano já nascia com as características que desenvolve durante a vida. Além disso, também rejeitava as teorias empiristas e comportamentais, que acreditavam que o ser humano era resultado de estímulos externos.

    Portanto, para Lev Vygotsky, o desenvolvimento humano será dá pela relação dialética existente entre o sujeito e a sociedade. Assim, mostra que o homem modifica o ambiente e o ambiente modifica o homem. Em outras palavras, para a teoria de Vygotsky, o importante é como se dá a interação da pessoa com o ambiente em que vive, chamada experiência pessoalmente significativa.

    lev vygotsky frase

    Nesse ínterim, na teoria de aprendizagem de Lev Vygotsky, o desenvolvimento do ser humano, em sua infância, se dá com a socialização. Nesse sentido, categorizou esse processo de aprendizagem em três níveis:

    • Zona de Desenvolvimento Real: passando por etapas em sua vida, a criança se torna capaz de resolver problemas de maneira independente;
    • Zona de Desenvolvimento Potencial: capacidade da criança de desempenhar tarefas que precisam de auxílio de adultos ou companheiros que sejam mais capacitados;
    • Zona de Desenvolvimento Proximal: fica entre o desenvolvimento real e potencial, tornando-se, assim, o caminha para o amadurecimento e, consequentemente, a consolidação das funções.

    Principais Obras e Publicações de Lev Vygotsky

    • A tragédia de Hamlet, príncipe da Dinamarca.  1915;
    • Sobre os métodos do ensino de literatura nas escolas secundárias. Relatório à Conferência Distrital de Metodologia Científica. 1922;
    • A investigação do processo de compreensão de linguagem utilizando a tradução múltipla de texto de uma língua para outra. 1923;
    • Problemas de educação de crianças cegas, surdas-mudas e retardadas. 1924;
    • Métodos de investigação psicológica e reflexológica. Relatório apresentado no Encontro Nacional de Psiconeurologia. 1924;
    • Os princípios de educação de crianças com defeitos físicos, 1924;
    • O consciente como problema da psicologia experimental, 1925;
    • Prefácio dePrincípios de aprendizagem baseadas na psicologia, 1926;
    • Psicologia contemporânea e arte, 1928;
    • O método instrumental em psicologia. 1928;
    • Raízes do desenvolvimento do pensamento e da fala. 1929;
    • A relação entre trabalho e desenvolvimento intelectual na criança. 1930.

    Portanto, embora tenha falecido jovem, aos 38 anos, as pesquisas de Lev Vygotsky tiveram grande impacto na psicologia e pedagogia. Principalmente com visões inovadoras sobre o processo de aprendizagem e desenvolvimento humano.

    Por fim, se gostou do conteúdo, curta e compartilhe em suas redes sociais. Assim, nos incentivará a continuar produzindo artigos de qualidade.

    One thought on “Lev Vygotsky: resumo de psicologia e pedagogia

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.