O que é FOMO: Fear of missing out?

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise

Já sentiu que a vida está passando por você e que os seus amigos e conhecidos estão fazendo coisas divertidas desejaria fazer? Se isso soa familiar, então você pode estar lidando com o Fear of missing out (medo de ficar de fora).

O que é Fear of missing out?

Fear of missing out ou FOMO, também é conhecido como o medo de perder. Assim, a principal característica desse medo é uma ansiedade geral sobre a ideia de que outras pessoas possam estar tendo experiências satisfatórias sem você. Contudo, outros descrevem o FOMO como uma “ansiedade social”.

Em outras palavras, o indivíduo tem necessidade contínua de estar conectado com as atividades de amigos ou outras pessoas.

O medo de perder foi identificado pela primeira vez pelo Dr. Dan Herman em 1996. O primeiro trabalho acadêmico sobre o tema foi publicado em 2000 no The Journal of Brand Management.

Fear of missing out e as redes sociais

Embora o medo de perder não seja novidade, o termo “FOMO” tornou-se popular com a ascensão das mídias sociais. Assim sendo, pessoas que vivenciam esse fenômeno provavelmente estarão ativas nas mídias sociais.

Este é o local em que estarão constantemente expostas a imagens e status de conhecidos que estão fazendo algo aparentemente prazeroso.

Esse fenômeno é mais comum do que você imagina, principalmente durante a adolescência. Segundo uma pesquisa da Australian Psychological Society, 51% dos adolescentes realmente sentem ansiedade quando não têm certeza de onde estão seus amigos ou o estão fazendo.

7 exemplos de Fear of missing out

Você está se perguntando o que é o FOMO na prática? Então aqui vão alguns exemplos que descrevem esse fenômeno.

  • Ficar o tempo todo com o seu smartphone

Você não consegue parar de olhar para o seu celular com medo de perder alguma atualização nas redes sociais? Então você está claramente exibindo uma ansiedade sobre as experiências de outras pessoas.

É normal atualizar-se sobre o que está rolando nas redes sociais ao final de um longo dia. Ou então, quando você está sentado na sala de espera no consultório do médico. Ao final de todas as suas tarefas também.

No entanto, se você está constantemente apertando o botão de atualização, seu interesse pode ser preocupante.

  • Interromper o seu trabalho para responder o WhatsApp

Se você está trabalhando e está à espera de um comunicado importante, tudo bem responder o WhatsApp por alguns instantes. No entanto, se você se permitir ser interrompido toda vez que chegar uma notificação no seu celular, você diminuirá a sua produtividade significativamente.

Assim, adiar os seus compromissos para lidar com algo sem importância é uma característica do Fear of missing out.

  • Comprar sempre os últimos lançamentos com medo de ficar para trás

No Brasil, podemos ver como as pessoas ficam ansiosas para comprar as novos produtos a cada ano. Um exemplo claro disso é quando ocorre o lançamento de um novo iPhone e todos querem comprá-lo imediatamente.

Muitas vezes, as pessoas ainda tinham um celular funcionando perfeitamente. Contudo, o medo de ficar atrasado ou desatualizado faz com que as pessoas comprem sem realmente precisar.

Por esse motivo, muitas empresas se aproveitam dessas tendências materialistas e utilizam do FOMO para gerar a venda de novos produtos. Portanto, fique atento ou você pode acabar se tornando apenas mais um fantoche nas mãos de publicitários.

  • Verificar sua mídia social mesmo quando você está com outras pessoas

Este é outro exemplo em que você demonstra que checar as redes sociais são uma prioridade. Quando você está cercado de amigos e continua verificando as redes incessantemente, se torna desagradável.

Aqueles ao seu redor se sentirão ignorados e você estará se permitindo ficar preso a essa situação.

Isso ocorre também em encontros. Devido a ansiedade exagerada de saber o que os outros estão fazendo no momento, você pode acabar prejudicando a sua relação.



Lembre-se: você não tem a capacidade de mudar o que as outras pessoas estão fazendo agora. Por isso, viva o seu presente com aqueles que estão ao seu lado.

  • Aceitar um convite simplesmente porque é uma nova oportunidade para fazer contatos de negócios

É importante manter-se informado sobre suas oportunidades de negócios. No entanto, é mais importante ter interações de qualidade ao invés de muitas conversas curtas.

Assim, aceitar muitos convites apenas para não ficar de fora, não será benéfico. Ao tentar fazer muitos contatos ao mesmo tempo, você pode não dar atenção suficiente para nenhum deles.

Leia Também:  Psicanalista, Psicólogo e Psiquiatra: definições

É imprescindível saber quando dizer “Não” a uma solicitação.

  • Terminar um relacionamento só porque você vê outras pessoas solteiras aparentemente se divertindo mais

É comum quando uma pessoa está em um relacionamento ver nas redes sociais tudo aquilo que os amigos solteiros estão fazendo. Assim, surge em algum momento a vontade de fazer parte disso.

No entanto, se você está pensando em terminar uma relação apenas porque quer fazer coisas de solteiro, pense bem.

Não levará muito tempo para esgotar as atividades que você quer fazer como uma pessoa solteira. Além disso, você pode acabar perdendo um parceiro para vida toda e se arrepender mais tarde.

É verdade que a grama do vizinho sempre é mais verde. Contudo, isso continuaria sendo verdade se a grama do vizinho fosse sua. Assim, lembre-se que é mais difícil voltar a estar em um relacionamento do que voltar a ser solteiro.

  •  Começar a namorar só porque os seus amigos estão namorando

Assim como as pessoas que namoram têm vontade de fazer coisas de solteiro, aqui acontece o contrário. Há aqueles que veem que os amigos parecem felizes com os parceiros e querem o mesmo para si.

Portanto, acabam namorando com qualquer pessoa apenas porque todo mundo está namorando também. Contudo, esse também é um sinal claro de ansiedade social. A falta de critério para estar em um relacionamento é preocupante. Além disso, pode gerar consequências graves para as duas pessoas envolvidas.

Assim, é importante lembrar que ficar com alguém pelas razões erradas pode levar a um relacionamento infeliz. A razão pela qual se deve relacionar com alguém é o sentimento que sentem um pelo outro.

Começar um relacionamento dessa forma trará uma falsa sensação de felicidade que provavelmente não durará por muito tempo.

Como reduzir o Fear of missing out na sua vida

Esse tipo de ansiedade pode limitar a sua vida pessoal e profissional. Para reduzir os medos que você sente por não ter todas as experiências que outras pessoas têm, o primeiro passo é admitir. Ser capaz de reconhecer a sua insegurança é essencial para encarar o problema.

Algumas atitudes simples podem ser tomadas e te ajudarão a ter uma qualidade de vida melhor. Por exemplo, dê uma pausa nas redes sociais, viva mais o momento do presente. Ademais, cultive o sentimento de gratidão e conheça as suas prioridades. Tente praticar isso todos os dias, um dia de cada vez.

Considerações finais

O medo de perder é extremamente comum no mundo em que vivemos. Com a ascensão sem fim das redes sociais é indiscutível que esse sentimento não chegará ao fim tão cedo.

No entanto, é importante aprender a lidar e saber como reduzir o Fear of missing out a fim de se tornar o protagonista da sua própria vida.

Uma das etapas mais importantes para vencer esse obstáculo é o autoconhecimento associado ao autocontrole.

Para isso existe o nosso Curso de Formação em Psicanálise que ajudará você a se conhecer melhor e, consequentemente, melhorar a sua qualidade de vida. Para saber mais, procure a sessão “Matricular-se” no nosso site.

Foi útil para você? Curta, Comente e Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − 15 =