livro poder da ação

Livro O Poder da Ação: um resumo

Posted on Posted in Psicanálise e Cultura

O Livro o Poder da Ação, como o próprio nome já diz, mostra a importância do poder das nossas ações nos mais diversos aspectos da vida, para atingirmos nosso progresso. Com uma didática excelente, o autor traz ao seu leitor um despertar para si, com ensinamentos sobre as melhores formas de atingir os seus objetivos e lidar com as circunstâncias da vida.

O Autor deixa as claras a importância de nos autorresponsabilizarmos por nossas ações, sem remoer situações passadas e culpar as outros por nossos fracassos e decepções. Mas sim, utilizarmos de nossas experiências de vida para estarmos estar abertos a mudanças que, assim, nos levarão a conquistas nossos objetivos.

Desse modo, o livro gira em torno de questões para assumirmos nossas responsabilidades pelos nossos atos, sem atribuir culpa pelo que der errado, para nos eximir. E sempre buscar evoluir em meios aos acontecimentos passados, sem que os fique remoendo.

Poder de Ação de Paulo Vieira, saiba mais sobre o autor

O Autor do Livro o Poder da Ação, Paulo Vieira, é Master Coach, PhD em Business Administration e Mestre em Coaching pela Florida Christian University (FCU).

Ele é criador da metologia coaching integral sistêmico. Sendo que o seu livro, O Poder da Ação, foi um Best Seller por quatro anos consecutivos, com mais de 10 milhões de obrigas vendidas.

Além disso, o autor tem 11 livros apontados no ranking da Revista Veja e Folha de São Paulo e, ainda, ganhou muitos prêmios, dentre eles, prêmio de autor que mais vendeu livros em 2018.

E não pára por aí, em sua trajetória de 20 anos, desenvolvendo técnicas de negócios e transformando vidas, em 2020 o autor novamente teve o maior número de vendas de livros, alcançando a marca de 3 milhões de livros vendidos.

O Poder da Ação esquema citação

Resumo do Livro o Poder da Ação

De antemão, o destaque do livro é você ser o dono de sua realidade, independentemente do que aconteça. Tudo que acontecer em razão dos seus atos, é de sua única e exclusivamente responsabilidade. Cabendo a você alterar suas circunstâncias de vida no presente, utilizando o passado como experiências para suas tomada de decisões.

Nesse sentido, abordaremos os principais tópicos do livro, para que, de forma resumida, possa aprender tomar decisões em sua vida utilizando das técnicas do Poder da Ação.

1. Acorde

Primeiramente, você deve acordar para quais objetivos quer conquistar em sua vida, você precisa ter propósito. O livro nos leva a reflexão do que é necessário para acordarmos para encarar a vida, como se deve realmente.

Comumente, as pessoas “acordam” quando coisas ruins acontecem, principalmente por estar as negligenciado. Então, necessário que “acorde”, para evitar que não tenha prejuízos em sua vida, pessoal ou profissional.

2. Aja

O poder vai além de somente agir, mas sim está em agir da maneira correta. O que, em sua maioria, impede as pessoas de agirem e estarem em uma zona de conforto. Fato estes que fazem com que nós arrumamos desculpas para nós mesmos para manter uma situação que, de fato, não nos faz feliz.

Conforme descreve o livro, criamos “historinhas” para buscar justificar os motivos que nos levaram aquela situação. Saiba que nosso cérebro tende a sempre gastar menos energia, fazendo com que muitas pessoas permaneçam em situações que lhes são confortáveis e exigem o menor esforço possível.

3. Autorresponsabilize-se

Sobremaneira, o conceito de autorresponsabilidade se concentra no fato de pararmos de terceirar a culpa, diante de situações que derem errado. Muitas vezes as pessoas tendem a buscar um culpado para um problema e não fazem o que é mais importante: buscar uma solução.

Ou seja, autorresponsabilizar-se é para de se vitimizar diante das dificuldades e passar a se ver como o responsável pela situação como está. Afinal, a solução dos seus problemas não “cairá do céu”. Você é o responsável tanto pelo seu fracasso quanto pelo sucesso, ninguém mais.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    4. Foque

    O autor explicita diferentes 3 características para que você se mantenha foca em seus objetos, sendo eles o foco:

    • Visionário: se deve ter objetivos específicos, de modo que você possa ter clareza no que deseja;
    • Comportamental: capacidade e energia para mudar circunstâncias internas e externas da vida, que devem ser realizadas através dos canais neurológicos de comunicação, pensamento e sentimento;
    • Ter foco consistente: manter os dois focos anteriores para conseguir tempo necessário para atingir suas metas.
    Leia Também:  Livro Mindset A Nova Psicologia do Sucesso, resumo de Carol Dweck

    Nesse ínterim, o autor enfatiza que o modelo de sucesso deve ter maior foco no presente, e pouco no futuro. Ao passo que, sobre o passado, este deve servir unicamente para nos dar lições de vida, não devendo demandar nossos desgastes de energia.

    5. Comunique-se

    Um aspecto importante para agirmos corretamente, é aprender a ter qualidade em nossas comunicações. Desde a infância, somos programados ter determinados padrões linguísticos, que acabamos utilizando de maneira automática. Entretanto, eles podem não ser a melhor forma de comunicação em suas relações sociais, impedindo, sobretudo, de agir para atingir seus objetivos.

    Para explicar a importante da comunicação, no livro O Poder da Ação, o autor explica a Linha de Lozada. Nesta, de forma comprovada cientificamente pelo Marcial Losada, o ideal é que ocorram entre seis a oito interações positivas para uma negativa. Caso contrário, o rendimento da comunicação começa a cair.

    6. Questione

    Este capítulo do livro traz reflexões acerca da importância do questionamento, enfatizando que existem quatro tipos de questionador:

    • que não questiona;
    • que questiona mal;
    • questiona bem;
    • super questionador.

    Nosso capacidade de questionar está ligada a capacidade de realização. Entretanto, não basta apenas questionar, devemos fazer perguntas que objetivam levar-nos à frente, alcançar um próximo nível de evolução.

    Por exemplo, se você está em meio a um problema, não se deve questionar a razão daquilo ter dado errado, mas sim quais são os meios para solução.

    7. Creia

    Neste último capítulo, o autor enfatiza que nossas crenças são programações mentais que são realizadas. Que são de onde se direcionam nossos comportamentos, em meio a estímulos recebidos.

    Entretanto, estas programações podem ser alteradas por meio de aprendizados sobre mudanças que nos serão benéficas. Para tanto, se requer treinamentos para que os estímulos serem repetidos várias vezes, e, assim, nossa mente seja reprogramada.

    No capítulo, ainda se destaca que a pessoa precisa ter a seguinte combinação de crenças sobre si mesmo, crenças de:

    • identidade;
    • capacidade;
    • merecimento.

    Afinal, se o nosso estado mental não estiver alinhado a se te ruma vida bem sucedida, independentemente do que aconteça, sempre voltaremos ao início, aos nossos velhos padrões. Em suma, a sua mudança deve partir de dentro para fora, e você precisa acreditar que é merecedor do sucesso.

    Portanto, o Livro O Poder da Ação nos remete a olharmos para nós e realizarmos uma autoanálise para, então, sairmos da nossa zona de conforto e atingirmos o sucesso. Pois nós somos os únicos responsáveis pelo nosso estado de vida, pelas nossas atitudes inconscientes ou conscientes.

    Contudo, caso você se interessa pelo estudo da mente humana e quer aprimorar o seu autoconhecimento, lhe convidamos a conhecer nosso Curso de Formação em Psicanálise Clínica. Pois a experiência da psicanálise, é capaz de proporcionar ao aluno e ao paciente/cliente visões sobre si mesmo que seria praticamente impossível obter sozinho. Além disso, você também melhorará os seus relacionamentos interpessoais, tendo em vista que entender como funciona a mente poderá proporcionar um melhor relacionamento com os membros da família e do trabalho. O curso é uma ferramenta que ajuda o estudante a entender os pensamentos, sentimentos, emoções, dores, desejos e motivações de outras pessoas.

    Por fim, se você gostou deste artigo, curta e compartilhe em suas redes sociais. Assim, nos estimulará a continuar produzindo conteúdos de qualidade.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.