Medo de falar em público: um método para superar

Posted on Posted in Comportamento

Desde crianças, somos levados a enfrentar situações em que precisamos falar em público. Para algumas pessoas, essa é uma situação nada complicada. Isso porque elas podem fazer isso com naturalidade. Porém, certos indivíduos sentem muito medo de falar em público. Eles consideram essa tarefa tão embaraçosa e constrangedora que a evitam mesmo que isso acabe comprometendo sua vida social e até profissional em algum sentido.

É possível superar o medo de falar em público?

Se você vive com esse medo, saiba que ele pode sim ser superado. No entanto, isso não acontecerá de um dia para o outro. Além disso, tenha em mente que você precisará fazer certos esforços para conseguir se libertar dele. Se você estiver disposto a enfrentá-lo, temos certeza de que há um caminho possível para você. Nós iremos apontá-lo ainda nesse texto.

Antes disso, porém, é importante que você saiba que você não está sozinho nessa situação. Na verdade, muitas pessoas passam por esse problema. Inclusive, pessoas famosas já tiveram que perder a timidez de falar em público. Isso mesmo, não é porque elas estão em evidência que elas não passam pelos mesmos problemas que nós!

Em vista disso, iremos apresentar a seguir cinco personalidades que tinham tudo para não levarem suas carreiras para frente. Ainda assim, elas decidiram não deixar seu medo as paralisarem. Temos certeza que saber disso fará com que você se sinta inspirado a se ver livre dessa ansiedade também!

5 pessoas que venceram seu medo de falar em público

Mahatma Gandhi

A primeira pessoa da nossa lista é tão conhecida que dispensaria apresentações. Estamos falando do grande pacifista indiano, que marcou o mundo com o seu método de resistência não violento. É importante destacar que ele sofria de um medo que é muito comum a muita gente: o medo de falar em público.

Esse temor esteve presente na vida de Gandhi ainda quando ele formou em Direito. Afinal, ainda em seu primeiro tribunal, ele ficou tão assustado que não conseguiu dizer nada. Vê-se, portanto, que essa ocasião tem muita semelhança com o momento em que muitas pessoas travam na hora de falarem em público.

Ainda assim, esse líder histórico não se deixou abater por essa ocasião. Mesmo com medo, ele acabou superando a sua dificuldade com o tempo. Afinal de contas, ele marcou a história mundial com diversos discursos muito inspiradores. Se foi assim com ele, saiba que pode ser assim com você também.

Leonardo DiCaprio

Vamos falar agora de uma celebridade bastante conhecida, que sem dúvidas marcou a história de Hollywood. O que muita gente não sabe é que o grande galã do filme Titanic nem sempre foi muito fã de falar em público.

Na verdade, houve até uma ocasião em que ele foi indicado ao Oscar e chegou a torcer para não ganhar o prêmio para que ele não tivesse que discursar. Para isso acontecer, você pode imaginar o medo que o famoso sentia de ter que enfrentar uma plateia.

Hoje em dia, as coisas não são mais assim. Você já deve saber que depois de um bom tempo de carreira, o que mais o ator queria era receber uma estatueta. Felizmente, quando o momento aconteceu, ele não teve nenhum problema para fazer o tão esperado discurso. A experiência que ele acumulou em sua carreira foi o que ele precisou para vencer o seu medo.

Leia Também:  Relacionamento afetivo saudável: 10 dicas

Ana Paula Padrão

A última coisa que muita gente pensa da apresentadora de MasterChef é que ela já teve problemas para falar em público sem medo. Afinal, a desenvoltura e calma mostrada por Ana Paula Padrão enquanto ela aparece no programa da Band é invejada por muitas pessoas.

Ainda assim, não é porque ela é da forma que é hoje que ela não teve que enfrentar seu medo no passado. De acordo com a apresentadora, ela não via problemas para ter que falar na frente das câmeras. Mas o problema aparecia quando ela tinha que enfrentar os olhares do seu público. Segundo Padrão, ela chegava a ter dificuldades para dormir no dia anterior a essas ocasiões.

Quem poderia imaginar, não é mesmo? Mas é necessário ter em mente que essa mudança de comportamento aconteceu porque ela deu a cara a tapa quando os desafios apareceram na sua trajetória.

Abraham Lincoln

Sim, o inesquecível presidente do Estados Unidos está dentro da nossa lista. Você poderia estranhar o fato de um grande político ter tido problemas para falar em público. Mas podemos te garantir que esse foi um caso.

Abraham Lincoln tinha tanto medo de falar em público no começo da sua carreira que acabou recusando a sua participação em eventos como comícios e palestras. Claro que isso mudou com o tempo. Afinal, sabemos que o ex-presidente do EUA fez discursos importantíssimos para a história do país.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Como você já pode imaginar, isso só foi possível porque ele tomou a decisão de enfrentar seu medo e superá-lo. Se ele não tivesse permitido essa mudança, certamente ele não teria tido a chance de ser o 16º presidente dos Estados Unidos.

    Thomas Jefferson

    Já que falamos de um presidente dos Estados Unidos, não faz sentido deixarmos de mencionar mais um, que inclusive assumiu o cargo muito antes que Abraham Lincoln. Estamos falando de Thomas Jefferson, o terceiro presidente dos EUA.

    A fobia de falar em público o governante era tão grande que há pesquisadores que afirmam que ele tinha sociofobia. Esse transtorno é caracterizado por uma grande ansiedade em interações sociais.

    Pelo jeito, parece que as coisas não evoluíram muito com o tempo. Se formos observar a história do político, observaremos que ele fez pouquíssimos discursos em público. Ainda assim, é inegável que ele teve que enfrentar seu medo para desenvolver as atividades de seu cargo. No final das contas, ele não deixou de fazer o que era necessário.

    As 3 razões que podem estar te impedindo de ir perdendo o medo de falar em público

    Medo de pedir ajuda

    Muitas vezes as pessoas acabam acreditando que pedir ajuda é um sinal de fraqueza ou então ficam com medo do julgamento de outros. No entanto, elas esquecem que as outras pessoas também têm seus pontos fracos e que muita gente vai entender perfeitamente o seu medo de falar em público.

    Vale destacar nesse sentido os profissionais da saúde. Os psicólogos estão mais do que habilitados para te ajudarem a entender a raiz do seu temor e te mostrarem como é possível vencê-lo. Assim sendo, nós te incentivamos a buscar a ajuda dessas pessoas. Você verá que há saída para o seu problema.

    Falta de exposição

    O raciocínio de muitas pessoas é simples: “se tenho medo de algo, eu simplesmente vou evitar todas as situações que me pareçam ameaçadoras”. Bom, esse raciocínio até fazia bastante sentido lá no passado, quando as pessoas evitavam ser estraçalhadas por leões ou morriam por envenenamento graças a plantas perigosas.

    Hoje, há sim situações que são completamente ameaçadoras, mas nós somos perfeitamente capazes de discernir quando é o caso. Tenha certeza que falar em público não se encaixa nisso. Na verdade, deixar de se expor pode ser mais prejudicial para você do que o contrário. Portanto, é importante que você comece a se arriscar. É o famoso “vai com medo mesmo”.

    Leia Também:  Personalidade dos gatos: análise de 5 raças

    Nós sabemos que dizer é mais fácil do que fazer. Mas temos que reforçar que a ajuda de um profissional da área da saúde irá te ajudar a tomar esse passo no momento certo. Você verá que quanto mais você se expor ao objeto do seu medo, mais você irá se sentir confortável com ele.

    Não estamos te dizendo que isso acontecerá do dia para a noite. Com certeza levará um tempo e pode ser que nunca você fique 100% à vontade com ele. Ainda assim, você não permitirá mais que seu medo será um fator que te impeça de agarrar as oportunidades que aparecerem em sua frente.

    Falta de treino

    Uma das coisas que irão te ajudar a perder a vergonha de falar em público é o treino. Por exemplo, se antes de você fazer uma apresentação você estudar exatamente o que você for falar, você se sentirá muito mais seguro.

    Mais do que isso, você também pode pedir para os integrantes da sua família ou amigos te escutarem algumas vezes e darem a sua opinião sobre a apresentação. Assim, você saberá o que melhorar para que não cometer os mesmos erros na hora fatídica.

    Tudo isso irá te ajudar a se sentir mais preparado para enfrentar o seu medo da melhor forma possível. Porém não se sinta pressionado a ser perfeito. Simplesmente pense que você precisa fazer o necessário. A pressão por perfeição pode te empacar e não te deixar sair do lugar.

    As sete atitudes eficazes para perder seu medo de falar em público

    Agora que você já sabe que você não está sozinho nessa questão e que há razões para você não vencer seu medo, iremos mostrar como você pode superá-lo. Afinal de contas, queremos que você termine a leitura certo do que precisa fazer para não deixar mais que a ansiedade te impeça de conquistar o que deseja na vida.

    A essa altura, alguns pontos que apresentaremos a seguir já devem estar mais do que óbvios. Ainda assim, achamos que vale a pena reforçá-los. Isso porque, sem eles, ficará muito mais difícil conseguir alcançar os resultados que você deseja.

    #1 Busque ajuda de um profissional

    Queremos deixar claro que esse é o primeiro passo na sua trajetória. Não basta apenas tentar resolver o problema sem buscar entender a causa dele. Será que o seu temor é motivado pelo medo da rejeição? Será que você sente que as pessoas vão rir de você?

    Você precisa investigar quais são as raízes da sua ansiedade para finalmente conseguir diminuí-la. Por essa razão, é tão importante contar com a ajuda de um profissional verdadeiramente qualificado para te ajudar nesse processo.

    #2 Discurse sozinho

    Antes de sair pedindo para outras pessoas avaliarem a sua apresentação, seja o seu primeiro crítico. Discurse uma vez apenas ouvindo a sua voz. Depois, quando se sentir mais corajoso, faça isso na frente do espelho e veja se você está tenso demais. Assim, vá moldando aquilo de que você não gostar.

    Você pode também usar a tecnologia em seu favor. Por que não se gravar discursando? Você terá a oportunidade de se observar como se fosse outra pessoa no momento. Assim, poderá ver o que não está muito legal antes de ter que enfrentar a sua verdadeira plateia.

    Porém cuidado para não ser crítico demais consigo mesmo. Geralmente tendemos a ser pouco pacientes com os nossos processos, o que nos atrapalha muito. Em vista disso, mais uma vez, precisamos te alertar contra os riscos do perfeccionismo. Prefira fazer um discurso com erros do que se privar de falar em público por medo de falhar. Com o tempo, tudo se tornará mais natural e você irá se aperfeiçoando.

    Leia Também:  O que é ditadura da beleza?

    #3 Conte com a ajuda de outras pessoas

    Como já dissemos, você pode pedir para que pessoas próximas a você sejam a sua primeira plateia. No entanto, tome cuidado para fazer a melhor seleção possível. Escolha quem você sabe que irá te passar segurança na hora e que irá fornecer um feedback sincero. Aquele irmão que leva tudo na brincadeira pode acabar te trazendo mais estresse e constrangimento do que te ajudando.

    Você pode também pedir para que essas pessoas analisem o uso do seu tempo, a sua postura e o seu tom de voz. Querendo ou não, todos esses elementos podem ajudar ou atrapalhar na hora de uma apresentação. Portanto, ter a ajuda de alguém para te polir nesse sentido é bem legal!

    #4 Cuide da sua postura

    Já que falamos de postura, vale a pena entrar mais nesse tópico. É importante ter em mente que existem posturas que despertam mais confiança e outras menos.

    Por isso, tome cuidado com a sua linguagem corporal. Na hora de discursar, ajuste a coluna e erga a cabeça. Descruze os braços e coloque o microfone na altura certa (se for o caso). Tudo isso irá contribuir não só para que sua plateia fique mais interessada em você, mas também para que você se sinta mais confiante.

    #5 Não tenha medo de gaguejar

    Às vezes, a sua apresentação começa muito boa, mas é só você gaguejar que você perde o fio da meada. Não deixe isso acontecer. Gaguejar é normal. Até os políticos maiorais fazem isso de vez em quando. Esse é um sinal de que você é um ser humano que tem emoções.

    Assim sendo, quando a sua voz resvalar um pouco e querer sumir ou então quando você gaguejar, respire fundo e siga em frente. No final das contas, você vai ganhar mais mostrando que você está superando seus medos do que desistindo de tentar e se entregando à emoção. Não deixe a peteca cair!

    #6 Tenha quem te dê um feedback

    Às vezes ter um amigo que te acompanhe nas apresentações pode te ajudar e muito. Afinal, ele poderá te dizer depois se você foi bem ou não.

    Veja: é importante que você veja a superação do seu medo como um processo. Assim, você não se deixará abalar tanto quando você não fizer uma apresentação muito boa.

    Nesses momentos, ter um feedback amigo e sincero irá te ajudar a entender em que ponto melhorar da próxima vez. Acredite: sempre terá uma nova oportunidade de se superar! Então é bom estar pronto para o momento em que ela chegar!

    #7 Não se puna

    Nós sabemos: quando a gente erra em algo, a primeira reação que nós tendemos a ter é de nos punir. Mas não faça isso! Mais uma vez nós precisamos reforçar que você vai errar em algum momento. Estranho seria acreditar que você acertaria tudo de primeira.

    Se você já tiver esse pensamento logo no começo, você não precisará ficar se martirizando na hora em que algo não der certo. A sua melhor reação deveria ser entender o motivo do seu erro e praticar o que for necessário para que ele não aconteça novamente. Fazendo isso, você verá como a sua melhora será contínua!

    Considerações finais sobre medo de falar em público

    Isto posto, agora nós sabemos que você sabe tudo do que precisa para começar a perder o medo de falar em público. Tenha sempre em mente que você passará por um processo que, como qualquer outro, leva um tempo. Não se compare com outras pessoas e permita-se errar. Está tudo bem! O importante é manter a cabeça erguida e tentar de novo e de novo! Com muita paciência, você verá que os progressos irão acontecer!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *