Linguagem Silenciosa

Linguagem Silenciosa: o que é, como falar e escutar

Posted on Posted in Comportamento, Conceitos e Significados, Psicanálise, Psicanálise e Cultura

Saber o que é linguagem silenciosa é fundamental para aprimorar a comunicação e o relacionamento com outras pessoas. Isso porque, independente do ambiente, expressões corporais conseguem comunicar sentimentos e pensamentos de forma clara e direta.

No entanto, a linguagem silenciosa é apenas a ponta do iceberg para a comunicação como um todo. Dito isso, continue a leitura para entender melhor o significado de linguagem silenciosa e sua importância na comunicação.

O que é linguagem silenciosa

Não é difícil entender o que é linguagem silenciosa, já que ela se trata de tudo que não é dito de forma verbal. Como o nome sugere, essa é uma parte da comunicação que não exige que a pessoa fale para se expressar.

Ou seja, as expressões faciais, os gestos das mãos e os movimentos do corpo também são capazes de falar. Ainda que não seja verbalmente, tudo isso faz parte da forma como o outro recebe o que queremos transmitir.

E claro, enquanto falamos, existem diversos fatores além das palavras que interferem na mensagem que comunicamos, como o tom de voz. Logo, a formação das frases, a entonação e a velocidade, aliadas aos elementos silenciosos, tornam a linguagem uma comunicação completa.

Significado de linguagem silenciosa

O significado de linguagem silenciosa está ligado de forma direta com a psique e o inconsciente humano. Isto é, muitos daqueles pensamentos e sentimentos que tentamos controlar, podem ganham expressão pela linguagem silenciosa de modo inconsciente.

Por isso, é fundamental observar como as falas de uma pessoa estão alinhadas com as suas atitudes. A linguagem silenciosa pode revelar insatisfações, inseguranças, expectativas, confiança e muitos outros sentimentos e ideias.

Com essas informações capturadas nas entrelinhas e no não-dito é possível decifrar o outro muito mais rápido. Logo, a tendência é uma comunicação mais efetiva, menos complexa e mais participativa, com menos ruídos e mal-entendidos.

Tipos de linguagem silenciosa

Expressões faciais

Nossas expressões faciais revelam nossos verdadeiros sentimentos em relação a nós mesmos, mesmo sem nossa permissão. As expressões faciais podem mostrar emoções e pensamentos que não estamos prontos para expressar, como a infelicidade sobre uma situação através de um revirar de olhos.

Embora seja valioso dizer como você está se sentindo, suas expressões faciais podem dizer algo diferente da sua mensagem verbal. Por isso, estar atento às suas expressões faciais e às expressões dos outros ajuda a identificar como eles se sentem em relação a uma conversa.

Toque

Outro aspecto fundamental da linguagem silenciosa é o toque. De abraços e apertos de mão, as interações com toque desempenham um papel importante nas conversas que compartilhamos.

No entanto, semelhante à proximidade, é necessário estar atento à forma como você se comunica por meio do toque para evitar deixar os outros desconfortáveis. Uma vez que formas de contato não solicitadas podem ser motivo de preocupação e assédio.

É crucial estar atento às diferenças culturais nessa área. Quando usado adequadamente, o toque pode fortalecer os laços e criar uma sensação de confiança.

Contato visual

Manter contato visual firme é uma das formas mais importantes da linguagem silenciosa. Embora possa parecer desconfortável, essa é uma ótima maneira de mostrar seu interesse diante de uma conversa.

Pense nisso: se você está tendo uma conversa cara a cara com alguém e a pessoa quebra seu olhar ou olha para algo completamente diferente, o que você pode supor? A falta de contato visual geralmente implica desinteresse ou distração.

Cinética (movimentos e gestos do corpo)

Os movimentos do corpo incluem até mesmo o hábito de balançar as pernas para frente e para trás. Implica também no gesto de usar as mãos enquanto fala ou movimentar a cabeça. Além disso, os movimentos corporais, como usar as mãos enquanto fala, expressam entusiasmo ao falar sobre um assunto.

Como entender a comunicação silenciosa

Em sua vida cotidiana, existem muitos cenários em que a compreensão da comunicação silenciosa pode ser usada a seu favor. Saber como decodificar sinais pode melhorar suas habilidades de comunicação de várias maneiras.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    O primeiro passo é saber identificar sinais de nervosismo, como olhos inquietos ou invasivos. Essa é uma ótima maneira de determinar se a pessoa com quem você conversa, é confiável.

    Leia Também:  Tarô Analítico e sua relação com os arquétipos de Jung

    Paraliguagem

    A paralinguagem também descreve não o que você diz, mas como você diz alguma coisa. Tom, voz e volume são exemplos de paralinguagem que podem alterar completamente a mensagem que estamos tentando transmitir.

    Contudo, você pode identificar o sentimento que um outro indivíduo está sentindo, apenas ao ouvir de forma atenta como ele apresenta suas ideias. Enquanto um tom de voz frio se refere a emoções negativas, o tom de voz quente está relacionado a emoções mais positivas.

    Benefícios da linguagem silenciosa

    Como vimos, a linguagem silenciosa se refere ao uso de gestos, tom de voz, expressões e postura corporal para enviar uma mensagem. Mas, por que esses sinais sem fio são tão importantes para identificar?

    A linguagem silenciosa é uma parte essencial da comunicação, pois ela ajuda você a enviar uma emoção ou sentimento para outras pessoas. Além disso, é uma parte fundamental da comunicação visto que não afeta apenas a área pessoal, mas também o campo de trabalho.

    Nesse contexto, a linguagem silenciosa traz diversos benefícios, pois te ajuda a:

    • comunicar melhor suas ideias, opiniões e emoções;
    • melhor comunicação e compressão nas falas;
    • construir laços mais fortes;
    • aumentar a confiança e clareza.

    Importância da linguagem silenciosa

    É importante saber o que é linguagem silenciosa justamente para identificá-la nos outros e em si mesmo. Afinal, perceber os próprios comportamentos inconscientes ou impulsivos é um caminho para o autoconhecimento e para melhorar seus relacionamentos interpessoais.

    Não estando refém apenas das palavras e tendo as expressões corporais a seu favor, é possível criar ambientes mais harmoniosos. Como consequência, os diálogos se tornam muito mais amigáveis e equilibrados.

    Considerações finais sobre linguagem silenciosa

    Depois dessa leitura ficou claro o que é linguagem silenciosa, seu significado e sua importância para qualquer relacionamento social, certo? Seja com o chefe ou um colega de trabalho, com amigos ou com parceiros, a linguagem silenciosa faz toda diferença.

    Portanto, além de atentar-se ao comportamento das outras pessoas para entendê-las melhor, foque também em aprimorar as suas expressões. Isso é essencial para passar credibilidade nas suas ações e fortalecer sua personalidade para o público.

    Assim sendo, para aprender ainda mais sobre as particularidades e segredos da psique humana, conheça nosso curso online em Psicanálise Clínica. A formação dura 18 meses e conta com uma bagagem completa de teoria e prática para você aprender sem sair de casa. Com 12 módulos de ensino, essa certificação oferece também habilitação para quem deseja atender seus próprios clientes e compartilhar conhecimento.

    One thought on “Linguagem Silenciosa: o que é, como falar e escutar

    1. Muito bom artigo! Penso que a pessoa tem que ser umpouco (observador), para saber o que a pessoa está dizendo com aquela linguagem silenciosa, para que possa começar uma conversa.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.