manipulação significado psicanálise o que é manipulador

Manipulação: 7 lições da Psicanálise

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise

Identificar que está sendo manipulado não é tão simples. Muitas vezes, a manipulação é utilizada de uma forma tão audaciosa que os manipulados nem percebem.

Por ser difícil de identificar, normalmente, manipuladores não são identificados socialmente como aqueles que possuem um mau comportamento.

Assim, manipuladores, comumente, transitam de personalidade. Camuflam suas atitudes com palavras doces e gentis.

Por fim, o manipulado fica confuso e não sabe distinguir se o que ocorre é real ou apenas é algo da sua cabeça.

Sigmund Freud: o pai da psicanálise

Ocorreu ao decorrer dos anos uma propagação das ideias de Sigmund Freud. Assim, foi através dessa expansão que a psicanálise se popularizou e costuma ser a fonte de busca de muitas pessoas quando se trata de padrões comportamentais.

Mas o que é psicanálise propriamente? É uma teoria que visa transparecer o funcionamento da mente do ser humano.

Ela possui duas vertentes:

  1. Considera que os processos psicológicos são em grande maioria inconscientes;
  2. Processos inconscientes são controlados pelos desejos sexuais.

Contribuição de Sigmund Freud para os estudos psicanalíticos

Os estudos de Sigmund Freud possibilitaram o avanço da ciência na área da psicologia. Lembre-se que a psicologia não busca apenas tratar problemas psíquicos, mas também entender os motivos pelos quais eles ocorrem.

Existe uma grande importância para tratamentos psicanalíticos, pois auxiliam muitos indivíduos a conseguirem viver sem as consequências de seus problemas psicológicos. Em alguns casos, o profissional psicanalista até auxilia a pessoa a conviver sem o uso de remédios controlados.

Conceitos básicos da psicanálise

Para entender melhor a condição dos comportamentos humanos, Freud desenvolveu alguns conceitos.  Segue a lista com breves explicações abaixo:

Ego: é a parte da nossa personalidade que entra em contato direto com a realidade;

Id: é o que traz à tona os desejos inconscientes;

Superego: é o aspecto que define as percepções morais do indivíduo. Controla a impulsividade do Id e é um controlador do Ego.

Sonhos: são interpretados como o caminho para acessar o inconsciente do indivíduo. É tudo aquilo que não chega com clareza à consciência.

Inconsciente: aparece nos sonhos e, comumente, nos sintomas psicológicos dos indivíduos.

Psicanálise e manipulação comportamental

É estranho pensar que a manipulação pode estar mais inerente na vida dos indivíduos do que eles percebam. Muitos não se dão conta que estão sendo manipulados emocionalmente, pois como já foi pontuado, manipuladores costumam apresentar uma personalidade dócil para esconder-se.

O ser humano é sedutor por natureza por conta da necessidade de atenção. Dessa forma, muitas vezes a atitude não é intencional. Mas e quando há uma intenção direta? Nesse caso, chamamos de manipulação.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Toda vez que alguém age na intenção de seduzir alguém para sim, a fim de conquistá-la e usá-la em seu benefício próprio – às vezes só para satisfazer o Ego – ela é deve ser considerada como manipuladora.

    Razões da personalidade manipuladora

    1. Não sabe lidar com a frustração: para o manipulador é extremamente lidar com algo que vai contra as suas expectativas, receber um “não”.Tudo deve ser do jeito que imagina. Seus desejos estão sempre acima de todos ao seu redor.

    2. O egocentrismo é a sua ordem: é consciente das suas ações, mas não se importa se os seus atos prejudiquem outras pessoas. Nada é mais importante do que seus próprios interesses.

    3. Pais superprotetores: tentam guiar os filhos e induzir conscientemente as suas escolhas. Não deixam que façam escolhas próprias.

    4. Chantagistas emocionais: por conta da carência constroem a dependência emocional manipulada, não deixando que os manipulados se libertem. Fazem de tudo para que sua carência seja suprida.

    Desejo de manipulação

    Há o desejo de manipular outros indivíduos para mascarar as suas próprias feridas internas. O manipulador passa a responsabilidade de seus atos para as pessoas em sua volta. Assim, o intuito dessa ação é gerar culpa e deixar o manipulado cada vez mais preso na relação.

    Leia Também:  Violência doméstica pelo olhar da psicologia

    É comum que o manipulador costume chamar a atenção e consiga fazer que todos percebam que na realidade ele é a vítima.

    Pessoas manipuladoras são verdadeiras vampiras emocionais, sugam ao máximo suas vítimas. Por essa razão, é importante que a vítima consiga identificar se está numa situação de manipulação para preservar sua integridade psicológica.

    Como posso identificar uma mente manipuladora?

    É um pouco de difícil, mas você precisa perceber algumas situações.

    Normalmente, manipuladores são excelentes na oratória e conseguem convencer a todos que o rodeiam. Eles costumam adequar-se a qualquer situação, mudando sua personalidade, a fim de vender suas ideias.

    Também estão a todo momento demonstrando suas qualidades e exaltando como elas são incríveis e únicas.

    Quais são as habilidades de um manipulador?

    Ele sempre vão tentar construir uma realidade positiva para te atrair.

    Comumente, consomem a energia de pessoas próximas. Eles projetam as suas feridas, não as curam e usam a manipulação para projetá-las em outras pessoas. Vamos listar aqui algumas das habilidades dos manipuladores:

    1. Eles mentem: como arma para controlar suas vítimas, inventam mentiras totalmente convincentes.

    2. Fazem promessas: para atrair suas vítimas ainda mais para perto deles, sempre prometem mundos, mas que nunca serão cumpridos.

    3. São especialistas em fazer favores: não pense que os favores são de graça, tudo que eles fazem é para te cobrar algum dia.

    4. Amam fazer elogios: são verdadeiros especialistas da bajulação. Vão descobrindo as coisas que mais gosta, mas tudo isso será usado para te manipular ainda mais. Aliás, quem não quer por perto alguém que sempre faz elogios? Mas tudo tem um preço para o manipulador.

    Como se livrar dos manipuladores?

    Analise tudo o que foi dito neste texto e estude ao seu redor as pessoas que costuma te tratar dessa forma. É importante se afastar, pois quanto mais você fica próximo do manipulador, mais ele te manipula. Contudo, tente não ignorar a pessoa por completo, continue falando somente o básico.

    É necessário saber falar “não”. Sempre foi difícil negar algo para alguém que sempre te teve sobre controle, mas a hora é agora, não deixe suas prioridades de lado para fazer algo que você não pode fazer.

    Você acostumou a sempre dar um jeito, mesmo quando suas tarefas pareciam não ter fim, tudo para não escutar que é uma pessoa ingrata e não sabe retribuir favores.

    Lembre-se: nunca sinta culpa por se afastar e tirar pessoas que sugam toda a sua energia da sua vida. Conquiste a sua independência emocional, com toda certeza essa é a chave para a sua felicidade.

    Conclusão

    Relações de manipulação podem deixar marcas profundas, mas tente deixar isso para trás. Caso seja necessário, busque ajuda profissional. A terapia pode melhorar muito a vida da vítima que foi manipulada, pois, normalmente, o manipulador pode ter sido alguém muito próximo, como alguém da família.

    Ainda nesse contexto, é importante lembrar que a manipulação pode assumir um caráter abusivo. Caso esteja enfrentando um relacionamento violento, entre em contato com a Central de Atendimento à Mulher pelo numero 180.

    Para entender melhor esse tipo de comportamento e aprender a reconhecer um manipulador de maneira efetiva, faça o nosso curso EAD. Aprender Psicanálise beneficiará não só a você, mas a outras pessoas também.

    9 thoughts on “Manipulação: 7 lições da Psicanálise

      1. Olá Daiane, tudo bem? A manipulação tende a ser uma decorrência de uma causa inconsciente (um conteúdo da infância que foi recalcado, por exemplo) que gera uma insegurança que é recorrente em muitas pessoas manipuladoras. Esta causa pode sim ser tratada, o que, por sua vez, pode fazer com que a pessoa deixe de ser (ou seja menos) manipuladora. Equipe Psicanálise Clínica.

    1. Meu marido,fez algo que é errado, ele falou que coisa da minha cabeça, que vou destruir minha familia, sempre me deixa culpada na historia, sendo que eu estoy certa, e me culapda, ele tem a capacidade de mim faZer duvidar de coisa que eu vi com meus proprios olhos. Isso é manipulação, abuso. Depois desse. Ocorrido começei a pesquisar e estou vendo que estou sendo manipulada, por 19 años

      1. Capaz que ele esteja usando a tatica “gaslighting” pesquise sobre… muito provável que seja um narcisista!

      1. Meu namorado é muito manipulador. Vive de rede social, ama um espelho. O espelho dele quebrou e agora diz pra mim que anda triste, sente saudade do espelho. AMA UM ELOGIO. E BRIGA SE ELE CANTAR E EU NAO ELOGIAR, POR AI VAI.

    2. Eu tenho uma colega de trabalho que se encaixa direitinho na opção: “3. São especialistas em fazer favores”. Lendo este pôster só me confirma mais ainda que ela tem tentando me manipular. Conseguiu no início, mas agora estou dificultando a vida dela nestes 3 meses que estamos trabalhando juntas. Pois estou buscando ajuda profissional. Eu sou aquele tipo de pessoa muito boazinha sabe? Que move o mundo inteiro pra ajudar alguém, às vezes até me anulo pra fazer isso. Ela me fez muitos favores no início, quando ela chegou no setor, até me levava em alguns lugares pra resolver uns problemas pessoais, e eu a agradeci, lógico, pois sou uma pessoa grata. Porém, achava muita gentileza da parte dela. Mas comecei a estranhar quando ela começou a pedir pra trocar meu turno com ela toda semana. Percebia que não era por algo sério e sim pra satisfazer as vontades pessoais dela. Então eu comecei a dizer não pra ela. Quando ela me pede pra trocar o turno é sempre na sexta feira. E eu desconfiou que é pra ela sextar né? Rsrs porque eu fico de manhã e ela a tarde, daí ela inventa que tem algo a resolver. Eu sempre cedia. Agora não mais. Eu fiz questão de marcar minha terapia com a minha psicóloga na sexta feira à tarde, justamente pra dizer um “não” bem grande pra ela. Depois desses “nãos” ela tem sido bem ríspida comigo. Esqueci de dizer que no início ela queria mandar em mim no trabalho. Cortei ela também. Sinceramente, para pessoas com este perfil igual o meu é bem difícil aprender a dizer não pra esse tipo de pessoa. Mas confesso que estou aprendendo muito com minhas terapias, tem sido bem gostoso agora dizer um “não” quando me convém.

    3. Gostei bastante do texto. Porém, dizer no final para entrar em contato com a Central de Atendimento à Mulher, caso esteja enfrentando um relacionamento violento, é bem chato de ler quando a vítima é o homem. Até porque é aconselhado que não se revide quando uma mulher é violenta.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.