Motivação para Emagrecer: foco, disciplina e disposição

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise e Cultura

A maioria das pessoas não está satisfeita com o seu corpo. Ainda mais quando estão acima do peso. Por isso, nesse artigo, falaremos sobre motivação para emagrecer. Então, fique atento para saber como manter foco, disciplina e disposição nessa jornada. Confira!

Alerta sobre a falsa ideia do corpo perfeito

Antes de falarmos sobre motivação para emagrecer, precisamos fazer um alerta importante. Estamos cada vez mais mergulhados na falsa ideia do corpo perfeito. E isso tem sido cada vez mais ruim. Assim, muitas pessoas passam a desgostar da aparência e de seus traços físicos.

Como resultado, começam a desenvolver pensamentos negativos. Nesse sentido, algumas passam a desenvolver transtornos alimentares, como anorexia e bulimia. Outras pessoas têm recorrido a dietas malucas para perder peso. Enquanto outras ficam horas sem comer. Então, quando comem, passam a calcular todas as colorias dos alimentos.

Por isso, antes de começar qualquer dieta, converse com um psicólogo. Desse modo, um profissional te ajudará a lidar com os gatilhos. Ainda, ajudarão com outras questões relacionadas à alimentação, como a depressão e ansiedade.

Obesidade e outras doenças: motivação para emagrecer

Quando foi a última vez que você se consultou com seu médico? Com a correria do dia a dia deixamos a nossa saúde de lado. Então, até mesmo os exames de rotina são esquecidos. Na maioria das vezes, só buscamos atendimento médico em último caso. Porém, é preciso ficar atento.

Diversos sintomas e doenças são consequências da alimentação. Logo, tais doenças podem servir de motivação para emagrecer. Por isso, confira algumas doenças que estão relacionadas à obesidade.

Diabetes

Esta é uma doença crônica em que resulta na alta quantidade de açúcar no sangue. Assim, pessoas diabéticas podem nascer com a doença ou desenvolver ao longo da vida. Em ambos os casos, é preciso controlar o consumo de doces e outros alimentos ricos em açúcar, como pães e massas.

Hipertensão

Pessoas com pressão alta têm maior risco de desenvolver doenças cardíacas e AVC. Portanto, a alimentação deve ser controlada com a redução de sal.

Colesterol alto: uma motivação para emagrecer

Esta doença é provocada pela má alimentação, causando a produção do LDL, o colesterol ruim. Com o aumento da produção desse colesterol, cria-se placas de gordura nas artérias. Assim, para evitar que isso aconteça, é preciso diminuir o consumo de alimentos ultraprocessados.

Problemas na tireoide

Essa glândula localizada na garganta influencia as alterações de peso. Portanto, é preciso evitar alimentos à base de soja, açúcar e farinhas. Ademais, alimentos industrializados e gorduras trans.

Assim sendo, não espere ter algum problema de saúde para cuidar da sua alimentação. Por isso, comece desde agora a cuidar da sua saúde para não correr riscos mais tarde. Por que sim, uma  hora vamos colher o que plantamos.

Motivação para emagrecer: busque orientação com nutricionista

Nesse sentido, é necessário buscar orientação com nutricionista. Esse profissional fornecerá informações importantes para uma alimentação saudável. Ainda mais quando o seu objetivo é emagrecer. Isso porque eles equilibram os nutrientes necessários para uma dieta rica e balanceada.

Leia Também:  Eu não gosto de você: entenda a expressão

Assim, os nutricionistas escutam os gostos e oferecem opções mais saudáveis. Assim, você não deixa de comer, mas aprende a comer melhor. Nesse sentido, o objetivo é criar hábitos mais saudáveis a curto, médio e longo prazos.

Ademais, o trabalho do nutricionista pode ser feito com o psicólogo. Dessa maneira, os resultados esperados podem ser atingidos de maneira mais eficaz. Uma vez que corpo e mente são trabalhados em conjunto, mais fácil você terá motivação para emagrecer.

Reeducação alimentar: como ter motivação para emagrecer

Dessa maneira, uma das formas de emagrecer é por meio da reeducação alimentar. Mas, você sabe o que significa isso? Reeducação traz a ideia de aprender novamente. Assim, essa é uma nova maneira de se alimentar. Por isso, é importante se consultar com um nutricionista.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Com a reeducação alimentar você evita o efeito sanfona. Ou seja, fazer dietas super restritivas e emagrecer, mas depois engordar novamente. Como dissemos, tudo depende de hábitos. Por isso, entenda quais hábitos estão relacionados com a reeducação alimentar:

    1. Não pular refeições

    Segundo nutricionistas, nosso corpo depende de energia dos alimentos. Assim, o ideal é fazer pequenas refeições ao longo do dia. Por isso, muitos indicam comer a cada três horas.

    2. Evitar “beliscar” nos intervalos

    Comendo a cada três horas, você evita beliscar e consumir besteiras nos intervalos. Logo, sua nova jornada depende de um processo de readaptação para esse novo hábito.

    3. Saber identificar a fome física da gula

    A ideia aqui é que você coma quando de fato tenha fome. Isso porque muitas vezes comemos demais devido à ansiedade e estresse. Portanto, é preciso compreender se você está com fome física ou é apenas gula.

    4. Aprender a mastigar sem pressa

    Com a correria diária, mal temos tempo para sentar e comer, não é mesmo? Então, é preciso aprender a mastigar com calma. Comer sem pressa possibilita uma melhor refeição. Ainda, você pode apreciar os alimentos e evitar problemas de estômago.

    5. Não comer em frente à televisão ou computador

    As refeições deve ser feitas longe das telas. Quando comemos enquanto assistimos algo, perdemos a noção da quantidade de comida que ingerimos. Logo, acabamos comendo mais do que o necessário.

    6. Motivação para emagrecer: diminuir o consumo de álcool

    Bebidas alcoólicas podem causar aumento de peso. Segundo pesquisas, o álcool faz engordar quase o dobro do açúcar! Além disso, o uso excessivo de álcool trazem outros problemas de saúde, como cirrose e gastrites.

    7. Fazer trocas inteligentes

    A reeducação alimentar visa também um consumo mais consciente com os alimentos. Por isso, em vez de pães e arroz, opte pelas versões integrais. Em relação aos iogurtes, é recomendado os que são mais ricos em proteínas. Já em relação às bebidas como café, chá e sucos, acostume o seu paladar a consumi-los sem qualquer adoçante.

    O mesmo se aplica aos consumo de doces, devendo ser trocados por frutas. Não esqueça também de inserir legumes e vegetais nas suas refeições. Eles são ricos em vitaminas, nutrientes e antioxidantes.

    8. Aprender a ler rótulos dos alimentos

    Nesse sentido, outro aspecto que envolve o tópico anterior, é saber identificar qual o melhor alimento. Por isso, é necessário que você aprenda a ler rótulos. Isso porque são lá que constam as informações dos ingredientes, gorduras e calorias do que você consome.

    Além disso, muitas marcas enganam ao colocar em suas embalagens palavras como “diet”, “light” e “fit”. Dessa forma, é essencial analisar os rótulos toda vez que você for ao supermercado. Assim, você evita consumir conservantes, sódio e açúcares.

    Veja os benefícios das atividades físicas e tenha inspiração para emagrecer

    As atividades físicas são uma excelente opção para ajudar a perde peso. Contudo, as práticas têm outros benefícios. Confira a seguir:

    1. saúde mental: ao fazer atividade física, nosso corpo produz endorfina. Esse é um hormônio que dá sensação de bem-estar. Por isso, pessoas que sofrem de ansiedade e depressão devem recorrer às atividades físicas para diminuir os sintomas;
    2. melhora a qualidade do sono: uma vez que você pratica atividades, seu corpo gasta mais energia. Assim, na hora de dormir, seu copo relaxa e seu sono melhora;
    3. aumenta o nível de energia: pessoas que passam o dia todo sentadas, sentem-se cada vez mais cansadas. Por isso, a adrenalina da atividade física dá a sensação de energia;
    4. melhora os músculos e ossos: com exercícios físicos, seu corpo começa a trabalhar também. Assim, seus músculos e ossos ficam mais fortalecidos;
    5. reduz os riscos de desenvolver doenças crônicas: quanto mais ativo for o seu corpo, menores serão as chances de desenvolver hipertensão, diabetes e problemas cardíacos;
    6. melhora a saúde da pele: assim como todo o corpo.
    Leia Também:  Vicio em Internet: definição e 3 dicas para superar

    Motivação para emagrecer: como começar a fazer atividades físicas?

    Muitas pessoas se sentem desmotivas a começar a fazer atividades físicas. Porém, saiba que simples escolhas do dia a dia já fazem diferença.

    • trocar o elevador por escadas: se você não tiver nenhum problema nos joelhos, opte subir e descer escadas;
    • fazer pausas ao longo do dia para alongar o corpo: dica essencial para as pessoas que passam muito tempo na mesma posição;
    • fazer caminhadas diárias de 30 minutos: que tal levar seu cachorro para passear todos os dias? Ou ainda, chame uma amiga ou familiar para ir caminhar contigo. Assim, ambos se animam para caminhar, além de colocar a conversa em dia;
    • trocar o carro pela bicicleta: dessa maneira, além de economizar gasolina, você também trabalha os músculos da perna e abdômen;
    • optar pela caminhada em vez do transporte público: essa é uma alternativa para você inserir no seu percurso do trabalho. Aproveite para escutar podcasts ou audiolivros.

    Escolha a atividade física que você mais goste

    Agora, se você quer trabalhar seu corpo com mais intensidade, é possível implementar uma rotina mais pesada de exercícios. Desse modo, você consegue emagrecer de forma mais rápida e saudável. Portanto, conheça algumas opções!

    Musculação

    Saiba que a academia é o lugar mais adequado para fazer essa prática. Além de contar com aparelhos específicos, há também profissionais especializados para criar treinos para as suas necessidades e limitações.

    Os principais benefícios da musculação são: melhora o condicionamento cardiorrespiratório, tonifica os músculos, melhora a postura corporal, e, cria mais força.

    Treino funcional

    O treino funcional é considerado um dos mais acessíveis. Isso porque você não precisa de equipamentos para realizar os exercícios. Tal atividade visa melhorar a condição física, tudo isso imitando os movimentos do cotidiano.

    Ginástica aeróbica como motivação para emagrecer

    As aulas de aeróbica são mais dinâmicas, já que combinam ginástica e dança. Seus principais benefícios são: melhora da coordenação motora, redução da tesão, fortalecimento dos músculos, ajuda no sistema respiratório e auxilia na queima de gordura.

    O mais legal é que essas aulas podem ser realizadas em grupo. Assim, você se sente mais motivado a treinar. Então, conheça algumas práticas aeróbicas:

    Dança

    As danças também auxiliam na perda de peso. Por isso, quanto maior foi a demanda de energia, mais o seu corpo trabalha. Assim, ballet, axé, dança contemporânea, hip hop, funk e jazz provocam maior impacto no corpo.

    Mas, você também pode aproveitar as danças de salão para se movimentar.  Por isso, não deixe de lado o forró, samba-rock, sertanejo universitário, country e muitos outros da sua preferência. Que tal levar seu parceiro ou parceira para aprender a dançar? Além de fazer atividade física, vocês ainda têm um momento para ficar mais próximos.

    Crossfit

    Para aqueles que gostam de desafios o crossfit é a atividade ideal. Aqui, você trabalha o condicionamento físico, força e resistência. Além disso, o foco aqui é a agilidade para executar os exercícios.

    Pilates

    O pilates é uma técnica que combina corpo e mente. Assim, você pode trabalhar sua consciência corporal, melhorando a postura. Pois, que o pilates visa o alinhamento da coluna vertebral.

    Yoga

    A yoga trabalha corpo e mente por meio da meditação. Além disso, os exercícios focam na respiração, flexibilidade e relaxamento do corpo. Nesse sentido, a yoga ajuda a controlar a ansiedade e estresse.

    Leia Também:  Teocentrismo: conceito e exemplos

    Lutas: motivação para emagrecer

    Outra maneira de ter motivação para emagrecer é praticando alguma luta. Assim, você pode optar por capoeira, boxe ou judô. Outras opções são o Jiu Jitsu, Taekwondo e Muay Thai.

    Natação

    A natação é uma atividade que possui os seguintes benefícios: melhora a respiração, trabalha todo o corpo, fortalece os ligamentos e articulações. Ademais, a natação ajuda na memória. Por que você não aproveita para aprender a nadar?

    Outros esportes para ter motivação para perder peso

    Que tal reunir os amigos para praticar esportes? Essa é uma das maneiras para encontrar motivação para emagrecer. Por isso, você pode se reunir para jogar futebol, vôlei, basquete, handebol ou qualquer outro esporte da sua preferência.

    Portanto, o importante é fazer atividade e ter a companhia das pessoas que você gosta, não é mesmo? Não é à toa que muitos ciclistas saem para pedalar juntos. Então, por que você já não aproveita e cria um grupo no Whatsapp para combinar com os seus amigos? Vocês só têm a ganhar!

    Alerta sobre a prática de atividades físicas

    Saiba que, independente, da atividade física que você pratique, é necessário acompanhamento de um profissional. Desse modo, reforçamos a importância de consultar um médico e realizar exames de rotina. Outro cuidado é evitar contusões, fraturas e lesões ao realizar alguma atividade.

    Então, não prejudique o seu corpo, compreenda os seus limites e tome muito cuidado. Assim, o que era para te ajudar, pode gerar problemas graves.

    Motivação para Emagrecer: como ter foco, disciplina e disposição?

    Como você pode ter percebido, emagrecer depende de foco, disciplina e disposição. Sabemos que essa não é uma tarefa fácil. Afinal, muitos vão precisar adotar novos hábitos e rotina. Por isso, deixamos as seguintes orientações:

    1. entenda que esse é um processo que leva tempo: não espere encontrar resultados em um mês. Tenha paciência e siga firme no seu propósito;
    2. evite se pesar toda a semana: além de não causar muitos impactos, pode gerar ansiedade;
    3. recomece sempre que for preciso: não desista na primeira adversidade. Ou seja, se você falhou na reeducação ou na prática de atividades físicas, recomece e esqueça dos “erros” que cometeu;
    4. use as redes sociais para se motivar: mas cuidado, a ideia é que você encontre perfis que te incentivem a ter uma alimentação saudável e equilibrada. Em relação às atividades físicas, veja vídeos com alguma dança para te animar.

    Alerta sobre procedimentos estéticos para emagrecer

    Também reforçamos a importância de buscar meios saudáveis para emagrecer. Portanto, evite o uso de laxantes, cápsulas, chás emagrecedores e dietas rígidas. Lembre-se que a sua saúde e bem-estar devem ser prioridades. Ademais, você pode colocar a sua vida em risco com procedimentos estéticos que prometem resultados imediatos.

    Assim, antes de pensar em fazer qualquer procedimento, consulte muito bem a procedência da clínica. Verifique se os profissionais são, de fato, capacitados. E ainda, confira se o estabelecimento segue as regras sanitárias da Anvisa. De qualquer modo, considere sempre fazer uma avaliação médica e psicológica para avaliar seu estado de saúde e mental.

    Considerações finais sobre motivação para emagrecer

    Nesse artigo, trouxemos diversos aspectos para tratar da motivação para perder peso. Sabemos que essa não é uma tarefa fácil, mas que é possível. Para isso, é preciso reeducar a mente e o corpo para novos hábitos. Portanto, não desista e siga firme no seu propósito.

    Se você busca por motivação para emagrecer, que tal fazer nosso curso online de psicanálise? Assim, você saberá identificar as raízes que te impedem de seguir nesse desafio. Ademais, desenvolverá o autoconhecimento, lidando melhor com a ansiedade. Se inscreva agora mesmo!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *