mito de Narciso em psicologia

Mito de Narciso na filosofia e mitologia grega

Posted on Posted in Conceitos e Significados

A mitologia grega é uma das mais complexas histórias do mundo. Tem uma enorme quantidade de contos de todos os tipos e entre elas está o mito de Narciso. Esse mito foi uma forma dos gregos e romanos da época deixarem de lado a vaidade, pois eram sociedades onde havia muito auto adoração.

Veja abaixo todos os detalhes sobre ele.

Narciso: significado na mitologia

Narciso é um personagem da mitologia grega e romana, pois ambas as mitologias compartilhavam um grande número de histórias e personagens. Embora em muitas ocasiões os nomes ou certa parte das histórias mudassem.

Narciso era filho de Cefiso e Liriope. Cephysus era um deus do rio na mitologia grega, descendente de algumas das divindades da Grécia. Já sua mãe, Liríope, era ninfa, sendo estes espíritos associados à natureza.

Vidente Tirésias

Liriope foi avisada por um vidente cego de Tebas, cujo nome era Tirésias, que seu filho seria muito feliz e viveria muitos anos. Contudo, para isso acontecer ele jamais deveria olhar sua imagem refletida em algum lugar. Porém, isso foi difícil de realizar, pois os pais de Narciso eram criaturas da mitologia associadas a rios, lugares onde Narciso podia ver sua imagem refletida.

Narciso era um jovem muito atraente e belo, podendo com a sua simples presença fazer com que todos os homens e mulheres que o vissem se apaixonassem, mesmo que apenas uma vez.

Desse modo, isso tornava Narciso uma pessoa muito vaidosa, desprezando qualquer um que se apaixonasse por ele. Além disso, ele era incapaz de ver a beleza de qualquer outra coisa, nem mesmo da natureza ao seu redor. E é essa grande vaidade que nos leva ao seu mito.

Mito de Narciso e Eco: a versão romana

A versão romana desse mito tida como verdadeira considera a mais popular. Essa versão é aquela que costumamos ter em mente quando falamos de Narciso.

A história romana do Mito de Naciso é contada por Ovídio, um poeta romano que adaptou muitas histórias gregas ao contexto romano, sendo uma delas a de Narciso. Nessa versão diz que enquanto Narciso estava na floresta caçando veados, ele foi visto por uma ninfa chamada Eco.

A moça, por sua vez, era uma oréade, uma espécie de ninfa ligada às montanhas que foi criada pelas musas e de quem ele disse que sua voz era capaz de falar as vozes mais bonitas do mundo.

Eco se apaixona

Eco chamou a atenção de todos pela voz, e isso deixou Hera com ciúmes, temendo que seu marido Zeus pudesse cortejá-la. Portanto, Hera fez com que Eco só pudesse dizer as últimas palavras que ouviu da pessoa com quem falou.

Narciso tinha certeza de que alguém o estava o observando e falou para a área onde achava que a pessoa estranha estava. Ao encontrar com Eco, os dois trocaram algumas palavras e ela se atreveu a sair do esconderijo, tentando abraçar seu amante.

Contudo, Narciso a rejeitou da mesma forma como ele havia rejeitado qualquer pessoa em toda a sua vida. Por isso, Eco fugiu com o coração partido.

Leia Também:  O que é terapia da psicanálise na atualidade

Deusa da justiça e da vingança

Este grande ato de desprezo chamou a atenção de algumas divindades, mas a única que ousou intervir foi Nêmesis, a deusa da justiça e da vingança. Esta divindade, conhecendo as palavras de Tirésias, decidiu se vingar do jovem Narciso.

Nemesis usou todas as suas armas para enganar Narciso, fazendo com que ele se aproximasse de um riacho e visse seu lindo rosto refletido ali. Ela fez com que ele não conseguisse parar de olhar para si mesmo.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Dessa forma, pela primeira vez em sua vida, Narciso foi rejeitado, pois não podia levar uma simples reflexão para si mesm e por isso acabou pulando na água e cometendo suícidio. Consequentemente, uma linda flor nasceu de seu corpo, que agora chamamos de Narciso.

    A versão grega do mito de Narciso

    A versão grega do Mito de Narciso é muto interessante, mesmo sendo menos conhecida. Por isso, antes de concluir, é importante falar sobre ela também. Essa versão foi descoberta anos depois da romana e conta que quem se apaixonou por Narciso foi um jovem helênico chamado Ameinias. Mas ele também sofreu rejeição, da mesma forma que Eco..

    Rejeição

    A rejeição de Narciso foi extremamente cruel. Ele entregou uma espada a Ameinias como forma de rir da masculinidade do jovem. Dessa forma, Ameinias, cheio de dor pela rejeição, cometeu suícidio com a espada e pediu a Nêmesis que vingasse sua morte.

    Depois disso, existem duas versões da morte de Narciso: uma delas semelhante à romana e a outra história tem um final diferente. Nesta segunda história, Narciso se apaixona por sua imagem refletida em um riacho.

    Entretanto, ele não percebe que é seu reflexo até que tenta beijá-lo. Narciso percebe que é uma ilusão e que ele não pode beijar seu reflexo e por isso decide se matar com uma espada. Em ambas as mortes nasce uma em seu cadáver.

    Que lições aprendemos com Narciso?

    Na mitologia grega, Narciso se orgulhava de desprezar aqueles que o amavam, fazendo com que alguns cometessem suicídio para provar sua devoção implacável à sua beleza impressionante.

    Portanto, Narciso é a origem do termo narcisismo, uma fixação por si mesmo e sua aparência física ou percepção pública. Narcisismo é sinônimo de “egoísmo” ou “egocentrismo”.

    Considerações finais sobre o mito de Narciso

    Na mitologia grega, Narciso se orgulhava de desprezar aqueles que o amavam, fazendo com que alguns cometessem suicídio para provar sua devoção

    Filho do deus do rio Cephissus e da ninfa Leiriope, era um jovem grego extremamente bonito. No entanto, sua vaidade descontrolada acabou levando à sua morte.

    Espero que tenha gostado de conhecer a história do mito de Narciso. Conheça outros assuntos similares se inscrevendo em nosso curso online de psicanálise clínica e aprimore o seu conhecimento.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *