linguagem do corpo

Linguagem Corporal: o que é, como funciona, quais exemplos

Posted on Posted in Comportamento, Conceitos e Significados

A linguagem corporal é a forma mais importante de comunicação não verbal. Logo, porque expressões faciais, gestos e posturas são, em sua maioria, expressões diretas de nossos sentimentos.

No entanto, isso ocorre porque a maioria desses sinais são enviados inconscientemente. Ou seja, quando experimentamos qualquer emoção, como alegria, medo, raiva ou tristeza, é quase impossível suprimi-la.

A linguagem corporal, portanto, inclui todos os sinais conscientes e inconscientes do corpo que fornecem informações sobre o estado emocional ou as intenções de uma pessoa. Para saber mais sobre o significado de linguagem corporal, continue a leitura!

Linguagem corporal consciente e inconsciente

Suspirar de impaciência, revirar os olhos de nervosismo, ficar de mau humor são todas ações que traem nossos sentimentos, mesmo que durem apenas uma fração de segundo. Assim como esses sinais não-verbais são enviados inconscientemente, eles também são lidos inconscientemente.

Por essa razão, há pessoas que não gostamos ou que nos apreciam sem que tenhamos dito nada em particular. Além disso, a linguagem corporal é recebida enquanto nos concentramos no que está sendo dito ou vagamos com a mente. Vejamos detalhes adiante.

Linguagem do corpo

A linguagem corporal influencia a percepção que se tem de uma pessoa e como suas palavras são recebidas. Pense nas fotos ou nos vídeos de discursos famosos: eles demonstram como não é apenas o conteúdo de um discurso, mas também a dinâmica com que ele é apresentado que contribui para sua eficácia.

Dessa forma, entre outras coisas, a linguagem corporal faz com que o público compreenda a importância do tema para o locutor. É, portanto, um critério decisivo para sua credibilidade. Mas mesmo no ambiente privado ou profissional direto, as pessoas são julgadas por como sua linguagem corporal se encaixa no que é dito.

Por essa razão, devemos ter cuidado no uso e interpretação consciente da linguagem corporal. Ou seja, nas trocas interculturais, pois nem todos os sinais têm o mesmo significado em todo o mundo.

Linguagem corporal explicada com exemplos

Vimo que a linguagem corporal e a leitura de seus sinais desempenham um papel muito importante na comunicação cotidiana. Dessa forma, é caracterizada por expressões faciais, gestos, posturas e movimentos de uma pessoa. Os exemplos a seguir demonstram como até os menores sinais traem nossos sentimentos.

Mimica

A mimica inclui todas as emoções que podem ser lidas no rosto de uma pessoa. Um dos sinais mímicos mais importantes é o sorriso, que permite uma comunicação aberta. Desse modo, pode sinalizar simpatia, compreensão e alegria de viver, tornando-se o sinal perfeito no início de uma conversa.

Além do mais, as emoções são transmitidas pelos olhos e apenas amplificadas pela boca e pelas características faciais. Um olhar pode ser interessado, ausente, amoroso, odioso, duvidoso, curioso ou tímido. No geral, todas essas emoções podem ser reconhecidas em uma fração de segundo. Vejamos alguns gestos de linguagem corporal:

  • Surpresa: os olhos estão bem abertos e as sobrancelhas erguidas.
  • Ira / raiva: olhos estreitos, sobrancelhas se juntam e testa franzida.
  • Dúvida: o olhar está concentrado, mas os olhos estão inquietos porque o ouvinte se pergunta se deve acreditar no que está sendo dito. Dependendo da atitude em relação às palavras ouvidas, as sobrancelhas podem levantar-se de espanto ou aproximar-se de raiva.
  • Medo: mesmo em caso de medo os olhos estão abertos; ao mesmo tempo, as pupilas são aumentadas para serem capazes de ver o maior número possível de detalhes da ameaça.
Leia Também:  De onde vem o ciúmes? Saiba Tudo Sobre Este Sentimento

Gestos

Pesquisadores do cérebro descobriram que as áreas do cérebro responsáveis pelo processamento da memória ficam próximas umas das outras. Além disso o pensamento e articulações andam de mãos dadas a todo momento.

Isso também explica por que tantas pessoas gesticulam enquanto falam, mesmo quando estão ao telefone e ninguém pode vê-las. Nesse caso, os gestos servem para ordenar o pensamento, para fazer referências e para lembrar.

Por isso, esses são processos inconscientes que devem ser distinguidos dos gestos direcionados de palestrantes, políticos ou atores treinados. Depois, há os gestos que aprendemos ao longo de nossa vida que servem para sublinhar nossas expressões linguística, que são:

  • Boas-vindas: braços abertos que conduzem a um abraço ou uma mão levantada de longe em forma de saudação, sinal de alegria pela chegada de uma pessoa;
  • Raiva: uma mão fechada em punho indica uma tentativa de se controlar. Se for levantado, é entendido como uma ameaça de violência;
  • Impotência / incerteza: quando não sabemos o que fazer em uma situação, expressamos isso encolhendo os ombros.

Esses são apenas alguns exemplos que mostram como os gestos são usados na vida cotidiana para transmitir certas mensagens. Logo, esse tipo de linguagem corporal é lido e usado por todas as pessoas em um ambiente cultural.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Postura e movimento

    A postura fornece indicações claras do estado emocional de uma pessoa. Por isso, diz-se que pessoas felizes parecem flutuar no ar. Enquanto pessoas tristes, com ombros encurvados e cabeças curvadas, se arrastam mais do que caminhando.

    Além disso, até a segurança de uma pessoa pode ser inferida da postura. Quando um chefe entra correndo no escritório com o queixo erguido, peito inchado e passadas largas. Logo, fica claro que ele está ciente de seu papel e se reconhece como um líder.

    Por outro lado, movimentos apressados e nervosos, como tocar na roupa ou no cabelo. Ou o balançar rápido dos pés ao sentar-se na beirada da cadeira, sinalizam insegurança. Dessa forma, apresentam a impressão de querer fugir da situação em que se encontra.

    Movimento

    Os últimos exemplos citados mostram que postura e movimento corporal são difíceis de ser separados na prática. Uma certa postura requer um certo tipo de movimento. É improvável que uma pessoa com uma postura ereta e orgulhosa ande em pequenos passos. Enquanto é difícil para uma pessoa dobrada com uma postura flácida andar na rua com passadas rápidas.

    Além disso, existem certos movimentos que transmitem mensagens diretas. Um deles, por exemplo, é o cruzamento de uma certa distância entre duas pessoas. Se e quando pode ser desagradável depende muito do interlocutor.

    Em suma, entre estranhos, certa distância física é sinal de respeito. Se alguém se aproximar demais, pode ser visto como ameaçador ou degradante. Porém, é a superação de um limite que, em casos raros, provoca uma reação positiva.

    Considerações finais

    Agora que explicamos os vários tipos de linguagem corporal com exemplos, é importante não se deixar levar pelas emoções e estar sempre atento aos sinais adequados e úteis. Em seguida, você pode usar sua linguagem corporal de forma direcionada a seu favor.

    Espero que você tenha gostado do texto acima. Se você gostou e deseja aprender sobre a linguagem corporal, temos uma oportunidade especial e única para você. Aprenda a interpretar os sinais copo, através do nosso curso online de psicanalise clínica. Com aulas 100 Ead, você vai ter acesso a um conteúdo exclusivo e de qualidade. Para saber mais, clique aqui!

    One thought on “Linguagem Corporal: o que é, como funciona, quais exemplos

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.