Propósito de Vida: encontre sua direção e tudo fará sentido

Posted on Posted in Comportamento

Quando alcançamos uma certa idade, temos a tendência de querer achar um rumo para a nossa vida. Claro que nem todos conseguem encontrar o propósito de vida de forma rápida, afinal cada um tem as suas particularidades. Então, confira o nosso post para entender mais sobre o assunto.

O que é propósito de vida?

De forma muito sucinta, o propósito de vida é algo que nos impulsiona a acordar todos os dias. Ou também pode ser definida como uma missão estabelecida para realizar no mundo, algo que nos traz muitos benefícios. Por meio dessa missão na vida fica claro qual é o sentido da nossa existência e a diferença que isso faz para os demais.

Enquanto muitas pessoas podem demorar, outras acham com mais facilidade esse propósito. Contudo, o que determina esse tempo é como estamos lidando com os conhecimentos adquiridos no dia a dia. Aliás, é um processo muito particular que cada um tem para encontrar o seu objetivo de vida.

Por que ter um propósito de vida?

Todas as pessoas precisam de um propósito para continuar vivendo. Afinal, essas metas são com um motor que auxilia a levantar todas as manhãs e ir atrás dos nossos objetivos. Por isso, a ausência de um propósito na vida causa vários males, como:

  • desânimo;
  • ansiedade;
  • depressão.

Aliás, as pessoas sem nenhuma direção na vida estão sempre insatisfeitas consigo mesmas e com o resto do mundo. Isso porque elas não conseguem encontrar um equilíbrio na vida, seja ela pessoal ou profissional.

Saiba mais…

Por conta disso, essas pessoas possuem, muitas das vezes, relações sociais frágeis e estão sempre em busca de algo que poderão ter. Outro ponto é que esses sujeitos têm em suas mãos um poder para realizar grandes coisas, mas isso não significa nada para elas.

Isso porque, elas sentem que não são merecedoras dessas conquistas, já que nada possuem nenhum valor e sentido. Como consequência, elas vivem uma vida inteira de infelicidade e fazem infelizes quem está ao redor.

Como ter propósito de vida?

Encontrar um propósito de vida é uma jornada muito pessoal. Pois, cada pessoa está inserida em um contexto bem diferente. Aliás, cada pessoa deve se conhecer muito bem e mergulhar em seus valores, talentos e suas ansiedades. Isso mesmo, até as nossas partes mais fracas contribuem para ter uma vida com sentido.

Por isso, veja algumas dicas para te ajudar a achar um propósito de vida. Confira!

Procure o que te faz bem

É necessário que você pare e reflita: no que você é bom? Quais são as atividades que você faz que recebe muitos elogios? Então, as respostas dessas perguntas podem te ajudar a encontrar um propósito.

Caso contrário, elas podem ser pontos decisivos para uma caminhada de ter uma vida com propósito. Por isso, não perca tempo e comece a refletir sobre isso. Se necessário, escreva em um papel para ter essas ideias mais concretas.

Faça o que você ama

Outra pergunta muito importante é “o que você ama fazer?”. Já parou para pensar que nem tudo aquilo que somos bons é sinônimo de que amamos fazer tal coisa? Por exemplo, você pode cozinhar muito bem, mas não é atividade que você se vê fazendo para o resto da vida.

Leia Também:  Paralisia do Sono: o que é, como tratar?

Por isso, de fato reflita o que você realmente ama fazer. Aliás, tente visualizar o seu futuro com essa atividade. Entretanto, não se questione se essa tarefa irá impactar uma, duas ou, até mesmo, milhares de pessoas. Nesse momento, é hora de você escutar apenas a sua voz interior e identificar o que de fato ama fazer.

Reflita: “o que o mundo precisa?”

Embora nós tenhamos dito que os fatores externos não devem impactar a sua decisão de escolha de um propósito, eles têm papel importante. Veja bem: se você não conseguir identificar qual é sua grande habilidade ou o que te motiva, dê uma olhada ao seu redor.

Afinal, as respostas para as suas dúvidas podem estar nas pessoas e ambientes que te cercam. O que elas precisam: instruções, atenção ou alimento? E a natureza ou os animais, o que eles necessitam? Ajuda? Cuidado? Reflita que talvez o que elas precisam sejam de uma pessoa, que pode ser você, para poder contribuir para mudar essas realidades.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Por isso, comece aos poucos e doe o seu tempo, não importando se ele é menor do que você gostaria. Isso porque você perceberá que pode fazer muito mais tanto pelos outros quanto por você mesmo.

    Reflita sobre a remuneração

    Você já ouviu este velho ditado “faz o que ama e nunca precisará trabalhar”? Então, uma frase muito impactante, mas vamos avaliar essa ideia. Nós vivemos em um país que infelizmente o custo de vida é alto, comparado aos salários que não são os melhores, independente da profissão.

    Por isso, na hora de decidir qual será o propósito de sua vida, a questão financeira deve ser levada em consideração. Mas veja bem, por mais que a remuneração seja muito importante ela não deve ser o fator decisório. Afinal, se a pessoa escolhe o dinheiro ao invés da felicidade, o resultado pode ser muito devastador.

    Então, reflita sobre o que você ama fazer. Além de como isso pode contribuir para o seu orçamento doméstico. Portanto, o melhor é tentar ter o “jogo de cintura” para aliar o seu propósito com uma remuneração que seja razoável.

    Pratique o seu propósito

    Até o momento trouxemos orientações para encontrar um propósito que está um pouco relacionado com o trabalho. Isso porque, a nossa atividade profissional nos ajuda a colocar em prática o nosso propósito. Porém, ele não se acaba nesse ambiente.

    Ainda, outro ponto importantíssimo é que não adianta achar o seu propósito e deixá-lo somente no papel. Ou seja, se você já tem certeza do motivo da sua existência, coloque em prática! Assim, você contribui no mundo de forma positiva. Por isso, colocar essas ideias em ações te ajudará a compreender se isso de fato te move.

    Busque ver o que te incomoda

    Como já foi dito, até as nossas partes ruins podem ajudar a ter um objetivo de vida. Isso porque as dores que cada um carrega tem uma história ou um motivo que queremos, pelos menos, reverter. Então, sabe aquela famosa vozinha que sempre aparece para desanimar os nossos propósitos, com expressões de “isso é uma vergonha” ou “ERRADO”?

    É fácil silenciá-la! Basta saber que, assim como você, muitas pessoas podem estar precisando de alguém para ajudá-las. Por isso, seja esse especialista que saiba o que de fato você viveu com essas dores.

    Tenha prioridades

    Quando refletimos sobre o propósito de vida, é normal termos várias ideias e coisas pela cabeça. Entretanto, com tantos pensamentos na nossa mente, podemos perder o que de fato é essencial e não vemos com clareza os nossos objetivos.

    Afinal, você pode gostar de várias atividades diferentes e amar muitas outras tarefas. Contudo, haverá uma que traz mais sentido para você e que ressoa mais importante. Além de fazer a diferença para você e os demais. Por isso, é fundamental que você determine um tempo maior para dedicar o que realmente é prioridade.

    Leia Também:  Como fazer um TCC: tema, escrita e revisão

    Aliás, essa é uma forma de não se deixar levar pelo corre e corre do dia a dia, além das demais obrigações e responsabilidades. Já que essa correria toda pode resultar na falta de ciência do que você contribui para um mundo melhor, além de benefícios para você.

    Saiba o que é importante para você

    Para encontrar um propósito de vida é necessário mergulhar no autoconhecimento, identificando seus valores e dores. Vale ressaltar que esses valores mencionados não são as suas características e sim aquilo que acha importante. Por exemplo, se você é uma pessoa pacífica, isso não é o seu valor, mas que você prioriza a paz.

    Você já deve ter escutado que devemos escolher as batalhas que queremos enfrentar. Por isso, é fundamental que optamos por “guerras” que, de alguma forma, estejam de acordo com as nossas essências. Ou seja, identifique o que importa para você!

    Nesse sentido, uma dica para solucionar esse mistério pessoal é o seguinte: pense no seu cotidiano. O que os dias em que você está feliz e os dias que você triste ou frustrado têm em comum? Então, pode haver alguma pista na sua resposta.

    Veja o que você já fez

    Quando pensamos em um objetivo de vida, de forma muito automática, já pensamos no futuro. Entretanto, o seu propósito pode estar “embaixo do seu nariz”. Ou seja, nas coisas que você já realizou. Por isso, reflita sobre o seu passado para achar respostas.

    Além disso, sabe essas tarefas que você realiza no seu dia a dia para pagar as contas, mas que não considera o ideal? Então, não é necessário largar tudo o que você fez para chegar até aqui e arriscar o que tem e o que não tem.

    Portanto, a orientação é tentar olhar para essa sua realidade com outros olhos. A fim de ajudar a entender melhor essa questão, reflita sobre essas perguntas:

    • de que forma é possível melhorar o seu ambiente?;
    • como ajudar as pessoas que estão ao seu redor?;
    • de que forma você pode impactar de forma positiva as pessoas atingidas pelo seu trabalho?

    Saiba que tudo isso é um processo

    Por fim, não se desespere! Saiba que encontrar um propósito é uma jornada muito particular de cada pessoa. Por isso, não existe uma forma correta ou uma receita para seguir a fim de achar um sentido para a vida.

    Além disso, se ficarmos muito apegados a descobrir de maneira rápida e a todo custo uma missão na vida, podemos impedir algum ponto. Afinal, todos os dias estamos dispostos a fazer o melhor que podemos, com isso o propósito aparecerá a qualquer momento.

    Claro que para alguns isso pode demorar mais. Contudo,  isso não diminuirá o valor nobre que ela terá quando for descoberta. Então, a dica é dê tempo ao tempo. E lembre-se: a vida não é uma corrida!

    Atitudes que impedem de ter um propósito de vida

    Agora que já sabemos quais são as dicas para ter um propósito de vida, veja o que você deve evitar fazer para poder alcançar este objetivo.

    Ter dúvidas

    Muitas vezes, as nossas maiores qualidades podem ser vítimas de nossas inseguranças. Aliás, isso é extremamente normal, já que isso faz parte da nossa condição humana. Além disso, isso é uma forma de nos manter seguros em um mundo confuso na maioria das vezes.

    Por isso, o medo do fracasso pode ser muito grande. E, ainda impede as pessoas de realizar o seu verdadeiro potencial. Afinal, vivemos um mundo que tende a valorizar a riqueza e o sucesso evidentes. Entretanto, se a pessoa ficar presa nessa mentalidade de medo, há muitas chances dela nunca conseguir nada o que deseja.

    Não só isso, mas pensar de modo pequeno impede que a pessoa atue e que não evolua.

    Leia Também:  O que é propósito de vida? Os 20 propósitos nobres

    Levar em consideração as opiniões de outras pessoas

    Outra coisa que é necessário evitar para descobrir o propósito de vida é alimentar as dúvidas causadas pelas opiniões dos demais. Já que sempre terá muitas ofertas pessimistas que irão te impedir de viver seus sonhos. Além disso, nunca faltará pessoas que duvidam dos seus objetivos e de suas capacidades.

    Contudo, também terá pessoas ao nosso redor que sempre torcem pelo nosso sucesso. Claro que você não precisa de permissão para ter um propósito de vida, mas sim de seguir a sua paixão.

    Ter falta de intenção

    É um assunto pouco debatido na hora de saber qual é o propósito de vida. Mas, viver de forma intencional é essencial. Isso porque ajudará a permanecer fiel aos seus objetivos, já que não é bom ter um sonho e ser indiferente sobre isso.

    Então, suba no palco e seja totalmente intencional sobre as suas missões. Aliás, seja organizado e seja metódico, e dê ao seu propósito todo o cuidado e a atenção que ele merece.

    Procrastinar e não ter propósito de vida

    Por que deixar para amanhã o que se pode fazer hoje? Deixar para depois as suas ações de propósito de vida não é a melhor atitude para ter, então comece já! Isso porque procrastinar seus sonhos só tornará mais difícil a realização dos mesmos.

    Além disso, a procrastinação deixa as pessoas com sensação de culpa, estresse e vergonha em relação aos outros. Já que elas não estão cumprindo os seus compromissos e suas responsabilidades.

    Odiar o silêncio

    Na verdade, não é “odiar” realmente o silêncio, mas sim não “suportá-lo” a ponto de não tirar proveito desse momento. Isso porque é no silêncio que se descobre a essência da vida, embora não pareça que ele tem esse poder.

    Desse modo, algumas pessoas podem encontrar o seu propósito sem ter esses momentos de silêncio. Mas se der mais atenção a esses sujeitos, eles cultivam longos momentos contemplativos pessoais à sua maneira particular.

    Não gostar do lado sombrio de si mesmo

    Como já dizemos, as nossas dores possuem um papel importante para encontrar objetivo de vida. Então, ignorá-las não é uma boa ideia, pois se conhecer e aceitar esse lado ajuda a crescer de forma mais saudável.

    Se descobrir um propósito exige ter um autoconhecimento, o lado mais escuro mostrará o que é necessário para crescer ou mudar. Mesmo sendo tão importante, as pessoas ainda deixam isso de lado ou nem dão o devido valor.

    O que fazer quando não se tem propósito de vida?

    A resposta para essa pergunta irá depender muito do contexto que a pessoa está inserida. Mas, de modo geral, a dica é: não estipule prazos! Afinal, ter essa “data de validade” pode ser muito prejudicial para o processo de autoconhecimento e buscar o propósito de vida.

    Por isso, vá em frente, comece a explorar e a experimentar novas coisas para a sua vida. Aliás, não deixe de desfrutar dessa viagem, pois é como dizem “a jornada é melhor do que a chegada”.

    Considerações finais sobre propósito de vida

    Muitas vezes ter um propósito de vida pode aparecer quando fazemos algum curso, já o conhecimento nunca é demais. Por isso, te convidamos a conhecer o nosso Curso de Formação em Psicanálise Clínica. Caso você não tenha interesse em clinicar, com as nossas aulas online você poderá desenvolver o seu lado pessoal.

    Além disso, você entenderá melhor sobre as relações humanas e os fenômenos comportamentais. Por isso, a nossa base teórica é fundamentada para que o aluno possa compreender sobre a área psicanalítica. O nosso curso tem 18 meses de duração e você terá acesso à teoria, supervisão, análise e monografia.

    Por fim, nós esperamos que o nosso post sobre propósito de vida tenha te ajudado a compreender melhor sobre esse tema. Ademais, não deixe de conhecer o nosso curso e mudar a sua vida por meio do conhecimento.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *