Liderança de equipes: 5 dicas da psicanálise

Posted on Posted in Psicanálise

A cada dia mudanças no contexto global são apresentadas por diferentes valores, culturas e estilos das pessoas. É aí que se encontra o maior desafio para uma pessoa responsável pela liderança de equipes, já que precisa estar atento a inúmeras possibilidades e saber como aplicar técnicas que poderão auxiliar em seu serviço e manter em ordem a sua carreira. Vamos ver o que a Psicanálise e Freud têm a nos dizer sobre o exercício da liderança.

Uma das principais mudanças no comportamento de líderes foi a inclusão da psicanálise como método de controle pessoal e de estimulação dos seus colaboradores. E é justamente sobre isso que iremos comentar neste artigo, junto a 5 dicas da psicanálise que podem melhorar o seu desempenho como líder.

 

Dois tipos de liderança de equipes

Antes de apresentar os benefícios psicanalíticos, é preciso conhecer o ambiente atual da liderança. Você já deve ter ouvido falar sobre a existência dos dois tipos de perfis de liderança: o chefe e o líder. 

  • Chefe: é a pessoa que possui tendência em impor ordens e se apresentar como um verdadeiro autoritário. Costuma centralizar o poder e possui como foco apenas lucros e resultados. Outra característica deste perfil de liderança é que se trata de alguém temido. O qual os funcionários não se sentem a vontade para consultá-lo;
  • Líder: o líder é uma pessoa que inspira os seus colaboradores. É motivador da equipe e sempre mostra o caminho que ela deve seguir, no qual ele sempre os acompanham. É respeitado por seus funcionários e seu objetivo maior é melhorar o desempenho de seu time, do qual gosta de destacar as habilidade de cada um. No final, ele divide as conquistas com sua equipe, assim como as derrotas.

A presença de um líder (não o chefe) pode trazer resultados incríveis para uma organização. E para a formação desse perfil de liderança, a psicanálise pode ajudar em muito. A seguir, iremos destacar o relacionamento da psicanálise com a liderança.

 

Psicanálise e a liderança

A base da psicanálise é trabalhada nos distúrbios psíquicos do inconsciente humano. Seu objetivo é encontrar nele as necessidades, traumas e complexos que podem estar perturbando o emocional do indivíduo. A análise é realizada através da escuta de palavras, ações e produtos imaginários da pessoa em questão.

Uma organização é composta por pessoas e é por isso que a psicanálise torna-se uma essencial ferramenta. Já que nela, realiza-se uma análise da singularidade do indivíduo.

Para Freud, o líder possui um papel essencial para o bom funcionamento de um grupo. Sem ele, eles são efêmeros. É o líder que une um grupo, graças a sua posição, ocupando um local importante no inconsciente de seus membros.

Em sua teoria, também é destacado que a experiência emocional compartilhada pelo grupo é baseada na identificação com o líder. Quando efetiva, os membros passam a identificar com os outros presentes. Isso torna o grupo em algo com experiência inconsciente compartilhada. Assim, a psicanálise pode colaborar na atuação de um líder, fazendo com que ele aprenda a se identificar e compartilhar emoções que o aproximem do seus liderados.

 

Dicas da psicanálise

As 5 dicas da psicanálise para os responsáveis pela liderança de equipes são baseadas na forma que ela beneficia o crescimento pessoal e auxilia na introspecção do indivíduo.

Logicamente, uma empresa não se trata apenas das pessoas. Mas, em sua essência (clima organizacional) ela é dependente da forma que essas pessoas são gerenciadas. Sendo assim, os benefícios que um líder pode tirar para compreender melhor o seu grupo de liderados são:

  • Autoconhecimento realista: o líder é capaz de reconhecer os seus pontos mais fortes para a liderança de equipes. Além disso, ele fica ciente de quais pontos ele precisa desenvolver. Neste ponto, também se enquadra a forma de aceitamento do feedback, já que esses indivíduos são vistos de forma mais confiante;
  • Desenvolvimento de inteligência emocional: a autoconfiança é uma das características mais marcantes de um líder nato. Lembre-se que ela pode ser adquirida durante o aprendizado da psicanálise, sendo transmitida ao grupo de liderados ao decorrer do tempo;
  • Projetar confiança ao outros: com a confiança estabelecida, você ganha tempo para trabalhar os pontos que mais te incomodam. Para complementar ela em você, procure cursos de habilidades (como falar em público), para aprimorar esta técnica;
  • Busque compreender o problema do próximo: essa é a essência de uma boa liderança. Ajudar os indivíduos a também trabalhar o seu autoconhecimento é uma forma de ganhar confiança, além de permitir que eles se sintam mais bem-sucedidos;
  • Pratique uma psicologia positiva: se apresentar no ambiente profissional de forma otimista e repleta de felicidade, ainda mais no papel de líder, pode mudar o dia de qualquer indivíduo. Assim, procure não mostrar suas fraquezas em relação a prazos, erros ou entregas.  Transpire uma positividade para afetar os seus liderados. Vendo esse perfil em um líder, eles tendem a acompanhar suas características.

 

Com essas dicas, o responsável pela liderança de equipes ganha maior poder de persuasão diante de seus colaboradores. Claro que o desenvolvimento da psicanálise para liderança deve consumir um tempo e, quando se trata de ambiente organizacional, isso pode prejudicar.

Sendo assim, mantenha-se firme em seu aprendizado, já que os resultados influenciarão seu grupo de atuação.

Caso você se sinta chamado a se aprofundar no universo da Psicanálise, conheça nosso Curso de Formação em Psicanálise, totalmente on-line, que está com inscrições abertas.

Foi útil para você? Curta, Comente e Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *