parceiro abusivo como identificar e o que fazer?

Parceiro abusivo: teste para saber se você tem um

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise

Você consegue identificar se está num relacionamento abusivo? Seu parceiro te faz sentir inferior? Consegue reconhecer que existem outros tipos de violência, como psicológica e financeira, para além da física?

Apesar de ser comum identificarmos como violência apenas os casos em que ela ocorre fisicamente, não não se dá a devida atenção para a violência moral que muitas mulheres sofrem diariamente.

Como posso saber se estou numa relação abusiva?

Pode parecer muito difícil reconhecer esse tipo de relação sem ajuda. No entanto, apresentamos abaixo uma lista com o intuito de te ajudar a reconhecer se o seu parceiro é ou não abusivo.

1. Monitoramento constante:

Você anda se sentindo sufocada pelo ser parceiro por sempre duvidar de você.

Ele, simplesmente, não confia em nada que você faz, e tudo dá um motivo para ele duvidar que você o traiu. Ademais, ele possui as senhas das suas redes sociais e checa suas mensagens. CUIDADO!

2. Ciúme:

Ele diz te “amar demais” e que, por isso, tem medo de te perder. Nesse contexto, demonstrar um pouco de ciúme pode até ser considerado normal.

Contudo, quando ele te priva e consegue várias justificativa para agredir você física ou emocionalmente, é necessário colocar limites nesta situação.

3. Ele te inferioriza na frente dos seus amigos:

Sempre que vocês estão com um grupo de amigos, ele faz piadas sobre você. Desse modo, você se sente sempre constrangida quando saem em público e acaba desistindo de sair com outras pessoas.

4. Ele grita com você:

Toda vez que ele perde a paciência e/ou você faz algo que não o agrada, ele grita. Dessa maneira, você tem medo de reagir em outras ocasiões. Por essa razão, você se sente como um equilibrista.

Está sempre andando em uma corda bamba quando se trata do seu relacionamento. Assim, tem medo de fazer qualquer coisa que venha desagradar seu parceiro ou deixá-lo nervoso.

É sempre você quem tenta fazer as pazes e quem abdica de suas necessidades e vontades para agradar.

5. Te faz sentir culpada:

Você nunca pode dar alguma opinião com relação a qualquer assunto, pois tudo resulta em briga. Ademais, todas as brigas e discussões são culpa sua. No relacionamento, se há algum problema é você quem tem que resolver.

6. Ele te controla financeiramente:

No relacionamento, há um controle de quanto você pode gastar. Além disso, sempre que precisa comprar alguma coisa, você precisa pedir permissão.

Seu parceiro controla seu cartão de crédito, exige os recibos das compras e questiona os locais onde fez suas compras. Ainda é necessário responder muitas perguntas. O seu caráter sempre está sendo posto em dúvida.

Assim, “O que você estava fazendo nesse lugar?”, ou “Por que comprou isso nessa hora?” são questões constantes. A pessoa pergunta ainda se você “Está usando o dinheiro para se encontrar com outro”?.

7. Você não pode negar sexo:

Você acaba cedendo sempre por medo das reações dele, mesmo estando indisposta. Sexo sem consentimento ou forçado é estupro. Esse tipo de situação não é incomum em relações abusivas.

Dessa forma, é importante estar atenta a esse sinal. Você pode denunciar o seu parceiro à polícia por esse tipo de prática.

8. Fala que ninguém nunca vai te amar como ele te ama:

Ele te ofende moralmente e coloca defeitos. Dessa maneira, de tanto ouvir mentiras, acaba concordando e se submetendo a um relacionamento pobre e sem amor porque tem medo de outras pessoas te rejeitarem.

Contudo, é importante salientar que ninguém tem o poder para decidir quem vai te amar ou não. O que as pessoas dizem sobre você é a perspectiva delas. Nesse contexto, o parceiro abusivo tenta te manipular ao alterar sua perspectiva sobre você mesma.

9. Você não pode sair sem ele:

As saídas com suas amigas há muito tempo não fazem mais parte da sua vida. Quando você não está na presença dele, sempre há insinuações de que você está traindo. Assim, mesmo que você só esteja na sua própria casa com suas amigas, ou sozinha, sempre haverá desconfiança.

10. Solidão:

Você se sente solitária, pois afastou-se dos seus amigos para que seu relacionamento desse certo. No entanto, a distância das pessoas queridas para você te faz mal.

Dessa forma, estar sempre deprimida e dependendo do seu parceiro para ir aos lugares que deseja sugerem que o relacionamento é abusivo.

Leia Também:  Descoberta da Sexualidade na infância e adolescência

11. Te chama de louca:

Ele te faz pensar que está ficando louca. Assim, você ser neurótica se torna a razão única e principal para todos os seus problemas.

Nesse contexto, é interessante que você observe a quantidade de falhas de caráter ou sanidade mental que ele aponta em você.  No entanto, o que acontece quando você tenta apontar algo errado com ele?

12. Suas conquistas são irrelevantes para ele:

Seu parceiro não demonstra nenhum entusiasmo caso você tenha passado em algum concurso ou tenha sido promovida no trabalho. Contudo, para ele, ver você crescendo e se tornando independente pode parecer uma ameaça.

Caso seu trabalho seja um motivo constante em suas brigas, provavelmente você está sendo vítima de um parceiro abusivo.

13. Controla as suas roupas:

Você troca de roupa toda vez que ele te acha vulgar. No entanto, a vulgaridade parece estar em qualquer coisa que você vista ou no seu próprio caráter.

Está proibida de usar determinados tipos de vestimentas, como shorts, decotes, etc, mas deve se vestir para ele da maneira que ele quiser.

14. Nunca mais você usou batom vermelho:

Além de controlar suas roupas, seu parceiro também interfere na sua maquiagem. Ele não gosta que você use batons de cores chamativas e quando você decide usar, ele até te xinga por isso.

Assim,você acaba evitando e guardando seus batons favoritos por medo.

15. Ele já te bateu ou sempre te agride fisicamente:

Essa atitude é a mais preocupante, visto o vasto índice de crimes contra a mulher, pois isso pode levar à morte.

Se você passa por algumas das situações citadas acima, busque ajuda. Você pode ligar para o 180, Central de Atendimento à Mulher, ou ir até uma Delegacia da Mulher próxima de sua localização.

Como superar um relacionamento abusivo?

Primeiro, reconheça que você ainda está viva e que a sua vida não precisa ser assim. Nada do que aconteceu é sua culpa. Já foi um grande passo reconhecer que estava numa relação abusiva e ter se libertado dela.

Contudo, agora o tempo é seu, e ninguém irá mais te controlar.

Volte a sair com as suas amigas e busque ajuda de profissionais específicos, como psicólogos e terapeutas. Conversar nesse momento irá te ajudar a lidar melhor com o que aconteceu e não deixar mais que isso interfira na sua rotina.

Cuide da sua autoestima, e não esqueça da mulher que você é. Todas as ofensas que escutou foram para te deixar presa dentro do relacionamento. No entanto, em hipótese alguma, sinta-se culpada pelo que aconteceu.

O fim é o seu recomeço

Todo fim tem seu peso e acaba sendo doloroso, mesmo passando por tudo que você passou. Contudo, agora você vai iniciar uma longa mudança. No início o sentimento é estranho, mas com o tempo isso irá passar. Nesse momento, você está livre. Ninguém mais te possui, e você é dona do seu destino.

Quando se passa muito tempo em um relacionamento abusivo, é comum que a vítima ache que nunca ninguém mais conseguirá amá-la. No entanto, é uma grande mentira. Você só pensa dessa forma porque seu ex-parceiro construiu essa ideia na sua mente.

Ele é quem te dominava. Dessa maneira, é normal que tenha esse sentimento, mas é necessário trabalhar essa mentalidade.

Empodere-se

Busque atividades que te façam bem. Assim, faça uma lista dos hobbies que você tinha antes de entrar nesse relacionamento. O que você gostava de fazer? Passeios, atividades físicas, ler livros, são um exemplo. Agora é a hora de voltar para seu interior e cuidar de todas as feridas, elas serão curadas.

Assim, não sinta-se culpada por estar se divertindo, assim como sentia-se antes quando resolvia fazer algo sem seu ex-parceiro. Não há ninguém mais importante do que você. É necessário construir o amor próprio para que você consiga sentir-se firme para a vida novamente.

O tempo é seu

Você está totalmente livre. Dessa maneira, agora você pode escolher a roupa que está com vontade de vestir. Vá até sua penteadeira, escolha seu batom favorito e passe. Se olhe no espelho! Você é poderosa e nada mais pode te destruir.

Saia com as suas amigas. Ande pela cidade e sinta a sua liberdade. Pratique atividades que estimulem seu autoconhecimento, como yoga e a meditação. Comemore todas as suas conquistas e sinta-se genuinamente feliz por todas elas. Ainda que elas não pareçam tão importantes assim.

Leia Também:  O que é Terapia para Casal? Exemplo de caso.

Seja o que você deseja ser, gargalhe, dance, extravase.

Agora é o tempo da sua mudança. É o tempo da sua vida. Deslanche nos caminhos da vida. O mundo é seu.

Conclusão

Você viu neste artigo que os relacionamento abusivo pode apresentar vários sintomas. Caso sinta que está presa em um, procure o auxílio de um psicanalista. Contudo, se o relacionamento é violento, procurar o auxílio da polícia é imprescindível. Para entender mais sobre o assunto e ajudar outras pessoas, confira nosso curso de Psicanálise completamente EAD!

Comente abaixo se você já esteve em um relacionamento abusivo e como você saiu vitoriosa! Não deixe de compartilhar esse artigo com as pessoas, assim muitas outras terão acesso a essas informações.

Foi útil para você? Curta, Comente e Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *