Outubro Rosa: Um alerta sobre o câncer de mama

Posted on Posted in Psicanálise, Transtornos e Doenças

Infelizmente o Brasil ainda não é um exemplo ideal de país em que a saúde é priorizada. Isso é visto na reação do público quanto à prevenção de doenças e resultados de pesquisas alarmantes sobre mortes. A fim de evitar isso, trazemos uma reflexão importante a respeito da importância do Outubro rosa.

Sobre o Outubro rosa

O início do último trimestre do ano é marcado pela entrada do Outubro rosa. A campanha é realizada internacionalmente e visa a prevenção contra o câncer de mama e colo de útero. Infelizmente, o câncer de mama é o câncer que mais mata mulheres ao redor do mundo.

Aqui no Brasil, a campanha visando à sua prevenção iniciou os seus trabalhos em 2002, levando a cor rosa a qualquer lugar público. Os monumentos iluminados pela cor visam servir de lembretes para que as mulheres procurem realizar o exame com regularidade. Contudo, ainda não há uma adesão adequada por parte da população feminina.

Por essa razão é que incluir uma rotina para o monitoramento do problema se faz necessário. Tudo começa no autoexame, de modo que elas possam detectar quaisquer diferenças em seus corpos. Ainda que nada de diferente seja encontrado, realizar a mamografia regularmente dá segurança. A consciência da prevenção é mais leve que o tratamento do problema.

Por que muitas mulheres não fazem mamografia?

Parte da ausência em relação ao Outubro rosa se dá por causa da própria recusa das mulheres. Isso porque muitas se negam a fazer o exame justamente com medo de encontrarem algum nódulo. Ainda que necessitem de assistência médica especializada, se negam a enfrentarem os tabus envolvendo a mamografia.

A desinformação e o julgamento precoce podem afastar justamente as que precisam de uma chance para serem salvas. Por exemplo, muitas afirmam do desconforto e da dor enquanto fazem o exame, assustando outras mulheres próximas. Esse tipo de sinal se deve a uma sensibilidade natural da mulher, mas ainda merece atenção detalhada.

Por isso que o estímulo proposto pelo Outubro rosa é fundamental para garantir o sucesso da campanha. Muitas mulheres podem ser sensibilizadas a tratarem melhor de si mesmas e ainda ajudarem outras. Quando o caso se trata da própria vida, o descuido não deve ser contado como opção.

Empecilhos

Por vezes, o problema se encontra no acesso das mulheres ao tratamento e não no medo que carregam. A realidade médica no Brasil ainda está longe de ser considerada ideal para qualquer pessoa, como já mencionamos. A população mais distante da capital, por exemplo, tem dificuldades para encontrar atendimento quando precisam e sofrem com diagnósticos tardios.

Há casos onde as mulheres esperam por meses para conseguirem uma consulta publicamente, por exemplo. Já que muitas não podem se locomover para longe, precisam esperar para serem avaliadas. Quando isso não acontece, se valem de economias para custear um exame. Contudo, o tempo de espera muitas vezes é suficiente para que sinais se desenvolvam de forma maligna.

O que ajuda a amenizar esse quadro são os ônibus equipados com um mamógrafo que percorrem o Brasil. Por conta deles, as mulheres podem ter um acesso esporádico à realização do exame. Cabe ressaltar que fazer um acompanhamento constante evita com que sejam pegas de surpresa por causa do descuido.

Sinais

A campanha do Outubro rosa deixa as mulheres alertas às mudanças que podem afetar os seios. Ao longo do tempo, nosso corpo se transforma de modo natural e isso é esperado. Contudo, os seios não deveriam declinar da forma que fazem quando o câncer de mama aumenta. Dentre os sintomas, encontramos:

Dores

Todos carregamos algum nível de sensibilidade no tocante a determinadas partes do corpo. Porém, é preciso se atentar quando o incômodo passa a ser crescente. Assim que sentir dores, não hesite em fazer um exame completo.

Secreções

Não é comum que os seios liberem secreções, principalmente com aspecto incomum. O líquido pode ser sinal claro de processos inflatórios internos.

Úlceras

As feridas em qualquer forma nos mamilos merecem atenção. Além dos machucados, a pele também pode assumir um aspecto de casca de laranja, descamando.

Deformações

Muitos mamilos acabam ficando desiguais, o que é indicativo de problema. Assim, a posição deles, o tamanho e formato podem indicar que há algo errado.

Cuidados

Um dos pilares do Outubro rosa é que as mulheres passem dar uma atenção maior a si mesmas. Por isso que não se deve contar com a sorte, se submeter ao medo e se contentar com a falta de informação em relação ao problema. A fim de garantir o seu bem-estar nos próximos anos, faça o:

Autoexame

De frente ao espelho ou no banho passe a observar os seus seios com os braços caídos e depois levantados. Dividindo o seio em sessões, tente analisar quaisquer alterações com o meio dos dedos. Também faça movimentos circulares, afastando os tecidos superficiais no exame. Ademais, preste atenção em deformações e aumento do mamilo.

Realize esse exame mensalmente.

Consulta com o ginecologista

Caso se sinta insegura de fazer o exame sozinha, peça a ajuda do seu ginecologista. Como profissional formado, tem a habilidade necessária para fazer investigações e avaliações precisas. Consulte-se com o médico e indique a possibilidade dele te ajudar com o exame de mama.


NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ


Mamografia

A partir dos 40 anos é recomendável que se faça anualmente o exame de mama. Mesmo que pareça saudável, a doença não dá sinais em seus estágios iniciais. Caso tenha histórico na família, comece a vigília mais cedo, aos 30 anos. O exame de mamografia garantirá a manutenção de sua saúde e intervenção imediata se encontrar algo.

Considerações finais sobre o Outubro Rosa

O Outubro rosa pode ser visto como uma intimação para que a população possa viver. Como dito linhas acima, no Brasil o câncer de mama é aquele que mais vítima mulheres, assim como no mundo inteiro. Caso as mesmas se mobilizem para combatê-lo, o quadro pode reverter. Isso também inclui os homens, já que uma pequena parcela também é afetada.

Devemos abraçar o rosa não só em outubro, mas durante todo o ano. A consciência de que devemos prevenir um mal tratável em seu início impede que nos rendemos a um massivo tratamento que pode ser inefetivo. Por falar nisso, quando o câncer é descoberto em seus estágios iniciais, há uma chance gigantesca de cura.

Para compreender melhor as causas da campanha na sociedade e medos que as mulheres podem vir a ter, se inscreva em nosso curso online de Psicanálise. O curso te fornece as ferramentas precisas para que possa se conhecer e ajudar os outros a fazerem o mesmo. Sem contar que pode auxiliar as pessoas a encontrarem as respostas que precisam em momentos delicados da vida.

Entre em contato conosco e descubra como pode mudar a vida da sociedade para melhor. A Psicanálise é uma apoiadora da vida e nos ajuda a preservá-la. Use o Outubro rosa para dar um ponto de partida para uma vida mais plena, conectada consigo mesma e com saúde.

Foi útil para você? Curta, Comente e Compartilhe!
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze − seis =