o que é pedagogia da presença

Pedagogia da Presença: 5 princípios e práticas

Posted on Posted in Conceitos e Significados

À medida que a educação avança, os professores se tornam mais participativos na vida escolar dos alunos. Esses profissionais têm o objetivo de garantir que os seus alunos aprendam da melhor forma possível. Partindo desse princípio, hoje nós entenderemos o que significa Pedagogia da presença, cinco princípios e algumas práticas.

O que é Pedagogia da presença?

Segundo educadores, Pedagogia da presença é o método onde o professor está junto ao aluno para que ele aprenda melhor. Ou seja, o professor sempre fica próximo ao estudante a fim de favorecer seu aprendizado. Os maristas e salesianos propuseram essa ideia com base no ensino religioso deles.

Na prática, os alunos têm liberdade para conversar, sugerir e participar do aprendizado. Porém, os professores e alunos sempre mantêm a organização, nunca abandonando a disciplina. De acordo com os maristas, essa prática surgiu a partir das ideias do Padre Marcelino Champagnat.

O Padre Marcelino afirmou que essa ideia tem o objetivo de ensinar disciplina de forma preventiva. Para tanto, os professores seguem os princípios:

  1. Estar próximo ao aluno;
  2. Estar no momento com alegria;
  3. Não oprimir ou inibir os aprendizes;
  4. Saber o momento de se afastar e deixar o aluno experimentar e crescer;
  5. Ser responsável e agir com liberdade.

Nós destacamos que essa disciplina também é utilizada para projetos sociais educativos.

Renovação do ensino

Educadores criam esforços constantes para desenvolver uma educação mais democrática nas escolas. Logo, os alunos acessam recursos culturais e metodologias de aprendizagem em uma escola de qualidade. Além disso, os educadores utilizaram tecnologias respeitando a dignidade e o direito do aprendizado dos estudantes.

Um exemplo são os alunos que são atendidos pelo Programa Ensino Integral de São Paulo. Com a ajuda do programa, os estudantes acessam conteúdos acadêmicos, socioculturais e mais vivências ligadas à qualidade de vida. Ademais, os alunos saem da solidão ao encontro coletivo por meio da convivência solidária e da interpretação social.

Os gestores da Secretaria da Educação de São Paulo redefiniram o papel da escola com a Pedagogia da presença. Segundo eles, a escola precisa ser mais inclusiva, democrática e empenhada no sucesso da educação infantil. Para tanto, os gestores propõem ações inovadoras que melhorem a inclusão social dos estudantes.

Benefícios

Por meio da Pedagogia da presença os professores transformam o ambiente escolar. À medida que eles participam mais do processo educacional, os alunos experimentam um enriquecimento social. Como resultado, os estudantes se tornam mais:

  1. Independentes;
  2. Compromissados em relação ao próprio futuro e aos outros;
  3. Integrados em relação as suas manifestações desencontradas do querer;
  4. Solidários.

Quanto aos professores ou tutores, eles:

  1. Acompanham melhor o desenvolvimento dos alunos;
  2. Auxiliam os alunos na tomada de decisões para os estudos e futuro;
  3. Orientam melhor os estudantes nos estudos.

Resumo de Pedagogia da presença na prática

Nas escolas EREM de Pernambuco, os professores usam a Pedagogia da presença para garantir a permanência dos alunos. Segundo pesquisadores, essa disciplina pedagógica auxiliou bastante no desenvolvimento dos estudantes da EREM Odorico Melo, em Parnamirim.

Os pesquisadores revisaram a evasão escolar, educação integral e interdimensional enquanto analisavam documentos sobre o assunto. Por meio dessa investigação, eles analisaram as metodologias utilizadas a fim de favorecerem o sucesso do aluno. Para tanto, eles entrevistaram professores e gestores da escola a fim de obter os dados necessários.

Leia Também:  Criatividade: significado e principais técnicas

Como resultado, os pesquisadores comprovaram que a Pedagogia da presença diminuiu a fuga escolar. Além disso, os alunos prosperaram mais e se sentiram acolhidos por um ambiente escolar prazeroso. Os pesquisadores acreditam que escolas podem reavaliar seus métodos para favorecer o desempenho e permanência dos estudantes.

Melhora dos modelos escolares

Os gestores do SEE-SP concentraram seus esforços para a implantação de programas dedicados à melhora do ensino. Desse modo, os gestores buscam melhorar os modelos de gestão e favorecer o aprendizado dos alunos. De acordo com os gestores, o Programa de Educação possui cinco pilares:

  1. Investir e valorizar o desenvolvimento de capital humano da SEE-SP;
  2. Aprimoramento da gestão e ações pedagógicas a fim de favorecer a aprendizagem dos estudantes;
  3. Melhorar e aumentar a política de educação integrada;
  4. Proporcionar ferramentas de gestão financeira e organizacional para viabilizarem o programa;
  5. Engajar toda a rede, inclusive alunos e a sociedade ao redor do mecanismo de ensino-aprendizagem.

Muitos gestores educacionais tornaram-se pioneiros na educação, pois as escolas públicas enriqueceram bastante as experiências que proporcionam. Por exemplo, gestores basearam o Programa de Ensino Integral de São Paulo nas experiências positivas da educação em Pernambuco. Como nós descrevemos antes, o EREM de Paramirim obteve excelentes resultados na educação.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Pedagogia da presença e o Projeto de vida

    Muitos professores questionam como obter uma presença mais positiva na vida escolar dos alunos. Por meio da Pedagogia da presença eles dão o primeiro passo para melhorarem o processo de aprendizagem dos jovens. Embora muitas pessoas ganhem com esse modelo, nem todas se beneficiam dele.

    Educadores sabem que o projeto de vida e Pedagogia da presença estão conectados. Com o projeto de vida, o aluno tende a criar um projeto a partir de uma figura presente em sua vida. Ou seja, ele se espelhará em alguém já estabelecido na carreira que ele deseja seguir.

    Ainda que os alunos reflitam os desejos para o futuro no projeto de vida, eles também consideram o presente. Por exemplo, eles planejam o que fazer todos os anos, bem como as etapas da educação. Dessa forma, eles aprendem a ser mais organizados e criam estratégias para cumprir metas pessoais.

    Livro Pedagogia da Presença

    Os padres Eduardo Calandro, Jordélio Siles Ledo e Rafael Gonçalves escreveram o livro Pedagogia da Presença. Para eles é importante saber estar, sentir e servir com o objetivo de passar o conhecimento da fé. Porém, o catequista age de acordo com o modo de Jesus Cristo enquanto ensinam.

    Os autores têm o intuito de ajudar o leitor a compreender e viver sua missão no ensino e catequismo por uma pedagogia da presença. Para isso, eles nos ensinam o valor do acolhimento e cuidado com as outras pessoas. Assim, as pessoas dão mais de si para que mais ninguém se perca no caminho da vida e no próprio caminho.

    Considerações finais sobre Pedagogia da presença

    Alunos brasileiros reencontraram o prazer de aprender por meio da Pedagogia da presença. Como as pessoas imaginam, o sistema educacional do Brasil têm problemas para possibilitar uma educação de qualidade para todos. Porém, os gestores têm conseguido melhorar o cenário e ajudar estudantes a prosperarem no ensino.

    É provável que nós ainda levemos muito tempo para melhorar a educação como precisamos. Mesmo assim, nós fazemos a diferença no amanhã transformando a vida dos jovens no presente. Os gestores nunca terão um trabalho fácil, mas, sem dúvida, será recompensador, pois formarão cidadãos bem desenvolvidos.

    Leia Também:  O Poder da Persuasão: 8 dicas efetivas

    Além da Pedagogia da presença, o nosso curso online de Psicanálise pode ajudar na educação das pessoas. Por meio dele milhares de estudantes e educadores desenvolveram autoconhecimento para explorarem o próprio potencial. Assim como eles, se você quer ter transformações positivas na sua vida garanta sua vaga em nosso curso online de Psicanálise.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *